STF manda abastecer navios iranianos. Termina o sequestro oficial

O Brasil escapa – com danos, é verdade – da crise provocada pela negativa da Petrobras em vender combustível para dois cargueiros iranianos que o aguardam, há quase dois meses, para zarpar cm destino àquele país.

O ministro Dias Toffoli, ontem à noite, determinou que não existe razão legal para negar suprimento a navios que transportam milho – alimento, portanto – em razão de ameaças de sanções americanas.

É claro que, depois do incidente (e do prejuízo que significa não só a carga, mas as embarcações paradas), os iranianos vão preferir fornecedores que não os sujeitem a isso.

Como confirmou o próprio senhor Jair Bolsonaro, não fomos impedidos pelos EUA de abastecer os navios, apenas “estamos alinhados a eles”.

A decisão do Supremo diminui, mas não apaga a vergonha.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

26 respostas

  1. Desculpe-me Brito mas eu não me sinto envergonhado pelas cretinices deste desqualificado. O agronegócio que torceu por sua eleição é quem vai perder. Talvez o produto fique mais barato no mercado interno e só assim, talvez, com os erros do tapado, o povo perca menos.

  2. Desculpe-me Brito mas eu não me sinto envergonhado pelas cretinices deste desqualificado. O agronegócio que torceu por sua eleição é quem vai perder. Talvez o produto fique mais barato no mercado interno e só assim, talvez, com os erros do tapado, o povo perca menos.

    1. Em um primeiro momento, o país será invadido por milho barato, e vai cair o preço da carne de frango e suínos, também. Em um segundo momento, vão querer substituir o plantio do milho por outra coisa, mas não há mais mercado aberto para nada. Com a repetição, a soja também vai passar ao controle político dos Estados Unidos.

      O fim desastroso já dissemos aqui há tempos que vai acontecer, será a ruína do agronegócio nacional e a venda das terras brasileiras a gigantes multinacionais do alimento, porque mudaram as leis justamente para que elas possam adquirir quanta terra quiserem no Brasil. Os anteriormente orgulhosos senhores do agronegócio ainda terão sorte se ficarem trabalhando nestas fazendas globais como peões e capatazes. E ainda se arrisca a que não paguem sequer impostos, porque sempre poderiam fundar uma escola modelo e um posto de saúde, talvez ainda recebendo dinheiro do “governo” por isso.

  3. A República de Vichy só caiu e outros países só se libertaram do domínio da Alemanha nazista pela ação de forças estrangeiras que travram guerra contra o eixo. No momento atual, não existem “aliados” em guerra aberta contra o eixo do mal atual (EUA, Israel). Não dá pra alimentar a ilusão de que sem apoio externo forte nos libertaremos dos que governam nossa república bananeira de Vichy em função das ordens do eixo do mal. A Síria só não caiu devido ao apoio Russo; Erdogan, na Turquia, não caiu porque enfrentou os golpistas com mão pesada. Então, quanto mais a gente pensa sobre a história brazileira e mundial do último século, menos motivos tem para otimismo. Podemos estar assistindo ao nascimento de uma espécie de ditadura somozista como a que os ianques impuseram à Nicarágua durante boa parte do século. Não existe possibilidade de libertação por via eleitoral ou ibstitucional, porque as instituições (3 poderes + mídia) estão totalmente aparelhadas para servir ao domínio estrangeiro. Resumindo: estamos jodidos!

    1. A praga contemporânea é o neoliberalismo. Revelou-se pior que o pior comunismo em seu pior momento. E está destruindo o capitalismo.
      Poder corrompe, dinheiro corrompe, poder e dinheiro, juntos, corrompem exponencialmente.
      Deram muito poder aos grandes empresários, que já tinham muito dinheiro. Eles decidiram se unir em grupos cada vez menores e mais poderosos, que concentram quase toda a riqueza do planeta. Deve ser uma espécie de jogo, para ver qual deles vence no final e se torna, literalmente, o dono do mundo.

  4. Depois do GOLPE (foi golpe, viu, Andrade) de 2016, o Brasil virou um HOSPÍCIO SEMI-DEMOCRÁTICO, tutelado pelo U$A e comandado por perigosos PSICOPATAS CIVIS e MILITARES, que passa vergonha todos os dias …
    … mas, eles não têm vergonha, de passar vergonha !!!
    TáOkey ???

  5. República de Bananas com um Judiciário caro e corrupto, a serviço do projeto de poder da Familícia !

  6. Sabem quais são os fornecedores que jamais submeterão o Irã a tanto vexame? Os produtores de milho dos próprios Estados Unidos. Só eles têm capacidade para competir com o milho brasileiro, e como não há sanções contra alimentos, eles jamais deixarão passar um bico de dois bilhões de dólares como este, com toda a segurança que a justiça americana vai proporcionar. Inimigos, inimigos. Negócios à parte.

  7. Como se diz no mercado: “dinheiro não aceita desaforo”. Agronegócio, pode ir dando adeus ao dinheiro do Irã…

  8. Já era esperado que encontrariam uma saída, foi o jeitinho para não dar ares de desrespeito ao ditame dos EUA. É no que deu abandonar nossa soberania, ainda mais em favor de um pais sabidamente imperialista, envolvido em tudo que é guerra, que oprime há anos vários países mais fracos que não se dobram à sua vontade. Lógico que os EUA concordam com essa saída. O jeito foi apelar para o Judiciário para manter as aparências. Mesmo assim, num nível de transações superiores a US$ 5 bilhões nos dois sentidos, nos últimos quatro anos, quero ver como vão resolver para manter esse fluxo de comércio. Por parte do Irã, já está dito que tem alternativa. Vassalagem é assim mesmo. Os persas, milenares, sabem muito bem que, quem obedece um inimigo do Irã e em seu desfavor, não é bem um país amigo. Ainda bem que tudo está apenas no campo das transações comerciais. O Brasil importa e exporta muito, cruza os mares, não só do Irã. Pode acontecer o mesmo que acaba de ocorrer com a Inglaterra, que agora está esperneando com um petroleiro retido pelo Irã no estreito de Ormuz.

  9. Aqui na planície, no meio das lideranças rurais e cooperativistas, entre funcionários públicos, pequenos empresários e produtores rurais, Bolsonaro ainda é o grande líder que vai salvar o Brasil do esquerdismo, do comunismo e da ladroagem que o PT patrocinou durante os anos que governou o país…
    Por mais benefícios que tenham recebido, por mais crescimento e liberdade que tenha havido, isto tudo não significou nada ante os roubos bilionários dos bandidos petistas!
    Assim, com todo o apoio e retaguarda política destas “bases”, penso que as coisas vão ter que piorar muito ainda antes que caia a ficha deste povo. O Fundo do poço parece que não tem fundo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *