Viu, Bretas? Juiz “celebridade” acaba por dar nisso…

bret4

Monica Bergamo, na Folha, mostra, afinal, que o nosso Rambo de Toga, Marcelo Bretas, não se interessa apenas por brinquedos brutos como fuzis. Vê-se que o apartamento onde mora – que, segundo a colunista, “já apareceu em uma revista de arquitetura e design de interiores” – tem mimos muito mais delicados.

Honestamente, não acho que – em condições normais de temperatura e pressão – alguém tivesse algo a ver com o apartamento de Bretas & Bretas. Nem sequer é incompatível com o que podem comprar as rendas de um casal de juízes que – mesmo cheios de lamúrias quanto ao que ganham – depois de 20 anos recebendo muito neste país de pobres.

não fico, porém, ao contrário do que fazem ele e sua trupe moralista, acusando-o de ter comprado o imóvel com favores ou querendo saber quem custeou a reforma projetada pela decoradora  Geisa Fraga Hartmann, que o deixou, segundo os diálogos transcritos por Monica, “so beautiful and peaceful”.

Bretas, porém, está provando doses do remédio que costuma aplicar como juiz: a exposição desabrida dos “sinais  exteriores de riqueza” como forma de chocar a opinião pública e fazer do exposto um condenado.

Num lance de sorte, caiu-lhe nas malhas um peixe grande, gordo de riquezas e aspecto asqueroso: Sérgio Cabral. Pronto: estava aí a chance para o que parece ser o projeto de vida de uma alta classe média brasileira: a chance de aparecer, de brilhar nos salões.

A ela, Bretas, seguindo a esteira de Sérgio Moro, agarrou-se com unhas e dentes. Deu entrevistas  louvando a Deus e a si, citou a Bíblia , foi ao cinema de tapete vermelho, elevado à honra de andar ao lado e oferecer pipocas ao seu herói. E, embalado no glamour numa autopromoção que, cuidadosamente, em Curitiba era feita pela mulher do “ídolo”, resolveu ele próprio “acontecer” no Twitter.

Durante meses, foram só glórias, elogios, convites, reverências.

Mas então, naquele fiapo que sempre fica de fora, como ficam os pés na plumagem do pavão, surgiu a história do “auxílio-duplex” para a ele e à mulher, por gulosamente requerido aos colegas, que foram rápidos e prestimosos em atendê-lo.

E então, bastou puxar um pouco, vieram as entranhas do puritano, do moralista, veio o interior faustoso do barril de Diógenes com que se apresentava à procura de homens honestos…

Pronto: Marcelo Bretas vai arder na fogueira de vaidades que, como o mestre Savonarolla, apressou-se em acender como prova de sua falsa honra franciscana.

Como sou neto de nordestinos, talvez fique mais claro no verso de Geraldo Vandré: “é a volta do cipó de aroeira no lombo de quem mandou dar”.

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

37 respostas

  1. … Falando nos nazigolpistas togados “moralistas sem moral alguma” do time do ‘cumpadi’ & “adÊvogado” gebran do ‘mor(T)o’ do “juizeco Tretas da Bíblia”….

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    CÚPULA DO JUDICIÁRIO RECEBE AUXÍLIO-MORADIA MESMO COM IMÓVEL PRÓPRIO

    Donos de um dos mais altos salários da República -R$ 32.075-, 26 ministros de tribunais superiores recebem dos cofres públicos auxílio-moradia para viver em Brasília, apesar de terem imóveis próprios na cidade; cada um deles tem o contracheque engordado todo mês em R$ 4.378 de auxílio para morar, sendo que alguns têm em seus nomes mais de uma casa em pontos nobres de Brasília; o vice presidente do STJ, Humberto Martins, que nesta semana negou um habeas corpus ao ex-presidente Lula está entre os que recebem o auxílio-moradia e, ao mesmo tempo, são donos de imóvel próprio em Brasília.

    1 DE FEVEREIRO DE 2018

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/247/brasilia247/339849/C%C3%BApula-do-Judici%C3%A1rio-recebe-aux%C3%ADlio-moradia-mesmo-com-im%C3%B3vel-pr%C3%B3prio.htm

    1. … Entendendo mais um pouco esta “tchurma”!

      ***

      Para desembargador, Lula é culpado porque não tinha dinheiro para comprar triplex.
      Por Kiko Nogueira
      31 de janeiro de 2018

      (…)
      Mas coube ao revisor Leandro Paulsen levantar a bandeira do preconceito de classe disfarçada em senso comum com toques de sandice.
      (…)

      FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.diariodocentrodomundo.com.br/para-desembargador-lula-e-culpado-porque-nao-tinha-dinheiro-para-comprar-triplex-por-kiko-nogueira/

  2. Fernando Brito,
    penso que o texto é sempre uma tentativa de desvelar uma ideia. Que maravilha! Pode ouvir (os aplausos)?
    Abç
    Joaquim

  3. Cadê as vagabundas ?
    Arnestinha, Kawarinha, Lulinha, Alícia, Igorzinha, Lula …etc.
    Cadê vocês , felas da puta ?

  4. … Bretas, “DD playboy de porta de igreja”, ‘mor(T)o’… Evangélicos?
    Só se for da igrejadoCUnhadoMT.com !

    1. … Bretas, isto é que é “mansão triplex”!
      E no Rio de Janeiro!
      Não naquela porcaria do Guarujá!
      Litoral de São Paulo, “vejam só”!

      1. … ô paulsen revisor do golpe jurídico vagabundíssimo na espelunca TRF-4 puxadinho do Projac da Globo do FIFAgate, fique tranquilão: o seu coleguinhas “Tretas da Bíblia” é ungido por Deus!
        O Tretas tem dinheiro à beça para comprar quantos triplexs quiser e bem enetender!
        Idem para “ocê”!
        Viva os fura-teto!
        “Rebanho” de infames lesa-pátria!

        1. Ajustes:

          … [Lenadro Paulsen] fique tranquilão: o seu coleguinha “Tretas da Bíblia” é ungido por Deus!
          O Tretas tem dinheiro à beça para comprar quantos triplexs quiser e bem entender!

          1. ajsute desprezível

            [Leandro Paulsen] (… em vez de ‘[Lenadro Paulsen]’…)

  5. Figuras grotescas, nababos e arrivistas da pior espécie, falsos moralistss, santos do pau oco, provincianos, turba predatória e violenta. Esses tipos são como uma mistura de chiuahau com um basset frisson, cães de guarda e de estimação de uma oligarquia brutal.

  6. Esta é a nova face do judiciário brasileiro. Abusam do poder que lhes foi dado para que cumprissem e fizessem cumprir um contrato social que foi feito e firmado por todos os brasileiros, para tomarem o partido de alguns em detrimento de outros, que são a grande maioria. Não apenas tomaram partido, mas querem imitar em suas vidas pessoais aqueles aos quais resolveram servir oferecendo o sacrifício da integridade de suas profissões, e desequilibrando perigosamente a vida política e social do país. Transformaram-se em caso sério que deverá ser profundamente debatido quando se fizer uma séria reavaliação de nossa constituição.

    1. … Será o início?

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      O incrível caso do homem que escapou do juiz Sergio Moro
      Moro, Dallagnol e o TRF4 já estiveram juntos num caso que será julgado em breve como exemplo de abuso da Justiça

      DANILO THOMAZ| DE PUNTA DEL ESTE
      31/01/2018 – 08h02 – Atualizado 31/01/2018 12h03

      (…)

      FONTE, pasme: http://epoca.globo.com/politica/noticia/2018/01/o-incrivel-caso-do-homem-que-escapou-do-juiz-sergio-moro.html

  7. Quando recebo algum tipo de corrente daquelas contra políticos, não entro. Antes de moralizar os políticos, é preciso moralizar o judiciário. O judiciário me faz pensar naqueles nobres que tinham todos os privilégios, enquanto o povo se ferrava. Não temos uma nobreza de sangue, mas temos, sim, uma casta à qual se ascende através de concursos e que depois, usando todo artifício, consegue com que seus filhos também façam parte dela, preparando-os, desde cedo, para prestar concursos e contando com alguma ajudazinha dos amigos nobres quando necessário. Se a caixa preta do judiciário for aberta, a revolta será enorme. E não se trata de revelar ilegalidades. Só o que eles conseguem à custa de leis feitas para favorece-los já é revoltante.

    1. Lula foi dizer que era preciso abrir a caixa preta do judiciário e deu no que deu. Ele está pagando só por ter anunciado. Mas, nós, o povo brasileiro, vamos promover essa devassa e desmoralizar de vez essa casta de malfeitores.

  8. Depois de Lula condenado, os juízes perderam a utilidade. Agora vão ser postos de volta aos seus tribunais.

  9. Que devolva centavo por centavo do que recebeu em duplicidade e que responda por improbidade administrativa, assim como deve responder por improbidade administrativa quem concedeu o benefício em duplicidade.

    1. Kkkkkkkkk kkkkkkkkk kkkkkkk piadaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
      Deixa eu ri mais um pouquinho kkkkkkkkk kkkkkkk kkkkkkk kkkkkkk
      #fingindoseisentao

  10. E com o torquemada das araucárias e com a trinca de nazifascista patéticos do TRF4 acontecerá o mesmo, em breve, de forma ainda mais vergonhosa. Esse bandidos de toga da Fraude a Jato não perdem por esperar. Com os procuradores bandidos, de que dartagnan propanolol e carlos cu-de-frango são os exemplos mais conhecidos, acontecerá algo semelhante. Demóstenes Torres, Pedro Taques e joaquim Barbosa não me deixam mentir; há poucos anos eram eles os paladinod da moral e da justiça. Usados como laranjas de que se extrai o suco, hoje são bagaços desprezíveis, marcados pela infâmia, apesar de ainda embolsarem gordos vencimentos da viúva.

  11. O ataque a Bretas não é por seus pecados, comuns a muitos ou quase todos seus colegas. O ataque é um chega prá lá para quem está como numa cena de novela tentando ser mais que os ‘astros’ escolhidos para o elenco. Quem não lembra do personagem de O convidado bem trapalhão? Até a mulher de Bretas exibe uma imagem semelhante à atriz global que viveu o personagem da delegada que levou o reitos Cancellier ao sucídio. São imagens que circulam demais em momentos estratégicos e acabam com as próprias estratégias semióticas do golpe.Numa versão da luta de classes, as castas não perdoam quem não reconhece seu lugar. O brilho e os holofotes devem estar nos sul nas figuras dos Eliot Ness Moro, DD, Carlos Fernando (o que vai ganhar dinheiro com segredos adquiridos na farsa jato) e que tais.

  12. Quando perceberem de verdade a volta do cipó , Maiami vai ficar pequena ou vai faltar apartamentos para juízes . Só que não a maioria deles já tem , o último a comprar foi Joaquim Barbosa . ex presidente do STF.

  13. Ou muito me engano, ou este apartamento fica na Av Ruy Barbosa. Talvez o IPTU mais caro do Rio de Janeiro.
    Provavelmente fora do alcance de quem ganhe o teto constitucional, para compra.
    Corrupção também significa descumprir regras em seu favor.
    No caso dos juízes e dos procuradores federais isto se dá com respaldo legal, dado por eles mesmos (espírito de corpo)!
    Atos assim legalizados deixam de ser corrupção? No sentido LEGAL, sim. Moralmente…
    Isto não é um ataque à justiça, antes que queiram interpretar assim. É só uma constatação.

  14. O país que eu quero não tem juiz moralista e imoral. Além, é claro desta globo bandida e deste stf mais que apequenado.
    Assim não há como ter democracia.

  15. É CORRUPÇÃO SIM !!!!!!!,ESTES PENDURICALHOS QUE ELES SE AUTO-CONCEDEM.
    DEVEREMOS DAR UMA BELA MEXIDA NESSA CONSTITUIÇÃO PARA ACABAR COM AS CASTAS .
    TIVESSEM DEIXADO OS PTS NO GOVERNO,MUITO PROVAVELMENTE CONTINUARIAM A TER ESSES PRIVILÉGIOS BANCADOS PELO POVO.
    FICARAM EXPOSTOS,AGRADEÇAM AO GOLPE DE QUE FORAM CÚMPLICES,AO MORO E O GILMAR ,OS DELINQUENTES EGOCÊNTRICOS QUE ADORAM SE EXIBIR NA FRENTE DE UMA CÂMERA.
    FODAM-SE !!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.