Bolsonaro ‘combate’ o desemprego demitindo a estatística

Jair Bolsonaro parece aqueles que pretendem acabar com as sem-vergonhices tirando o sofá da sala.

Lá de Jerusalem, numa entrevista à TV Record – amigo é pra essas coisas – respondeu ao aumento do desemprego registrado na sexta-feira pelo IBGE   dizendo que a metodologia, embora siga padrões internacionais, está errada.

Diz ele que as pessoas que recebem Bolsa-Família e auxílio-reclusão são contadas como empregadas e que a taxa sobe porque a economia está melhorando e as pessoas que tinham desistido de procurar emprego passaram a procurar e, assim, entram na conta dos desempregados.

O sr. Bolsonaro fala asneiras de cabo a rabo.

Receber ou não receber Bolsa-Família não entra na estatística nem para ter nem para não ter emprego, o que entra é estar empregado, procurando emprego ou ter desistido de procurar.

A segunda explicação de Bolsonaro é pior ainda. O número das pessoas que nem sequer está procurando emprego, os desalentados, não só não diminuiu com a tal “melhora na economia” que só ele vê, como, ao contrário, aumentou. Bateu seu recorde histórico: chegou a quase cinco milhões e é 6% maior que o registrado em dezembro-janeiro-fevereiro de 2018.

O presidente parece ter problemas cognitivos, sérios.

E problema pior tem para encarar a realidade e adotar políticas que gerem empregos, em lugar de criar estatísticas que escondam o desemprego.

Quem sabe, por exemplo, começa a agir, por exemplo, evitando que as construtoras demitam 50 mil operários que trabalham no que resta do “Minha Casa, Minha Vida”, na iminência de serem postos na rua porque o Governo não honra os contratos?

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

15 respostas

  1. Bozo não é tão idiota a ponto de acreditar que a culpa pelo desemprego é do IBGE. Ele está é chutando a bola do milicianismo para longe da familia dele, outra vez. Alguém ainda lembra que um dos assassinos de Marielle mora a 15 metros da casa de Jair no Rio? Que seus filhos deram medalhas para PMs presos em crimes? Alguém ainda lembra do Queirós? Nossa, foram tantos desvios de assunto que essas coisas parecem perdoadas, esquecidas, diminuídas, menores… só que não.

    1. Acertou na mosca…..Desde os últimos escandalos envolvendo a familia e” amigos”, não se passa 1 semana sem que apareçam bobagens emitidas por Bolsonaro & familia e aliados mais chegados…..Tudo para jogar areia nos olhos da opinião pública e fazer esquecer as laranjas e os Queiroz da vida….De bobo esse pessoal não tem nada.

    2. Eu também sou radicalmente contra chamar qualquer integrante desse desgoverno de “burro” ou “maluco”. Como disse Elika Takimoto, “Pai, não os perdoai, porque sabem muito bem o que fazem”!

  2. Já vivemos mais de dois anos de Temer, e agora aguentar mais 4 de Bolsonaro é um pesadelo muito longo para a nação!

  3. Bolsa Família, para o Bozo, é emprego? Juro que ainda vou cortar os pulsos. Alguém já disse para ele que a “metodologia” usada para definir a Previdência como quebrada está errada? Essas coisas ele não sabe e nem quer saber. O negócio dele é ajudar os rentistas, os bancos e grandes empresários.PQP.

  4. É aquela situação. O Cãoverno Bozonaro veio para desestabilizar e destruir tudo no país. Já atacou o Ibama, o MEC e a Petrobrás. Agora a vilã da vez é o IBGE, sucateado desde o ano de 2016, precisando urgente de novos contratados, com funcionários quase se aposentando e que o Bozo faz? Critica, inventa, calunia como o vilão que é. Fico triste por aqueles que trabalham nesses órgãos. Mas não sinto pena daqueles que fizeram campanha pro Golpe e votaram nesse trate pra presidente.

  5. A culpa é do CONJE !!! Malditos comunistas do IBGE, é facil resolver, vou mudar o nome do IBGE para Instituto Brasileiro de Geração de Emprego, TAOKEI ?

  6. A explicação do bozo para o desemprego vai na linha daquela do Delfin Neto quando ministro da fazenda, em que culpava o preço do chuchu pela alta desenfreada da inflação.
    Pobre do Sérgio Porto, nosso genial Stanislaw Ponte Preta, perdeu a melhor parte do Febeapá. Ia fazer a festa com um time de desgoverno em que além do próprio bozo e clã, pilotados pelo astromante da Virginia, despontam 1) Doidamares, do Jesus da goiabeira; 2) Beato Salu do Itamaraty (como o chamou Brito) com nazismo de esquerda, marxismo cultural e Trump salvador da civilização ocidental, entre outras; 3) Velez, o cachorro caído do caminhão de mudança, perdidaço, e sua ordem unida cantando o “vira do ipiranga” com filmagem e tudo; 4) Salles, do meio ambiente, o falsário, tanto de mapas quanto do próprio currículo (diz ter-se graduado por Yale onde ninguém o conhece) e seu “quem é Chico Mendes?”; 5) o “conje” daquela que mora com ele, que está “sobre” forte pressão emocional, pois seu “corta e cola” foi debochado pelo botafogo; 6) o Guedes, que tem “uma vida fora daqui”; 7) Onyx e seu perigosíssimo liquidificador; 8) o vice combatendo o salário mínimo-máximo. E la nave vá… piena di gente stupida.

  7. A situação do Bozo/Brasil, me lembra o final da Segunda Guerra Mundial e o bunker do Hitler. Embora ainda se falasse em forças, nação, resistência, etc…. todos sabiam que não havia mais nada a combater. Delírios não se transformavam em vitórias. Aos poucos, aqueles que eram menos fanáticos, ou mais covardes, tentavam se safar de algum jeito. Somente lunáticos e idiotas continuavam querendo lutar, por uma batalha que não podia mais ser vencida. E o idiota-mór sempre colocando a culpa em alguém. Com Lula preso (injustamente), coloca-se a culpa no comunismo!!!!! E assim continuamos em queda livre rumo ao abismo econômico. O abismo cultural parece que já atingimos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.