“Todo o poder emana do Moro e em seu nome será exercido”?

Lá está, na manchete do Estadão:”Moro vê resultado da eleição como risco à Lava Jato“.

O resultado da eleição – quando ela é livre – é a consagração do que está dito na primeira lei a que o Doutor Todo-Poderoso acha que não vem ao caso: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.

Do alto de sua arrogância autoritária, diz que o país precisa do ““do exemplo de lideranças honestas”. Honestas, claro, na visão dele.

Quem sabe, dá exemplo de “liderança honesta” o sujeito que compra vias públicas para anexar à sua mansão, como o furioso com que a toda hora Moro posa para fotos?

Será exemplo de “liderança honesta” um juiz, convertido que se acha em “herói nacional” receber “auxílio” de verbas públicas para morar num apartamento que é seu, próprio?

Ou sair do recolhimento de sua função para “badalar” pelos salões daqui e do mundo, em eventos que só raramente são jurídicos, “marquetando” sua própria figura?

Ou aqueles que dão a sorte de contar com a leniência da Justiça e assistem as denúncias contra eles perambularem de tribunal em tribunal, cada qual dizendo que “não é comigo”, como Geraldo Alckmin, Beto Richa, Aécio Neves?

Liderança honesta, Dr. Moro, é aquela que recusa usar seu poder discricionário para interferir no resultado das eleições.

E que, desejando nelas influir, despe a armadura da toga que o protege e desce ao campo da política sem ela, para enfrentar seus adversários com a espada do voto e não com o aviltamento de usar o poder legal como sua arma.

Do contrário, seu poder será sempre o de delegado “da roça”, que não pode ser confrontado e se acha no direito de que todos o obedeçam e ninguém questione seus atos.

Precisamos, sim, de leis que impeçam abusos e, em matéria de corrupção, estamos cheios delas, sem melhores efeitos.

Mas há outros tipos de abuso, como o de pessoas que, investidas do poder de Estado, querem escolher como e quem o povo pode escolher em eleições.

O dos que roubam um valor imenso, superior, aquele que nos dá o estágio de civilizados: a liberdade e a soberania do povo.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

41 respostas

  1. SEM DÚVIDA O GRAU DE DEMÊNCIA E IMORALIDADE DESTE SUJEITO MEGALOMANÍACO, CONTINUA A CRESCER NOS BRAÇOS DAS MÁFIAS QUE O USAM PARA PERPETRAR O ROUBO DO BRASIL.
    ESTE CRIMINOSO JÁ DEVERIA ESTAR PRESO ,MAS NÃO ESCAPARÁ DISTO CASO OS BRASILEIROS TENHAM APRENDIDO A LIÇÃO.
    SAUDADES DA JUSTIÇA POPULAR DOS 60/70 ,QUANTA SAUDADE!!!!!

  2. Sérgio Moro, o arrogante e midiático senhor feudal da Constituição brasileira, aquele que fala mais à mídia, do que nos processos que deveria julgar, perde por completo o decoro inerente a um juiz, interfere no processo eleitoral e faz chantagem rasteira com o(a)s brasileiro(a)s. Ah, o CNJ e o STF? Encontram-se em berço esplêndido sob a coberta da omissão corporativa. #MoroEALeiEEstamosConversados

  3. Liderança honesta não vai aos EUA treinar e receber orientações para afundar o próprio País. Não vai aos EUA treinar e receber a cartilha para afundar a política, a economia e o bem-estar social do País. O único juiz do brazil sabe que existe a maior liderança honesta do País se chama LULA, sabe e tem provas disso. Mas o dever de ofício com os americanos e a sua sabujice, ao contrário do que ele prega, puseram essa liderança honesta na cadeia, para impedir seu retorno ao poder central do País, e fazer o Brasil retomar o caminho da ALTIVEZ, DO DESENVOLVIMENTO, DA REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES, DA ECONOMIA FORTE INTERNA E EXTERNAMENTE. Como já disseram, o dotô não passa de um homem público NANICO, a exemplo dos que ele protege.

  4. PERFEITO: “O resultado da eleição – quando ela é livre – é a consagração do que está dito na primeira lei a que o Doutor Todo-Poderoso acha que não vem ao caso: “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição”.
    Do alto de sua arrogância autoritária, diz que o país precisa do ““do exemplo de lideranças honestas” . Honestas, claro, na visão dele.
    Quem sabe, dá exemplo de “liderança honesta” o sujeito que compra vias públicas para anexar à sua mansão, como o furioso com que a toda hora Moro posa para fotos?”

  5. Esse cara já encheu o saco com sua lava jato. Destruiu a economia, é responsável por milhões de desempregados, ajudou no golpe, desacreditou o Judiciário, não respeita a Constituição, enfim, tem tantos predicados que se considera um santo e toca a falar asneiras na mídia que o protege. Solta ele num debate público para ver se sai bem. Já entrou na História pela porta dos fundos. Falso moralista.

  6. Liderança honesta, Dr. Moro, é aquela que finge não saber sobre um cara chamado Tacla Duran, que foi viver na Espanha para se livrar de achaques de seu padrinho de casamento e amigo íntimo da família, que negocia delações em troca de muitos dólares para diminuir a pena e dizer o que o MPF quer.

  7. “EM DEPOIMENTO, DOLEIRO DIZ QUE YOUSSEF TRABALHOU PARA CABEÇA BRANCA, O EMBAIXADOR DO TRÁFICO.”
    UOL traz hoje uma manchete com esse título.

    Foi o doleiro Carlos Alexandre de Souza Rocha, quem, na Operação Dominó, deflagrada em maio, quando prendeu uma rede de doleiros, denunciou Youssef.
    Segundo a Justiça, a ser confirmada a denúncia, Youssef que está de folga, livre e solto, poderá voltar à prisão Agora, pensando bem, isso só aconteceria se Moro deixasse, afinal, esse cara, que nunca poderia ter delinquido de novo, se a justiça tivesse sido feita, foi beneficiado pelo inimigo mortal de Lula pra ser apenas mais um herói, como fora um dia Roberto Jefferson.
    Mexer com o que Moro já sacramentou, como vimos no HC concedido a Lula por Favreto, pode ser mais uma coisa feia que a justiça brasileira virá a fazer.

  8. Resultados práticos da Farsa a Jato:

    1) Envenenamento do clima político do país (particularmente com a divulgação criminosa do áudio) que resultou num impeachment por motivo fajuto e consolidação de uma quadrilha criminosa no poder, que impõe de forma ilegítima um programa de governo que não foi vencedor nas urnas;

    2) Destruição de setores da economia com grande geração de desempregados (em particular, a construção naval);

    3) O único político de expressão encarcerado é justamente o que lidera as pesquisas de intenções de voto – e que foi preso num processo sem provas, mas com muita convicção, com tramitação célere e unanimidade até na dosimetria da pena. Os outros, com evidências bem maiores de delitos, livres, leves, soltos e não vêm ao caso – alguns até tiram fotos sorrindo ao lado do juiz “super-herói” da Marvel, digo, da Globo.

    Moro, VTNC!

    1. Lembram disto?

      “A Polícia Federal apura a conduta de um de seus delegados que escreveu um post em sua página Facebook de que ‘é hora de serem investigados, processados e presos os outros líderes de viés ideológico diverso, que se beneficiam dos mesmos esquema ilícitos que sempre existiram no Brasil (Temer, Alckmin, Aécio, etc). Se isso acontecer, teremos realmente evoluído muito como civilização, se não acontecer e só Lula ficar preso infelizmente tudo isso poderá entrar para a história como perseguição política'”.

      https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/pf-apura-conduta-de-delegado-que-postou-no-facebook-que-e-hora-de-prender-temer-alckmin-e-aecio.ghtml

  9. Liderança honesta não vai aos EUA treinar e receber orientações para afundar o próprio País. Não vai aos EUA treinar e receber a cartilha para afundar a política, a economia e o bem-estar social do País. O único juiz do brazil sabe que a maior liderança honesta do País se chama LULA, sabe e tem provas disso. Mas o dever de ofício com os americanos e a sua sabujice, ao contrário do que prega, puseram essa liderança honesta na cadeia, para impedir seu retorno ao poder central do País, e fazer o Brasil retomar o caminho da ALTIVEZ, DO DESENVOLVIMENTO, DA REDUÇÃO DAS DESIGUALDADES, DA ECONOMIA FORTE INTERNA E EXTERNAMENTE. Como já disseram, o dotô não passa de um homem público NANICO, a exemplo daqueles que ele protege.

    1. O desespero de moro é que as eleições colocarão em perigo o assalto imperialista (de que ele, moro, é um agente) seja travado e revertido.
      O Brasil sofre uma guerra (não declarada publicamente mas evidente a qualquer um que analise com honestidade e mínimo interesse pelos destinos do Brasil), assimétrica e com múltiplos frontes de ataque. Uma guerra comandada pelo “deep state” americano (em associação com o de outros países, especialmente Inglaterra) à serviço de grandes corporações; em primeiro lugar as petroleiras e aquelas do complexo industrial-militar (de que a Boeing é parte), daí a entrega do petróleo e a destruição do complexo do petróleo e gás, especialmente a indústria naval, e da Embraer; do alto estamento militar americano e da Otan, que vêem o mundo como fonte de recursos para seus países e cuja função do aparato militar é manter estes países subjugados para garantir o acesso predatório a estes recursos, daí aos exercício militares na Amazônia, a entrega da base de Alcântara e o ataque ao projeto nuclear da marinha; e como elemento determinante o setor financeiro internacional, que impõe as privatizações a troco de banana, para transferir o patrinônio nacional resultado de um esforço histórico aos cofres de uma minoria de endinheirados. Todos estes setores se beneficiam mutuamente e agem em conjunto nos diversos frontes de ataque.
      Há tambem, assim como na França de Vichy, um governo colaboracionista que se sustenta e representa os interesses de uma elite escravocrata e predatória, sem compromisso com o futuro do país e de seu povo, que entrega os recursos nacionais para manter seus privilégios. E entre estas elites há aqueles que também fazem parte do círculo financeiro internacional, dos quais a maior expressão é Jorge Lehman.

  10. E quando o candidato do PT vencer as eleições? O que o juiz cacarejador vai fazer? Vai cassá-lo? Democracia de MERDA. Estão CAGANGO para o povo. RINDO e cuspindo em nossa cara. Dá mesmo pra acreditar na lisura dessas eleições? Pela MILÉSIMA vez, vou votar em LULA ou em quem CARALHOS ele indicar!

  11. No Brasil é assim, eleição tem dono. Ninguém está prestando atenção as presepadas que estão aprontando pra afastar ou dificultar o voto, como a tal biometria. Eleição é um direito do povo e deve ser exercido sem burocracia a lhe embaraçar. Os partidos políticos se calam, inclusive quando lhes afrontam tornando leis letra morta.

  12. Não é só a lava jato que corre risco: É ele que será preso por prevaricação, espionagem, venda de sentenças, fraudes na Apae, peculato, corrupção.

    1. É exatamente esse o receio dele e de sua “patota judi$$iática”, daí estar como menino mimado pela mídia FDP, esperneando e dando “calundú”.

    2. Infelizmente, “Sejumoro” não será preso, mas, se fosse, motivos não faltam para condená-lo e vc citou todos eles.

  13. Esse tal de Moro sabe que a Farsa-a-Jato não resiste a uma simples investigação. Se não fosse assim, por que a preocupação com a alternância democrática de governo?

  14. É bom arrumarem logo um vice para o Alckmin porque ele tem que concorrer. Ganhar ele não ganha mesmo, mas é alguma garantia de que vai haver eleições. Depois, se o Lula ganhar (todas as evidências apontam para isso) é preciso saber se ele toma posse. Mas, uma coisa de cada vez. Enquanto isso eu observo com o estômago embrulhado os olhos próximos do Moro, sua testa curta e sua boca e seu queijo duros e estou cada vez mais convencido de que Lombroso tinha mesmo razão.

  15. Este safado e’ o principal responsavel pela situacao atual do BRASIL. Ele e seus parceiros ” BANDIDOES” ( aecio, juca’, gilmar, Doris, temer , … a lista e’ intensa) .Deveriam serem lancados num canil lotado de caes ferozes e famintos.

  16. Parece que o agente entreguista da CIA não se deu conta que o Brasil pertence aos brasileiros e não a uma facção criminosa que tenta destruir o Brasil.

    É cômico saber que um traidor diz que uma eleição pode atrapalhar uma nação.

    É trágico um traidor se arvorar no direiro de falar o que é bom para uma nação.

  17. Fernando, a situação do país, por si só, é um atestado do fracasso da lava-jato. Fosse uma operação legítima, conduzida por um juiz imparcial e um mpf republicano não teríamos um encarcerado com a possibilidade de ganhar uma eleição presidencial em primeiro turno, não teríamos um país entregue ao pior de tipo de gente entreguista, não teríamos nossa indústria de construção civil e naval destruídas pela irresponsabilidade do Judiciário.

    Independentemente de qualquer coisa,
    Lula já ganhou da lava-jato, porque tudo o que está por vir será a mera continuidade dos abusos que vimos até hoje e, com exceção de nossa elite, retrógrada e anti-nacional, o povo percebeu que toda essa operação foi uma grande armação para tentar deslegitimar o Lula o que, obviamente, foi por água abaixo.

  18. Esse sujeitinho já está elegível para o título de “ANTA DO SÉCULO”, no Brasil e no mundo.

  19. Liderança honesta no pobre raciocínio desse indivíduo é exportar empregos para os seus amiguinhos da América do Norte e deixar o brasileiro na rua catando garrafa plástica e lata de alumínio.

  20. Justo seria, em eleições também justas e eleito legitimo representante do Povo (hipótese que, está claro, apavora o deus psicopata de Curitiba), saisse de cena a lava Jato e entrasse em cena uma “Lava Moro”.
    Objetivo? Passar a limpo a postura e os atos do juiz, de seus mandantes, de seus protegidos, de seus apaniguados e de seus superiores-subalternos no processo que está destruindo o Brasil.

  21. Quando o povo é na sua maioria dotado de sabedoria, esse poder alavanca a nação; do contrário, o resultado é anos e anos dominado pela doença alastrante da CORRUPÇÃO e do favorecimento.

    1. Meu caro,vc também entrou na onda “o pior mal é a corrupção” ????por favor sejamos inteligentes.A corrupção ,existiu,existe e continuará a existir ,ela é decorrente da condição humana.Sim meu amigo,ela é só uma amostra das falhas de moral que atinge os seres humanos,Se no Japão ,país de altíssima disciplina,elevado sentimento coletivo ,ainda assim existem casos de corrupção,por que seria o Brasil ,com tanto para evoluir o “país livre da corrupção”.
      Temos que lutar e exigir a redução da IMPUNIDADE ,especialmente com aqueles que costumam usar belos ternos europeus e que NUNCA são alcançados .

      1. Lastimável é pessoas inteligentes defenderem o errado. A Corrupção é de fato ocorrente em todo o mundo; porém, no Brasil o que vemos é a tolerância diante desse quadro. Elegemos governantes, mas se no decorrer do seu mandato ou no final do mesmo, vemos que não foi bom como pensávamos, temos que ter a sensatez suficiente para optarmos por outro. Conheço vários que estão defendendo alguns presos políticos, simplesmente porque usufruem de algum benefício; e não por estarem de fato olhando para a nação como um todo. A todos esses que nos deram com uma mão e nos tiraram com duas, de fato merecem ser abolidos de cenário político brasileiro não importa a que partido pertencem. Até aqui todos eles afirmam de pés juntos, que entregaram para o sucessor um país com as finanças maravilhosa

  22. Esse togado lesa pátria, querendo garantir o dele para o resto da vida, as custas do sofrimento do povo. Povo tem que reagir e vai ser nas urnas.

  23. Isso tudo é uma calhordice sem limites. A Lava a Jato foi uma operação ou um estado permanente de atuação do triunvirato de Curitiba? E onde já se viu juiz ficar dando opinião na mídia sobre política ? E todas as instâncias superioras ficarem de bico calado e permitirem tudo isso ? A sexta economia do mundo de poucos anos atras, voltou a ser uma republiqueta de bananas mesmo. E essa cambada toda voltar ao slogan : o que é bom para os EUA, é bom para o Brasil. Sem contar de ficar prestando contas a eles de tudo que aqui ocorre. Triste ” elite ” lambe botas!

  24. O juizeco deveria explicar: o que é um risco para a lava jato, que já cumpriu seu papel sujo e deveria sair de cena? A eleição ou o resultado dela?

  25. Um borra-botas corrupto — atentem ao caso Banestado, até hoje impune — vaidoso, mau caráter, de passado obscuro e indigno, que foi escolhido a dedo para cometer esse imperdoável crime lesa-pátria contra a nação que o sustenta indecorosamente, é manchete de um jornaleco de ultra-direita, como se ele fosse um grande líder popular, a quem o eleitor devesse satisfação! Ah!… Ah!… Ah!!!

  26. Eles sabem que o povo não engoliu as armações feitas para ferrar só o PT na Lava Jato. Agora tão tentando se salvar da nhaca que fizeram com nossa Justiça. Tá difícil de concertar a merda que fizeram com o Brasil.

  27. Falam tanto do juiz Sérgio Moro colocando o como perseguidor do PT; mas se esquecem de comentar sobre o favoritismo que Gilmar Mendes tecebpelo Meo partido. Nesse caso vale o dito:” Diga me com quem andas, que eu te direi QUEM És”… É mais ou menos por ai!????????????

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.