50 mortos, 200 feridos. E será que o horror de Las Vegas para por aí?

gunman

Segundo a edição online do NY Times, já são mais 50 mortos no massacre provocado, em princípio, por um atirador solitário em Las Vegas, durante um show de música country.

Como há ao menos 200 feridos, é de supor que o número de mortes ao final  de tudo será ainda maior.

Como se sabe, 50 americanos mortos – e sempre se lamenta a morte de seres humanos – tem uma equivalência política de 2 ou 3 mil corpos em outras partes do mundo.

Carne humana para alimentar a histeria trumpista.

O crime ocorreu com o uso de um fuzil automático, arma que pode ser vendida ao público em vários estados norte-americanos. No estado onde ocorreu o massacre, Nevada, pode-se comprar até cinco deles.

E que, aqui, como se não bastassem os ilegais que temos, há gente querendo dá-los aos “homens de bem”, como, ao que parece, era o caso do atirador de Nevada.

Até agora, o presidente Donald Trump não se manifestou, nem por seus famosos tweets.

Num deles, ontem, desqualificou  seu próprio Secretário de Estado, Rex  Tillerson – que anunciara uma tentativa de  reabrir o diálogo com a Coreia do Norte –  dizendo que este estava “perdendo seu tempo”.

Alguém aí que apostar cinco centavos se o massacre de Los Angeles não vai servir para a escalada belicista na Coreia?

O cheiro de guerra está cada vez mais forte, infelizmente.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

17 respostas

  1. O maior problema no momento é que o Trump encontra-se acuado e governantes nesta situação, não raro arrumam um problema externo para sair do foco.

  2. Acabo de assistir a um vídeo publicado no Correio Braziliense. Estava o local repleto de gente assistindo a um show Country, parte de um festival que vinha acontecendo. O Cantor prossegue cantando quando alguém diz pra ele se baixar. Vê-se a multidão em agonias com os tiros em série, que mostra ser de uma arma poderosa, mas as pessoas primeiro pensaram tratar-se de fogos de artifícios.
    E dessa vez o terrorista inovou. Preparou o ardil dentro de um quarto de hotel, e de lá fez os disparos.
    O assassino foi morto, e a polícia procura sua acompanhante.
    São crimes muito covardes, e nenhuma nação está livre desses monstros.
    Sem dúvida, a venda indiscriminada de armas, facilita muito a vida dos selvagens, e compromete os inocentes.

  3. A estupidez de um lunático não tem explicação, mas serve também como reflexão que quando as mortes de inocentes são em países do primeiro mundo há uma comoção generalizada, mas todos os dias, mesmo agora no Oriente Médio, na Síria, Afeganistão, Iraque ou na África estão sendo assassinadas centenas de pessoas, mas isso não conta , não são seres humanos, não sentem dor e medo. Se mataram 50 em Las Vegas, aqui no Brasil serão assassinadas no dia de hoje, muito mais do que isso, e tal fato não escandaliza e nem gera manchetes.
    Mas se o Lunático do Trump se envolver numa guerra nuclear com a Coréia, a previsão é 1/5 da humanidade vai desaparecer ou sofrer sérios danos. O Mundo jamais será o mesmo.

  4. Com o fim das guerras Afeganistão e Iraque esses soldados voltam para casa e não sabe fazer outra coisa a não ser atirar. Tem diversos depoimentos de ex-combatestes marines EX: chris Tyle executou de longe mais de 160 iraquianos que ele nem conhecia . Tem um que bateu record de mais de 400 no Iraque e Afeganistão. Com a volta para casa esse cidadão não sabe fazer outra coisa a não ser atirar. Não tem sala confinada, ar condicionado, internet e paisagismo verde e tratamento psicológico. Estados Unidos estão em 2 fronts fora as bases estacionárias e as móveis ( no caso das frotas). É potencia e como tal, só sabe guerrear OU AGITAR países pobretões para vender seus ARMAMENTOS E TECNOLOGIAS DE SEGURANÇA. Na Somália, anos 90, vendia armas para um lado e o que não comprava eles jogavam de graças ( B-52) para se destruirem. É potencia o resto é conversa.

  5. 50 mortos, 200 feridos, um cara solitário atirando? quem acredita nisso, acredita em qualquer coisa.

  6. É como diz um amigo meu: O Capeta mora lá . E agora saiu do inferno pra assombrar as pessoas.
    Infelizmente os EUA sempre viveu de guerra e quem vive da violência na certa será vítima dela. .

  7. Bom dia,

    se o povo Americano fosse gente eu sentiria a perda, mas dou mais valor a meu cachorro! Eles nunca vão aprender, portanto quero que eles se fodam-se….

  8. Problema deles. Por quantas mortes de pessoas de outros países os EUA foram responsáveis direta ou indiretamente só na última semana? Enquanto aquele povo estúpido não sentir na pele o mal que causa aos outros, nunca vai mudar de atitude. E aqui no brasil, quantas pessoas devem ter morrido estupidamente neste fim de semana?

  9. O Governo americano vive fuxicando entre vizinhos pra eles venderem armas pros dois lados. Vide ai a Coreia do Norte.
    Foi assim com o Iraque e o Iram!!

  10. Existem uns malucos por aqui no Brasil, que além de potenciais eleitores de Bolsonaro e que lêem Olavo de Carvalho, também são adeptos de uma certa “religião” chamada Escola Austríaca de Economia.

    Já que são tão amantes da “liberdade” do cada um por si, poderiam propor distribuir a todos brasileiros maiores de 18 anos um fuzil 762.

  11. É uma tragédia . Pelo jeito armados como são .Dua armas em média por família ,pelo visto não vai precisar da Coreia do Norte para destruí los . O inimigo está em casa .
    A grande briga dos americanos deve ser para curar se.

  12. É lamentável estes acontecimentos , fico pensando aonde fica o sentimento pelo os seres humanos ? ainda tem gente que defende , o civil comprar armas de fogo ! pra que ?

  13. A cobertura da grand mídia brasileira é uma lastima. Cobertura de mídia golpista vagabunda. Estes tiroteios de massa são alimentados pelo ódio e pela propaganda absurda corrente na mídia americana.
    A princípio este triste episódio que termina com a vida de dezenas de americanos inocentes, até o momento, não tem conexão com grupos nazifascistas internos americanos. Há dezenas espalhados pelos estados unidos.
    No Brasil se tem esta corrente nazifascista de grupos financiados inclusive pela plutocracia que gozam de certo status na mídia e dentro do próprio estado brasileiro.
    Há ainda Estados Unidos o comercio de armas promovido pelo lobby bilionário da NRA. É muito fácil comprar quase todo tipo de armamento. No Brasil a bancada da bala esta indo no mesmo caminho. O do Caos.

  14. A indústria da guerra fatura com a venda de armas. Para este gente vidas não tem valor nenhum. Mega corporações cujo principal negócio é matar.
    Não vai mudar nada na América.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.