Queiroz na ativa: “tem cargo pra caramba, 20 continhos caía como uma uva…”

Onde está Queiroz?

Onde sempre esteve, cuidando de nomeações de cupinchas para Flávio Bolsonaro, agora “terceirizadas”, em gabinetes de políticos que “fazem fila” no gabinete do filho-senador, talquei.

O escândalo do dia é o áudio obtido pela repórter Juliana Dal Piva, de O Globo, especializada em falcatruas da família imperial, digo, presidencial.

Nele, o ex-assessor do “Filho 01” mostra que ainda continua, informalmente no cargo de agente-laranja do político:

Tem mais de 500 cargos lá, cara, na Câmara e no Senado. Pode indicar para qualquer comissão ou, alguma coisa, sem vincular a eles (família Bolsonaro) em nada, em nada.
20 continho aí para gente caía bem para c***, meu irmão, entendeu?
Não precisa vincular ao nome. Só chegar lá e, pô cara, o gabinete do Flávio faz fila de deputados e senadores, pessoal para conversar com ele, faz fila.
Só chegar lá e, pô meu irmão, nomeia fulano aí para trabalhar contigo aí, salariozinho bom desse aí, cara, para a gente que é pai de família, cai como uma uva.

Aqui, para quem quiser escutar:

Ou seja, para ficarem amigos do “príncipe”, deputados e senadores abrigariam, nos cargos para os quais podem indicar, os recrutados por Queiroz para os esquemas políticos da familícia, com a vantagem que será “sem vincular a eles”

Queiroz, procurado pelo jornal, admite que tem influência, ou melhor “algum capital político” junto a Flávio. Este, por sua vez, manda dizer pelo advogados que “pode ser qualquer um falando ali” e que não conversa com Queiroz há meses.

Fica bem claro, porém, que Fabrício não pode estar prometendo cargos sem poder indicar, porque a receita da “rachadinha” é justamente abocanhar parte dos vencimentos dos nomeados, para ele próprio e para a “chefia”.

Quando todos achavam que o ex-PM estava politicamente morto, esquecido após o engavetamento da ação contra Flávio, ele “levanta” e vem cuidar da salada de frutas, juntando caindo como uma “uva” nos bagaços das laranjas.

E, neste momento, caindo como uma luva, para usar a expressão certa, na briga dos bivaristas contra os filhotes pelo controle dos muitos “vinte continhos” do Fundo Partidário.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

    1. Cachorro que come galinha também não tem jeito. Você pode prender num cercado, você pode amarrar que ele consegue roer a coleira e faz o maior estrago no galinheiro.

  1. Sobre isso ele não falara . Ele não é tão macho assim , Ele é do tipo que fala grosso com os mais humildes e fala fino com os poderosos , aquele engôdo de sua fala contra corrupção é para inglês vê . Fazer aquele floreio e prolixismo . Na verdade para trazer o caso do Laranjal , Barroso é um Queiroz sofisticado e com foro privilegiado .

    1. Pois é! E uma família constituída há quase meio século, com uma filhas já maduras e casadouras, que tem dois ou três empregos ao mesmo tempo e, só Deus sabe, se não conseguem um “por fora” de outras maneiras.

  2. “Pode ser qualquer um falando aí…”, Etc, etc… Desculpas assim, se juntadas, dariam uma montanha maior que o Evereste. Se isso não é desmoralização, nada mais o é.

    1. Impossível desmoralizar quem nunca teve uma gota de moral. A máscara segue firme porque os minions insistem em negar a realidade.

    1. Pois é, o barroso sempre vem com a lenga-lenga sobre impunidade para rasgar a constituição. Na verdade a impunidade no Brasil é obra exclusiva da ação do judiciário (e da polícia), não da legislação.
      Por exemplo, quando o processo de edir macedo estava pronto para ir a julgamento, foi deixado mofando nas gavetas até que prescrevesse. Isso é problema da lei? Não, isso é problema de um judiciário corrupto.
      Seguidamente ve-se pobres que roubaram comida no valor de uns trocados sendo condenados a penas duras. Falta lei para punir severamente? Não, as leis existem e são usadas de forma discriminatória contra os pobres.

  3. Cadê o Queiroz? Queiroz está aí firme e muito vivo. Só o judiciário tendencioso não vê. Quando esse povo vai tomar vergonha na cara e ir a luta?

    1. Esse país é uma GRANDE ESCULHAMBAÇÃO a MÍDIA NAZISTA não deixa esta imensa NAÇÃO se EMANCIPAR!

  4. Brito, isso é meia verdade, é uma nuvem para esconder a verdadeira fonte de renda do clã miliciano, no meio deles é difícil um não saber o carimbo que tem nas notas. Estamos diante de uma organização criminosa de alta tecnologia em divagação e divulgação de informações, que conta com um exercito em todas as instituições da república. É meio estranho um juiz prender uma pessoa que tem relações com o crime por assim dizerem eles, que é “associação”, mas não é crime juiz ser ministro e nem generais servir a esse clã que sufoca quem ir contra e que na moita se escondem feito animais a espreita de suas presas. A teoria domínio do fato é sensacional, nos dá a evidencia que uma convicção tem, e nos dá a convicção que não tem evidencia nenhuma, basta controlar meios de comunicação que fizeram e fazem a manipulação que lhes pagam para fazer, em muitos casos basta o capeta falar que está em nome de dEUS que incautos logo apresentam o dizimo, de dinheiro, de alma e de voto. Se você olhar a lógica politico religiosa que assola a nossa democracia estes doadores de rachadinha são levados a pensar de estão doando o bíblico DIZIMO, ainda agradecem a dEUS pela grana fácil.

  5. Nassif colocou todos os pingos nos is. Bolsonaro só foi eleito porque omitiram do eleitor a informação sobre a investigação do Queiroz que foi aberta em janeiro de 2018.
    Essas perguntas que Nassif fez são fundamentais e claro que a grande mídia não irá investigar.
    1 – quem mandou colocar apenas 1,2 milhão no relatório, referente a um ano, se o valor real era de 7 milhões, referente a três anos, uma vez que esse é o padrão normal dos relatórios COAF

    2 – por que nenhuma autoridade tomou qualquer providência em relação a isso durante todo o ano de 2018?

    3 – Sabiam que Queiroz era o tesoureiro dos Bolsonaro e não queriam prejudicar a campanha deles?

    4 – por que Queiroz não foi alvo da operação Furna da Onça, com essa movimentação de 7 milhões em suas contas? (Outros alvos da Operação tiveram movimentação menor)

    5 – quem ainda hoje determina que nada seja feito em relação ao Queiroz?

  6. Agência de Emprego: QUEIROZ & MILICIA Ltda.
    Agência de Automóveis? QUEIROZ & MILICIA Ltda.
    Imobiliária: QUEIROZ & MILICIA Ltda.
    Despachantes: QUEIROZ & MILICIA Ltda.

  7. O Barroso é um canalha. Volta e meia ele interrompe o voto de um dos ministros para dizer que: “Tem gente que acha que dinheiro público não tem dono” – Como se ali no colegiado, só ele se preocupa com o combate à corrupção. A experiencia já nos mostrou que na maioria das vezes essas vestais tem os pés de barro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.