Temos uma empresa eficiente, que bate recordes seguidos? Vendam-na!

RECVENDE

O Estadão publica agora cedo que a Petrobras, pelo terceiro ano consecutivo, bateu recordes de produção de petróleo e gás.

2,65 milhões de barris de óleo equivalente (petróleo+gás natural) por dia.

Como petróleo não é “fast-food”, que se produz de uma hora para outra, isso é o resultado dos investimentos que foram feitos anos atrás.

E, como se apontou ontem aqui, a elevação dos preços do petróleo a valores em torno de 70 dólares o barril – depois de uma temporada na qual caíram abaixo de 30 – mostra até a uma criança o tamanho que isso representa para o Brasil.

Como até um criança percebe que entregá-lo é, mais que uma estupidez, uma traição nacional.

No entanto, o que se lê no outrora combativo Fatos e Dados, o canal de comunicação da Petrobrás?

A Petrobras e Total informam que finalizaram um marco importante na realização de sua Aliança Estratégica, anunciada em 01/03/2017, com a conclusão das seguintes transações:
 – Cessão de direitos de 35% da Petrobras para a Total, assim como a operação, do campo de Lapa no bloco BM-S-9A, no pré-sal da Bacia de Santos. A nova composição do consórcio passa a ser: Total como operadora (35%), Shell (30%), Repsol-Sinopec (25%) e Petrobras (10%). O campo de Lapa iniciou produção em dezembro de 2016, por meio do FPSO Cidade de Caraguatatuba, com capacidade de 100 mil barris por dia.
 – Cessão de direitos de 22,5% da Petrobras para a Total da área de Iara, que contém os campos de Sururu, Berbigão e Oeste de Atapu, no bloco BM-S-11A, no pré-sal da Bacia de Santos. A nova composição do consórcio passa a ser: Petrobras como operadora (42,5%), Shell (25%), Total (22,5%) e Petrogal (10%). A produção em Iara está prevista para iniciar no segundo semestre de 2018 nos campos de Berbigão-Sururu, por meio do FPSO P-68, com capacidade de 150 mil barris por dia, seguido de um segundo FPSO, em 2019, no campo de Atapu.

Não é preciso por legendas, não é? O entreguismo dispensa as longas explicações sobre alavancagem, desmobilização de ativos e outros nomes bonitos para a rapinagem sobre nosso pré-sal.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

  1. Isso mesmo, “vendam-na!”. É esta a essência da política golpista e entreguista de Temer. E quando mais barato venderem-na, melhor para a pureza da Doutrina Temer.

  2. Sra. Cleusa Pozzeti;
    Não é só falta de visão. Falta caráter, falta patriotismo, falta inteligência, falta vergonha, etc..

  3. O caminho do “BRASIL OFICIAL” NÃO NOS LEVARÁ DE VOLTA À PLENA DEMOCRACIA” , CIDADANIA, SOBERANIA, INDEPENDÊNCIA, enfim ao ESTADO DE DIREITO como DEFINIDO na CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988.

    O “REFERENDO REVOGATÓRIO” NÃO RESOLVE A QUESTÃO TODA POIS O GOLPE JÁ FOI LONGE DEMAIS e o mesmo SERIA APENAS um tipo de “desabafo coletivo” !
    O POVO de BEM do BRASIL TEM QUE AGIR POR OUTRO CAMINHO de LUTAS ORGANIZADAS PERMANENTES: para empreender uma RETOMADA na “marra” até haver a REDENÇÃO do BRASIL !!
    O CAMINHO DAQUI PRA FRENTE TEM QUE SER OUTRO: o “BRASIL PARALELO” !!

    MAIS ou MENOS ASSIM COMO SEGUE…

    DAQUI para FRENTE tem que ter LUTA ORGANIZADA PERMANENTE até a REDENÇÃO DEMOCRÁTICA do BRASIL

    (só criar COMITÊS POPULARES não resolve nada; tem que complementar com outras ações)
    “QUANDO MAIS NADA RESTA, TEM QUE LUTAR”
    (É ILUSÓRIO PENSAR QUE A NOSSA DEMOCRACIA SERÁ RESGATADA SOMENTE PELA JUSTIÇA E DIÁLOGO)

    O POVO de BEM do BRASIL tem que AGIR e PROVIDENCIAR:
    – CRIAÇÃO dos “COMITÊS POPULARES PERMANENTES de DEFESA da DEMOCRACIA BRASILEIRA” – (CPP-DDB) espalhados por todo BRASIL;
    – CRIAÇÃO do “GOVERNO CENTRAL PARALELO do BRASIL”, fora do território BRASILEIRO – (GCPB);
    – MOBILIZAÇÕES CONTINUADAS e ORGANIZADAS em CADEIA via COMITÊS de DEFESA da DEMOCRACIA ligados ao “GCPB”;
    – LUTA INTERNA POPULAR PERMANENTE SEM TREGUAS;
    – AÇÕES INTERNACIONAIS via “GCPB” no EXTERIOR;
    – BLOQUEIOS GENERALIZADOS e CONTINUADOS por TODO o PAÍS;
    – ENFRENTAMENTOS de RUAS via BLOCOS do EXÉRCITO do POVO;
    – DESOBEDIÊNCIA CIVIL GENERALIZADA em TODOS OS NÍVEIS;
    – OCUPAÇÕES e BARRICADAS por TODO CANTO do PAÍS;
    – BOICOTES e CANCELAMENTOS de TUDO e de TODOS que FINANCIAM e APOIAM os GOLPISTAS (empresas, produtos e serviços), principalmente MULTINACIONAIS e BANCOS;
    – SONEGAÇÃO FISCAL GENERALIZADA do SISTEMA OFICIAL;
    – CRIAÇÃO de SISTEMA FISCAL PARALELO dos AGENTES POPULARES;
    – CRIAÇÃO do “FUNDO CENTRAL PROVISIONAL POPULAR (FCPP)” ligado e suportado pelos COMITÊS POPULARES espalhados pelo PAÍS;
    – CRIAÇÃO do “PARLAMENTO do POVO” sob o “GOVERNO CENTRAL PARALELO do BRASIL (GCPB) e interligado aos COMITÊS POPULARES;
    – CRIAÇÃO do TRIBUNAL do POVO;
    – CRIAÇÃO do “EXÉRCITO do POVO LIVRE, INDEPENDENTE, SOBERANO” (EPLIS);
    – CRIAÇÃO do “BANCO COOPERATIVO CENTRAL(BCC)” em substituição ao BACEN;
    – CRIAÇÃO DO “BANCO do POVO(BcooP)= COOPERATIVA de CRÉDITO FINANCEIRO” atrelado aos COMITÊS POPULARES, regionalizados;
    – CRIAÇÃO MASSIVA de COOPERATIVAS espalhadas pelo BRASIL: de PRODUÇÃO, CONSUMO, CRÉDITO, etc. atreladas aos COMITÊS POPULARES;
    – MIGRAÇÃO de tudo que é do “POVO de BEM e de LUTAS do BRASIL(PBLB)” para os novos órgãos e sistemas populares (Cooperativas, Bancos Cooperativos, Sistema Fiscal Popular, etc.);

    E ASSIM VAMOS até a VITÓRIA FINAL contra os GOLPISTAS e ENTREGUISTAS, TRAIDORES da NAÇÃO BRASILEIRA.

    OBS.:
    (o “POVO de BEM e de LUTAS (PBL)” do BRASIL tem que MATAR o GOLPE FINANCEIRAMENTE, senão não há saída viável).

    Estejam cientes que daqui para frente haverá sempre DOIS(2) BRASIS até a retomada final da DEMOCRACIA BRASILEIRA, sendo:
    – o BRASIL OFICIAL dos GOLPISTAS CRIMINOSOS e TRAIDORES da PÁTRIA (financiados pelos empresários e banqueiros, principalmente estrangeiros) e,
    – o BRASIL PARALELO, financiado e mantido pelo POVO de BEM e de LUTAS (PBL) do BRASIL.

  4. A Petrobras, caso não seja gerida por um esquedista, é deveras eficiente. Não precisa ser privatizada, basta deixara a esquerda longe de sua gestão.

    1. Alícia/Kawarinha/ Lulinha/ Qualquer Porra

      Você é mesmo uma vagabunda de marca maior!
      Sua candidata se fodeu ? A Bolsonara brocou você ? Brocou sua bundinha ?
      Sua prosa está enjoativa menina. Mude o disco é talvez alguém se interesse em ler sua MERDAS!
      Sua mãe e sua mulherzinha estão boas. Fale com elas que estou MORRENDO de saudades. Elas sabem do que falando.
      Otária !
      Cadelinha vadia !
      Vagabinha !
      Impala de Thompson

    2. A Petrobras cresceu justamente durante os governos do PT. A gang demo-tucana a estava sucateando para entrega-la a preço de banana, mas foi impedida. Com a derrota de serra, em 2002, o plano foi interrompido, houve investimento na empresa, o pré-sal foi descoberto. a empresa se valorizou e os bandidos entreguistas, a tua gang, deram o golpe de 2016 para poder levar adiante a entrega da empresa e do petróleo. Você se lembra da tentativa de mudar o nome para “Petrobrax”, para facilitar a venda? Você se lembra do desastre da P36? Você se lembra destas coisas ou ainda estava em fraldas? Para de falar merda, babaca!

        1. Vc está morto. Só ainda não tomou consciência disso e ainda respira por que permitimos…mas tudo tem sua hora e vc terá a sua…..disso tenha certeza.

        2. Sabia que quem aprovou o regime simplificado de contratações, em que a Petrobrás poderia contratar serviços sem licitação, foi o seu guru FHC? E sabia que essa permissão foi a espinha dorsal da ampliação do esquema de corrupção na companhia?

    3. Você é mesmo um imbecil. FHC naufragava plataformas, Lula, o execrável esquerdista, deixou a empresa ser transformada numa das sete maiores produtoras mundiais de petróleo. Sete é um número mágico na história do petróleo, pois eram sete as empresas que rapinavam todo o petróleo mundial no auge da Guerra Fria.

      1. A Petrobras no tempo do PT chegou a ser a segunda maior petroleira do mundo em valor de mercado e ainda hoje é a empresa que oferece o maior lucro dentre todas as petroleiras do mundo. Tudo se resume aos interesses geopoliticos dos EUA, que pagam seus servicais e corruptos lesa-patria para destruir a maior empresa da América Latina e consequentemente as bases da soberania brasileira. Os Estados Unidos assim reforçam sua política intervencionista e garantem o acesso aos recursos naturais, tendo como aliados os parceiros Europeus, nacoes com escassos recursos naturais. Nao é a toa que nenhum país Europeus se pronunciou contra o golpe.

    4. E tem outra. Enquanto a Petrobrás ainda bate recordes de produção, essa empresa falida que vocês falam tanto, o que os pelegos que a ela controlam hoje comemoram é a entrega do patrimônio produtivo brasileiro a uma petrolífera gringa. O julgamento da história não vai ter piedade destes traidores do país. Já quanto a você, você é só um idiota que será logo esquecido, quando dias melhores chegarem.

    5. A Petrobras no tempo do PT chegou a ser a segunda maior petroleira do mundo em valor de mercado e ainda hoje é a empresa que oferece o maior lucro dentre todas as petroleiras do mundo. Tudo se resume aos interesses geopoliticos dos EUA, que pagam seus servicais e corruptos lesa-patria para destruir a maior empresa da América Latina e consequentemente as bases da soberania brasileira. Os Estados Unidos assim reforçam sua política intervencionista e garantem o acesso aos recursos naturais, tendo como aliados os parceiros Europeus, nacoes com escassos recursos naturais. Nao é a toa que nenhum país Europeu se pronunciou contra o golpe.

    6. Assim o Ernesto te “passa a vara”, onde já se viu, dizer que o Estado pode ter atuação na atividade econômica? Assim vc urina na “água benta” do liberalismo econômico. Só que não né? No mesmo instante em que alguém mudar o nome dela pra Petrobrax aí tu terás coitos anais ininterruptos de de extremo “prazer liberal”.

    7. Ô corno Kishu Pavara, vai sentar num bambu bem grande, que deve ser o que estimula seus dois neurônios entreguistas!

  5. Há lavagem de dinheiro mais descarada do que fazer acordo com justiça americana para pagar DEZ BILHÕES para fundos abutres numa ação que nem foi julgada ? Pagamento para FUNDOS que ninguém saberá quem serão os beneficiários, como aqueles do ‘kúnha’.

  6. Coxinha só repete as merdas que o Olavo de Carvalho e o Merdal Pereira passam para eles como “verdades”. Nem vale a pena responder para indivíduos com deficiência intelectual.

    1. Falou o inteligentão que votou serelepe na chapa Dilma/Temer “Com a Força do Povo” e agora vai repetir ate a morte que “não vota em vice”…

      kkkkkk

  7. Notícia de dezembro de 2000. Tinha gente que ainda usava fraldas e não deve nem saber disso.

    Nova marca comercial melhoraria participação internacional; custos para refazer logotipo chegam a US$ 50 mi

    Petrobras muda de nome para PetroBrax

    Nelson Perez/Valor
    O presidente da Petrobras, Philippe Reischtul, em frente ao novo logotipo da empresa

    CHICO SANTOS E
    ISABEL CLEMENTE
    DA SUCURSAL DO RIO

    A estatal Petrobras, maior empresa do país e terceira maior da América Latina, está mudando seu nome comercial (marca) para PetroBrax. Segundo o presidente da companhia, Henri Philippe Reichstul, o objetivo é unificar a marca e facilitar o seu processo de internacionalização.
    Reichstul disse que a mudança, estudada durante oito meses e já aprovada pelo conselho de administração, ganhou na semana passada o aval do presidente Fernando Henrique Cardoso. Embora o nome da empresa continue sendo Petrobras, ele não entrará mais na logomarca.
    O novo nome foi escolhido pela agência paulista de design Und SC Ltda, contratada sem licitação. Segundo Reichstul, desde que deixou de ser monopolista, a estatal obteve flexibilidade legal para esse tipo de contratação.
    Segundo Alexandre Machado, consultor da presidência da Petrobras, a estatal está pagando R$ 700 mil à Und por um contrato de um ano, iniciado em abril.
    Machado disse ainda que a mudança da logomarca em todas as instalações da empresa deverá custar US$ 50 milhões à Petrobras, num processo previsto para durar seis meses.
    Reichstul disse que não haverá uma campanha publicitária específica para divulgar o novo nome, mas que a novidade “aparecerá no contexto” das propagandas. Ele disse que os investimentos incluem a revitalização dos postos BR, que agora exibirão o nome PetroBrax BR. No exterior, a sigla BR não será usada ao lado da nova marca.
    A decisão de mudar a marca foi tomada após a aprovação do plano estratégico da Petrobras (1999-2005). Um dos argumentos favoráveis foi que o sufixo “bras” estaria, internamente, associado à idéia de ineficiência estatal.
    “Perdemos o monopólio em 1997, mas o nome (da empresa) continuava associado a ele”, disse Reichstul.
    Outro argumento, também relacionado com o mercado interno, foi o de que a marca Petrobras tornou-se, nos últimos anos, praticamente virtual, escondida pelas iniciais BR que integram o atual logotipo.
    A marca BR aparece, associada ao nome Petrobras ou não, nas diversas unidades da companhia e isso estaria diluindo o nome da empresa.
    Além disso, a marca BR, adotada por toda a empresa em 1993, estaria excessivamente baseada no braço de distribuição de combustíveis, enquanto o novo foco seria tecnologia.
    O nome do óleo lubrificante Lubrax, do qual foi tirado o sufixo da nova marca, seria a forma mais correta de associar a empresa ao seu novo foco. Brax, segundo Reichstul, chegou a ser cogitado também como marca, “mas sem muita força”.
    O novo logotipo tem também um símbolo branco, parecido com uma chama ou uma folha, dentro de um quadrado verde, amarelo e azul. O símbolo representaria o compromisso da empresa de desenvolver fontes de energia limpas, como a solar, a eólica, o gás, o hidrogênio e outras. Reichstul disse que a empresa gostaria de chegar a 2010 reduzindo a participação do petróleo entre os itens que produz dos atuais 95% para 60%.
    No front externo, um dos argumentos para a mudança da marca é o de tirar a associação excessiva que o nome Petrobras tem com o Brasil. Segundo Norberto Chamma, diretor da Und, que apresentou a nova marca ontem para jornalistas, a desvinculação é importante para que a empresa não seja obrigada a arcar com os ônus dessa ligação.
    Um dos ônus, para o caso de expansão na América Latina, seria o de passar a idéia de um imperialismo brasileiro invadindo os países vizinhos.
    Até uma suposta dificuldade fonética dos falantes do inglês e do espanhol com a palavra Petrobras foi incluída entre os argumentos favoráveis à mudança. A logomarca da estatal já foi mudada antes, em 1978 e 1993, mas sempre se manteve nela o nome original.

  8. Estes kawaras, capiaus, ernestos & tantos outros do mesmo quilate devem ser do tipo ” vivo de aplicações na Bolsa e outros papéis ” e não querem de forma alguma que o maior incentivador do sucesso pessoal através do trabalho volte a reinar. Devem ser um bando de atirados nas cordas que vivem de rendas e de aplicações. Só na Bolsa eles devem ter faturado em torno de sessenta por cento de bonificações desde a derrubada de Dilma. Assim fica fácil ganhar dinheiro. Por isso todo este ódio ao trabalho e aos trabalhadores. Ou não?

  9. Ainda vai merecer um estudo o papel que a queda do preço do petróleo e a ação dos países exportadores tiveram na derrubada da Presidenta Dilma. Foi só consumarem o golpe e a entrega das reservas pras empresas estrangeiras que o preço do barril voltou aos seus valores históricos. Coincidência? Claro que não!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.