Quem é dono de quem?

Bruno Boghossian, na Folha, analisa o que considera ter sido um erro de Jair Bolsonaro ao ter permitido que, prematuramente, surgisse o “Moro 2022” por conta de seus conflitos com o seu ministro da Justiça.

“Sem calcular, o presidente lançou, na prática, a candidatura do ex-juiz.”, afirma.

Discordo e creio que nada foi feito por Bolsonaro ao acaso ou por engano.

Já faz tempo que vem pondo Sérgio Moro na chuva e, por vezes, debaixo mesmo de temporais.

Pondo e, assim, expondo o ex-Super Homem como um fraco, um acovardado, um incapaz de enfrentamentos com o poder.

Porque o Moro de 2019 não tem poder, ao contrário do Moro 2014/2018 e depende dele.

O Moro de 2019 perdeu, inclusive, o poder de aterrorizar políticos e tribunais superiores, o que lhe valia muito no período anterior.

Sim, o ex-juiz ainda guarda, nas pesquisas, a aura que lhe foi construída durante o período de glória que a imprensa lhe deu, mas isso é pouco ou nada para uma disputa política: não tem mais a chefia da “Lava Jato”, não tem a confiança dos políticos e não teria, como é óbvio, a bandeira da anticorrupção contra Bolsonaro.

Não tem, portanto, como romper a rede em que se aprisionou ao aceitar ser o ministro da Justiça do ex-capitão.

Nem ele, nem os outros que embarcaram na canoa do oportunismo autoritário, como é, por exemplo, João Doria.

Bolsonaro sabe que a disputa em 2022 será cm uma aliança de centro-esquerda, ou de esquerda, se não houver no centro forças com a lucidez de aliarem-se a ela.

Ou, na visão dele, aliarem-se a ele, sem o que não terão candidatura competitiva, no quadro atual.

Por isso, Moro é seu prisioneiro, não seu dissidente.

 

 

 

 

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. O caminho para o capitão tapado se livrar do Moro sem ofender os seguidores de ambos será a nomeação ao STF. Se Moro não passar na sabatina do Senado o problema é dele.

  2. Imagino a mente mesquinha do Moro planejando a amarga vingança contra o Bozo, presidente que ele elegeu traindo o Brasil com a lava jato.
    Ele deve ter coletado muita informação contra o Bozo/família. Quando o Moro levar o chute na bunda, provavelmente se vingará entregando o dossiê ao tucano Dória e dessa maneira ele tenta fazer dobradinha/rachadinha para em 2022 ferrar o Bozo.
    Grande engano em pensar que vai conseguir os votos da extrema direita, caso o Bozo participe da eleição. Esses tutuchas já fizeram uma tatuagem de “fascistas” no tico e teco.
    Esse gado tem dono.
    Outra coisa: eu não acredito em ninguém que se diz arrependido com o  atual desgoverno. O Bolsonaro está entregando tudo que disse que faria se um dia lhe dessem esse poder. Portanto, no grupo de arrependidos só enxergo dois tipos de pessoas: mal-intencionados que tomaram naquele lugar e otários na grande maioria evangélicos.
    Um conselho: continuem assistindo o jornal nacional, para tomar a dose diária de alienação e não esqueçam de pagar o dízimo.
    #lulalivre

  3. Francamente não possa entender que certos borra botas creia que o Bolsobosta vá durar mais que uns três meses no Governo e outros borra boa ainda tem esperanças de que o Moro e o Dalagnol .e mais alguns não irão morar uns anos na Papuda.
    Dizem alguns que estão morando la um par de anos que as Quentinha não tem sal e tem um produto que deixa o cara todo brochado. Quando cara de la ele fica desmunhecado.

  4. A Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (em francês: Déclaration des Droits de l’Homme et du Citoyen) é um documento culminante da Revolução Francesa, que define os direitos individuais e coletivos dos homens (tomada, teoricamente, a palavra na acepção de “seres humanos”) como sendo universais.
    Influenciada pela doutrina dos “direitos naturais”, os direitos dos homens são tidos como universais: válidos e exigíveis a qualquer tempo e em qualquer lugar, pois permitem expressão à própria natureza humana.
    Na imagem da Declaração, o “Olho da Providência” brilhando no topo, representa uma homologação divina às normas ali presentes, mas também alimentou teorias da conspiração no sentido de que a Revolução Francesa foi motivada por grupos ocultos. A tradiçaõ científica brasileira, ao contrário da americana, nunca considerou as loucuras dos antepassados como sendo dignas de profundas meditações.

  5. Moro 2022 não passa de piada. Uma impossibilidade completa. Foi akgo ventilado lá nos Estados Unidos, mas eles estavam subestimando muito, muito, o Brasil.

    1. Coisas do destino: Moro 2022 nasceu nos EUA e vai morrer no Brasil, graças ao americano Glenn.

    2. Bolsonaro também o era em 2016. As ações desesperadas presidem as ações dos golpistas, eles estão em estado de guerra desde antes mesmo de 2014, e numa guerra vale tudo desde que sirva a seus propósitos e a seus objetivos. Está aí Bolsonaro que não nos deixa mentiroso.

      1. Os Estados Unidos têm mil pessoas trabalhando dia e noite apenas para tentar decifrar o Brasil. Para eles é fácil deslocar mil pessoas que possam entender como seria uma um aeszpetáculo diferente.

  6. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Wanderley Cardoso cantava assim: Amanhãããã, estareiiii, tãoooo distanteeee de tiiiiiii.

  7. BRASIL URGENTE

    [O slogan do governo Mourão:
    “Globo acima de tudo &$ de todos, inclusive do Brasil”
    Entenda]

    O ‘presiMENTE’ DIABOzo assinou a transferência do cargo para o Mourão na mesa de cirurgia!
    Diagnóstico da moléstia (sic): Mourão vem aí!
    Não à toa, o Mourão está em altos papos com o Roberto D’Ávila da nazigolpista GloboNews!
    Prognóstico das metástases (idem sic): o Mourão significa duas pontes para o futuro:
    ponte para o futuro 1: Tucano joão dória para presidente em 2022;
    ponte para o futuro 2- o ‘SUJO mor(T)o’ no STFede!
    Não à toa, o ministro Celso de Mello “continua batendo ponto no Hospital”!
    Sim I: “no Brasil não há coincidências”!
    Sim II: o Brasil nunca foi para amadores!
    Não seria diferente agora sob a égide de um golpe vagabundíssimo perpetrado pelos canalhas de 2016.
    O slogan do governo Mourão:
    “Globo acima de tudo &$ de todos”

    ATENÇÃO
    Mourão mil vezes NÃO!
    Mourão é o DIABOzo que sabe usar os talheres!
    Ou seja, tudo o que as “elites” em polvorosa mais querem neste momento!

    ACORDA ESQUERDA INDOLENTE!

  8. Ainda vejo como um caso de “duplo parasitismo”. O que mais incomoda são os apoiadores populares, algo a nos mostrar, diariamente, o quanto temos de trabalhar pelo desenvolvimento humano.

  9. Velho…que tanto de baboseiras esse povo fala… Temos que torcer para que quem tiver na presidência fazer um bom trabalho e tirar o Brasil dessa merda que essa disputa política o colocou sem ao menos medir ações e efeitos colaterais…..

  10. O que acho realmente incrível é ficarmos discutindo a possibilidade de dois criminosos seriais – Bolsonaro e Moro – serem presidenciáveis em 2022.
    Por essa e muitas outras que o Brasil deixou de existir.
    O que a imprensa, inclusive progressista, não percebe é que aceitar essa hipótese é “normalizar” o regime golpista e fascista estabelecido no país.

    1. Corretíssimo meu caro! Até mesmo se percebe uma intenção não polarização destas duas figuras abomináveis. Pois mais de que certo a propaganda é a alma do sucesso. ..mesmo sendo o produto a merda em sua natureza.

  11. A PERGUNTA QUE O BRASIL DO BEM NÃO QUER QUE CALE!
    Por que ainda não foram encarcerados estes agentes mafiosos e criminosos e golpistas corruptos integrantes da ‘PORCA-tarefa’ da tal quadrilha que responde pela famigerada e nefasta alcunha ‘Lava Jato’?
    Entenda

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    Lava Jato engavetou inquérito de grampo antes de PF encerrar investigação básica
    Em manifestação à Justiça, delegado afirma que procuradores pediram arquivamento de forma ‘abrupta e antecipada’

    Por jornalista José Marques
    9.set.2019 às 2h00

    (…)

    Fonte: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/09/lava-jato-engavetou-inquerito-de-grampo-antes-de-pf-encerrar-investigacao-basica.shtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.