Bolsonaro abraça Crivella e cria problemas a Eduardo Paes

No ato pentecostal de ontem na Praia de Botafogo, no Rio, puxou-se, a certa altura, uma marcha-rancho gospel do pastor R.R. Soares que fala que vão “dar a volta da vitória”.

Neste momento, Jair Bolsonaro abano o par de fileiras de “autoridades” que acompanhava com palmas (onde estava, aliás, o lavajateiro Marcelo Bretas) , atravessa o palco, abraça o prefeito Marcelo Crivella e, simbolicamente, dá com ele a “volta da vitória” , diante do público.

É evidente o significado eleitoral do gesto.

Resta saber como fará Eduardo Paes para se ver com a participação direta de Bolsonaro, sobretudo se Marcelo Freixo e o PSOL já tiverem desenvolvido jogo de cintura suficiente para convidar o ex-prefeito para um compromisso de mútuo apoio no caso da chapa Crivebolso ir ao 2° turno.

Até porque o eleitorado de Freixo o faria, o que só em parte seria verdadeiro no caso inverso.

Paes ficará numa saia justa diante de parte seu eleitorado na Zona Sul se disser que enfrentará o candidato de Bolsonaro. E em outra, se procurar ficar neutro.

Assista a cena escancarada da uso eleitoral da fé.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

11 respostas

  1. Eu não falo em 2022,terei pena do eleito que for administrar uma massa falida.
    O que vai restar em 2022?O País destruído,totalmente vendido,desumanizado,traído por quem o vendeu e por quem se calou.
    Em 2022 estarei dizendo:- A culpa é nossa,uma esquerda amedrontada que arrota ideais e não luta por eles.
    2022 será a sequência da farsa de 2018,uma farsa que avalizamos,aceitamos e legitimamos com o voto.
    Esquerda pragmática,passiva e acoelhada com medo de coturnos nas avenidas.
    Não soubemos defender Dilma,não soubemos defender Lula,não soubemos defender o Brasil em nome de nossos filhos em nome dos que virão depois e seremos cobrados por isso.
    A luta necessária nenhum dirigente de esquerda tem culhões para proclamar,arregimentar e comandar e não haverá atraso de 50 ou 100 anos como alguns doutos articulistas e analistas políticos dizem,será o enterro definitivo de um País,a perpétua miséria,a canina fome o tumor devastador ceifando vidas sem sonho e sem coragem.
    Eu chamo a luta,a luta armada,a revolta,a revolução com a derrocada de todos os poderes que nos roubam o futuro,quero o fim das forças armadas,do judiciário,ministério público,banqueiros,empresários, inimigos da liberdade,traidores da Pátria,coveiros de uma Nação.Quero-os encarcerados,condenados por traição a Pátria e sumariamente fuzilados.

  2. Só que não!
    Não assisto vídeo e nem mais palavras troco com evangélicos.
    Prefiro dar ”milho aos pássaros…”.

  3. Só que não!
    Não assisto vídeo e nem mais palavras troco com evangélicos.
    Prefiro dar ”milho aos pássaros…”.

  4. Pqp esse estado de coisas chamado RJ me embrulha o estômago e não é de hoje.
    Só de pensar que Cunha, Edir, Cabral, milicianos, dos Queiroz e Fernandinhos, das 1as facções do país, estes todos do vídeo, que todos eles saíram daí, pra contaminar e dominar o Brasil, realmente, isso me faz pensar que a fórmula do bom malandro, do esperto, fórmula de Noel, Dicró, Moreira e bezerra, de Gerson, deu certo.

  5. Dá uma pena ver os cariocas enaltecendo esse bando de farsantes. Há pouco tempo o Rio de Janeiro era um vulcão de cultura humanista e hoje está entregue ao obscurantismo medieval. Crivela, Witzel e Bolsonaro são crias dos cariocas…

  6. O Bolsonaro anda enlouquecido de tanta alegria nestes últimos dias. Está dando vazão a toda a exuberância de sua natural grosseria. Bananas para os jornalistas, como se tivesse vencido um round decisivo contra eles. Por conicidência, esta alegria toda vem depois dos eventos da Bahia, que parece terem deixado os jornalistas completamente desorientados. .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.