A China parou

A decisão do governo chinês de prolongar o feriado do ano novo lunar – a maior data festiva do país – até 2 de fevereiro pode ainda não ser o pior dos mundos para a economia chinesa. Nos governos provinciais das áreas mais atingidas, a ordem de suspender os trabalhos em fábricas e escritórios já está valendo também para a próxima semana: 9 de fevereiro.

Aqui e nos países centrais – Reino Unido, França, Alemanha e Japão – as perdas das bolsas superam os 2% e o mesmo deverá acontecer do o centro do mundo financeiro, a Bolsa de Nova York, que tem uma baixa de 1,6% no premarket, o suficiente para “zerar” todos os ganhos de 2020.

Ao que parece, a euforia financeira ainda não fez “cair a ficha” do que significa a segunda economia do mundo – e a passos rápidos para ser a primeira – parar quase que completamente. Importações e exportações chinesas representam um quarto do comércio mundial.

Há muita gente dominada pelo “lacraísmo” – perdoem-me pelo neologismo de “lacrar” – dizendo que 2 mil pessoas na China de bilhões não é nada. Parem um minuto e vejam se o governo chinês ia colocar o país em polvorosa e parar sua economia se fosse uma “bobagem”. Está claro que a doença tem potencial explosivo para multiplicar-se centenas ou até milhares de vezes .

Todos os setores fortes na exportação experimenta fortes quedas na Bolsa, agora cedo: ferro e aço ( Vale, CSN, Gerdau, Usiminas) perdem perto de 5%, empresas exportadoras de carne, como a JBS e Mafrig caem 4%, mesmo índice das ações da Petrobras, com a queda do preço do petróleo que vem da provável retração da economia.

A imprensa brasileira, papando mosca novamente, ainda não se deu conta de que o fantasma da retração econômica apareceu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. A imprensa brasileira hoje é comandada por bancos, financeiras e fundos de investimento. Retardam até o último segundo notícias da área econômica, tentando evitar expectativas negativas. Bem diferente da época do PT, quando faziam questão de fazer manchetes negativas garrafais.

  2. Ou não caiu a ficha, ou o mercado está com muito medo do que pode acontecer, mas esconde, para não criar pânico antes da hora ou desnecessariamente, caso as coisas se resolvam rapidamente.

  3. A doença tem período de incubação (antes do surgimento dos primeiros sintomas) de 10 dias, durante os quais ela já pode ser transmitida, inclusive diretamente de pessoa a pessoa.
    Quer dizer que se alguém aparece doente você teria que identificar e colocar sob observação todo mundo que interagiu com essa pessoa nos últimos 10 dias. E colocar sob observação também todo mundo que interagiu com esses outros desde o contato deles com o paciente. E por aí vai.
    É prato cheio para uma pandemia global se as autoridades não agirem rápida e decisivamente. E com uma taxa de mortalidade até agora de quase 3%, uma pandemia iria resultar em um numero assombroso de mortes.

  4. Tenho uma desconfiança que os números divulgados pela China sejam muito maiores do que se anunciam para minimizar o problema frente à comunidade internacional.

  5. O que causa espécie não é ser ou não irrelevante o número de vítimas fatais. A questão relevante é a determinação espantosa com que a China resolveu combater a epidemia. Nessa situação, é melhor meter a viola no saco e esperar na beira da estrada que o gigante convalesça. Mas devemos aproveitar para dizer que, se gente da esquerda pensa que poderá imaginar planos políticos deixando de lado o Lula, é melhor que tire o cavalo da chuva e espere também na beira da estrada. Se a esquerda continua assim, ou vai desembocar na estrada de um desastre mortal chamado PPS, ou vai empacar novamente nos 15 por cento históricos que lhe foram reservados pela direita. Qualquer avanço sério da esquerda passa por convencer o máximo de eleitores de que os direitistas mentiram escandalosamente a respeito de Lula e do Partido dos Trabalhadores. Enquanto o povo não se convencer majoritariamente dessas mentiras, os inimigos do país deitarão e rolarão por aí, expondo seus dentes.

    1. É isso ai!
      O povo acha que quem o ferrou foi o PT. Pastantes e outras tribos não enxergam 1 metro à frente.
      As Esquerdas não dizem que foram os ricos e seus empregadinhos no serviço público e na privada. Falar isso é ilegal?
      Luta de classe escancarada e ninguém diz nada… QSFerrem!

  6. Para o Brasil, dose dupla: retração econômica alienígena desabando sobre uma economia doméstica combalida.
    Para piorar, sob comando de uma turma cujo único mantra são os cortes nos gastos públicos!

  7. 2020 vai ser um divisor de águas, apocalipse económico a pleno vapor, Esse vírus tem tudo para ser arma química.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *