A fuga de Bolsonaro aos debates deixa a dúvida: incapaz ou covarde?

A anunciada ausência de Jair Bolsonaro dos próximos debates entre candidatos a presidência não deriva apenas de uma estratégia, comum entre candidatos que lideram as pesquisas, de evitar confrontações desgastantes com adversários que farão de tudo para abatê-lo.

É quase uma confissão – e ao que tudo indica, verdadeira – de que ele não tem preparo ou capacidade para articular pensamentos e para administrar fala e gestos quando confrontado.

E olhe que a ironia e presença de espírito, entre os que participam daquele clube amável, onde todos querem ser “o mais simpático”, são artigos em falta, se comparado a disputas mais antigas.

Até porque a “marquetagem” os tornou algo semelhante a atores, e atores limitados, onde são raros os “cacos” e improvisos, todos acorrentados pelo tempo ridículo, sempre em torno de um minuto, no qual só se pode fingir que se interpretam os problemas nacionais.

Bolsonaro, numa palavra, percebeu que lhe saem asneiras da boca que só não são mais usadas contra ele por falta de informação e verve de seus competidores.

Por exemplo: no último debate, o da Rede TV, sugeriu colocar um militar para dirigir cada escola.

E ninguém lhe disse que ele era um imbecil, porque presidente da República não “coloca” diretores de escolas municipais e estaduais – que são 99% do total – e ainda que colocasse, não haveria milagre da multiplicação dos quepes que desse conta de colocar um oficial (supondo que não se  vá por cabos e recrutas em tais funções pedagógicas) à testa de cada estabelecimento escolar, pois eles são 33 mil e as escolas, em número de 145 mil.

Se confirmada, claro que a decisão o preserva destes  riscos, mas o expõe a outro: a de ser visto como covarde, o inverso da imagem que pretende projetar.

A ver se o ex-capitão bate mesmo em retirada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

56 respostas

  1. Chegou “machão” nos debates: MANDOU RETIRAR O PÚLPITO DO LULA… E agora retira o próprio púlpito.

    SE NÃO CONSEGUE DEBATER COM OS PRESIDENCIÁVEIS BRASILEIROS:

    1-VAI CONSEGUIR PARTICIPAR DE REUNIÕES COM PRESIDENTES DO MUNDO TODO???

    2-VAI CONSEGUIR CONVERSAR SOBRE COMÉRCIO EXTERIOR COM MULHERES PRESIDENTES DE OUTROS PAÍSES???

    3-VAI CONSEGUIR PARTICIPAR DE REUNIÕES DO BRICS???

    4-VAI VISITAR A ÁFRICA E FALAR QUE LÁ SÓ TEM “AFRODESCENDENTE PESANDO 0,5 ARROBA”???

    5-VAI CONSEGUIR DISCURSAR NA ONU E HOMENAGEAR TORTURADORES PARA O MUNDO TODO VER???

    6-VAI ARRUMAR CONFUSÃO COM A RÚSSIA PORQUE VIU UM VÍDEO DE OLAVO DE CARVALHO NO YOUTUBE???

    O “mito” parece mais um lambari tentando nadar com os tubarões.

    1. Ele se esquece que – caso um congresso tão venal quanto o de hoje seja eleito – o tal “Posto Ipiranga” vai ter que passar antes no banco.

    2. Sem ajuda ele não consegue sequer achar a porta do banheiro no próprio gabinete… não seja ambicioso com essas metas! rsrs

    3. Pois é, capitão raso! Enquanto LULA preso e os golpistas o impedem de participar dos debates, o jumento aí está a fugir deles!

      1. Um dos melhores (ou, no superlativo, o MELHOR) vídeos desde que acompanho o CAF, há uns bons cinco anos.

  2. Penso cá com os meus botões que é sinal dos dois. Pois incapacidade e covardia não se excluem mutuamente.

    1. Concordo, incapaz e covarde.
      E duvido que ele próprio tenha se dado conta que as asneiras que diz são um tiro no pé. Muito provavelmente sua assessoria o convenceu a não participar.

  3. [IRONIC MODE ON]

    O mito de Boçal Nato se fortalece com a fuga dos debates. Ele é apenas isso…um “mito”.

    [IRONIC MODE OFF]

  4. Essa criatura da suprema ignorância não tem como participar de um debate. E olhem que, como diz o articulista, os atuais participantes dessas rodinhas idiotizadas na tevê não tem nem o cheiro da inteligência política, articulação, verve e ironia que vimos até algum tempo atrás. Entre os atuais, qualquer dos tradicionais caciques da política destruiria verbalmente esse idiota em 2 minutos. Para não falar de Lula, aí seria um massacre. Uma pena que os debatedores são uns tontos que procuram ser elegantes.

    1. Veja bem como o PIG é pusilânime.

      Fernando Henrique Cardoso nunca participou de debate nenhum, seja na primeira ou na segunda vez em que foi eleito. Silêncio total do PIG.

      Quando Lula não participou do debate em sua segunda eleição (pelo motivo estratégico mostrado pelo Brito – liderança nas pesquisas e evitar desgastes improdutivos – coisa que FHC também fez anteriormente, pois tinha capitalizado o sucesso do Plano Real), a Globo só de sacanagem botou uma cadeira vazia e dedicou o “tempo de silêncio” ao tempo em que Lula teria direito, caso tivesse comparecido ao debate.

      Agora, porém, as televisões do PIG voltam atrás e não convidam o Haddad para o debate, com o argumento fajuto de que Lula é que é o candidato e não pôde comparecer por estar preso. A cadeira simplesmente não foi posta lá.

      Essa é mais uma história para contar nos mais de 30 anos de sabotagem contra o PT – como comentamos em outro tópico.

      Não duvido que para sacanear Boçal Nato e favorecer Alckmin, as redes de TV do PIG voltem atrás MAIS UMA VEZ e botem uma cadeira vazia, com o tal “tempo de silêncio”.

  5. a verdade e que os militares estão meio que divididos em apoiar o bolsonaro na eleição. So procurar no youtube pra ver isso

  6. Quem viu Bolsonaro de frente pra Marina, olhando a mão pra ler o que deveria falar, como um desmemoriado que sequer consegue guardar na mente três simples palavras, como não entender a fuga dele aos debates? O cara ficou mal demais. Ele não conseguia nem ouvir direito mais nada, de tão nervoso. Titubeou nas respostas. Ora, quem, em sã consciência, pode achar que Bolzo tem condições de peitar Marina, Boulos, ou qualquer um num debate? A essas alturas, acho que até Tiririca pode ganhar nesse nazista.

  7. Sugiro ao editor do blog contextualizar essas falas desencontradas, essas idas e vindas de Boçalnaro, com o indecoros encontro entre o vice dele, o general de pijama Hamilton Mourão Filho, e o presidente do TRF-4, Carlos Thompson Flores Lenz, em evento recente, no clube militar, no Rio de Janeiro.

  8. Incapaz , covarde e boçal para ser mais abrangente das caracteristicas do carater de um ignorante politico.

  9. Mas eu sempre achei que o Bolsonaro nunca pretendeu ser presidente, assim como a Marina, Daciolo e outros candidatos picaretas, dá muito trabalho. Esse pessoal só quer enriquecer com as sobras de campanhas, angariar prestígio e favorecer seus negócios.

    1. Também acho!

      Mas – putz – só falta agora ele fazer igual ao Sarney lá nos longínquos anos 80: dizer que NÃO queria ser presidente.

    2. Mas aí cê tá acusando o Bozo de ser esperto, Claudio. Tenho como certo que não é o caso. Afinal, os incompetentes nunca são cientes de sua própria incompetência, mas sim se arrogam capazes de fazer o que na verdade não são. Essa decisão de arregar de debates foi feita pelos oportunistas que se enlaçaram à campanha deste jumento, ele não tem capacidade de tomar uma decisão estratégica desse calibre.

      1. Concordo em parte, mas não se esqueça que o capitão, sem EsAO, é um fantoche nas mãos do ‘posto ipiranga’!!!

  10. Está cheio de razão. Um imbecil não deve se expor. Está certo. Não cabe ofendê-lo por isso.
    Um imbecil deve se esconder.
    Outros imbecis bandidos tiraram o LULA.

  11. eh, digamos não é a melhor coisa numa campanha.
    Mas exceto se for coisa de fuga habitual, penso ser uma opção ao alcance de qualquer candidato. Mesmo se o indigitado for o capitão fã do brilhante ustra.

  12. Covardia ou burrice? Os dois! Nove segundos de propaganda eleitoral serão mais do que suficientes para o capitão do mato mostrar toda a sua estupidez. Pobres bolsominions. É melhor ja-ir se decepcionando. Kkkkkkkkkkkkkkk

  13. VAI VOAR PENA DE TUCANO PRA TODO LADO.

    Por Mario Cesar Carvalho, na Folha de São Paulo:

    “Suíça decide enviar ao Brasil dados bancários de ex-diretor da Dersa

    O Ministério Público da Suíça decidiu enviar para as autoridades brasileiras detalhes sobre as quatro contas que o ex-diretor da Dersa Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, manteve naquele país.
    Com essa documentação, equivalente a uma quebra de sigilo bancário no Brasil, será possível saber quem fez depósitos e quem recebeu recursos de Paulo Preto.
    Foi quando documentos desse tipo chegaram ao Brasil que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa decidiu fazer o primeiro acordo de delação premiada da Operação Lava Jato, em 2014, revelando o esquema criminoso que vigorava na estatal.
    O saldo das contas do ex-diretor da Dersa era de 35 milhões de francos suíços quando ele decidiu transferir os recursos para Bahamas, no Caribe, no início de 2017.
    O montante corresponde atualmente a R$ 144,3 milhões.
    O engenheiro, que dirigiu a área de engenharia da Dersa entre 2007 e 2010, quando o governo paulista fez grandes obras como o Rodoanel e a reforma da Marginal Tietê, é apontado como operador de recursos ilegais do PSDB pelo Ministério Público Federal, o que seus advogados negam.
    A Dersa é a empresa do governo paulista que faz obras de infraestrutura viária.
    A documentação trará todas as transações desde 1993, quando Paulo e sua ex-mulher abriram duas contas no banco Bordier & Co., uma para cada um.
    Entre 1991 e 1995, o engenheiro foi diretor de assuntos especiais do Metrô, no governo de Luiz Antônio Fleury Filho.
    As autoridades suíças já enviaram algumas informações preliminares sobre as contas de Paulo Preto ao Brasil.
    Em maio, a Folha revelou que um documento enviado pela Suíça aos procuradores brasileiros dizia que entre 2007 e 2009, no governo de José Serra (PSDB), essas contas receberam “numerosas entradas de fundos”.
    Esse mesmo documento dizia que Paulo Preto abriu quatro contas 43 dias depois de ter sido nomeado diretor de engenharia da Dersa, em maio de 2007.
    O documento mais importante sobre essas contas até agora foi apresentado pela própria defesa de Paulo Preto, feita pelo advogado José Roberto Santoro, numa reclamação feita ao Supremo em janeiro. A reclamação de Santoro revelou as contas e o saldo delas.
    Nesse recurso ao Supremo, o advogado pedia que a investigação que estava sendo feito em São Paulo pela força-tarefa da Lava Jato fosse transferida para aquela corte por guardar conexões com o inquérito que trata de supostas doações da Odebrecht para Serra.
    O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, não decidiu até agora sobre essa reclamação.
    A investigação que corre em São Paulo é sobre suspeitas de desvios não na construção do Rodoanel, mas na transferência de moradores que foram afetados pela obra.
    O engenheiro chegou a ser preso duas vezes neste ano, sob acusação de ter desviado R$ 7,7 milhões, mas foi solto nos dois episódios por decisão de Gilmar.
    Quando retirou os recursos da Suíça, em 2017, Paulo Preto estava sob investigação das autoridades daquele país por suspeita de lavagem de dinheiro. Havia risco de as autoridades congelarem as contas do ex-diretor da Dersa.
    Quem comunicou que o ex-diretor da Dersa estava tirando o dinheiro do país e remetendo os recursos para as Bahamas foi o próprio banco, o Bordier & Co. numa aparente retaliação. (…)”

    https://www.conversaafiada.com.br/brasil/serra-a-suica-abriu-o-sigilo-do-paulo-preto

      1. A gaveta já está preparadinha…com um cadeado Pado 70 nela, e as chaves para serem jogadas fora depois.

    1. Papo na hora do cafezinho no MP paulista:

      – Esses suíços são muito chatos! Ficam só enviando detalhes de contas de tucanos e nunca encontram uma do Lula ou do Haddad.

    2. Tão se esquecendo daquela pasta rosa do Procurador Grandis? Pois é, ela cabe mais papeis, e podem ter certeza, será o local escolhido para guardar esses novos.

  14. Chocante foi ver ele falando do leite de ornitorrinco da Amazônia no Youtube. Uma boa sugestão para rir bastante.

  15. começou a campanha com punhado de seguranças e colete a prova de balas. Vai ter que usar colete é no pé.

  16. Covarde, inculto, burro que não raciocina, despreparado, fanfarão, mau caráter, despreparado, F U J Ã O. E semelhante a ele são todos os seus eleitores, como também o judiciário e a p.g.r.

  17. Acho que este foi o único ato inteligente de Bolsonaro, para preservar os seus eleitores preferiu não expor sua burrice e incapacidade.

  18. Coloco somente para ampliar o leque e permitir mais reflexões. Pensemos juntos:
    A Ausência de Bolsonaro é a forma que este está encontrando de jogar parado… Não é uma atitude corajosa, para quem vomita tanta arrogância e diz que mata geral!
    Por outro lado, ele não poderá se quer ser cobrado pelos outros candidatos, visto que ao falar da sua ausência automaticamente, independente de citar ou não, os candidatos vão fazer lembrar outra ausência maior ainda a do nosso Lula.
    Ainda, ele presta um serviço, faz deste encontro um evento mais irrelevante do que já vem sendo. Sem os dois primeiros colocados nas pesquisas presentes, para quê debate? quem vai ter interesse neste show de retórica mal engendrada?
    Com exceção do Boulos, não há novidades que possa surgir deste show de mau gosto e mal assombro!

  19. Alguem já ouviu falar que ” cão que late não morde” ? Pois é, quanto mais falastrão, mais machão esbravador mais medroso. Duvido que vai até a padaria comprar pão sozinho. Esse Bolstonaro!!!……., candidato dos raivosos e afins. Pode-se chamar de 22%. Sempre. E na minha experiência profissional em empresa estatal afirmo: Quanto mais se bate no peito dizendo-se moralista, mais corrupto é.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.