Quantos áudios tem Bebianno?

A primeira batelada de áudios divulgados por Gustavo Bebianno significa pouca coisa, exceto para mostrar o caráter, ou a falta dele, nas relações entre o homem que se tornou presidente e aquele que foi, ao que parece bem antes deste escândalo, decepado da condição de seu braço-direito.

Há, porém, o histórico de dois anos de esparramos neste impensável tipo de comunicação de um candidato e de um presidente da república (assim mesmo, em minúsculas, para representar a situação atual).

É um pesadelo que está passando não apenas na cabeça do clã – misteriosamente silencioso, depois da bofetada bebiannista – mas também na dos militares e dos políticos.

Ainda mais porque, nos áudios de campanha, é esperável que sobrem expressões mais duras, destas que não se falava em presença de senhoras.

O General Mourão é um dos que devem estar curiosíssimos em saber como eram os diálogos sobre suas “caneladas” durante a campanha.

Ainda mais sabendo da incontinência verbal do ex-capitão.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. MAIS UMA AMOSTRA DO CENTRISMO DOS POLÍTICOS PETISTAS.
    É A HORA DE AVANÇAR NO TERRENO,MAS,…ELES AGUARDAM PRA VER NO QUE DÁ.
    OS BURGUESES AGUARDAM ORDENS DE LULA ??
    PENA ,MERECEMOS ALGO MELHOR QUE ESSA TURMA.

  2. Nunca dantes no quartel de Abrantes alguém poderia imaginar que tantas patetices pudessem acontecer em um novo governo, com menos que dois meses.

    1. Esperava-se um circo de horrores, mas estes palhaços até que estão bem engraçados tocando fogo no circo.

  3. … e nós estamos curiosíssimos para saber se tem algum áudio com a voz do próprio Mourão, que, de santo, não tem nada.

  4. Bebianno ja começou a mostrar a caixa de ferramentas. Bolsonaro e Carluxo não irão reagir, pois quem tem, tem medo

  5. Ninguém, algum dia, venha me falar que não avalizou o bolsonaro e que não participou ativamente, tipo cabide de emprego ministerial, ao lado de personagens como damares, araujo e salles.
    Não é o bolso que não tem condição, isto até as pedras do caminho sabem, é a irresponsabilidade de quem, usando autoridade indevidamente, o colocou lá.
    E põe irresponsabilidade nisso.
    Canalhas.

  6. Soube do comentário de um jornalista (acho que da ESPN) que ao ser perguntado se o vazamento de um áudio de um presidente da república era algo criminoso, ele mandou perguntar isso ao Moro.

    1. Foi o Antero Greco da ESPN. Falou a verdade sobre o juizéco criminoso, o marreco de Maringá.

  7. A verdade é que usaram o Bebianno e jogaram fora o bagaço. Dizer que o Jair tinha “carinho” por ele é uma piada insossa. Idiota foi ele que pensou que fazia parte de algum círculo fechado de tomada de decisões “sérias”. O círculo se resume à Famiglia, e todo o resto é gente desconfiável. Acima de tudo, apenas os sagrados interesses dos gringos.

  8. Mentirosos, o Bozo, filhos, o marreco de Maringá e todo este bando que está neste desgoverno.

  9. Que nada. Exigiram a fritura do Bebianno, quando bateu de frrente com os milicianos, extensão da famíglia, cujo vídeo viralizou, no caso do hospital, controlado pelas milícias. Quais outros hospitais, postos de saúde, escolas, pequenos comércios, são controlados pela milícia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *