Queiroz tenta evitar quebra de sigilo

A defesa de Fabrício Queiroz, notocia O Globo, pediu liminar ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro para evitar a quebra do seu sigilo bancário e fiscal, decretada pelo juiz da 27a. Vara Criminal do Rio de Janeiro.

Salvo pela ação de “forças ocultas” o pedido deve dar em nada.

Funciona, porém, como estratégia para evitar que se quebrem os sigilos de Flávio Bolsonaro, o “Filho 01”, sem que ele apareça pedindo proteção, uma vez que diz que nada tem a esconder.

Os argumentos de que a decisão foi pouco fundamentada esbarram no fato de que, ao dizer que usava parte dos vencimentos de funcionários do gabinete para contratar, informalmente, outros “assessores” para Flávio, o cometiento de crime está confesso e, por isso, o exame das contas bancárias de Queiroz é obviamente indispensável para a coleta de provas que materializem o delito.

Ou seja, a sua declaração é motivo suficiente para embasar a devassa em suas contas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

15 respostas

  1. O caso Queiroz é batom na cueca. Não tem como explicar. Como vocês explicariam? Oito funcionários colocam sistematicamente dinheiro na sua conta coincidindo com as datas de pagamento dos funcionários. Você faz num ano 176 saques em espécie, boa parte na agência da Alerj, até tres dias depois do recebimento e em valores de 5.000 reais. O Queiroz é demitido da assessoria de Fávio e a filha da assessoria de Bolsonaro um dia antes da primeira comunicação da operação Furna da Onça na Alerj. Coincidência? Finalizando “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”, frase do Evangelho segundo João, que Bolsonaro adotou na campanha e esqueceu convenientemente.

  2. Quem não deve não teme. O Lula nunca deveu nada e não impediu a devassa de suas contas, devassaram e não encontraram porra nenhuma, mas aí o Moro Analfa Conge o condenou por “causas indeterminadas”.
    O Queiroz deve ,pois irá preso com a devassa, e seu chefe será deposto, por isso TEME, e o Jair Nove Iorquinis TEME MUITO MAIS.

  3. URGENTE: Sugiro que o presidente da Câmara e o STF monitorem os disparos no WhatsApp para a manifestação fascista do dia 26. É uma afronta ao Estado de Direito lavar a mente da população por meio de um aplicativo digital para agredir as instituições democraticas. Deve ter algum meio de monitorar. E se tem jeito de monitorar deve ter jeito de provar.

    1. Interessante, comigo apenas uma vez ocorreu algo referente a essa distribuição de fake news. Foi nas eleições quando, do nada, eu apareci incluído num grupo gigantesco e cheio de publicações do Bozo. Não fiquei mais do que 10 segundos. Mandei todos pra pqp e saí do grupo. Nunca mais aconteceu.

    2. Interessante, comigo apenas uma vez ocorreu algo referente a essa distribuição de fake news. Foi nas eleições quando, do nada, eu apareci incluído num grupo gigantesco e cheio de publicações do Bozo. Não fiquei mais do que 10 segundos. Mandei todos pra pqp e saí do grupo. Nunca mais aconteceu.

    3. Considero ótimo este agressivo ataque de fakenews de seguidores, nos estertores do capitão. A própria instituição dos disparos vai para o buraco junto com ele. E será universalmente desmoralizada em todo o país. Todos verão que seu próprio celular estava sendo usado para que bandidos espalhassem um monte de mentiras.

  4. interessante isso né?
    cansei de ler comentários dos bolsominions dizendo que quem não deve não teme, e que os acusados deviam ficar quietos sem se defender, falavam de Lula e outros petistas – cada vez que entravam com contestação etc…

    1. Na turma do Bozo, quem não é culpado é miliciano.
      E não existe miliciano sem culpa!

  5. Poema “Z”

    Para Dilma, Lula e o PT e todas/os as/os progressistas do mundo inteiro. Sinta-se homenageada/o, também.

    Penso

    Logo

    ReXisto

    Poema de autoria de Cláudio Carvalho Fernandes (Poeta anarcoexistencialista) contra a distopia na realidade contemporânea brasileira (e implicações, ou decorrências, no/do contexto mundial), distopia iniciada no Brasil pelo Mentirão do Joaquim Barbosa.

    :.:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.