Queijo, linguiça, abobrinhas e Sudbrack

abobrinha

O Brasil, seus políticos e sua imprensa viraram, realmente, uma fábrica de bobagens.

Estamos discutindo e fazendo escândalos com coisas estúpidas e evidenciando que, aqui, a lei – em lugar de ser para todos – depende do freguês.

É símples a questão: se os queijos e as linguiças apreendidas no Rock in Rio fossem daquele rapaz (duvido que você não conheça um) que anda com uma sacola vendendo-os para ganhar algum, alguém estaria protestando? Ou se fosse aquela negra simpática, a D. Maria, que os tivesse sobre uma banca, os mesmíssimos, alguém ia achar “absurdo”?

Bom, eu ia, porque num país onde ninguém pode jurar que não se moeu restos de palha para por nos cigarros ou gordura de galinha para aquele “hamburguer bovino” não acho que venham daí os problemas significativos  de saúde pública na alimentação.

Mas os “bem-postos” iam dizer que é isso mesmo, que era um absurdo que num lugar cheio de turistas e de garotada ficassem vendendo alimentos sem controle sanitário.

Todo o problema é só um: estavam sendo vendidos nos quitutes servidos pela chef Roberta Sudbrack, contra a qual nada tenho, mas que é a musa culinária do high society, autora de banquetes presidenciais nos tempos de FHC (não sei se em outros).

Só por isso, simples assim.

Façam-me o favor! Não faz seis meses todos estavam gritando contra o “frango de papelão” pela falta – ou corrupção – dos serviços de inspeção nos frigoríficos, no que a gente não sabe, até hoje – apesar de todo o espalhafato e do escândalo internacional – o que era verdade e o que era boato.

Artesanal, claro, pressupõe pequenas produções e pequenas vendas. Se ganha escala, é industrial, ainda que conserve o cuidado, a receita e o sabor, e deve cumprir as exigências sanitárias.

Senão, daqui a pouco a Sadia ou a Friboi tascam um “artesanal” na embalagem e vendem milhares de toneladas sem selo de inspeção federal.

Se houve exagero ou truculência na ação, como ela alega, o quanto não se deve ao fato de, nos últimos anos, acharmos e endeusarmos ações “prendo e arrebento” da autoridade? Quanto não se deve ao fato de, sendo flexível, um agente público passe a ser, de imediato, chamado de corrupto e a ideia de que “se liberou, deve ter rolado uma grana”?

Mas como foi no “chiquê” isso vira um caos nacional, ao ponto de o presidente da República em exercício, Rodrigo Maia,  ir a um “ato de desagravo” promovido pelo Ministro da Cultura, em pleno Palácio do Planalto, desautorizando o trabalho dos fiscais de maneira grosseira e estúpida.

Porque não haveria desagravo se fosse o sacoleiro e a Dona Maria, porque não apenas a lei é censitária no Brasil – depende de com quem se está falando – mas os cérebros também estão se tornando.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

    1. Ou você é muito sem noção de ridículo ou te pagam muito bem para se prestar a passar vergonha no meio de gente inteligente e bem informada. “Fora de pauta”… Vá te catar, moleque; vá pentear macacos!

    2. Quino voltou, pensei que ele tinha cortado os pulsos depois da última pesquisa de intenção de voto para presidente.
      Lembre-se Quino, vivo ou morto, preso ou em liberdade, candidato ou não….
      tic tac tic tac

      1. E a última pesquisa..pasmem é da FIESP…O Bandido Quino vai pular da ponte com uma rocha amarrada no pescoço….

    3. Realmente vc está fora de pauta, talvez porque não acompanhe a vida política da nação e caiu de gaiato de 2013 pra cá copiando e repetindo o pig e seus asseclas.
      Leem e não questionam, querem continuar burros.
      Uma matéria do Ruy Câmara, um anti petista roxo, elogiado pelo Romeu Tuma um dos maiores torturadores e assassinos da ditadura militar.
      Vou te ensinar aquilo que não sabes porque não ler, não pesquisa e quer continuar sendo um analfabeto político.

      Mentiras e verdades ocultas. Incoerências, contradições nesse texto.
      Clesio nunca foi aliado do PT, sempre andou de mãos dadas com o PSDB.
      Concorreu as eleições de 1998 como vice do Azeredo, condenado a 20 anos no mensalão tucano mineiro.
      Clesio foi acusado no mensalão tucano de peculato e lavagem de dinheiro, por ocultação de dinheiro recebido do Marcos Valério na campanha de Eduardo Azeredo.
      Em 2002 Clesio foi vice governador do Aécio, e em 2011/2014 como senador, foi o único réu do mensalão investigado no STF, renunciou ao mandato e as investigações que tramitavam no STF passou para primeira instância do estado de MG, onde até hoje não foi julgado.
      Sim, Clesio é dono do instituto Sensus(incoerência de pesquisa está aqui) que fez uma pesquisa fajuta apontando 17 pontos para Aécio a frente, o que mais tarde se confirmou falso.
      Sua esposa Adriene Barbosa de Faria Andrade é presidente do TCE-MG. Em 2006 foi indicada e nomeada pelo então governador Aécio Neves para o cargo de Conselheira do TCE. Corregedora entre 2009/2010, vuce presidente entre 2011/2012, e a partir de 2013 presidente do TCE.
      Este foi o motivo do site do TCE sair do ar em 2014 em pleno debate na band entre os candidatos Aécio e Dilma, quando a mesma pediu para os eleitores consultarem o site para certificarem do rombo que Aécio e Anastasia fizeram, desvio de 16 bilhões na Educação e Saúde do estado.
      A CNT é um empresa do estado de MG, que recebe recursos do governo federal para financiar cursos profissionalizantes, e essas verbas foram desviadas pelo Clesio e sua turma, entre 2011 e 2012 foram desviados 20 milhões, e na investigação anterior esse montante chega a 70 milhões.
      Portanto Clesio é investigado desde 1998, mas nunca é punido, pois o PSDB aparelhou todo estado de MG, sabemos que a polícia civil, militar, MP e judiciario está comprado pela familia Neves, tudo é escondido debaixo do tapete.
      Clesio é do PMDB e sempre trabalhou com os tucanos e demotucanos(DEM), não tem nada a ver com o PT, os caluniadores tentam aliar os roubos em MG com o PT, mas o governo passou a ser do PT em 2014, e todos roubos aconteceram antes,

      Mas ha de se entender que o escritor do blog seja um anti petista de carteirinha, até elogiado pelo Romeu Tuma, um dos maiores torturadores e assassinos da era ditadura militar.
      Não é pra todo mundo ser um inimigo político e saber respeita-lo, é para poucos, aqueles que tem dignidade.
      Mostrar menos

      1. Perdeu tempo. Este tipo de gente não tem capacidade intelectual ou vergonha na cara. O melhor é chamar logo de bunda suja gente como este sujeito do “Fora de Pauta”.

    4. Quino você é um idiota ou um tremendo sem noção. Volte para a catacumba onde você saiu. Trollzinho!

  1. Festivais de rock antigamente eram ligados a setores progressistas . Atualmente muitos festivais são ligados a grupos conservadores e anarco capitalistas.

    1. Exatamente.. a atitude revolucionaria, foi substituida pela linha de producao do entretenimento visando o lucro – que funciona da mesma forma que o fornecimento de maquinas de lavar ao Mercado.

  2. O que eu soube é que a sudbrack não tinha nota fiscal para provar de quem comprou. Este é um dos itens exigidos pela vigilância sanitária nas inspeções. Naturalmente não vinha ao caso…

  3. Meireles quer privatizar os correios fazendo um IPO. Que absurdo!
    Deve ter recebido a encomenda no ultimo encontro em NY .
    Querem alugar o satélite recém lançado. Loucura!

  4. … Esqueçam esta porra de *’Botafogo’ da dupla TEMer-CUnha!
    *’Bochecha’, segundo a atriz e cineasta Paula Lavigne
    Esqueçam o “bolinador-mor processual” ‘mor(T)o’!
    O juizeco farsante ‘mor(T)o’ é – apenas e tão somente – um títere da CIA!
    Portanto,…
    Quem financiou o golpe?
    Por emérito e destemido jornalista Miguel do Rosário – blog O Cafezinho
    https://www.facebook.com/OCafezinho/videos/1572624066094054/

  5. “Precisamos parar de treinar nossos filhos para trabalhos de manufatura /fabricação”
    -” por causa da inteligência artificial, por causa dos robôs – a manufatura/fabricação não é mais o principal motor de criação de empregos “,
    Jack Ma. https://youtu.be/BhCCAbDSsNc?t=5m50s

  6. Tacla Durán x Ro(mário) e Irineu.

    Tacla Durán x Sollozzo JR.

    O #Tacla Durán está pronto para jantar os três.

    Parece que a empresa Farsa Jato LTDA terá que oferecer melhores condições de prazo,juros,financiamento,desconto e pagamento à vista nos acordos de delações combinadas.

    #Tacla Durán irá revelar no livro parecido igual ao do Salvatore Cacciola escrito sobre os escândalo do banco Marka em 1999,quanto a empresa Farsa Jato cobra para favorecer os donos da grana.

  7. Quando a fiscalizaçao age contrariando interesses poderosos ela e impedida de dar continuidade ao seu trabalho e os fiscais correndo serio risco de vida, infelizmente no serviço publico tem muita gente que entra para servir-se do mesmo

  8. Aproveitando um comentário do Blog do Nassif- de Wilson Ferreira. No que o Brasil dos coxinhas se tornou
    “O Sinal” (The Signal, 2007) subverte esse cânone do terror: o que aconteceria se um filme se concentrasse no ponto de vista dos zumbis? Como eles veem a si mesmos? Para eles quais seriam as fronteiras entre normalidade e loucura? O resultado é um filme sem heróis: apenas pessoas normais que não possuem a menor consciência de que foram contaminados por um misterioso sinal transmitido pela TV e dispositivos de áudio como CD players e de comunicação como telefones e rádios. “O Sinal” apaga a fronteira entre a normalidade e a loucura. Mas não espere zumbis canibais se arrastando pelas ruas – apenas pessoas aparentemente normais e até com intenções altruístas. Mas de repente podem matar impiedosamente aqueles que supostamente estejam no caminho da sua felicidade.
    Continue assistindo a Globo, lendo a mídia, tornando-se um fanático religioso, apoiando o Moro e seja mais um Zumbi brasileiro, a fazer do Brasil o pais da desesperança.

  9. O nível de estupidez humana anda tão alto nos políticos de direita, golpistas e caterva, nos evanjegues, incluindo políticos e juizes, nos trolls, na mídia e etc., O nível de estupidez vindo de um grande número de juristas do Brasil, que chego a pensar que está se tratando de uma virose. Não é possível que houvesse tanta estupidez e que tenha sido desenterrada agora. Só olhar para a fisionomia desse botafogo… desanimador. olhar os psicopatas treme e cunha…
    Se não exigirmos controle sobre as urnas passíveis de fraudes , essas porcarias continuarão a emergir.
    Brito, em homenagem ao Brizola, faça uma campanha a favor do controle das urnas.

  10. O problema se resume a que até hoje não conseguiram encontrar uma solução para autorização sanitária dos queijos mineiros artesanais. Em toda a Europa esse mesmo problema deve ter sido equacionado há muitas décadas. Falta interesse político e instituições adequadas e aparelhadas, por parte de estados e municípios, já que o Lula tentou resolver o problema quando possibilitou a equivalência dos poderes federal, estaduais e municipais na fiscalização, depois de convênios que garantiriam a capacidade local:

    O que Lula decretou a favor do queijo artesanal?

    Recentemente o Presidente da República (Luis Inácio Lula da Silva, n.n.) assinou o Decreto Nº 7.216, de 17 de junho de 2010, dando nova redação à lei que define o Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária.
    A iniciativa foi saudada com entusiasmo, mas é preciso analisar o que realmente traz de novo e, ao que parece, não é muito. A não ser o estímulo que representa o empenho do Presidente da República para que se produza o que nunca antes esteve proibido.
    O decreto reafirma a “equivalência dos sistemas sanitários agropecuários, adotadas pelas instâncias intermediárias e locais” entendendo-as como equivalência de serviços de inspeção o estado no qual as medidas de inspeção higiênico-sanitária e tecnológica aplicadas por diferentes serviços de inspeção permitem alcançar os mesmos objetivos de inspeção, fiscalização, inocuidade e qualidade dos produtos”.
    Trocando em miúdos: União, Estados e Municípios passam a ter valor equivalente na fiscalização, o que permitiria, em tese, que o queijo circulasse livremente pelo país.
    No entanto isso não significa uma “renuncia” da União. Em termos legais, nem poderia. E o que o Presidente da República visa com o decreto é estimular convênios entre os entes federados (União, Estados e Municípios) para que a equivalência de fiscalização tenha valor.
    Assim, Estados ou Municípios interessados devem solicitar o “reconhecimento da equivalência” pelo Ministério da Agricultura. E apresentarem “lista com os estabelecimentos que servirão como base para aferição da eficiência e eficácia do Serviço de Inspeção”.
    Na pratica o governo federal verá se os estabelecimentos estão de acordo com a legislação federal, antes de conceder a equivalência.
    Nós sabemos que isso é muito difícil para os pequenos produtores. Logo, os governos estaduais e municipais terão que selecionar a dedo os estabelecimentos, para obter a equivalência.

    http://www.sertaobras.org.br/artigos-de-carlos-dria/lula-decretou-favor-queijo-artesanal/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *