Toca a campainha e sai correndo…

— O texto? Pergunta para o autor. Eu apenas [o re]passei para meia dúzia de pessoas.

O único comentário de Jair Bolsonaro, hoje, ao ir até a portaria  do Palácio da Alvorada posar para fotos com criancinhas, sobre o texto “apavorante” (definição que ele proprio deu!) divulgado ontem por seus grupos de whatsapp mostra que o expediente visou apenas criar polêmica e apreensão.

Foi a versão 2 do “tsunami” usado na semana passada e é a forma de manter-se vitimizado, algo que desde o episódio de Juiz de Fora parece ter se incorporado ao papel que desempenha na política.

Bem conveniente, aliás, a quem de fato é algoz.

A política, para Bolsonaro, é isso: chocar, manter em sobressalto, evitar a discussão política,  substituindo-a pela ideia de que está sendo perseguido.

Conseguiu, ao menos nas redes sociais, o que buscava. Seus seguidores estão (mais) histéricos, decididos a defendê-lo de uma conspiração acertada entre a mídia, os comunistas, os militares e, a esta altura, até o decrépito Lobão.

Desta vez, porém, no vídeo reproduzido pela Folha, é possível sentir a tensão que o ex-capitão exibe.

Ele não é capaz de dialogar, de expor aquilo que o texto diz que estaria sofrendo em matéria de pressões e de amarras, talvez porque seja ele quem quer pressionar e manietar. Como é incapaz do convencimento, optar por não tentar convencer.

Vive no primarismo da “lacrada”. Atiça e corre, como fazem os moleques tocando a campainha e dando sebo às canelas.

O Brasil, para ele, é algo para se “tocar fogo”.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. Esse sujeito é patético. O mundo inteiro conspira contra ele, segundo ele mesmo. Inteligência muito limitada… eu falei “inteligência”? Desculpe, falha minha.

    1. Neste momento tenho um certo receio de que esse anormal venha por em prática a velha ideia, manifesta por ele, em entrevista, há muitos anos, quando disse que a ditadura matou pouco e falou de seu número ideal, de trinta mil mortos. E deixaram esse amaldiçoado vir até aqui e se apossar do país, com suas três aberrações.

  2. Achou o texto “bonito” e postou,com certeza não consegiu comprende-lo,mas,para qué ? ele é “bonito” ,né?

  3. Achou o texto “bonito” e postou,com certeza não consegiu comprende-lo,mas,para qué ? ele é “bonito” ,né?

  4. Nesse governo é tudo terceirizado e muito bem remunerado até as ameaças.
    Nesse caso, caro(sic)presidente deve ser considerado segundo a teoria do pleno domínio do fato!
    Há, portanto, um único responsável.
    Você presidente!

  5. Esse procedimento canalha é antigo. A UDN sempre usou, usa e usará: bate a carteira do vizinho e sai correndo e gritando pega ladrão.

    Vão sempre pousar de vítimas das canalhices praticadas. É só lembrar o tiro no pé do canalha mor, Lacerda.

    Esses picaretas em nada inovam!

    O objetivo é esconder a bandalheira e a gatunagem dos filhos e pai, que acham que são donos do Brasil.

  6. Esse aspecto do vitimismo é algo presente no comportamento do tenente expulso e seguro pelo rabo no último segundo, desde sempre. É interessante notar que, na época do plano para explodir bombas em quartéis e na adutora de água do Rio, ele já se mostrava como vítima indignada pela injustiça salarial, que vigia, sendo ele, então, o mártir, o que se deu em holocausto, “em favor de seus pares oprimidos”. Continua com essa ladainha, primeiro como vereador e, após, como o mais inútil dos deputados em Brasília, ora ressonando no plenário, ora vociferando impunemente contra seus inimigos imaginários, sempre fazendo menção às “dores e humilhações” sofridas pelos militares, com o advento da redemocratização, mesmo que nunca tenha recebido procuração da caserna, já que esta o desprezava. Ele se ligou à baixa oficialidade e aos praças, estimulando nestes sentimentos de inferioridade, a fim de colher o seu fruto. Não à toa, em certa época, foi proibido de frequentar os quartéis. Seu desvio de personalidade transformou os filhos no que agora se vê. E, novamente, vem usar de supostas traições e incompreensões para tentar levantar seus cães contra o povo, sobretudo estudantes e trabalhadores engajados na luta contra seus desmandos. Temo que esse verme, não sendo parado a tempo, irá manchar o chão deste país com sangue de gente inocente, como fizeram seus heróis, na Alemanha e aqui, após 64. Suas vítimas, já escolhidas, são nossos filhos, nossos netos, nossos amados, nós mesmos.

  7. As formas de pensar desta besta fera são totalmente distorcidas da realidade. Sentindo-se rejeitado aciona quase que imediatamente seus instintos revanchista e vingativo. Reações que caracterizam um verdadeiro sociopata.

  8. O pânico de quem se afoga e quer arrastar tudo junto com ele!
    Não tem como escapar. Seus chefes não gostaram da sua incapacidade de entregar o que prometeu. Eles mesmos vão providenciar a morte rápida do Governinho Bosossáurio!
    Relaxa Bosó… as guilhotinas não doem!
    Affuuunda Brazzzil!

  9. Indícios do breve bozofascismo, que será substituído pelo mulofascismo. Lembremos que durante a campanha eleitoral era bozomulismo. Muda o nome, mas o regime antipovo persiste, mesmo após a passagem de Bozo, o precoce.

  10. Moleque! Por mim ele fica q se lasquem os bolsominions. Quero ver quem terá lenha para queimar.

  11. Aqueles que chamavam o Lula de ladrão ,sem saber se ele roubou ou o que ele roubou, e votaram num psicopata compulsivo, devem estar agora atônitos,amedrontados,preocupados sem saber o que fazer para livrar os filhos de um futuro aterrador com esse deformado moral presidente, e tentando chutar os próprios testículos sem conseguir ,principalmente depois que o Lula provou que não roubou nenhum mísero centavo, sendo preso mesmo assim ,por um juiz corrupto,analfabeto e apátrida, que na falta de provas ,considerou sua culpa devida à “fatos indeterminados”, sendo essa decisão e sentença inéditas no mundo pós medieval.
    Já os que votaram como eu em uma pessoa honesta ,competente ,patriota , inteligente, educador universitário e com ótimo e ilibado caráter, também estão preocupados, mas com a CONSCIÊNCIA TRANQUILA, e isentos dessa responsabilidade pela DESTRUIÇÃO DO PAÍS.
    Aos que votaram no JAIR “NOVE IORQUINIS” BOLSONARO, a minha compaixão.

  12. Para os fiéis seguidores do Bolso, a mídia e os militares são comunistas. E o Lobão passou agora para o lado dos comunistas. Mas teve muita gente que tentou adivinhar de onde veio o texto “apocalíptico”, e houve mesmo quem desconfiasse que vinha do meio financeiro, ou seja, do mercado, onde negócios escusos e semiescusos estavam sendo gestados em cima das loucuras bolsonarianas e, perigam afundar se o capitão também afundar. Mas não creio que o texto tenha vindo daí. Por falar nisso, quem foi que acreditou no Olavinho, quando ele falou que ia permanecer calado e afastado da cena política do Brasil? Este texto, seja lá quem o tenha escrito, parece ter sido revisado por ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *