Pose de “macho” em Israel não adianta para a batalha na Câmara

Postar foto segurando um fuzil metralhadora em Israel não vai intimidar ninguém na Câmara dos Deputados, devia saber o presidente.

Porque a guerra de verdade vai começar quarta-feira, na Comissão de Constituição e Justiça.

A história de que os deputados se disporiam a aprovar bovinamente o projeto do Governo  sem alterações, deixando para tratar das questões de conteúdo na Comissão Especial que analisará a reforma da Previdência não faz os referidos bois dormirem.

Aos menos as questçoes do Benefício de Prestação Continuada (o BPC), as da aposentadoria rural e a da desconstitucionalização dos dispositivos de proteção aos aposentados vão entrar em pauta, queira ou não o relator.

Qual é o deputado que vai botar a cara a tapa, na audiência com o ministro Paulo Guedes, da Economia, para defender as maldades com os idosos, os deficientes e  os homens e mulheres velhos do interior, que sabem que serão rejeitadas, para dizer que “não estamos discutindo o mérito, mas apenas a constitucionalidade”?

São propostas que precisariam de 60% dos votos dos deputados e hoje, segundo a pesquisa divulgada pela consultoria Arko Advice, têm 14% e 17% dos votos.

Serão suicidas, os deputados? Vão votar “sim”, sabendo que perdem de 4 a 1?

Guedes sofrerá um bombardeio e, apesar de estar disposto a tentar, será difícil que resista à salva de tiros que sofrerá, até porque se manteve, para a nova audiência, a lista de inscrições da sessão que foi cancelada na semana passada, onde a grande maioria dos inscritos era de oposicionistas.

A “calmaria” conseguida com as “páginas viradas” do final da semana passada está para acabar.

Esperem e verão.

Porque, como dizia aquela chamada dos desenhos animados  – perdão aos mais novos pela recordação “do baú” –  não existe nada mais antigo do que cowboy que dá cem tiros de uma vez.

Ainda que seja com uma Uzi, todos sabem que é “de mentirinha”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Quem serviu ao exército percebe de cara, na foto, que ao primeiro tiro o resultado seria uma clavícula quebrada. O “machão” não sabe nem como pegar numa arma dessas.

  2. Essa metralhadora não intimida o Hamas, Milícia x Hamas. Acho que o miliciano se fu……

  3. Todo dia é Dia de Bozo Day, Dia da Mentira, para esse debiloide chamado Bozo (incluindo aí todos os seus seguidores bolsominions).

  4. Já temos o comandante para ir na frente da tropa na batalha eventual contra a Venezuela. Quero ver o Bozo e seus garotos na linha de frente. Brasillllllll!

  5. Se voce recebe um palhaço em casa a boa educação é ri das palhaçadas, mesmo que ache coisa infantil ou de debil mental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.