Surgiu o 1° áudio: Fux deu informação antecipada a Deltan sobre Lula

O The Intercept Brasil, agora há pouco, divulgou o primeiro de muitos áudios que prometem tornar mais explosivo o escândalo da Vaza Jato, que hoje completa um mês.

Nele, o procurador Deltan Dallagnol informa aos colegas que o ministro Luiz Fux tinh anulado decisão do colega Ricardo Lewandowski que autorizara uma entrevista do ex-presidente Lula a Monica Bergamo, da Folha, e a Florestan Fernandes Jr., do El País. Pede que eles mantenham sigilo e evitem comentar o assunto, para que os advogados dos jornalistas e de Lula não possam reagir juridicamente à medida.

O que há de violação nisso?

Em primeiro lugar, a Força Tarefa da Lava Jato não tem jurisdição para atuar junto ao STF, o que só pode ser feito pela Procuradora Geral da República ou pelos subprocuradores gerais, por delegação.

Em segundo lugar, proferida a sentença de 1ª instância, o MP desta instância para de atuar no processo.

Em terceiro lugar, dar conhecimento a uma parte (embora a Força Tarefa nem o seja, nem mesmo outra instância do Ministério Público, que nem mesmo participa do pedido feito a Fux pelo Partido Novo) enquanto a outra ignora a decisão fere de morte o princípio da “paridade de armas” e torna viciado e nulo o processo.

Por último, e mais grave, evidencia uma comunicação indevida e maliciosa (“o pessoal pediu para a gente não comentar”) entre o ministro Luiz “We Trust” Fux e quem, a esta altura, era apenas “parte política” do processo.

Mais um pedaço da imundície vem à tona e não é o último.

Ouça o áudio:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

34 respostas

  1. Queria entender uma coisa do regimento do STF: se um juiz pode cassar a decisão de outro (sem colegiado), porque o mesmo não foi feito quando Gilmar impediu a posse de Lula como ministro de Dilma?

    1. Porque não interessava a ninguém o Lula na articulação política. Certamente a história seria outra e não essa que estamos vivendo.

    2. Quem pode responder? Ali não tem regimento, não tem Constituição, não existe ética … Um bando de covardes isso sim.

    3. Porque naquele momento, indistintamente, estavam todos eles comprometidos com o GOLPE. Hoje,inegavelmente, a imagem mais representativa do Golpe é a do Dias Tofolli.

  2. Imitação perfeita. Lá em Pato Branco, onde DD saiu do ovo, ninguém vai duvidar. Este ‘hacker aqui’ é foda, imita marreco, imita pato. ‘Quén-Quén’.

    1. O que mais me deixa revoltado é a perfeição da imitação da voz do cristãozinho hipócrita feita por esse hacker, esse verdadeiro servo do demônio. O pessoal das igrejas evangélicas deve estar aterrorizado com essa demonstração de força das hostes do mal.

    1. Se os deputados tivessem senso de humor (infelizmente esse nosso Congresso não tem mais ninguém com inteligência ou agudeza de espírito, que dirá senso de humor), pediriam ao Deltan para enviar um power point e gravação de áudio explicando a vaza jato…já que ele não quer ir pessoalmente…

  3. O Topete CANALHA está com sua peruca presa com cola, O GOLPISTA SAFADO treme tanto depois do áudio que o seu apetrecho estético não para na sua cabeça.
    OS CANALHAS vão caindo ,um a um.

  4. De quem é a peruca ? , de quem máscara ? De quem é a capa preta ? . É do Ignóbil Fux we trust. , Da legião da justiça morista . Que anunciou para banqueiros e donos de grandes empresas que será o futuro presidente do STF . r$r$r$r$ . Muitos deles já o conhecem de outros tribunais ..

  5. Luiz “We Trust” Fux mata no peito mesmo, o canalha e desonesto ministro mata no peito mesmo em benefício dos criminosos que comandam a Lava Jato. Ele e o ministro Fraquin “Aha, Uhu Ele é Nosso” são duas peças do STF a serviço dos criminosos da LavaJato.

  6. O reinaldo azevedo disse agora mesmo que o fux foi comemorar sua nomeação para o stf com o sérgio cabral e beijando os pés da mulher do cabral, seus PADRINHOS para sua nomeação.
    O discurso dele sábado para a XP é um pedido de socorro ao mercado, why?
    Hoje esta gravação de vazamento da sua decisão à lavajato.
    Realmente em fux eles crêem.
    Este super ministro CASSOU a decisão de outro ministro do stf, Lew., que simplemente permitia ao LULA dar entrevista. Isto é inacreditável e grotesco. E teve apoio lá.

  7. Para alguns, desde o início a Lavajato era uma operação, comandada de fora para dentro do país, pena que Dilma e quase toda a esquerda, não tenham percebido. Aliás não entenderam que era um passo a frente da 470, esta ainda sem o comando externo. A direita aqui sempre foi assim. Pena não termos aprendido com a nossa propria história. Un dia quem sabe, saibamos algo sobre Teori o ex relator. O único que se insurgiu contra Moro.

    1. Tb desconfiei da lava a jato e estranhei a demora da esquerda, nem o Lula queria aceitar que houvesse ingerência dos EUA, o que agora está claro para ele. Aprendi lá atrás com Chomsky (livro “Para entender o Poder”) que há mais conspiração que teoria nesse mundo, rs

      1. Qual a possibilidade estatística de um avião cair? Depois dessa, qual a de ser um juiz? De ser um do STF? De ser o único juiz que se insurgiu contra Moro? Por ser o relator, uma pessoa que poderia inviabilizar uma operação que envolve tantos interesses dos EUA seja na geopolítica. Lembremos que uma pessoa ficou pedindo ajuda e não ajudaram.

        1. o livro que eu mencionei do Chomsky é antigo e ele mostra aviões e governos derrubados pelo mundo, lembro que eu fiquei chocada, era mocinha, não imaginava que havia tanta conspiração rs

      2. Disse tudo. Uma operação comandada pelo Deep State americano para retomar a colônia Brasil. Com Supremo, com tudo. Moro&Deltan, agentes do tio SAM.

  8. Faltava essa explicação do Brito, sobre o que há de violação nessa história, porque tem gente que não tá vendo (mais os minions, claro, que não querem ver e mesmo que vissem não entenderiam tão prejudicados estão – alguns deles estão lá no site do The Intercept Brasil enchendo a paciência)

    1. Não acho que tenhamos que perder tempo tentando convencer minions de qualquer coisa. Eles lutam para manter um neurônio e meio funcionando a duras penas, não há como explicar os fatos da vida a essa gente. Os áudios, dos quais por enquanto só conhecemos o primeiro, comprovam acima de qualquer eventual dúvida a autenticidade do material. Que já era óbvia para quem raciocina. Aos que não conseguem raciocinar, não vale a pena tentar explicar. Melhor que a lei de Darwin se encarregue de eliminar essa turma do ecossistema brasileiro.

    2. E ainda tem um quinto ponto, além dos 4 muito bem descritos pelo Brito: interferir diretamente no processo eleitoral sem que isso (a entrevista) em nada tivesse pertinência com o papel técnico (supostamente) de a República de Curitiba acusar e julgar Lula, jogando papel político, na prática, evidentemente, com viés de direita.

      1. Verdade!
        Essa, talvez, a ilegalidade mais gritante, já que o preso conceder ou não entrevista no cárcere não tem nenhuma relação com a “acusação” ou “condenação” do preso.

  9. Dalagnol se define como pertencendo a um determinado lado, que não quer que o outro lado saiba da proibição da entrevista, que ele conseguiu saber por deferência especial do ministro Fux. Se chegar a saber a tempo, o outro lado poderá impetrar algum recurso capaz de conseguir a autorização para a polêmica entrevista. E esta entrevista, se chegar a ser realizada e publicada, tem potencial suficiente para dar a vitória eleitoral no pleito presidencial ao partido político que Dalagnol persegue e combate com todas as suas forças. Não é pouca coisa o que está em jogo. Fux, por sua vez, mostra a todo momento que está engajado com os propósitos de Dalagnol, que são propósitos políticos e ideológicos ocultos sob um manto de combate ético e imparcial à corrupção. Sérgio Moro, do alto, assiste a tudo corrigindo erros de tática de Dalagnol. É tudo a mesma sopa.

  10. Não vamos nos precipitar: o áudio é ótimo mas em nenhum momento o canalha canalhíssimo DD diz que foi o
    ministro (sic) Luiz “We Trust” Fux quem deu a informação. Ou seja: não aparece nominado explícitamente o outro canalha e disso o Fucks vai se aproveitar para sobreviver, por enquanto. Vamos ver (ouvir) os outros áudios. Tomara que mantenham o mesmo nível ou mais de envolvimento dos canalhas, canalhas, canalhas em ações criminosas. A propósito: alguém saberia o possível porquê de o grupo de bandidos/as se chamar Filhos do Januário ? . . . … . . . Fede a provocação (mais uma). Estariam eles/as já ap(r)ontando para alguma possibilidade de revés futuro ? … . . . …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *