Uruguaios surpreendem e resultado terá de esperar “votos observados”

28.666 votos, pouco mais de 1% dos 2.307.372 votos já considerados válidos.

Bem menos que os 35.299 votos que estão em separado, por alguma inconsistência nas atas de votação ou diferenças entre os inscritos e os sufrágios.

O resultado final, que se previa uma maioria folgada para o candidato da direita, Luís Lacalle Pou, deixa-o dependente da lenta contagem e conferência das urnas postas em separado.

Dificilmente, claro, Lacalle deixará de ter a vitória numérica.

Mas já deixou de ter a vitória política, a da força eleitoral suficiente para fazer um governo ultraconservador.

Montevideu, que concentra quase 50% do eleitorado do país deu uma vitória folgada a Daniel Martinez, da Frente Ampla: 54,8% a 41,3%.

Alguém aí falou em polarização?

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

13 respostas

  1. Logo, logo uma boa parte dos trouxas que votaram na direita perceberão que foram enganados e a maioria estará contra o pau mandado dos eua. Ou o Uruguai repetirá a Argentina e massacrará a direita na próxima eleição para se vingar do desastre que os neoliberais provocarão ou antes disso estarão nas ruas como estão chilenos e colombianos.

    1. A desgraça é que nós, gaúchos, nos vestimos de guerreiros apenas para irmos dançar no mais próximo CTG.

  2. A diferença, Carlos, é que os Uruguaios lutam por seus direitos o que não acontece por aqui. Podem nos matar, podem nos cuspir que, se a Globo não mandar, não iremos lutar. E a Globo nunca vai se interessar pelo bem do povo brasileiro.

    1. A Globo e poderosa. Consegue ate q alguns vascainos torçam para a mulambada.

      Vao perder tantos direitos e vendo brasil afundar a Argentina crescer vai doer na carne.

      E se fosse o inverso hein? Quando a Roseana Sarney ganhou do Flavio Dino por 900 votos o governo do Maranhao ninguem duvidou. Se fosse inverso ia ser um desespero

  3. A América Latina só se libertará de verdade, quando fizer a Revolução da Mídia. Resumindo: acabar com o controle quase absoluto exercido pelos EUA sobre ela.

    1. Saudades do tempo em que o grande problema era a midiazona. Hoje temos que encarar whatsapp, facebook e, de quebra, as seitas neopentecostais capitaneadas pela IURD e Rede Record. Os caras atingiram um grau de penetração maior do que o da antiga “fora rede globo que aqui ninguém é bobo”.

    2. não esquecer do ‘Edir católico’, dono da gazeta do povo e das afiliadas da TV Globo no rico Paraná. E tb dos carismáticos, cada dia com mais cara de crentes

  4. A força da direita uruguaia está nos extensos campos de criadores de ovelhas, nas cidades pequenas e na população rica dos balneários.

  5. Engraçado: não irão falar em “3º turno” ou “ilegitimidade devido à diferença tão pequena nos votos”?

  6. Incrível que com todas as coisas que aconteceram aqui o Uruguai ainda dar chance para direita. Com Mujica e tudo. Impressionante. O povo não consegue ficar sem ser enganado.

  7. Teve denúncia de que números brasileiros de Whatsapps estavam ligando para uruguaios, ameaçando de morte caso não votassem no candidato da direita. Coisa q tem o mais cheiro de 2 e de 3…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *