Bolsonaro diz que “perdoa” Maia por situação de Moreira

No último post, referi-me ao desentendimento entre Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia estar tomando ares de briga de moleques à saída da escola.

Agora, com a declaração de Bolsonaro de que “perdoa” o presidente da Câmara, por estar nervoso com a prisão do padrasto de sua mulher, Moreira Franco, invocando “a situação pessoal que ele (Maia) está vivendo”, acho que já chegamos ao ponto em que os conflitos de colegial tinham aquela linha traçada no chão e se dizia: “quem passar daqui xinga a mãe do outro”.

Ninguém duvida que Maia, a esta altura, está bufando por não poder repetir a Bolsonaro aquele grito dos blocos de carnaval.

Estamos na república da molecagem.

A semana promete…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

12 respostas

  1. O bolçanaro é mais imbecil que se possa imaginar. Nem dá mais tesão comentar as asneiras que ele verbaliza ou digita cada vez que um dos neurônios faz brotar alguma coisa no cérebro dele

  2. Alguém pode perguntar para o capitão qual a urgência que ele tem de ir a Israel neste momento complicado de tramitação da reforma da previdência? Ele só quer os bônus e os holofotes do cargo de presidente. O ônus ele deixa para os outros. A propósito, será que ele vai a Israel pessoalmente – tal como foi na CIA – para agradecer o ‘santinho’ que ele trouxe na mala em 2016 e deu para a CIA brincar e eleger ele e uma bancada congressual inteira?

    1. O Bolsonaro não, mas os militares que estão por trás dele, doidos para tomar o poder, precisam. E até agora a esquerda não se mexe…

  3. Se depender da baixeza do capitão é capaz da briga chegar até num ‘eu não te estupro porque não sou gay’. Alguém pode perguntar para ele por quê depois de 30 anos fazendo parte da política ele sequer sabe o que é articulação. E que se nunca gostou da velha política por quê ficou 30 anos fazendo parte dela ?

    1. Por que ele comparecia pouco ao trabalho. Isto explica porque ele tem tão pouco conhecimento sobre qualquer assunto, apesar do congresso ser um lugar onde se debate sobre tudo.

    2. Seria mais plausível ele dizer: “Eu não te estupro porqhe não quero sair do armário!”

  4. O cara manda o outro a puta que o pariu. Depois diz que foi mal interpretado, so queria mandar ele visitar a mamãe.

  5. Óh que nobreza de caráter. Ele “perdoa”, vejam só. É realmente um espírito elevado, superior, que não se deixa contaminar por sentimentos baixos e vis. É de fato um Messias. Nada de “me solidarizo com…”, “… entendo a reação do presidente da Câmara…” ou algo parecido. Mas não. Seria muito piegas, coisa de viado. Ele não deixa por menos. Ele PERDOA mesmo. Rodrigo Maia, considere-se um ser humano especial. Mas quando encontrar com ele, repita aquela frase que foi tão ouvida no Carnaval em todo o Brasil.

  6. Maia pode até não dizer para o Bozo aquele grito do carnaval, mas que está pensa do, está.
    E, a bem da verdade, não é só o Bozo que está merecendo, não. Tem muito, mas muito mais gente nos Três Poderes e na grande mídia que deveria ir junto!

  7. Na nossa é poca de moleques, tinha sempre um fdp que botava a mão entre os dois briguentos e dizia: quem estiver com medo, cospe na minha mão, e na hora do cuspe recíproco, o fdp tirava a mão. Tá igualzinho, e o fdp é o Moro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.