Azeredo, a exceção que confirma a regra da Justiça política

azer

Eduardo Azeredo  foi condenado hoje por supostos crimes cometidos em 1998, objeto de denúncia formal, aceita em dezembro de 2007 pelo Supremo Tribunal Federal.

Passaram-se, portanto, quase 11 anos e quatro desde que, em 2014, o processo foi enviado para a Justiça mineira, em razão da renúncia do ex-presidente do PSDB ao mandato e, em consequência, do foro privilegiado.

Azeredo era – e agora, já nem isso – um zumbi político desde então, sem serventia para nada, a não ser a que lhe encontraram agora: a de ser a “prova” da “imparcialidade” do Judiciário.

Foi para o matadouro, como se lançam bois às piranhas no Pantanal.

Alguém, bem parecido com ele, disse em uma gravação que, para certos serviços,  tinha que ser alguém “que a gente mata ele antes de fazer delação”.

O baile segue e o Judiciário vai  cumprindo seu papel de ser, como sempre, o garantidor do status quo neste país.

Nem que para isso tenha de condenar e prender bandidos de sua predileção.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

36 respostas

  1. O Partido do Judiciário inova, sai o famoso “boi de piranha”, entra o “tucaninho de piranha”. Os graúdos nem pensar.
    #MeEnganaQueEuGostoSeuJuiz

    1. Exatamente. Ou o famoso “bater em bêbado”. Nem comemoro, pois pra mim isso é parte integrante da covardia desses moleques de toga.

      1. Veja pelo lado bom. Ele vai ser um preso 7 estrelas como o Cunha, terá um escritório dentro da prisão para os “despachos”.

  2. Já foi preso? Rosa Weber finalmente vai apenar Cássio Cunha Lima pelo Caso Concorde? O supremo de merda vai abrir inquérito contra indústria das delações? Vai ouvir Tacla Durán?

  3. Azeredo 20 anos depois condenado em segunda instância. Lula condenado em 18 meses em segunda instância (isso contando o tempo da primeira instância pois na segunda foram somente 5 meses). Azeredo será solto logo pelo STF.

  4. Pelo que entendi, essa condenação foi em segunda instância.

    Sendo assim, há o fator Gilmar Mendes – o sorteado da roleta de cassino paraguaio do STF.

  5. E Aécio Neves que esculhambou o país a partir de 2015, quando começou a construir o golpe, tá aí com seu mandato de senador, mesmo depois de denúncias muito mais graves do que as de Azeredo. O Judiciário brasileiro é uma piada.

  6. Triste isso: “Azeredo era – e agora, já nem isso – um zumbi político desde então, sem serventia para nada, a não ser a que lhe encontraram agora: a de ser a “prova” da “imparcialidade” do Judiciário.”

  7. Por que seria importante a prisão do Chefe do *Mensalão do PSDB!
    *Ali sim dinheiro público surrupiado, Bemge, Cemig, Copasa…
    Não por ver o Tucano Eduardo Azeredo na cadeia!
    Mesmo porque a esta altura do campeonato!
    E sim porque agora “os(as) supremos(as)” do STFede farão questão de votar as Ações Declaratórias de Constitucionalidade 43 e 44.
    O que permitirá a libertação dos presos políticos presidente Lula, José Dirceu, João Vaccari Neto e Antonio Palocci!

    1. Daqui pra de madrugada o *”Félix Glutão Suarento Fischer” – com aquele perfil de nazista – concederá um habeas corpus notívago à la correligionário da supremas maracutaias **”gilMAU Abdelmassih DANTAS”!
      *e sócio da infame ‘panela de Curitiba’ da sórdida e lesa-pátria PORCA-tarefa do ‘mor(T)o’, do “DD playboy de porta de igreja” et caterva!
      **DEMoPSDB/MT

    2. Com o devido respeito, Palocci está fora dessa grandeza onde estão Lula e José Dirceu, com João Vaccari logo abaixo. Palocci vem quilômetros de distância desse trio, verdadeiros presos políticos.

      1. … Compreendo!
        No entanto, o Palocci foi incluído na relação porque o ex-petista também está preso ilegalmente!
        E por ser ex-petista!

    3. Discordo um pouco. Acho q o STF vai segurar a votação das Ações Declaratórias de Constitucionalidade 43 e 44 até o presidente Lula ser condenado no STJ golpista. Ai vão dizer que a prisão deve ser executada a partir da 3 instância. Pronto! Solta os amigos e mantém o presidente Lula encarcerado. O golpe é com o “supremo”, com tudo, como disse o ladrão Jucá.

  8. … E o ‘Santo Alckmin’, “O Padroeiro do Merendão”, rezou a homilia da missa de corpo presente do correligionário Eduardo Azeredo!
    O ‘Mineirinho’ deve estar cantando o réquiem!
    Ou seja, “é cobra comendo cobra”!…

  9. Bom dia, Fernando Brito e leitores do Tijolaço.

    Primeiramente digo: não se comemora o decreto de prisão de uma pessoa, menos ainda a execução do encarceramento dela.

    Em segundo lugar, entre as ações investigadas e julgadas criminosas, transcorreram 20 anos; apenas para instaurar inquérito, depois processo, foram quase 10 e 12 anos.

    Não se pode falar em funcionamento adequado de um judiciário que demora 20 (VINTE) anos para julgar um caso, assim como não faz sentido enaltecer um tribunal de exceção, o TRF4, que cerceia o direito de defesa dos réus considerados inimigos políticos (ou seja, do PT e da Esquerda), que comete fraudes processuais e no qual um dos integrantes da 8a turma (a dos três canalhas da gangue sabuja, encarregada de confirmar sentença condenatória excretada pelo torquemada das araucárias contra o Ex-Presidente Lula) cometeu a façanha de ler, em 6 dias, mais de 280.000 páginas do processo e redigir o voto não só confirmando a sentença do juiz de piso, mas majorando a pena, de modo a que os supostos crimes de que foi acusado o Ex-Presidente Lula não prescrevessem.

    Outra informação importante: Eduardo Azeredo NÃO É e NUNCA FOI o mais corrupto dos tucanos de MG. Já no limbo da política há mais de 10 anos, desde que renunciou ao mandato, para ser julgado na 1a instância de MG, Azeredo tinha um bem remunerado emprego na FIEMG (mais de R$ 12 mil), além de generosa aposentadoria como ex-governador do estado (mais de R$16 mil). Diferentemente do que fizeram e fazem contra os petistas, Azeredo não teve os bens confiscados nem seqüestrados os valores encontrados em suas contas bancárias. Encarcerá-lo, além de não reparar possíveis crimes contra o erário público, apenas satisfaz a sede de sangue e o ódio que foi disseminado pelo PIG/PPV nos diversos segmentos da sociedade brasileira.

    A prisão de Azeredo é uma espécie de “compensação”, usada pelo sistema judiciário acanalhado (e pelo seu parceiro inseparável, o PIG/PPV) para justificar a perseguição e criminalização do PT e da Esquerda. NENHUM tucano de alta plumagem, sobretudo do núcleo paulista, foi ou será molestado pelas ações do sistema judiciário, que deles é parceiro e cúmplice de longa data. Mas não há manobra e manipulação que façam o sistema judiciário e o PIG/PPV que seja capaz de ludibriar os mais atentos, críticos e observadores; O PSDB é o partido com que se confunde o sistema judiciário (ministério público, polícia federal e poder judiciário), como é evidente no feudo paulista, há 24 anos comandado pelo tucanato. Assim também é em MG, PR, GO e outros estados em que o partido é forte e possui caciques locais/regionais e nacionais.

    As recentes ações do STJ e da PGR, para blindar José Serra e Geraldo Alckmin, não deixam dúvidas de que o PSDB controla o sistema judiciário paulista e brasileiro. No STF o PSDB tem Gilmar Mendes, para quem os sorteios viciados encaminham a relatoria de TODOS os processos envolvendo políticos do partido; se algum operador, preso preventivamente, ameaçar delatar os figurões do tucanato, GM rapidamente providencia habeas corpus, como ocorreu com Paulo Viera de Souza, o Paulo Preto.

    Portanto a prisão de Eduardo Azeredo serve apenas de álibi para a mídia canalha e sistema judiciário acanalhado.

    1. Basta citar os casos do palhaço, que foi agredido e morto porque esbarrou e arranhou o carrão de um sujeito, e o caso do ex-vereador do PT e do seu filho que empurraram um cidadão que ofendia Lula, no momento em que passava um caminhão pela rua, onde o sujeito, ao cair, bateu a cabeça no caminhão e sofreu um traumatismo craniano de pouca gravidade, tá vivo, trabalhando, dando entrevistas. No primeiro caso, a justiça entendeu que foi lesão corporal seguida de morte, e o acusado tá solto e não vai ser preso. No segundo, a mesma justiça de SP entendeu que foi tentativa de homicídio duplamente qualificado, e os acusados estão presos.

  10. Não dou um mês para eduardo azeredo ser solto. Talvez até com carmen lúcia pautando a prisão em segunda instância.

  11. Não dou um meês para eduardo azeredo ser solto. Talvez até com carmen lucia pautando a prisão em segunda instância

  12. Algum tucano de São Paulo ainda será preso um dia? O PSDB é um partido paulista exclusivamente, membros desse partido, de outros estados, são pra encher linguiça. Na verdade não é um partido político, mas uma organização criminosa que divide espaço com o PCC, também de São Paulo.

  13. Para os verdadeiros donos do poder, os senhores do mundo, não existe ninguém que não possa ser descartado, seja levado ao sacrificio, jogado as piranhas em prol da boiada, da quadrilha de mafiosos donos do mundo. Foi com Cunha, precursor e peça chave do golpe. O choro desesperado de Aécio é porque ele sabe q vacilou e se tornou uma peça descartável, uma carta fora do baralho, se deu em sacrifício. Sabia q seria lançado como Cunha foi às piranhas para q a quadrilha passasse incólume ao se deixar pegar na gravação, pedindo propina, Aécio se deu em sacrifício. A mafia não perdoa quem vacila. É lei da mafia e o vacilão não pode nem reclamar. Eduardo Azeredo é carta fora do baralho há muito tempo. Um boi sacrificável. Quando o judiciário e MP foram chamados para agirem como os milicos em 64, como jagunços do golpe, todos sabiam do perigo do emponderamento das duas instituições, que saíssem do controle dos mandantes. Perigo de que os jagunços perdessem os limites, avançando sobre quem estava protegido até então pelo sistema de justiça. Gilmar vislumbrou esse perigo. E está tentando controlar a milícia q se formou no MP e Judiciário q tenta avançar também sobre o psdb. Nem todos são moro q sabem o que pode ou não fazer e segue a risca o comando dos mandantes. Sempre existirão alguns q empoderados tentarão sair do script do golpe da caça apenas aos petistas. Por isso a conversa do Sérgio Machado com Romero Juca. Por enquanto, eles estão avançando sobre as cartas fora do baralho, os bois sacrificaveis. Eduardo é um. Até para melhorar a imagem do judiciário q está desgastada, segundo as últimas pesquisas. A Justiça perdeu a credibilidade perante o povo. Isso é sério. É o começo do fim. Eles sabem disso q pelo golpe queimaram as caravelas ultrapassaram limites; atravessaram o rubicão. Não tem retorno. O problema será avançar sobre fhc, Alckmin e Serra, os caciques tucanos q com a privataria serviram demais aos 1% e, por enquanto, estão sendo protegidos. Se eles não fizeram a besteira do aecio de se deixar pegar, se tornando sacrificaveis para serem jogado as piranhas, para q a boiada dos mandantes passe incólume, serão protegidos por questão de lealdade. Foram grandes e otimos serviçais na privataria.. Acreditarei q a JUSTIÇA está sendo feita quando avançarem sobre os 1%, os banqueiros, empresários donos da Ambev, os marinhos da Globo, ou seja, os mandantes do golpe. E que os inocentes sejam soltos. A prisão de Eduardo Azeredo depois de 20 anos de tramitação da ação criminal é só perfumaria, é fachada para continuar enganando coxinha. É o mais do mesmo. E a exceção que confirma a regra como diz este brilhante texto.

  14. O judiciário demora 20 anos para prender um zé ninguém dos tucanos, carregado de provas e ilícitos, e seis meses para botar na solitária o maior líder de esquerda do Brasil, sem nada que o incrimine.
    Os processos de aécio, serra, alkmin, fhc, aloisio e demais membros da quadrilha emplumada seguem pulando de gaveta em gaveta no stf, pelas mãos de gilmar “o libertador” e do alexandre do pcc.
    O tal de paulo preto, arquivo vivo das falcatruas da turma, por enquanto segue livre, com a cabeça a prêmio. Não dá pra apostar um tostão na longevidade desse sujeito.
    Se a justiça é pra todos, a falta dela é pra poucos.

  15. Na gestão de Azeredo, o extinto BEMGE, vítima das ações desse elemento, gerou um prejuízo de R$1,5 bilhão em operações de crédito fraudulentas e sem garantias correspondentes e, que foi coberto pelo governo federal através do Proer. Em seguida, o BEMGE foi vendido ao Itaú, pela merreca de R$550 milhões. Boi de piranha ou não, como ex funcionário, eu quero que essa FDP morra na cadeia.

  16. Como supostos crimes? Gilmar o soltará! Enquanto o povo não tomar às ruas, essa enchente de safadezas continuará. O problema é que o povo brasileiro, em sua maioria, e passivo e covarde. Ai, os oportunistas deitam e rolam!

  17. Quando o Eduardo Azeredo for preso e se for preso, por favor divulguem o enderenço da prisão, eu quero retribuir uma gentiliza que ele fez para min no segundo turno nas eleições de de 1988 para governador, ele mandou entregar na minha residencia um exemplar de um jornal daqui da minha cidade, eu quero agora também mandar entregar um exemplar do mesmo jornal para ele na sua cela, só que com uma diferença, o jornal que eu vou mandar vai ser comprado e pago com dinheiro do meu bolso e não com dinheiro publico roubado.

  18. Quando o Eduardo Azeredo for preso e se for preso, por favor divulguem o enderenço da prisão, eu quero retribuir uma gentiliza que ele fez para min no segundo turno nas eleições de de 1988 para governador, ele mandou entregar na minha residencia um exemplar de um jornal daqui da minha cidade, eu quero agora também mandar entregar um exemplar do mesmo jornal para ele na sua cela, só que com uma diferença, o jornal que eu vou mandar vai ser comprado e pago com dinheiro do meu bolso e não com dinheiro publico roubado.
    Acho que todos que receberam os jornaizinhos, deveriam fazer o mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *