Virou balbúrdia: quarentena ao gosto do freguês

O general Hamilton Mourão disse que Jair Bolsonaro “se expressou mal” na rede nacional de televisão e que a posição do governo é a de quarentena severa e geral.

É, foi “erro de redação” dizer que as escolas e o comércio tinham de funcionar, não é, general?

Já logo aparecem os “epidemiologistas” da equipe de Paulo Guedes, seguindo a “teoria Trump” e dizem que no dia 7 tudo poderá começar a voltar ao normal.

Base científica? “Eu acho que as empresas querem”.

O ministro da Saúde, que tanto apoio recebeu, vai se revelando um poltrão, e até a abertura das igrejas – que sacerdotes e pastores lúcidos condenaram – defende, como se Deus estivesse com uma destas raquetes elétricas, destruindo todos os vírus que circulam em aglomerações.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, foi ao ponto, ao dizer que “Bolsonaro mudou de postura por pressão de investidores da bolsa”.

“Acho que a gente tem que sair desse enfrentamento sobre abrir ou não abrir, sair do isolamento ou não sair, porque isso nada mais é do que a pressão de milhares de pessoas que aplicaram seus recursos na Bolsa, acreditaram no sonho, na prosperidade da Bolsa a 150 mil pontos. Ela está a 70 mil por vários problemas. E a gente não pode deixar de cuidar das pessoas porque as pessoas estão perdendo dinheiro na Bolsa de Valores”, disse.

É assim que estão querendo discutir as medidas preventivas, com base nos interesses econômicos.

O nosso país está entregue a uma camada de gente má, disposta a trocar vida por lucros.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

33 respostas

  1. ESTAMOS NAS MÃOS DE DELINQUENTES,INCLUA-SE NESSA IMORALIDADE OS MAIAS ,OS ALCUMBRES,OS TOFFOLIS DA VIDA QUE SÓ NOS —-PENETRAM—UMA E OUTRA VEZ, E PARECEM GOZAR MUITO COM ISSO.
    ATÉ QUANDO————————————— MASSA DE ESTRUME?????????????????????????———————————
    QUEREMOS VER NOSSOS PAiS ,ANTE-PASSADOS MORRENDO DE GRAÇA???: POR CAUSA DE UM FILHA DA PUTA TRAVESTIDO DE PRESIDENTE?????????????????????????????????????????ATÉ QUANDO BRASILEIROS COM—-CULHÕES—-?????????????
    ou não tem nenhum????

  2. A crueldade do mercado e seus fantoches é verticalizar o isolamento enganando o povo com estatística de que 95% das mortes por COVID-19 são de pessoas de 55 anos para cima. Assim, escondem que taxa de mortalidade por faixa de idade não significa imunidade da faixa menos afetada por morte, pois também vão adoecer e abarrotar o sistema de saúde dos corredores às UTIs. Nos Estados Unidos o sistema de saúde está em colapso na Califórnia, NY e outros, imagine como será no Brasil. Muita gente também vai morrer sem ter COVID-19 porque o sistema estará cheio de infectados de todas as idades e vai precarizar mais ainda o atendimento de outros casos. Eles estão pagando para ver o caos e verão.
    Crueldade por dinheiro apoiada por gente mesquinha da pior espécie.

  3. Estudo chinês mostra que a hidroxicloroquina não faz diferença nenhuma no tratamento de COVID-19. Deu na folha, no bloomberg, em toda a parte… ainda não é conclusivo, mas foi o primeiro estudo controlado, ou seja, o primeiro que não é chute, com parte do grupo recebendo o placebo sem saber… TODO o resto antes tinha sido estudos sem controle e in-vitro. Bozo e Trump deviam pedir para sair… que nem no “tropa de elite” que o palhaço gosta tanto

  4. Acreditar que o ministro da saúde era “diferente” do resto desse desgoverno, é o tipo da ilusão que a esquerda precisa abandonar. Chegaram a dizer que ele já havia “colocado o Bozo no bolso”. Uma ingenuidade que só pode ser explicada pelo desespero de ver tanta insanidade no comando do país.

    1. Mandetta (UNIMED) elegeu-se pelo DEM para representar as corporações privadas (planos de saude, etc.). Alçado ao cargo de Ministro da Saude por Bolsonaro, não deve ter mudado seus objetivos. Radicalmente contrário ao programa Mais Médicos, apoiou o impeachment de Dilma Rousseff, a deforma trabalhista e a PEC do teto de gastos publicos.
      Mandetta entrou de gaiato no navio e tentou assumir o comando em meio ao maremoto do coronavírus. Impressionou muita gente nos primeiros dias, mas o capitão bêbado tirou-lhe o quepe para mostrar quem é que desmanda nesta joça: o deus mercado e suas corporações, tais como a Unimed, por exemplo.

    2. Confesso que por uns dias, de tanto ouvir elogios a ele, pensei que o Mandetta pudesse ser alguém sensato.
      Mas depois percebi que era só uma ilusão de ótica. Até um pacote de fubá parece inteligente quando ele está cercado de gente como o Bozo, o Weintraub, a Damares, o Ernesto Araújo e outros.

  5. Por pressão da Bolsa, se quebrar a quarentena, quem vai quebrar depois será a bolsa. Quebrando a quarentena por completo, morrerão 4 milhões de velhinhos de um total de 25 milhões que somos. Não terá cemitério ou crematório que dê conta. Seremos enterrados em valas comuns, junto com muitos profissionais da área de saúde. A bolsa, bem a bolsa vai implodir.

  6. E o pobre de direita servindo aos interesses dessa elite rentista sem nem desconfiar. Quando Rodrigo Maia é um dos mais sensatos em qualquer assunto, é porque o negócio tá feio mesmo.

    1. o PIOR pobre de direita é o que serve a POLICIA MILITAR, civil e forças armadas ..só no BRASIL temos um milhão deles ..PQP ..ignorantes, radicais ..e ARMADOS

  7. será que alguém razoavelmente sadío acredita nessa bosta de deus???o cara está sendo usado para condenar a morte um monte de COITADOS que ainda acreditam nessa falácia.Ele pode ser fantástico,único ,omnipotente,omnipresente,mas ,permite a TORTURA, O MASSACRE,dos inocentes,??????????????????e por qué não, os dos CULPADOS??????

    PENSE
    PENSE
    PENSE
    (mais uma mentira das elites)

    1. Deus não existe, ou, pelo menos, não é este ser tão onipotente, oniciente e bondoso que dizem. Basta dar uma olhada por cima em momentos da história para colocar mesmo em dúvida tudo que dizem as religiões. Deus não moveu uma palha para proteger: gente inocente que era queimada viva na Inquisição; mais de 70 milhões de nativos das Américas durante a colonização; milhões de judeus durante o holocausto; milhões de africanos desde a colonização da África; milhões de pessoas em 2 guerras mundiais; centenas de milhares de pessoas, inclusive bebes e mulheres grávidas, nos ataques atômicos contra populações civis no Japão… Esta lista pode ser aumentada com muitos outros fatos. Melhor nem acreditar em Deus. Diariamente temos motivos para crer que não existe nenhuma força sobrenatural a nos proteger. Estamos por nossa conta no mundo, no universo.

      1. Carlos, sou ateu. Mas precisamos ter cuidado, neste momento, para não atacarmos desnecessariamente os aliados do gênero humano. A igreja católica tem provavelmente a maior rede de assistência social do mundo. Alguns dizem, por exemplo, que se ela saísse da África, a saúde da população iria pra o brejo. Não gosto de várias dessas instituições, mas fazem sempre alguma coisa. E se vc se der ao trabalho de pesquisar um pouquinho verá que verdadeiros heróis estão dando seu tempo e mesmo sua vida em prol dos outros neste momento tão difícil que vivemos. Quanto à inquisição, permita-me sugerir-lhe não avaliar fatos acontecidos há séculos com os pesos e medidas de hoje. Todos os tribunais da Europa, sem exceção, praticavam a censura, inclusive mutilando, coisa que a inquisição, em princípio não fazia. Crime contra o rei era crime de lesa majestade, contra Deus, crime de lesa majestade divina, portanto puníveis com a morte, geralmente com suplícios. Eram os tempos, gostemos ou não. No futuro, tb seremos condenados com os pesos da época. Paciência. E quanto aos judeus e contra o nazismo, moveu sim. Nem sempre a instituição, mas, por exemplo, conventos e igrejas no Vaticano ficaram lotados de judeus ali escondidos. O futuro Papa João XXIII, o clero francês (não tanto o alto clero). Paralelamente, a igreja católica tem verdadeiros gigantes em sua história: Paulo Apóstolo, Inácio de Loyola, Antonio Ruiz de Montoya, Bartolomeu de las Casas, Padre Ibiapina, no nordeste brasileiro e tantos outros. Claro, é preciso vê-los com os olhos do seu tempo. E temos também os João Paulo II, a renovação carismática, ou seja, a religião ópio do povo. Teilhard de Chadin dizia que “Deus é autor de uma criação”, o seja, se houvesse um Deus e ele estivesse a toda hora interferindo por aqui com milagres e coisa e tal, estaria sendo um ditador, não respeitando nossa liberdade, inclusive de fazer o mal. Um abraço

        1. Nestes últimos dias me cansei de manter postura conciliadora, mais ou menos isso. Algumas pessoas ligadas a religiões fizeram coisas importantes para pessoas e sociedades graças a seus valores éticos e de humanidade. Fariam coisas boas independente de seu campo. Esta pandemia poderia ser uma oportunidade para incentivar o questionamento às religiões, tentando não desprestigiar religiosos que fazem realmente o bem.

        2. Você com essa conversa não me parece ateu, pois quem é ateu não escreve “deus” com d maiúsculo. Se a igreja tem a maior rede de assistência social do mundo, tb é uma das maiores fortunas do mundo, ganha à custa dos milhões de crentes, muitos obrigados a ser sob pena de serem mortos se o não forem. Por isso os cristão novos, que não se quisessem converter a fogueira esperava por eles. Nas outras religiões era a mesma coisa. Hoje temos além dos evanjegues, as milícias, só que estes pouco valor dão aos cultos, têm outro tipo de persuasão. Se a inquisição não mutilava, era porque simplesmente matavam, e com requintes de malvadez. Sem dúvida que a religião, todas elas, são o ópio do povo, não tenhamos dúvidas disso, e basta ver/estudar, quais são as suas presas predilectas. Será que você acredita, que os grandes dignitários das igrejas, acreditam em deus? Claro que não, caso acreditassem nunca fariam as sacanagens, que fazem aos seus rebanhos, de gado mesmo.

          Tenho lido muitos comentários seus em que tenho estado de acordo, mas neste não. Um abraço de longe que o covid-19 anda aí.

      1. Nem vai mexer, ele não sabe jogar xadrez. Quando é que o homem, de hoje, com os conhecimentos que a ciência nos dá, vai deixar de acreditar em deus? Já deixámos de acreditar no “papai noel” está na hora de deixar de acreditar no patrão dele. Pensem, mas PENSEM, foi o homem que criou deus, e não o contrário, sem homens deus nunca teria existido.

    2. Aqui um trecho de poesia de Alberto Caeiro (heterônimo de Fernando Pessoa) com o qual eu concordo totalmente.

      Não acredito em Deus porque nunca o vi.
      Se ele quisesse que eu acreditasse nele,
      Sem dúvida que viria falar comigo
      E entraria pela minha porta dentro
      Dizendo-me, Aqui estou!

      Mas se Deus é as flores e as árvores
      E os montes e sol e o luar,
      Então acredito nele,
      Então acredito nele a toda a hora,
      E a minha vida é toda uma oração e uma missa,
      E uma comunhão com os olhos e pelos ouvidos.
      Mas se Deus é as árvores e as flores
      E os montes e o luar e o sol,
      Para que lhe chamo eu Deus?
      Chamo-lhe flores e árvores e montes e sol e luar;
      Porque, se ele se fez, para eu o ver,
      Sol e luar e flores e árvores e montes,
      Se ele me aparece como sendo árvores e montes
      E luar e sol e flores,
      É que ele quer que eu o conheça
      Como árvores e montes e flores e luar e sol.

  8. ATÉ AMANHÃ, ESPERANDO QUE ALGUÉM ESTEJA DISPOSTO A ACREDITAR QUE TODO PODE SER DIFERENTE
    ,SEM ESPERAR QUE OS —-OUTROS —=FAÇAM—— O QUE NÓS DEVERÍAMOS —-FAZER–

    A MORTE É UMA CERTEZA ,
    ALGUÉM DUVIDA DISSO????????????????????????????

  9. Daqui a pouco vão dizer que o golpe foi erro de redação, que a eleição de bostonaro foi erro de redação, que a condenação de Lula foi erro de redação…

  10. Caro Brito, não é “camada de gente má”, é sim, uma CAMBADA DE FILHOS DA PUTA DESGRAÇADOS E COVARDES .

  11. Só lembrando: Mandetta é DEM, o partido do latifúndio e das forças mais reacionárias do país. Durante os governos do PT, votou sistematicamente contra todas as ações afirmativas em favor dos excluídos e abandonados, inclusive o Mais Médicos e foi muito importante para o golpe e apoia o desqualificado. Ou seja, Mandetta e seu partido são literalmente inimigos do povo brasileiro.
    Quer saber como pensa o latifúndio? Entre na seção FALA PRODUTOR, do blog Notícias Agrícolas

  12. A crise de 2008, minúscula perto desta, foi do setor financeiro e afetou um pouco a economia produtiva. Esta crise, massiva, é do setor produtivo, do qual a economia financeira depende para fazer as suas mágicas e pregar as suas mentiras. Vai durar e levará a economia ao fundo do poço. A economia financeira vai sobreviver? Não, mas a produtiva vai. É só recomeçar a trabalhar. Desmascarada, as pessoas vão permitir a volta do casino das bolsas e esta enganação de “mercado financeiro”?

  13. Tudo podre e contaminado há muito tempo. Desde o vírus Aécio Neves. Ou desde o vírus do Ipiranga? Tenho dúvidas…

  14. Dinheiro versus Vida

    Estamos vendo uma batalha decisiva de Money vs. Life. Mercado seria uma palavra inadequada, é mesmo Dinheiro versus Vida. Se admitirmos e entendermos esta guerra, tudo, até os menores pronunciamentos de qualquer pessoa pública, passam a fazer todo o sentido. Como diz o artista e pensador Rob Urie no recente e genial artigo “O Vírus e o Capitalismo”, https://www.counterpunch.org/2020/03/20/the-virus-and-capitalism/ em tempos normais o capitalismo funciona com má governança normalizada, priorizando o dinheiro e deixando a saúde pública em nível mínimo para garantir as mortes de pessoas dentro de patamar politicamente aceitável. Isso em tempos normais.

    “Durante tempos “não normais”, uma hierarquia de privilégios é acionada. Primeiro, salve a riqueza dos ricos através de resgates. Segundo, garanta os direitos das empresas de lucrar com uma catástrofe. Por fim, deixe as pessoas morrerem em um ritmo politicamente aceitável.”

    Mas o advento de uma super-pandemia força reflexões recalcadas e proibidas, e traz para primeiro plano a questão da morte das
    pessoas. E as pessoas começam a morrer sob holofotes que não podem ser apagados, e dentro de um ritmo politicamente inaceitável.

    “E os chefes corporativos que tentam extorquir lucros de pessoas doentes e moribundas expõem a dinâmica de classe pela qual os ricos enriquecem – tornando os pobres mais pobres. O risco para os ricos é que a lógica da guilhotina comece a fazer sentido. O risco para o resto de nós pode ser contado nos doentes e moribundos.”

    E é assim. Diante da fúria da pandemia, todos os governos do mundo estão optando pela vida e não pelo dinheiro, e isso parece que irá, de um modo ou de outro, mudar o capitalismo. Os governos quebram sem titubear a norma hierárquica fundada desde o nascimento do capitalismo, e reforçada pelo neoliberalismo.

    Nessa lógica, de guerra entre o Dinheiro e a Vida, é que deve ser entendida a desesperada tentativa de reduzir a importância da pandemia pelo governo Bolsonaro, em uma cruzada solitária pela defesa intransigente e inútil do Dinheiro e não da Vida

  15. uma hora atrás edited
    Tá rodando nos youtube da vida o discurso enunciado com calma, articulado, de um moço bem apessoado, que se auto-declara milionário, defendendo o “lockdown” horizontal como alternativa à quarentena. Falar na língua do patrão é tão elegante, dá aparência de seriedade acadêmica. Afinal, como Jessé Souza mostra nos livros dele (A Elite do Atraso e A Guerra contra O Brasil), somos “brainwashed” desde a infância com a afirmativa de que somos moleques malandros e indolentes, além de ignorantes, e que os americanos brancos e religiosos são honestos, industriosos e inteligentes e não são corruptos. Bem, voltando ao moço bem-falante, ele alega que haverá um aumento da violência com as demissões e a impossibilidade de os que vivem de biscates e subemprego (flanelinhas, vendedores de sinal de trânsito, pipoqueiros) auferirem alguma renda. Essa é curiosa: a esquerda sempre denunciou a miséria como causa básica da violência e a direita sempre apostou na repressão (“bandido bom é bandido morto”). Agora, de repente, estão condoídos com a desigualdade abissal que aqui vigora desde a Colônia (portuguesa! ser Colônia dos americanos é outro nível!…!). A peça de propaganda, verdadeira psi ops de guerra híbrida, apresentada como reflexões serenas de um milionário com consciência social, apresenta, como argumento a favor do fim da quarentena, a constatação de que na Itália (ah, as Oropas de gente loura e civilizada…) a renda média é superior à do Brasil, é um país com infra-estrutura e recursos, e que PORTANTO não se pode querer aplicar aqui a quarentena que lá aplicaram (aliás com atraso, quando a pandemia explodiu – mas isso ele não diz). Ora, isto é uma falácia dita com cara séria e bons modos. Pois o vírus contamina qualquer população, independente do nível de riqueza ou miséria. O que funciona – como funcionou na China – depende apenas de se impedir ou minimizar a dinâmica de contágio. O argumento do rapaz é tão absurdo quanto se ele dissesse que ventiladores mecânicos são caros e que só no “1° mundo” se justificaria seu uso. Com um presidinte de baixo nível de inteligência, desagregador, que vive gritando seus delírios, a fala do rapaz é um contraponto de serenidade e aparente bom senso. É tudo propaganda, bem feita e cheirosa. Mas não é verdade. As autoridades médicas do mundo todo falam em quarentena porque estão preocupadas em salvar vidas. O pessoal da bufunfa não quer que a Bovespa quebre por conta da desorganização econômica. Esta pode ser enfrentada com as medidas que tanto Trump quanto Putin estão anunciando: apoio financeiro às pequenas e médias empresas, garantia de renda ao assalariado. Trump não é o ídolo do demente que a direita cheirosa do PSDB e do DEM preferiu? Putin, horror dos horrores, além de russo, propôs ao Parlamento a taxação de grandes ativos financeiros para bancar a ajuda aos empresários. Se alguém propuser isso aqui teremos uma derrubada (outra) do governo. Fiquem atentos, guerra híbrida pelas redes é esse vídeo.

  16. Pior que as opiniões de IDIOTAS desse tipo, foram os 57 milhoes de votos- de incautos, de oportunistas e canalhas endinheirados e de otários- dados à eles

  17. Deus é CRIAÇÃO dos homens, não o contrário. Se não existissem homens, deus não existiria, nenhum animal precisa de deus, para viver, só o homem porque como pensa, mas pouco, que pensar muito cansa, assim como estudar, precisou de arranjar algo para ter uma escapatória para as suas incertezas, e ignorância. Enquanto procurarmos, a solução dos nossos problemas, fora do conjunto dos humanos, estamos a perder tempo e infelizmente vidas. Eu sou a favor da frase “é proibido proibir”, mas vendo a “merda”, que as igrejas estão fazendo, parece-me que vou abrir uma excepção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *