Preocupação de Bolsonaro é com seus SS de araque, os fanáticos

Embora há quase sete meses não cuide do Brasil, há duas coisas de que Jair Bolsonaro não se descuida.

Uma é fazer, o máximo que pode, o by pass nas chefias e lideranças militares, procurando contato pessoal com a tropa – deve estar perto de uma centena o número de visitas e solenidades militares ou policial-militares – seguindo o mesmo roteiro que fez, durante anos, quando suas pretensões não iam além de eleger-se deputado com os votos da caserna.

Os generais – exceto Augusto Heleno, que aderiu, sem pudores, à histeria – apagaram-se e resumem-se a ajudantes de ordens do capitão. Quem tinha algum brio, como o general Santos Cruz, ao ser enxovalhado, afastou-se da aventura.

Outra ação cotidiana com a qual o presidente nunca é relapso é com as “milícias virtuais” , seus fanáticos incondicionais e furiosos, a quem o “chefe” excita diariamente com suas declarações truculentas e que estimulam o ódio mais irracional.

Uma estranha e deprimente “SS” tupiniquim, com camisas amarela em lugar das negras do passado. (no video, equivoquei-me e das “pardas” da SS, e as camisas pardas eram das SA, as Sturmabteilung, as tropas de assalto de Hitler)

Bolsonaro não mira mais do que isso: sustentação entre os militares não necessariamente entre seus comandos – e o apoio mobilizado de civis extremistas que maquiem seu autoritarismo como “vontade das massas”.

Ele não trabalha para unir o país por qualquer projeto, mesmo conservador. Ele não o tem, exceto o de destruição do que conseguimos ser, até agora.

Bolsonaro nao tem de ser combatido apenas em nome do progresso do Brasil ou mesmo de conquistas sociais da população.

Ele deve se enfrentado em nome da civilização e da liberdade, porque emula a barbárie e a opressão.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

20 respostas

  1. O presidencialismo espantalho da extrema direita assusta enquanto o parlamento mais conservador que já elegemos passa a colheitadeira no patrimônio público.

    1. Mas…talvez…????????…todas essas patifarias vão ser anuladas…E vai ser GUILHOTINA PRA TODO LADO…

  2. A direita, pragmática, defende que não se deve desprezar o poder da ignorância. A esquerda, idealista e sonhadora, acredita no mito da sabedoria popular. Por isso estamos neste buraco.

    1. “”A direita, pragmática”””…Essa raça de FDPs…nunca quiseram o futuro nessas terras…MAS SE LOCUPLETAR DAS RIQUEZAS…Simples…

    2. É infeliz aquele que ama e prefere a tolice à sabedoria. E não estamos num buraco, mas num campo de batalha.

  3. Excelentes os vídeos ! Além do conteúdo sempre de alto nível em termos de informação e opinião, a apresentação também está com qualidade profissional.

  4. E ele tem também as milicias e provavelmente todo o crime organizado do lado dele.
    São discretos, certamente não querem que bostonaro cite eles, mas quando necessário comparecem.

  5. A destruição do Museu da Petrobras não era verdade, mas muita gente acreditou nela, tal é o nível de descalabro que o país vive. Tudo é possível, inclusive postagens como essa da destruição, talvez postada de propósito para inibir a resistência e a ação de blogs progressistas altamente capacitados, como o GGN. Mas que ninguém duvide: Daqui a três anos nessa mesma marcha macabra, ninguém no país e nem no exterior vai conseguir acreditar que o Brasil já teve a terceira maior fábrica de aviões de passageiros do mundo, e já teve o sexto maior PIB da economia global.

  6. O resumo da ópera-bufa : O BOLSOBOSTA é um PALHAÇO DE MERDA !
    Ótimo vídeo, caro Brito !

  7. Sete meses de ladeira abaixo e uma constatação: o “melhor” já passou.
    Ainda temos 41 meses de ribanceira para despencar!

  8. #ForaBolsolixo presidente de fundo de quintal… #ForaLavajateirosPicaretas #ForaFamíliaBtralha #LulaLivreParaUmBrasilFelizOutraVez #SomosResistência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *