A milícia é a lei

Se não tivéssemos de acreditar em qualquer absurdo na era Bolsonaro, seria inacreditável o ato do Ministro da Justiça, André Mendonça, eliminando a obrigatoriedade de que as pistolas semiautomáticas usadas pela Força Nacional de Segurança tivessem códigos alfanuméricos secretos e um chip embutido em seu corpo, que pudesse servir como identificação no caso de que a arma tenha seu número de registro raspado.

Não era nenhuma novidade e não oferecia problema técnico algum, tanto que essa exigência já constava do edital de licitação do Ministério no ano passado para comprar pistolas 9 mm.

A decisão tem como efeito prático facilitar o uso ilegal, o roubo e o furto das armas para o cometimento de crimes ou posse pessoal e até a transferência para grupos fora da lei sem preocupação, depois de raspado o registro da arma.

Parece que a turma da milícia não gostou do Ministério acabar com a farra das armas e apertou as cravelhas certas para fazer isso ser revogado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

4 respostas

  1. Na verdade facilita a compra oficial e posterior repasse ao crime .
    Claro que mediante a já famosa rachadinha ….

  2. O crescimento do Bolsonaro não se deve só ao vale pandemia. Principalmente, se deve a uma chuva de fakenews que se abateu sobre o país com uma rara riqueza de financiamento e de sofisticação.

    Em vez de acabar, as fontes de fakenews se renovaram, cresceram e se refinaram, produzindo sem cessar notícias excelentes sobre o governo bolsonaro. E elas estão a se propagar sem nenhum obstáculo.

    Só recentemente, há notícias circulando pelas redes sociais de que as exportações do Brasil cresceram 50%, as empresas de diversos países entre os quais o Japão e os europeus estão abandonando a China e se mudando para o Brasil, o desemprego diminuiu e a mortandade de 80 mil pelo coronavirus é uma mentira escandaloso.

    Enquanto puderem distorcer a realidade com essa facilidade, Bolsonaro continuará a crescer entre os que não sentem na própria pele o desastre que é seu governo. E mesmo entre os que sentem, fica a dúvida de que a desgraça só está a acontecer com eles, dentro do panorama geral de um governo maravilhoso.

  3. varias medidas tomadas pelo bozonildo visavam favorecer seus associados milicianos. Gas fracionado (q nao ajuda o pobre em nada, jah q ter menos gas eh ter menos energia e assim comer menos ou pior), o lance de cada um poder comprar mais alguns milhares de cartucho anualmente (quem normal faz isso?), a facilitacao de portar armas, o impediemnto do rastreio das armas e agora mais essa com as armas da Forca Nacional, criada por Lula para socorrer governos estaduais em dificuldade que virou arroz de festa, virou gendarmeria do temer, do moro e do bozo. E quando bozo conseguir mexer algumas pecas no Supremo ai meu amigo como diria o tal de Millor, the cow went to the swamp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.