Santayana: Moro corre para “apagar” o triplex

justiaprivadaaroeira

Faça como faz o gato ao “fazer”: enterre.

A brincadeira do velho jogo de palavras cai como uma, digamos, luva para a decisão de Sérgio Moro de mandar leiloar, a toque de caixa, o tal apartamento do Guarujá, do qual ele afirma ser Lula o “proprietário de fato”. O triplex passou a ser um estorvo, ali, a lembrar que, a prevalecer a sentença de corrupção contra o ex-presidente com o argumento de que ele “aceitou promessa” de vantagem, não poderia ser proprietário do que era apenas promessa ou, se a recebeu, algo deveria, ao menos a chave do imóvel, para dizer-se seu proprietário.

Como se destacou aqui, ontem, a decisão de Moro de mandar leiloar o apartamento, por risco de abandono, e, no caso de destituição do confisco que ordenou, ser o valor pago à OAS ou a Lula mostra que o próprio juiz não tem sequer um elemento a sustentar a esdrúxula tese do “proprietário de fato”, a figura inexistente no direito especialmente criada para condenar Lula.

Mauro Santayana também o observa, em artigo escrito em seu blog, hoje e diz que  “se é formal é de fato e se não é formal não é de fato” e, é obvio, não se poderia mandar indenizar com o resultado do leilão quem não tem e não teve jamais a propriedade do imóvel e nem sequer a sua posse, utilizando-o ainda que por um mísero dia ou noite.

O lobo, porém, não precisa de lógica nos argumentos com que devora o cordeiro.

 Os olhos do mundo e o terceiro ato

Mauro Santayana, em seu blog

Desmascarado no mundo inteiro depois da repercussão alcançada pelo caso Lula para leitores de jornais como o Le Monde e o New York Times, o Juiz Moro, com a justificativa de devolver aos cofres públicos a fantástica soma representada pelo apartamento mais falado do Guarujá – e a pressa de “acabar” com as evidências – pediu o fim da penhora do imóvel para pagamento de dívida pela OAS, justamente determinada pelo TJDF – que equivale ao reconhecimento de que o imóvel pertence, claramente, à construtora – com o seguinte texto, que resgata fielmente a velha estratégia goebbelsliana de que a repetição constante de uma inverdade acaba transformando-a exatamente no oposto:

“A omissão do recolhimento do IPTU pela OAS Empreendimentos, proprietária formal, ou pelo ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, proprietário de fato, coloca o imóvel em risco, com a possibilidade de esvaziamento dos direitos de confisco da vítima, no caso uma empresa estatal e por conseguinte com prejuízo aos próprios cofres públicos”.

Ora, a aparente conclusão de um fato não diminui a sua infâmia, apenas a evidencia.

Se é formal é de fato e se não é formal não é de fato – ao menos aos olhos da Lei – ou o país pode, a partir de agora, fechar os cartórios e rasgar todos os contratos, que já não valerão mais que o papel do lixo dos banheiros públicos, a não ser que houvesse provas, de fato, de usufruto continuado e escancarado do imóvel, que não existem nesse caso, porque o negócio, iniciado e abandonado pela falecida esposa do ex-presidente, jamais chegou a ser prática ou legalmente concretizado, o que, caso tivesse ocorrido, poderia ter sido feito, eventualmente – ninguém pode afirmar com absoluta certeza o contrário – quando da definitiva entrega do imóvel, a preço de mercado.

Os cães ladram e a História passa.

Com tudo isso, embora muitos tentem tapar o Sol com óculos de peneira, não é necessário ser Mandrake para saber que, do ponto de vista dos livros do futuro, da opinião pública internacional e da comunidade jurídica mundial – cada vez mais atenta ao que está acontecendo no Brasil – prevalecerá a interpretação da defesa do ex-presidente, que afirma:

“a venda do tríplex é uma tentativa de evitar novas decisões da própria Justiça que reforcem que o imóvel não é e jamais foi do ex-Presidente Lula, como ocorreu recentemente com a Justiça de Brasília, que vinculou o bem ao pagamento de dívidas da OAS”.

O leilão do apartamento do Guarujá pode ser, depois das condenações de Lula de Curitiba e de Porto Alegre, o terceiro ato da trágica – e perigosa – peça que está sendo pregada, neste país, contra a Lei, o Estado de Direito e a Democracia.

Mas – omnes est vigilantes actibus nostris  (todos estão vendo o que nós fazemos)- apesar da estréia do próximo espetáculo, o do Sítio de Atibaia – ele não será o último.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

    1. … ‘O [tíbio] PT da governança’ deveria colocar no saco este tal republicanismo suicida, portanto, irresponsável, e convocar uma grande manifestação na porta do STF, exigindo respeito à Constituição, ao melhor presidente da história do Brasil e ao honesto povo trabalhador brasileiro!
      Uma grande vigília, durante as noites e madrugadas, os(as) manifestantes empunhando velas…
      Essa iniciativa, no mínimo, provocaria uma retumbante comoção social que se alastraria rapidamente mundo afora!
      Um grande ato político e cívico, que só terminaria quando o STF cumprisse o seu dever constitucional e julgasse a competência de uma prisão ser decretada a partir do julgamento em segunda instância, ferindo frontalmente o que está inscrito na Constituição Federal!

  1. ela so fica brava na hora de fuzilar petês

    Carmem Lúcia brava e disposta a guilhotinar Lula na segunda instância

    o imperio quer Temer livre e solto para completar o entreguismo

    a ordem eh a mesma dada no Iraque e só não ver quem quer: destruir o partido vencido..

    guerra eh suja mesmo e aos EUA, que estao no comando disso, sabem que no frigir dos ovos v?o por a mão no tesouro: petroleo…gas…agua….base de alcantara….soja
    …industria farmaceutica

  2. Soma-se a todos os crimes e prevaricações copmetidos por moro mais este. E traz outra “inovação” jurídica: o “roubo judicial”, já que o imóvel foi dado em garantia a credor, como estabelecido pela justiça em Brasilia, e moro está (com a falácia judicial) subtraindo um bem que pertence a terceiro.
    Não tendo relação com a Petrobrás, como o próprio moro declarou na setença, não há base jurídica para o confisco (sem contar que sequer competência jurisdicional sobre o imóvel em questão ele tem).

  3. Eis que, após a condenação, chegam as provas. E disse a deidade jurídica dos Pinhais: “O apartamento não era de Lula, mas a culpa dele se confirma pois agora, o apartamento lhe foi outorgado por ato deste juízo.”

  4. De podridão em podridão os esgotos alimentam o ego, O Brasil virou um grande esgoto, esgoto caro para tratar, com auxílios, vantagens e etc. Esgoto poderoso, jamais havia conhecido a casta dos esgotos, mas estamos conhecendo em HD…afinal esgoto também é celebridade e também recebem prêmios, imaginem o esgoto naquele tom escuro de suas vestes recebendo no canal sonegador e propineiro e nunca investigado o GRANDE PREMIO DO ANO, O ESGOTO DE OURO. vivaaaaaaaaaaaa. Só tem uma coisa o mundo inteiro com pregador de roupas no nariz.

    1. Kruzinha

      Você não me engana. Você é da turma das vadias. Das cadelinhas no cio.
      Vagabunda !
      Cachorra !

  5. SE O TRIPLEX NÃO É DE NINGUÉM, então o melhor é leiloar mesmo e recolher o dinheiro aos cofres públicos, ….para o Temer entregar a outras empreiteiras através de obras superfaturadas ou de licitação marcada, que lhe vão repassar um percentual do valor como sempre se faz, …até que um dia outra delação ou pisada em falso o condene como aconteceu com a raposa da caatinga.

    1. Kuzinha

      Você não me engana. Você é da turma das vadias. Das cadelinhas no cio.
      Vagabunda !
      Cachorra !

  6. É surreal essa figura do novodireito do proprietário “de fato”. A escritura diz que o imóvel é do proprietário A, mas, por decisão judicial, ele é atribuído ao proprietário B. E a decisão é POR INICIATIVA DO JUIZ, e à revelia tanto de A como de B. Muito, muito confuso!

  7. ——O lobo, porém, não precisa de lógica nos argumentos com que devora o cordeiro.——-

    NA VERDADE ELE AGE COMO O COVARDE CRIMINOSO QUE É ,TENTANDO APAGAR SUAS PEGADAS. (não conseguirá)
    NÃO HÁ LÓGICA ,NEM ARGUMENTOS,NÃO PRECISA DELES.(mas um dia o mundo vira)
    PROTEGIDO PELA QUADRILHA TOGADA E A MÁFIA MIDIÁTICA ,LÁ VAI ELE PASSO A PASSO MOSTRANDO A SUA MISÉRIA MORAL.—–UM BOSTA CRIMINOSO–E a JUÍZA de Brasília ,que tem a dizer sobre isto??????

  8. Moro não conseguir apagar o triplex. Pelo contrário, agora é que este caso vai começar a ficar muito, muito claro.

  9. Todos sabem que o ETERNO Presidente LULA é INOCENTE! O Messias está certo, o GRANDE e HONRADO PRESIDENTE está sendo condenado para distrair a destruição do NOSSO PAÍS!

    1. Prezada e consciente Nilda Pais,
      ninguém de sã e liberta consciência duvide:
      a antecipação da prisão do eterno e honrado presidente Lula pode “ser o molho que falta para os picaretas dePUTAdos aprovarem a ‘Reforma da Providência (sic) da Morte’!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.