Sigilo é para todos, mas não para Moro

A investigação sobre o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, corre em sigilo.

Mas o sigilo, ao que parece, não vale para o Ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Disse ele, no Twitter, que “nem o delegado, nem o Ministério Público, que atuam com independência, viram algo contra o PR neste inquérito de Minas”.

A Folha diz que, afirmando isso, Moro “indica ter acesso à investigação sigilosa“.

E que não é a primeira vez que o faz pois em junho “Bolsonaro afirmou ter recebido informações do ministro da Justiça sobre a investigação em curso”.

E ilegal, e daí?

Para fugir da situação de “vazador oficial”, Moro disse então que limitou-se a repassar ao presidente, como se este não tivesse um “clipping” dos jornais, apenas o que havia sido publicado pela imprensa.

Pelo visto, Moro pode ter se frustrado em seu propósito de aprovar um pacote autoritário , o que a entrevista do presidente da Câmara, hoje, deixa claro que se frustrou.

Mas Bolsonaro, ao contrário, parece que conseguiu seu objetivo de colocar a PF sob um campo de força em relação a ele próprio e sua família.

O grau de confiabilidade de um PF sob o comando de Moro é zero.

Importa pouco se alguns de seus integrantes queiram ser imparciais, a chefia não o é.

Na investigação sobre os hackers, mantém uma linha de “vazamentos preferenciais” com um site moro-bolsonarista que todo o tempo tenta, sem provas, sugerir que os diálogos da “Vaza Jato” revelados pelo The Intercept foram comprados.

São os métodos da Lava Jato levados agora ao poder supremo das instituições judiciais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Afora toda a ruindade do espírito [de porco!], eu creio que o DIABOzo tem a maturidade cerebral de uma criança de 12 anos!
    De modo agudo, o energúmeno excomungado “não se deu conta” de que a matéria de hoje da ‘Vaza a Jato’ objetivou minar os três reles anticonstitucionalistas e infames despachantes da Lava Jato no STFede!
    Ou seja, de amanhã em diante virá mais chumbo grosso no CU(nha) do congênere psicopata ‘SUJO mor(T)o’!
    E aí… Aí cairão o DIABOzo e o juiz ladrão!
    Um para lá, o outro para alhures!
    Em convergência para o Inferno!

  2. Se no pacote anti-crime tiver pena de morte especificamente para Sejumoro e Dinheirol, eu apóio.

    É inconstitucional, e daí? Rasgar a constituição tem andado na moda.

  3. Moro parece um completo sem-noção, ao comentar dados de inquéritos policiais, que deveriam ser sigilosos. Como é possível um ser tão primário conseguir derrubar um governo eleito e amplos setores da economia?

  4. Ele se sente encorajado a isso…Moro é o vírus inoculado no sistema judiciário…prendeu o maior símbolo democrático vivo do Brasil, que chama-se LULA.

  5. Ele se sente encorajado a isso…Moro é o vírus inoculado no sistema judiciário…prendeu o maior símbolo democrático vivo do Brasil, que chama-se LULA.

  6. Quanto maiores forem as atitudes desesperadoras deles…..sinal mais forte de que eles sabem que a casa vai cair………E quando cair, vai faltar cela para todo mundo que criou esse caos no Brasil

  7. Será que os militares (?) vão permitir que o Bolsonaro abra a exploração do urânio brasileiro para empresas privadas, que bem poderiam até contar com capital estrangeiro? É preciso parar com esta criancice de acreditar que certos países hegemônicos são grandes amiguinhos desinteressados do Brasil. E é preciso entender também que o grande capital brasileiro, como todo capital, também não tem pátria, a não ser que se lhe imponham esta “limitação”, o que está longe de acontecer.

  8. Moro estranha que as pessoas resistam em aceitar sua condição de Todo-Poderoso, onipresente e onisciente.
    Que parte do “Deus acima de todos” vocês não entenderam?
    No Brasil de todos os crentes, quem discute é herege.

  9. era um vereador corrupto de Belo Horizonte q se não me engano chegou a vice-prefeito. Muito popular na região do (bairro) Barreiro (de cima e o de baixo). O filho, como dizem os portugas, ‘geringonçou’, como a nossa lei eleitoral permite, o nome do fio com o nome do pai e o resultado é q o ixpritu santu q nos proteja… Famosoj jornalista q cobria as casas legislativas da capital mineira disse ao microfone da rádio de maior audiência q na câmara de vereadores de Belo Horizonte só havia um único político honesto e era outro Antônio, o Pinheiro que vem a ser o papi do âncora Chico Pinheiro

  10. Quem será o alter ego do Moro, aquele que analisa e pondera suas afirmações, para que ele não saia a dizer por aí aquilo que não deve? Parece que este alter ego está de saco cheio e tem deixado o Moro cada vez mais ao sabor de sua própria burrice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *