Zambelli faz a caveira de Moro

Kiko Nogueira, no Diário do Centro do Mundo, acerta em cheio: por mais desprezível que seja a médium policial e deputada Carla Zambelli, nem ela merecia ter um padrinho de casamento com o caráter – ou a falta dele – de Sergio Moro.

Falar hoje, gratuitamente, que “mal conhecia” Zambelli e que aceitou o convite para ser seu padrinho de casamento, agora que rompeu com Bolsonaro, é coisa de alguém que não tem a menor âncora moral.

Aceitou, quando lhe interessava ficar “amiguinho” do entorno bolsonarista e chegou a fazer a ela um “elogio” de péssimo gosto em qualquer lugar, menos neste antro de bárbaros: dizer que ela merecia uma medalha de “caveira honorária”, depois de brincar falando que não sabia se poderia falar no casamento de um maçom.

Zambelli devolveu hoje, nas redes, a divulgação das mensagens privadas entre eles que Moro forneceu ao Jornal Nacional, afirmando que “há os mentirosos e há os cínicos” e dizendo que está em dúvida sobre em qual categoria o ex-ministro se encaixa.

Nas duas, deputada. E não raro em sua companhia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. Em briga de bandidos, quem para pra ver leva bala perdida. Por isto, nem olho notícias sobre estes dois marginais. Na contenda entre os dois, fico ao lado da briga.

  2. Por favor, aconselhem LULA que ele é muito grande, um estadista, para querer se apequenar num debate com um cachorro morto como o ex juiz seu algoz. E com o procurador da empresa de palestras, nome de purgante.
    O que precisamos é que o Tacla Duran tenha condições de dizer à justiça, tudo que sabe a respeito da turma de Curitiba.

  3. Por favor, aconselhem LULA que ele é muito grande, um estadista, para querer se apequenar num debate com um cachorro morto como o ex juiz seu algoz. E com o procurador da empresa de palestras, nome de purgante.
    O que precisamos é que o Tacla Duran tenha condições de dizer à justiça, tudo que sabe a respeito da turma de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.