Prisões foram políticas, tanto que soltaram asseclas de Temer

soltastf

As “alongadas prisões de Curitiba”, termo que Gilmar Mendes usou para referir-se ao “deixa em cana até abrir o bico” que o delegado, digo, o juiz Sérgio Moro consagrou, ganharam uma irmã mais nova: as “alongadas conduções coercitivas” com que Luís Roberto Barroso e Raquel Dodge brindaram os “laranjas” de Michel Temer, driblando a decisão que as proibiu como “método” de investigação,

Ainda que o igualmente autoritário “aos costumes, Taborda” – como zombava o personagem de Jô Soares – seja menos gravoso que enjaular um sujeito durante meses, até que delate, a maior prova de que foi o proibido o que se fez foi a decisão, pedida pela PGR e prontamente acolhida por Barroso, de soltá-los na noite de ontem, antes mesmo de passados os cinco dias de prazo das prisões temporárias.

Se o objetivo fosse colher os depoimentos, apenas, bastaria aplicar a prisão preventiva prevista no Art.366 e 312 do Código de Processo Penal, no caso de recusa a depor.

Era outra a motivação, está claro: conseguir a repercussão político-midiática que se obteve. Fosse o simples risco de destruição de provas – e de um caso que tem um ano desde que divulgado! – não estariam José Yunes, o Coronel Lima, o empresário Antônio Grecco e os demais penduricalhos na tal “Operação Skala” livres para, em lugar do almoço de Páscoa, queimarem papéis não recolhidos na busca e apreensão?

Como ocorreu com os empreiteiros, na Lava Jato, escolheram personagens desprezíveis, matéria-prima pronta para a execração pública e, por consequência, para a promoção dos “prendedores”.

O processo judicial tornou-se uma peça de propaganda, de disputa do “mercado” da opinião pública.

E o Judiciário, com seus departamentos PF e MP, virou um partido político da pior espécie: o que se impõe prendendo pessoas e arrebentando reputações.

Mesmo as já em frangalhos, como a de Michel Temer.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

44 respostas

  1. eu fico me perguntando se ainda existe alguém que não se deu conta de como esse judiciário funciona

    1. Composição das bancadas partidárias no stf:
      Partido da globo: Carmen Lúcia e Fux
      Partido do boçalIbnaro e DEMônios: Fachin e Barroso
      PMDB ala temer: Alexandre de Morais
      PMDB ala sarney: Celso de Melo
      PSDB ala xerécio never: Marco Aurélio de Melo
      PSDB ala çerra: Gilmar Mendes e Dias Toffoli
      Partido da correnteza (se esforçam para não desagradar ninguém mas conseguem desagradar todos): Lewandovski e Rosa Weber
      Partido do zelo a Constituição e ao devido processo legal: Nenhum

  2. Nessa brincadeira de perversos, aparecem R$ 46.800,00 que Barroso esqueceu ter recebido. Outro tijolaço na imagem de “homens de bens” do supremo de merda.

  3. O ministro percebeu a munição que dera ao deputado Carlos Marun e ao pedido de impeachment de ministro do STF que ele elabora. A PGR, depois de revelada sua ligação com a religião persa internacionalista da escola das nações, vislumbrou que não caberia bem à defensora do estado brasileiro figurar como apoiadora da recente tentativa de primavera no Irã.
    Lembrando: Carlos Marun foi dos principais nomes a desmontar as “Desmedidas contra a Corrupção”, projeto de lei do MPF da Lavajato, que se quis passar como de iniciativa popular. A recente primavera no Irã foi patrocinada pelos EUA. Motivo das ações aqui e lá: petróleo em mãos seguras.

      1. Jáder Barroso, ela eu não sei, mas o esposo dela que é americano, sim, ele ministra aulas em Brasília sobre esta religião. Não tenho condições de colocar link para vc, mas saiu ontem (31), numa live do Duplo Expresso, mas este, também disse que se colocar o nome dele no Google não aparece em lugar nenhum.

    1. … Sob uma “Justiça” vagabunda desta, somente “juízes” e “procuradores” tratariam de forma, digamos, banal a prisão de um inocente ex-presidente da República!

      RESCALDO TRÁGICO ANUNCIADO: não haverá eleição presidencial em 2018!
      O aprofunfamento do caos é o próximo passo dos operadores do golpe vagabundíssimo!
      Mesmo porque “golpe não tem retorno”!

  4. Solução Erdogan ao partido do judiciário que rasga a Constituição repetidamente….e insistemente….

  5. … Falando acerca de ‘pessoas horríveis’!…

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    … O Romulus Maya lá do Duplo Expresso detonou:
    “A senhora Rachel Dodge é casada com um genuíno norte-americano e os dois filhos do casal moram nos Estados Unidos. O marido uma espécie de eminência parda: não há sequer uma fotografia do dito cujo no google!”…

  6. Barroso e Raquel Dodge em busca dos flashes e dos palcos onde até a pouco Sérgio Moro reinava sem concorrência.

    Tempos difíceis os nossos, onde o judiciário não se subordina ao império das Leis, mas ao grau de estrelismo de seus agentes.

    Com esse “prende e solta” relâmpago, Barroso e Dodge apenas afiaram o machado justiceiro com o qual brindarão Lula na próxima 4ª feira, 04/04.

  7. Quando é para obter delação que atinja o PT, o “Çupremo” permite que os investigados fiquem até 2 anos presos, como se isso fosse legal. Mas quando os presos podem comprometer os golpistas (lembram da frase do Jucá?) eles correm para liberar da cadeia as eminências pardas. Um dia, talvez, saibamos o que e quem está por trás dessa verdadeira matilha de lobos.

  8. No brazil, 1º de abril não tem data marcada. Em 1889, 1º de abril foi em 15 de novembro, quando a elite endinheirada se aliou a militares e deu um golpe de estado que derrubou o regime e o Imperador para tomar o poder, mas chamou aquilo de “Proclamação da República”. Em SP, há um 1º de abril local, o 9 de julho, quando a elite endinheirada paulista entrou em guerra como resto do brazil e convenceu os paulistas de que era em defesa da Constituição e contra a ditadura; chamaram aquilo de “Revolução Constitucionalista”. Tem o 1º de abril de 1964, oficialmente comemorado em 31 de março, quando implantaram uma ditadura dizendo que estavam defendendo a democracia;chamaram aquilo simplesmente de “Revolução”. O 1º de abril de 1990 foi em 16 de março, quando “O caçador de marajás”, eleito em 17/12/1989, tomou o dinheiro que todo mundo tinha nos bancos, deixando só 50 pratas cada um; no fim, “O caçador de marajás” era parceirão de PC Farias e terminou cassado por corrupção passiva. O 1º de abril de 1999 foi em 13 de janeiro, quando FHC decretou a maxi-desvalorização do Real. O 1º de abril de 2016 foi em 17 de abril (dispensa comentários), chamara, de “Impeachment”. E assim vai. O povo brazileiro é muito afeito a um “me engana que eu gosto”. Vamos ver quantos novos primeiros de abril ainda temos pela frente.
    (Agradeço a atenção e palavras gentis que algumas pessoas deixaram.)

    1. (Agradeço a atenção e palavras gentis que algumas pessoas deixaram num comentário que fiz outro dia.)

  9. Foi pressão externa para aprofundar a entrega do nosso patrimônio. Ele fica até o final, a menos que haja uma revolução armada.

    1. Melhor seria uma revolta popular dos trabalhadores paralisando o País até à queda de nossa “Bastilha”, a exemplo do que aconteceu na França. Reformulação geral dos 3 poderes incluindo eleição para o judiciário

  10. Não dá pra saber quem é mais sacana no “judiciário” brasileiro.
    Dá ânsia de vômitos !

  11. Ação pra enganar trouxas. O alvo de toda essa corja com essas manobras é atingir o presidente LULA. Não existe poder mais podre é corrupto que o Judiciário Brasileiro.

  12. que vergonha, haja visto o caso do tal coronel LIMA, o cara simulando a morte entrou em uma cadeira de rodas, ao interroga-lo os advogados simplesmente disseram que o cara nao tinha condiçoes de prestar qualquer esclarecimento sobre o amigo do peioto MICHEL TEMER, essa atitude da PGR principalmente da senhora RAQUEL e lamentavel, chma-se piada pronta, ontem no começo da noite o CORONEL LIMA ligou para a RAQUEL, disse DRA RAQUEL estou preso aqui e ainda numa cadeira de rodas, sou amigo do peioto do MICHEL, a RAQUEL respondeu EH, verdade, vou providenciar a revogaçao da prisao agora, na mesma hoja o advogado do VAMPIRAO ligou para RAQUEL, e falou DRA. RAQUEL, estive agora mesmo no palacio com o MICHEL TEMER ele esta muito aborrecido em virtude da prisao de seus amigos, a DR RAQUEL, Mariz, avise ele que ja soltei seus amigos, o MARIZ, que noticia excelente vou repassar a ele ficara muito agradecido. tchau, essa piada deveria ter acontecido hoje dia da mentira 01-04-2018, brincadeirinha de prende e solta.kkkkk

  13. Barroso é o principal articulista do golpe (e da lava jato) no STF. É o
    homem da Globo também. Carmem Lúcia é figura periférica, embora a
    serviço da Globo, também. Gilmar Mendes, embora esteja a serviço da
    Globo, também, tem compromissos com figuras que o golpe (CIA + Globo +
    lava jato + grupos de rapina internacionais e associados locais) precisa
    descartar como: Temer, Aécio, entre outros. Isso coloca Gilmar Mendes
    em confronto com Barroso e taticamente acaba beneficiando a defesa de
    garantias constitucionais, como o direito de não ser preso antes do
    julgamento transitado em julgado. É um jogo pesado, entre bandidos, onde
    o povo brasileiro aparece apenas como figurantes. Como de praxe, aliás,
    nessa republiqueta que permitimos que costurassem em nosso nome. Contra
    nós.

    Temer é cachorro morto, que precisa sangrar até os últimos dias do seu desgoverno. Retirá-lo agora, como querem os atores centrais do golpe, é a oportunidade de criar falsas esperanças mudando apenas o golpista de plantão. Sai Temer, entra Rodrigo Botafogo Maia para concluir a obra do mal, inclusive com grandes chances de adiar as eleições de 2018. Ao invés de exigir “Fora Temer”, agora, seria melhor exigir a antecipação das eleições diretas, com a presença de LULA como candidato.

    As forças armadas não devem ser provocadas em vão. Mas, não dá para contar com elas. Historicamente ficaram ao lado dos de cima. E agora mesmo, assistiram sem qualquer manifestação contrária ao desmonte do Brasil enquanto nação, tudo porque não gostavam da Dilma e do PT. O oficialato das Forças Armadas é de direita, é golpista, é comprometido com as elites dominantes. É o primo pobre do judiciário brasileiro, também de direita e golpista, com a diferença que hoje tem mais poderes e mais privilégios que aquele.

    Infelizmente, a institucionalidade brasileira – STF (e judiciário e MP), PF, parlamento, Forças Armadas, etc. – no seu topo, está na maioria cooptada pelo golpe (CIA + Globo + lava jato + grupos de rapina internacionais e associados locais). Para “estancar essa sangria, com STF, com tudo”, existe duas possibilidades, assim mesmo remotas: 1) o caminho mais curto, com a eleição de Lula para presidente, que usaria a caneta presidencial e a habilidade que tem para desfazer os nós cegos da “Mecânica” do golpe; 2) uma revolução social, com os de baixo assumindo o protagonismo e passando por cima de tudo. Infelizmente, este segundo cenário não está no horizonte do atual momento brasileiro. Lula, com o apoio dos de baixo e a habilidosa e nem sempre politicamente correta mas necessária costura entre os de cima, é o que poderá conduzir à derrota do Golpe de 2016. Para o bem geral do povo brasileiro. Antes que sejamos destruídos, como fizeram com Iraque, Síria, Líbia, Egito, entre outros.

  14. Tudo encenação golpista para dizer que “a lei e para todos”. Prende-se num dia para soltar no outro, enquanto outros sem provas ficam na cadeia ate delatar o que Moro-Globo quer ouvir.

  15. Dá para desconfiar que essas prisões dos amigos do Rei seguida de imediata soltura faz parre de mais um ato teatral do continuado golpismo em andamento no País…. até quando vão segurar o descontentamento generalizado da população votante que conhece bem essas artimanhas.

  16. Bem verdade que tudo não passou de jogada inteligente para os incautos, ou burros mesmo. Aliás, sempre que o assunto-Lula toma maiores proporções, como agora, uma coisa acontece aos adversários, assim como quem diz que a justiça é para todos.
    Ao ver alguns comentários, ontem, sobre essas prisões, como se elas fossem pra valer, pus minhas barbas de molho, como o faço sempre que vejo os reais corruptores criminosos debaixo de varas. “Morum, que diz: “Mexeu com Temer, mexeu comigo.” está se achando neste momento; provavelmente de champanhe preparada pra explodir de alegria até se embriagar.
    Para a esquerda não sobra nada vinda da justiça. Acho até meio estúpido quem diz que a votação do HC para salvar ou encarcerar Lula será em favor do ex-Presidente. Por que não duvidar? Ser otimista é uma coisa, e ser realista é outra, bem diferente.
    Em relação a Lula, se considerássemos a justiça como um mato, diria que dela não sai coelho.

  17. Se o ministro Barroso mandou prender, fica a pergunt que não quer calar: por que soltou? Como se diz lá no Piauí: tem boi na linha.

  18. Pensei que era “fakenews” de primeiro de abril. Mas não era mentira, era verdade mesmo.
    Justiça brasileira é uma grande piada, menos com o “andar de baixo”…

  19. E, é claro, tudo sincronizado, em concerto, com Carmem Lúcifer e Frachin, em operação abafa pressão, acusando a vítima de fazer pressão e, por tabela, tirando o atentado à caravana das manchetes, em clara dobradinha com a grande mídia. Xadrez os GOLPISTAS sabem jogar. Só não sabem jogar as regras do jogo democrático.

  20. Urge a Constituinte Exclusiva (quando o país voltar a ser democrático) para rever as benesses e liberdades dos juristocratas.

  21. Prisão midiática no Brasil banalizou de vez desde o advento da lava-jato. Faltou assunto na mídia? De repente a lava-jato ou suas derivações prendem alguém e a pauta esta resolvida.

  22. A ênfase da mídia em repetir “amigos de temer” deixa claro que a lua-de-mel com ele acabou. Mas sabendo que a mídia não tem nenhum interesse Nobre por trás disso traz mais preocupação. O que haverá por trás disso? Talvez um novo golpe para dessa vez tirar o temer e colocar Rodrigo Maia? Ou mais um passo rumo ao sonho deles de eleição indireta?

  23. O Barroso manda prender num dia e manda soltar no outro. O Delanhol faz vigília para que Lula seja preso. Depois que derrubaram uma presidenta honesto o Brasil virou Hospício!!!!!!!!

  24. “Tudo no Estado, nada contra o Estado, e nada fora do Estado”. Benito Mussolini
    Moro, Deltan, Carlos Fernando, Barroso, Fachin, Fux, Carmen Lucia, Merval, Mainardi, Augusto Nunes, Noblat, Otávio Frias, Elio Gaspari, José Padilha, Eliane Cantanhede, Miriam Leitão e Josias de Souza poderiam perfeitamente mudar essa frase para “tudo na Lava-jato, nada contra a Lava-jato e nada fora da Lava-jato”.
    Prisões alongadas para forçarem delações, testemunhas de defesa recusadas pelo juízo, vazamentos seletivos para viabilizarem a narrativa da condenação com provas fracas ou inexistentes, grampo em cela de preso, colegiado votando de forma idêntica nas preliminares, no mérito e na dosiometria, condução coercitiva a quem não recusou depoimento, ofensas ao princípio do juiz natural, amigo do juiz oferece acordo para reduzir pena sem ser advogado formal, colunista da globo é o decimo segundo ministro do STF, emissora de TV chega antes da policia federal, doze anos e um mês de cadeia por propriedade atribuída e essas ilegalidades cometidas não são objeto de nenhuma medida no plano institucional. Temos que lutar muito para resgatar esse país e o principio de que o poder emana do povo.

  25. Aqui fica aquela pergunta que não quer calar? O Barroso mandou prender, mas quem mandou soltar. Porque os que estavam nos EUA numa boa, nem foram ouvidos?.Afinal de contas? Quem está mandando nesta “zona” chamada Brasil???É claro que não foi o Barroso que mandou soltar!
    Terá sido o Trump? Parece né!!!

  26. A manchete ficaria ideal assim: SUPREMO MANDA SOLTAR AMIGOS, DE TEMER, E OUTROS PRESOS DE OPERAÇÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *