Um não entende de economia; outro, de política. Some e ache um desastre

É notório que a soma de dois ignorantes jamais produz um sábio.

Mas quando os dois ignorantes querem tomar o poder numa das maiores nações do mundo, isso deixa de ser uma observação diletante e se torna o aviso prévio de uma tragédia.

‘Bolsonaro me convenceu de que não entendo de política’, diz hoje a O Globo o “posto Ipiranga” econômico do ex-capitão, Paulo Guedes.

Como Jair Bolsonaro também já disse, ao mesmo jornal,que ‘não entendo mesmo de economia’, não há nada mais semelhante ao juízo que faz disso aquele que o candidato diz que está acima de todos, em Mateus 15,14 :

Deixai-os! Eles são guias cegos guiando cegos. Se um cego conduzir outro cego, ambos cairão no buraco”.

Não são, porém, os únicos cegos.

Há gente que se considera muito sábia disposta a entregar o país a este par de aventureiros e a outros que, armas à mostra, exibem a força para sustentá-los.

Disposta porque sabe que a conta dos desastres econômicos e políticos, inevitavelmente, cai sobre o povo.

E que, a cada tombo, o desespero torna mais palatável a ideia de vender mais nossas riquezas, humilhar mais nosso trabalho, privar mais a população de serviços públicos e afundar-nos mais e mais na dependência e na submissão.

A diferença entre um imbecil no poder em países fortes e em países fracos é que o primeiro tenta impor a hegemonia aos trancos e o outro só tem como caminho ampliar a vassalagem.

A ignorância de um e de outro, claro, é sabida há muito tempo, mas foram  convenientes para produzir a estranha figura do “repressor liberal”.

Assim como agora o desmonte desta imagem vem do inequívoco interesse em,  tarde demais, produzir uma alternativa ao crescimento da candidatura Haddad/Lula.

Quando se quer usar um cego como guia, se é tão cego quanto ele.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

28 respostas

  1. Eu me atrevo a achar que esse “tarde demais” é algo que há de ser bom do ponto de vista de falha do adversário. Lamentavelmente, se a dupla de “não_entendo” for eleita por causa da adesão dos “petê_não_pode_governar_então_vou_daquele_que_chamei_de_idiota”, vão dizer que a culpa é dos eleitores do petê e não dos que votam no “mito”. É de uma perversão bem absurda, mas é o que há no ar. Sorte de quem está vendo seu candidato decolar rumo ao segundo turno e pegando os alienados de surpresa.

    1. Se perder, a esquerda e o PT não têm nada a perder.
      Quem vai sair perdendo são o povo e a nação.
      A direita não vai conseguir endireitar o pais.
      Dai para a frente, as chances do preconceito contra a esquerda e o PT se reduzir drasticamente são grandes.
      E as chances das próximas gerações evoluírem e se tornarem progressistas vão aumentar bastante.

      1. É um bom jeito de colocar um dilema, o longo prazo vs. o curto. Gosto do otimismo, mas não vejo o preconceito se reduzindo nem que o diabo em pessoa fosse presidente, dado o que tenho lido de gente que devia ser mais esclarecida, pelo menos na minha imaginação. Portanto validado ou não na urna, o projeto tem que se segurar com quem já está a favor. Até porque, mesmo eleito, o petê vai sofrer o ataque de sempre.

        1. Sim, é verdade. Por isso disse que as próximas gerações poderão se tornar progressistas. Essa geração de coxinhas dificilmente vão mudar, porque o orgulho fala mais alto. Vão enganar a si próprios para continuarem propagando suas falácias.
          Mas há males que vem para o bem.
          Ou, como diriam os teístas, Deus escreve certo por linhas tortas.
          Um bom exemplo foi o golpe. Se não acontecesse, o PSDB agora ganharia em primeiro turno e o PT é quem estaria em vias de acabar, porque continuaria sendo sabotado e bombardeado.
          Além disso, o golpe desnudou a manipulação da Globo e suas comparsas. E graças a isso a democratização da mídia finalmente poderá ser feita (se a esquerda vencer e assumir, bem entendido). Antes do golpe era impossível, porque a mídia alegava que o que o PT queria era fazer censura de imprensa para esconder a própria corrupção e o povo acreditava.

        2. O preconceito contra a esquerda e o PT não vão diminuir.
          Tem muito imbecil que acredita que a desgraça que estamos vivendo hoje é consequência da bonança do governo Lula.
          Burrice não tem limite porque o burro não sabe que é burro.
          Então, quanto mais as coisas piorarem mais este bando de asnos vai odiar o PT.
          E junto, os pretos e os pobres. Mesmo que sejam pretos e pobres também.
          Chegamos a um estágio de estupidez difícil de ser descrito.

      2. Se esses canalhas entreguistas chegarem ao poder, pouco restará de Brasil nas eleições seguintes!

    2. aliás essa inversão da culpa é algo que eles utilizam corriqueiramente. sempre somos nós que estamos errados.

      eles votam no quanto pior melhor e a culpa é nossa.
      eles fazem pacto com o capetão e a culpa é nossa.

  2. A política, bem como todo setor ligado à atividade humana, produz coisas incríveis e surpreendentes. O que dá chances a vitória no 2º turno ao Haddad ou ao Ciro é a presença de Bolsonaro neste estágio. Se o Alckimin estiver no 2º turno, nenhum dos dois ganha e o golpe vai continuar. Alckmin só não vai ao 2º turno por causa do monstro que a própria direta criou! Compreendendo isto, o ataque ao Bolsonaro vai ser intensificado e é bem possível que a desmoralizada pf descubra na véspera da eleição que foi ele que se jogou na faca que o atravessou e que o esfaqueador só estava picando fumo com ela. É a única chance do Alckmin chegar ao 2º turno e, sendo a direita e o judiciário como é no Brasil, é bem possível que esta versão seja divulgada pela imprensa velha na sexta-feira quando não houver mais possibilidade de defesa por parte dos acusados.

    1. Constituição feita por ‘notáveis’ deu no nazismo, afirma Nelson Jobim ex-ministro do STF
      Eros Grau, outro ex-ministro do STF:
      o STF tornou-se um “tribunal monocrático”.
      “O Supremo é um órgão colegiado. Quem recorre a ele tem direito assegurado pela Constituição de ser julgado pelo plenário”, afirmou. “Mas isso não ocorre e hoje em dia quem bate na porta do Supremo para defender seus direitos fica dependendo do subjetivismo e das oscilações de humor de muito magistrado.’ Sem citar exemplos, Eros Grau disse que o STF precisa julgar casos, e não pessoas. “O STF tem de decidir sobre textos e atos, não sobre pessoas.”

      22/09/2018

      FONTE: https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/agencia-estado/2018/09/22/constituicao-feita-por-notaveis-deu-no-nazismo-afirma-jobim.htm

  3. Eles, em verdade, caro Brito, não são cegos, apenas se acham, mais espertos. E existe, também, um dito popular que: “Esperto demais se atrapalha”. É o que temos visto, e para desidratar Bolsolixo e sua trupe basta por um microfone a frente deles que, todos, sem exceção, saem dizendo suas asneiras delirantes e, depois, vem a desculpa comum aos idiotas tipo: “Não foi bem isso que quis dizer” ou o pito da desautorização de “ele não falou por mim!, etc..etc. etc…como vimos no desmentido da volta da CPMF que, todos, sabemos fazer parte do conjunto de “medidas econômicas” do Posto Ypiranga. Aliás, já que o “mito” gosta tanto do “Posto, ou seria Poste Ypiranga”? Porque o “mito” não convoca todo staff da Ypiranga pra economia ? Pelo menos ele poderia dizer que não usa combustível adulterado na sua equipe econômica.

  4. O mais assustador nisso é a quantidade de pessoas muito mais inteligentes e formadas do que essas peças, que estão espalhando ignorancia para que se votem neles. E vamos afundando…

    1. Inteligentes, formadas, ricas e que se julgam sinceramente éticas. Em suas cabeças emburrecidas pelo preconceito e pela lavagem cerebral que receberam da mídia, acham que os fins justificam os meios. Não percebem que se tornaram mau caracteres.

  5. ENGANO MORTAL – Ao contrário do que sugere Paulo Guedes, Bolzi não entende de política o suficiente para poder diagnosticar a incompetência alheia sobre o assunto. E Guedes, com sua inacreditável aliquota única e privatização total, demonstrou por A mais B também ser ignorante em economia básica. Logo, um ignorante em política e economia MAIS um ignorante em política e economia resultam em uma trágica Quádupla ignorância. Esse tipo de casamento costuma a dar em infertilidade ou, no melhor dis casos, em uma quimera digna de um Show de Horrores…

  6. Estou completamente imerso na preocupação em torno da armação que estaria em curso usando o agressor do Bolsonaro para tentar barrar a eleição do candidato a presidente pelo PT. Circulam boatos de que já estão fazendo o vídeo que seria exibido no horário nobre pelos jornais das televisões, na ante-vésperas do pleito, quando não poderá haver resposta pela mídia. . O pedido do político-delegado da Federal Franceschini para que a justiça de Juiz de Fora não permita que a imprensa televisiva faça uma entrevista com o Adélio antes do 5/10, é quase uma confissão de que há uma armação. Procuraria evitar que o Adélio diga para a TV algo que não está no script, o que poderia antecidamente botar a perder todo o embuste que estaria sendo aramado cuidadosamente. E a morte da dona da pensão de Adélio é também um acontecido muito estranho. Precisamos como nunca de blogueiros investigadores experts, que deslindem este cambalacho antes que ele aconteça.

      1. Dei uma pesquisada agora no Google sobre o assunto e as páginas são aparentemente todas de direita – sem falar nos notórios Antagonista e Jovem Pan.

  7. O General de Pijama! levou uma “sumida Grande”. Falou tanta besteira achando o povo brasileiro se assemelha a ele e ao Bolsomerda.

  8. Lembrei-me do Debi & Lóide.

    O Brasil sempre foi um país de escravagistas aventureiros, então mais uma “aventura” é o que eles querem.

  9. A similaridade com a ascenção de Hitler na Alemanha é gritante.
    O mesmo tipo de forças econômicas (só que no caso brasileiro, forças econômicas externas cooptando aquelas internas, ao contrário da Alemanha onde o nacionalismo era parte do engodo) que via em Adolf Hitler a possibilidade de levar adiante sua agenda vê no coiso o mesmo veículo.
    E a máquina de propaganda que o nazismo teve que construir já está pronta e em atividade e atende pelo nome de organizações globo em que Ali Kamel desempenha o papel que Joseph Goebbels desempenhou para os alemães.

    1. A verdade é que a historia se repete, mas temos que interrompe-la pelo bem do Brasil, LULA / HADDAD / MANUELA JÁ 2018.

  10. Afirmar que as obscenidades ditas pelo Posto foram por conta de inabilidade política dá a entender que, se as asneiras fossem ditas “com jeitinho”, os incautos engoliriam a estupidez das propostas. A falta de habilidade do Paulo Guedes é econômica, tão somente isso. As ideias defendidas por ele são esdrúxulas, mal formuladas e baseadas em premissa falsas, o mesmo valendo para as imbecilidades do Mourão. O mais surreal nessa tese é que o papel de entendido na arte da política é do JAIR! Ou os conceitos de “entendimento” mudaram muito de tempos para cá ou quem não entende nada sou eu.

  11. É a dupla perfeita: ambos não sabem nem entendem de nada que possa beneficiar o Brasil e os brasileiros. Só falam em porrada, tiros, ódio; nacionalistas que ajudam a entregar nossas riquezas e nossa soberania.

  12. Ontem vi uma respeitável senhora, classe média na veia, usando e mostrando a todos uma camiseta do boso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.