A “Fundação Lava Jato” não foi suspensa, ela acabou

Como se mencionou ontem aqui, a “Força Tarefa” da Lava Jato já não vive seus dias de glória.

A decisão tomada pelos procuradores da turma do Deltan Dallagnol de “suspender” o funcionamento da esdrúxula “fundação” com que pretendiam abiscoitar R$ 2,5 bilhões  da Petrobras é, na prática, o seu cancelamento.

Não ia passar pela PGR, pelo Tribunal de Contas e menos ainda pelo Supremo Tribunal Federal.

A história de que vão buscar “soluções ou alternativas que eventualmente se mostrem mais favoráveis para assegurar que os valores sejam usufruídos pela sociedade brasileira” é conversa fiada.

Ninguém vai mais se atrever a chancelar esta usurpação privada de recursos públicos.

Vão ter é de cortar um dobrado com seus amiguinhos do Departamento da Justiça dos EUA para que o Tio Sam, como está no acordo, não embolse o dinheiro.

É preciso ser muito prepotente e pueril para acharem que meteriam a mão numa bolada deste tamanho para fazerem sua politicagem pseudomoralista.

Não foi um engano, foi uma furtiva trapaça, tentada e fracassada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

29 respostas

    1. Pensaram que poderiam enganar todo mundo o tempo todo, e fazer o que bem quisessem. A imprensa já não avaliza toda e qualquer loucura que queiram fazer, porque o principal do seu trabalho de destruição já terminou, e eles foram encostados. A destruição agora está em outro nível.

  1. A quadrilha curitibana procurará outros meios de pegar o dinheiro.Eles “trabalharam” para i$$o.

  2. Nem prepotência, nem infantilidade nem engano, nem trapaça, o certo é chamar de CORRUPÇÃO o que fizeram, e das grossas, e da pior espécie, a dos BANDIDOS LESA-PÁTRIA. E, ao contrário do banditismo que praticaram e praticam contra Lula, esta é uma corrupção com ato determinado e com ato de ofício, que é o papel com as 13 assinaturas desses senhores, que ESTÁ PUBLICADA para qualquer pessoa ver.

    Extorquiram dois bilhões e meio da Petrobras, em conluio com uma potência estrangeira e seus agentes, com quem trabalharam febrilmente, fornecendo dados para possibilitar o crime, e e com os bandidos corruptos que tomaram conta da Petrobras após o golpe para permitir e também assinar o crime. E o fizeram, claramente, já com o butim garantido que lhes seria entregue.

    E o fato de desistirem do roubo depois de flagrados não apaga essas suas assinaturas nem o crime que praticaram e que lhes será cobrado mais adiante.

  3. estavam muito crentes de sua posição “acima de qq suspeita”. Expuseram demais seu mau caratismo, ganância, prepotência e desprezo pela coisa pública. Pegos com a mão na cumbuca, com a boca na botija, fugiram.

    1. Nem só de fome se morre. Gula também mata.
      Dallagnol e sua turma, peixes gulosos, que morram pela boca!

  4. —A procuradora lembra que parte da responsabilidade de concentrar estes poderes nas mãos da força-tarefa de Curitiba é da juíza Gabriela Hardt, porque ela homologou “a responsabilidade pela gestão e aplicação desses vultosos valores” aos procuradores. Além disso, a Justiça Federal não tem “competência jurisdicional” para acordos desse tipo.—-

    A Dodge batendo de frente com a QUADRILHA CURITIBANA.

  5. Não sei se decretaria o fim ainda… segundo a matéria procuradores vão “negociar com o TCU e STF”. Como está na moda fazer uma rachadinha pode ser que cheguem a um esquema “bom pra todo mundo”.

  6. A hora que esse cabaré e o governo desse demente acabar a primeira coisa a ser feita é prender esses picaretas

  7. O que tentaram fazer tem apenas um nome: crime contra o interesse nacional, se fossemos um país sério os procuradores da farsa a jato seriam presos por crime lesa pátria.

  8. O Brasil vive um choque interquadilha.
    É ver quem pega o aparelho do Estado e rouba mais.
    Marx teria que reescrever O Capital, no Brasil.

  9. ” Cuidado com o sucesso. O sucesso leva a arrogância e a arrogância leva ao fracasso”
    Sugestão para as autoridades superiores dessa turma de lavajateiros, se é que eles têm coragem para tomar a decisão.
    1° ) demitir a bem do serviço público toda essa turma envolvida nesse saque ao tesouro nacional.
    2° ) não é aposentadoria compulsória, é demissão sumária de todos eles.
    3° ) prisão de trinta anos em regime fechado.
    Essa turma pensa que pode mandar e desmandar ao seu bel prazer na sociedade brasileira, passando por cima das leis, embora o nosso judiciário e poder legislativo não não siva para nada que venha a beneficiar a sociedade.
    Vejamos o que diz o advogado Walfrido Warde no seu livro O ESPETÁCULO DA CORRUPÇÃO, Ed. LEYA:
    “…Fazer política pública não é tarefa para ineptos, muito menos para ineptos presunçosos”…
    ” ao se observar o exercício dos poderes do Estado, sob a ação da corrupção, o que se vê é que o Executivo administra a serviço dos corruptores, o Legislativo vende leis e o Judiciário, sentenças”.
    Tenho quase oitenta anos de vida e nunca ví coisa mais acertada do que essa frase.
    Esta frase lembra-me o livro QUEM FAZ AS LEIS NO BRASIL? de Osny Duarte Pereira – Cadernos do Povo Brasileiro – Editôra Civilização Brasileira 1962.

  10. Sei não, hein…tenho esperado em tantos casos absurdos desse povo, desde a coercitiva do Lula, q dessem com os burros nágua e aconteceu bem pelo contrário. Penso mais ser uma primeira investida do tipo “vai q cola”…. Não colou. Reorganizam e tentam e tentam…
    Pensem! Nada, mas nada mesmo deles saiu do planejado. Estão atropelando. Ou melhor, tem comparsas em todas as áreas.
    A reação da PGR me surpreendeu. Vamos ver se é séria ou parte do teatro.

  11. Esse dinheiro é o preço acertado entre “autoridades norte-americanas” e o MPF de Curitiba, como pagamento pela entrega do Pré Sal, e destruição das grandes empreiteiras do país. Essa pseuda “Fundação” é a única maneira desse dinheiro ser introduzido no Brasil. Para quem comprou dois apartamentos do Programa “Minha Casa Minha Vida”, em 2017 por 152 mil reais, comprar agora um apartamento de 3 milhões como Dallagnol, é um avanço inexplicável.

  12. E o Marreco de Maringá continua calado. Será que já deve estar fazendo as malas para ir morar no Isteites. Vai logo porque aqui tem bandido mais forte.

  13. Fernando, se o dinheiro volta para os EUA, talvez esse fosse o objetivo desde o início com a criação dessa fundação. A corrupção fez o país perder 2,5bi e nós tentamos aplicar esse dinheiro aqui, mas os “inimigos da pátria” nos impediram. Fica bem, não acha?

  14. Esse tal “perdão da multa” da Petrobrás, era uma espécie de subsidio (para não dizer propina) dos EUA, para que a turma de Curitiba alavancasse seus projetos pessoais….Não colou, e pior, escancarou a verdadeira motivação de Moro, Deltan e cia.

  15. “Não foi um engano, foi uma furtiva trapaça, tentada e fracassada.”… E vai ficar por isso mesmo, sem punição ? . . . Como sói ser em BraZil… dos/das phoderosos/as… Cadeia pra esses/as canalhas, canalhas, canalhas criminosos lesas-pátrias…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.