A culpa que os generais carregarão

Na TV Afiada, esta semana, trato das culpas que carregarão os militares metidos neste governo pelo mal que estão causando pela sua cumplicidade com a criminosa postura de Jair Bolsonaro diante do que já está se tornando a hecatombe do corona vírus.

Sim, porque sem esta associação que Bolsonaro se sentiria autorizado a sair pelas ruas, incitando o povo a sair à rua, os comerciantes a exigirem a abertura das lojas, os loucos a pretenderem que a loucura impere. Tudo no momento que, de mil em mil ao dia, os brasileiros vão caindo doentes e já atingem os 6 mil as vítimas fatais desta tragédia.

Sim, tragédia, guerra cruel onde a coragem é comandar o entrincheiramento, a defesa, onde a valentia é a responsabilidade, onde a ousadia é lançar fora tudo o que possa por em risco a vida dos indefesos. Que somos todos, nós, diante do inimigo avassalador, ao qual esta gente se aliou, mandando os brasileiros morrerem na rua.

Quem deserta deste dever, é fraco. Quem dá suporte à loucura, é mais que isso, é cúmplice de uma insanidade que se espalha em tosse, em sangue , em morte.

E disso sairá indelevelmente manchado.

Há uma camada de generais, alojados em cargos, famintos de pequenos poderes e de grandes ambições, que é uma desonra aos brasileiros que deram suas vidas na Itália contra o nazismo. Esta entrega a vida de seu próprio povo, indefesa, aos delírios de poder de um psicopata, do qual creem estar se servindo, mas que de quem se tornaram, afinal, as babás de suas traquinagens mortais.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

23 respostas

  1. Parabéns pelo sucesso na TV Afiada. Em termos de comentário político, há pouquíssimos jornalistas no Brasil com competência igual.

  2. Irretocável, Fernando Brito. Acrescenta-se aí o fato de que o bozo está desesperado porque ele e seus filhos e talvez, alguns outros familiares, estão sendo ameaçados de morte pelas milícias e de perder o apoio pelos pastores evangélicos para forçá-lo a acabar com o confinamento, uma vez que com o comércio fechado nas suas bases eleitorais de Rio das Pedras e adjacências e com os templos às moscas estas quadrilhas não estão ganhando dinheiro.

  3. Babás coisa nenhuma, são executores da política do genocida. E basta ao genocida ‘contratar’ um incidente de falsa bandeira com seus patrões estadunidenses na fronteira com a Venezuela, para unificar todos os generais no ‘Heil, Mito’. Afinal de contas, isto seria o sinal para a abertura de larga aquisição de armamentos no Tazuni, com muita grana, mas muita grana mesmo, de corretagem lesa-pátria, dando início a um processo de corrupção generalizada nas forças armadas, para tornar o Brazil num novo Egito, o sonho de consumo de muito militar delinquente por aqui.

    E os sinais da escalada nesta direção são evidentes, bastando ver os exemplos da criminosa expulsão de diplomatas venezuelanos e da expulsão de todos os componentes civis do Conselho da Amazônia, agora infestado de militares, sob o coturno de Mourão, outro adorador (como o Genocida e tantos outros generais) do torturador e criminoso contra a humanidade Ustra, apontando claramente para algum próximo jogo sujo e pesado contra a Venezuela, a serviço e como capacho do comando sul do império, onde se assenta, há um bom tempo, um sub do sub do sub general brazuca, provavelmente para transmitir diretamente as ordens.

  4. sr.Brito.Ingenuidades,tem limites,mormente pra quem tem acesso público com seus leitores.O senhor esta falando de MILITARES? Quais militares ?Desse exército de “M” brasileiro ? Ora,sr.Brito,é o mesmo exercito,que deu ao longo de sua existência,vários golpes de estado,no Brasil. Quanto aos atos atribuídos aos mesmos,elogiosos ,pelo senhor,é pura e mal intencionada propaganda,que se faz deles.Não se esqueça,que o Sr.Leonel,seu amigo,teve que amargar ,anos a fio,fora do Brasil,graça aos “bondosos” militares,que o sr.elogia.São todos,os que entram e os que saem,UM BANDO IGUAIS,AO BÓSTA-ONARO.Até parecem,irmãos gêmeos.

    1. Mas os militares fazem parte da estrutura do Estado. Eles tem que parar com o inimigo invisível que é o comunismo. Eles tem que saber unicamente, que todos estão abaixo da Lei e da Constituição, que eles devem obediência a ela. E também não se deve permitir que eles entrem na política. Agora, por conta dessa posição, muitos da esquerdas criam distâncias dos militares, fazem campanha constante contra, quando alguns também são de esquerda. Assim, deixando que a direita se aproprie. A mesma coisa em se tratando da bandeira do Brasil, onde a direita se apropriou.

      Falando nisso, se Mourão assumir, coloca Moro NO STF.

      1. No início do movimento de 2013, a bandeira dos manifestantes era a bandeira estadunidense. Qualquer um pode pesquisar e constatar isso. Foi quando um manifestante exaltado queimou a bandeira nacional do Brasil, sendo aplaudido por outros. A imagem viralizou, e então os promotores do processo de mudança de regime, do qual aquelas manifestações eram o ruidoso início, chegaram à conclusão de que imagens como aquela eram contraproducentes para seus interesses, e poderiam até inviabilizar todo o processo. Foi então que milhões de bandeiras brasileiras passaram a ser financiadas e distribuídas entre os manifestantes, exacerbando o aspecto supostamente patriótico de todos os eventos do movimento. Para que não dessem mais a entender que estavam a defender os interesses de outro país, que era sua verdadeira pátria amada. A partir daí viu-se também muita loucura e babaquice, como os que se vestiam de metade verde e amarelo e metade listras e estrelas. E quanto ao Moro no STF, se o Mourão assume, é claro que ele não será indicado. Claro que Mourão desejaria fazer um governo seu e próprio, que não incluísse estas celebridades políticas de carma pesado.

  5. Várias palavras ou um conjunto delas são usadas por muitos para tentar trazer os incautos para situações da realidade positiva . ” Manchando a biografia ” , ” A culpa que carregarás ” , ” Jogando fora o seu legado ” , etc , etc .
    Por mais que as palavras tenham sentido para muitos , não terão para todos .No caso de militares , eles sempre estiveram no vácuo das palavras e do direito brasileiro , eles possuem o seu próprio tribunal . Se preciso for sacrificam a própria família , exemplos existem . Nas benesses do oficialato não se toca e esse governo as melhorou , objetivando o apoio que tem .
    Nos civis que não apadrinhamos a camarilha , somos apenas alvo imóveis .

  6. Estou esperando para ver até onde as forças armadas se omitirão. E o pessoal médico do exército, onde está? A FAB não irá buscar EPIs na China? A marinha não irá atender os ribeirinhos da amazônia? Então para que SERVE tudo isto? Para dar golpe “constitucional”, e ganhar dinheiro a nossas custas, apenas?

  7. Se, como dizem, o controle dos militares sobre Teich é total e ele, segundo os governadores que com ele se reuniram, afirmou que não tem condições sequer de comprar respiradores fora do país, quando juntamos isso ao fato de que, mal iniciada a epidemia, os militares já se preocupavam com a capacidade funerária das cidades e não com sua capacidade hospitalar, então há fortes indícios de que a responsabilidade dos militares sobre o calamitoso gerenciamento da crise de saúde é muito maior do que se poderia imaginar.

  8. Em outras nações generais se arriscam pelo seu povo, aqui os nossos põem o povo a risco enquanto se intrincherão covardemente nos palácios.

  9. Fernando,

    Considere comprar um microfone para suas transmissoes em video.

    Nao precisa ser um microfone caro, pode ser um de lapela que ja’ ajuda bastante.

  10. Vocês repararam que a infraestrutura das Forças Armadas não está sendo utilizada para enfrentar a Pandemia?

  11. Fernando, só acho que os generais não são cúmplices (isso é um eufemismo!), na verdade eles são partes, são operadores das atrocidades desse governo. Suas mãos estão sujas de sangue!

  12. Texto muito bom mas discordo totalmente forças armadas estão juntas com Bolsonaro na cruzada pela morte. Fosse uma doença rara que só matasse a elite as FA seriam as primeiras a decretar isolamento. Nunca se importaram com o brasil, com o brasileiro, não seria agora que voltaram ao poder que se importariam.

    1. As forças armadas são da elite, tanto é que só chegam ao generalato os militares filhos de pessoas de posses. Pobre e sem nome, difícilmente.

  13. Este é o meu consolo. Depois dessa tragédia do BOVID-17, a moral do exercito brasileiro, como instituição, estará abaixo de zero. Isto não é pouco, ao contrário, é algo a se comemorar!

  14. Será que o POVÃO ainda dorme com a fake que o tal exército do ___braZiU$$$A___ é uma corporação PATRIOTA???? Tá difícil a ficha cair!!!!!

  15. Quando os milicos tiverem acabado de entregar todas as nossas riquezas, vão começar a entregar as virgens, já temos até a Damares que “salvou” a indiazinha.

  16. Fernando, nao acha uma contradiçao gente de esquerda, que sofreu a ditadura militar, ficar pedindo, de certa maneira, que generais “intervenham”… Nao é dos generais que deveríamos esperar defesa, mas do Congresso, STF, da própria sociedade civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.