Bolsonaro e o pus do golpismo

A volta de Jair Bolsonaro à campanha eleitoral não podia ser mais trágica, mais até do que foi patética.

Serve-se da piedade que seu estado de saúde desperta para fazer as mais sórdidas acusações e , pior, para sugerir que deva ser dado um golpe de estado caso não vença as eleições.

Gostaria de poder dizer que é um delírio, mas sua vida pregressa desautoriza imaginar que possa ser apenas um desequilíbrio provocado por seu estado físico precário.

Diz, em resumo, que Lula não fugiu da sentença judicial que o levou à prisão porque já tinha “armado” um plano para voltar ao poder com a cumplicidade ,nada menos, que a da mesma Justiça que o prendeu e  que o impediu de ser candidato.

A tese de Bolsonaro, mais do que disparatada, é a de um sujeito vil e covarde que, são, teve todas as chances de dizer isso e deixa para fazê-lo agora, que está protegido da resposta que merece por um leito de hospital.

Esqueçam a tese da impressão do voto, pois Bolsonaro serve-se de uma mentira deslavada – Lula sancionou a lei que o instituía, em 2009 e Dilma Rousseff fez o mesmo em 2015 e ambas as vezes foi o Supremo quem a derrubou – apenas para cobrir de “honestidade” a sordidez do que diz.

A atitude é apenas a de um canalha, que procura atirar sua dificuldade em ser a opção majoritária do povo brasileiro à conta de uma possível fraude e, ainda pior, uma fraude absurdamente atribuída a um suposto controle do Judiciário por quem é por ele perseguido, preso e amordaçado.

É, entretanto, pior ainda, porque transforma todos os que lhe negam, por convicção democrática, o voto e convida previamente ao não-reconhecimento dos resultados eleitorais – convocando para isso, expressamente, os comandantes das Forças Armadas.

Bolsonaro sai, hoje, da posição de “golpista do Temer” para a de “golpista de si mesmo”.

Pior: só chegou a isso porque um bando de sujeitos togados, por seu ódio político, deixou que as eleições descambassem para esta insanidade.

Jair Bolsonaro, ainda bem, parece estar livre de uma infecção intestinal que lhe poderia ser fatal. Mas ele próprio continua sendo a supuração de um Brasil infeccionado pelo ódio insano do golpismo.

Muito mais perigoso, muito mais fatal.

Há, porém, um lado bom nesta história. Algo informa o capitão que a sua situação está longe de ser tão positiva quanto indicam as pesquisas e o impede de fazer um discurso de “paz” que lhe pudesse ampliar a aceitação na disputa final.

A opção preferencial pelo ódio é sinal de alerta de suas dificuldades.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

61 respostas

  1. O “capitão do Ustra” teve que fazer uma intervenção cirúrgica para desobstruir os intestinos, agora que Haddad13 está chegando e deve ultrapassá-lo na corrida presidencial, o “capi(e)ta” está se cagando todo. Se os médicos tivessem consultado as pesquisas eleitorais, a cirurgia seria desnecessária.

    Minha vó dizia que chá de broto de goiabeira é a terapia certa pra caganeira incontida.
    #InterovioformOstentação

      1. Lembram da declaração do Ex procurador sobre o Gilmar muito recentemente que disse que o Gil mala sem Alça tava tendo uma diarreia oral. Em miúdos: Cagando pela boca..Assim tá o tal de Bolsonaro.

    1. Cirurgia para desobstruir o intestino? Será? Não vi nenhum curativo ou pontos na cabeça dele.

  2. O neonazista está desesperado. As declarações odiosas revelam que ele já sente o cheiro da derrota. O problema eleitoral passa a ser o judiciário golpista e a posse do eleito não está garantida pelo que se infere das recentes declarações anticonstitucionais de militares que nada têm a ver com eleições democráticas.

    #HaddadEManuela

  3. Chora, Cinderela, chora.

    O seu sonho de uma longa noite de inverno no Brasil com o seu “príncipe” Ustra está terminando.

    1. A verdade é que o Brasil não é a Ucrânia, que depois de um golpe de estado que veio com a desculpa esfarrapada de “corrupção”, relegalizou a suástica e mandou erguer em praça pública uma estátua do fascista Banderas, aliado de Hitler que construiu um campo de concentração onde enterrou vivos centenas de milhares de conterrâneos ucranianos. Anteriormente o maior país produtor de cereais, hoje vive de favores da União Europeia, sem qualquer perspectiva de restauração democrática.

    2. Ele vai passar seus dias de golpista com uma bolsa de bosta pendurada na barriga na cadeia que é o lugar deste calhorda FDP. Ele e muitos outros.

      1. Bem falado.
        Nós parece que o intestino dele contaminou o cérebro. Tá com ele (cérebro) cheio de titica.

  4. Deixa ver se entendi… quer dizer que as urnas serão ou já foram fraudadas…? as urnas que estão sob o poder de TSE? o mesmo TSE que vem passando a mão na cabeça de Lula? E o TSE não vai se defender não?
    Mas bem no fundo convenhamos: raciocínio nada mal pra um boçal nato, nénão?

    1. Gil, raciocinio dos articuladores dele. Pois nem pra isso ele deve ter prestado. ele deve ter sido apenas a voz.

  5. Esse deliquente sabe que vai perder e já está fermentando a massa fascista. Preocupante.

  6. Acho que você está certo quando diz que ele não está tão bem nas pesquisas quanto dizem. Até Donald Trump mudou o seu tom durante a campanha em vários aspectos quando viu que podia deixar de ganhar votos, e só conseguiu angariar votos por causa do quesito econômico, o que Bolsonaro não tem, a não ser culpar o PT por tudo. Ia ser até engraçado Bolsonaro eleito, não conseguir consertar a economia, o que ele não vai conseguir de jeito nenhum, e ver em quem ele vai por a culpa.

  7. Ao fim e ao cabo (ou deveria dizer capitão), Bolsonaro volta ao leito que lhe pertence: o da ditadura. Seu discurso de ódio não conseguiu inflamar 30% do eleitorado. Ele não leva no primeiro turno; no segundo, é derrotado até pela minha tia (já falecida). Só lhe resta o “modus esperneandis” e o apelo àquela camada bárbara das forças armadas e suas forças auxiliares – que nenhum governo democrático desde 1985 ousou democratizar. A ver. Ou estaremos preparados para reagir?

  8. Ele acha que a unica chance de vencer no 2 turno, é se ele for a solução anti-petista. Nas pesquisas ele perde para os outros candidatos, por isso ele vai tentar forçar a divisão do Brasil, entre Esquerda e Direita, sendo ele a Direita. Pra ele, quanto mais Haddad crescer melhor.Quanto menos a Midia, falar de Alkmin, Ciro ou Marina , melhor pra ele.

  9. O Brasil entrou nessa crise institucional quando o Playboy Ladrão Neves não aceitou sua derrota na eleição e foi ao TSE questionar o resultado só pra “encher o saco”. Conversava com algumas pessoas hj justamente por achar que a direita não aceitaria a derrota. Depois dessa declaração hilariante do “Mito” imagine como os Bolsominions ficaram. Dias nublados em um breve futuro!

  10. Hoje conclui e já comentei que o Capitão sequer vai ao segundo turno. Minha tese é que o Haddad já aparecerá nas próximas pesquisas tecnicamente empatado em primeiro lugar e isso poderá ter dois efeitos:
    1. se formará uma onda Haddad insuperável e este leva a eleição ainda no primeiro tempo; ou,
    2. Setores antipetista perceberão que as poucas chances de uma derrota do petismo só poderá vir de um embate com outro progressista. Ciro Gomes no caso.
    Nesta segunda tese, Haddad converte quase a totalidade dos 32% dos que declararam votar com certeza no candidato do Lula . Enquanto, Ciro vai continuar a tirar voto e desidratar ainda mais Marina, depois Alkmin e mais tarde o próprio fascista e chegará próximo aos 25%, enquanto o inominável não passará de 20% do eleitorado. Especialmente, porquê a onda das mulheres contra este último é de uma assertividade impressionante e um peso pra baixo muito forte para qualquer cadidato. Tanto que os seus apoiadores já sentiram a força do movimento e tentou um golpe que envolvem crime cibernético e crime de ameaças.
    Tenho dito!

  11. Bolsonaro é um insano, que mesmo enfermo, no leito, debruça mentiras e maldades contra o povo brasileiro, e sugere um GOLPE MILITAR, se ele próprio e seus comparsas, perderem as eleições. Em seu discurso, no leito, Bolsonaro já vislumbra a vitória de HADDAD E MANUELA “13” para PRESIDENTE, bem como a derrota dos golpistas traidores da Pátria, Atenção brasileiros, temos que fazer a maior bancada de Deputados Federais e Senadores, para HADDAD e MANUELA defenderem nossas riquezas levadas pelas multinacionais estrangeiras. AGORA É DEMOCRACIA X DITADURA !

    1. Vamos fazer uma corrente fortíssima. Vamos votar 13 (treze)
      A caganeira dos Bolsomerda tá só começando.

  12. Ele já sabe que vai perder e não terá mais mandato de deputado, não terá mais as benesses de pertencer ao congresso. Essa é a grande preocupação dele. Serão 4 anos sem mordomias e talvez seja mais, pois não sei se será eleito nas próximas. Sem ele como líder da família talvez os próprios filhos fiquem prejudicados na eleição dos mesmo futuramente.

  13. Antes de tudo uma CORREÇÃO necessária: ao contrário do que afirma a postagem, Dilma Rousseff, então presidenta da república, VETOU a lei que instituía a impressão do voto. Ao final do comentário reproduzo a notícia, que pode ser lida em https://www.conjur.com.br/2015-nov-19/congresso-derruba-veto-voto-impresso-passa-obrigatorio
    O Congresso Nacional derrubou esse veto, como está claro na notícia. Foi descuido de Fernando Brito? Ou foi mesmo para confundir?

    O STF é exatamente o que sabemos e Brito reafirma em seu texto. Mas em relação ao “esfakeamento” contra o candidato nazifascista das cadelas do fascismo que vestem verde-oliva, ah, isso nem PIGs nem “blogosfera” têm a coragem de atacar, mostrando as fraudes grosseiras cometidas pelos que simularam aquele atentado. Defensor de Israel e do sionismo, “batizado” no Rio Jordão por um tal pastor Everaldo, o candidato nazifascista disse horrores no clube hebraica, no Rio de Janeiro. Por que o renomado hospital Sírio-Libanês não aceitou internar o candidato nazifascista? Por que, logo após a negativa, ele foi aceito numa hospital israelita, dirigido por sionistas?

    O editor do blog centra as críticas apenas no ex-capitão do exército e nada fala sobre os generais que já lhe tomaram a candidatura. Depois de estar num hospital, muitas “operações” podem ser feitas no candidato “esfakeado”. Ou os leitores não se lembram do que fizeram com Tancredo Neves? Os mais jovens não se lembram, mas quem tem hoje 45 ou mais anos de idade sabe do que estou falando e devem se lembrar do que foram capazes os militares, para colocar como 1o presidente civil, após 21 anos, um dos que era de sua estreita confiança, José Sarney, que até o fim de 1984 presidia o PDS/ARENA.

    ______________________________________________

    Congresso derruba veto, e voto impresso passa a ser obrigatório
    ImprimirEnviar256500
    19 de novembro de 2015, 12h17
    O Congresso Nacional decidiu nesta quarta-feira (18/11) que os votos deverão ser impressos. Com o apoio de 368 deputados e 56 senadores, foi derrubado o veto à parte da reforma política que previa a impressão dos votos. Fica valendo agora o texto tal qual saiu do Parlamento — no processo de votação eletrônica, a urna imprimirá o registro de cada voto, que será depositado em local lacrado, sem contato manual do eleitor.

    Apesar da derrubada do veto, o voto impresso ainda não valerá nas eleições municipais de 2016. Segundo a Lei 13.165/2015, essa regra deve valer apenas na primeira eleição geral após a aprovação da nova legislação, em 2018.

    Ao justificar o veto, Dilma Rousseff explicou que, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, a medida geraria um impacto de R$ 1,8 bilhão com despesas de compra de equipamentos e custeio das eleições. Além disso, também de acordo com a justificativa, o aumento das despesas não veio com estimativas de impacto orçamentário-financeiro.

    O senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) explicou que a derrubada do veto recuperou a vontade da Câmara e do Senado, que votaram pela obrigatoriedade da impressão dos votos. O senador disse que o objetivo é assegurar ao eleitor uma contraprova do voto dado. “A urna eletrônica é, sem dúvida, um avanço, mas não pode ficar estagnada no tempo” disse Cássio Cunha Lima.

    O senador José Pimentel (PT-CE) defendeu a manutenção do veto da presidente Dilma Rousseff . Lembrou que a recomendação para o veto veio do TSE, por causa dos altos custos da mudança. “Como estamos tomando uma série de medidas por conta da limitação de recursos públicos, entendemos que não temos condições de investir na impressão de votos”, afirmou Pimentel.

    Segurança das urnas
    Desde que começou a ser utilizada a urna eletrônica, a cada eleição é comum o candidato derrotado e os eleitores insatisfeitos com o resultado colocarem em xeque a segurança das urnas eletrônicas. Para eles, sem um voto impresso é impossível saber se o voto foi computado corretamente.

    Nas eleições gerais de 2014 não foi diferente. Derrotado nas urnas, o PSDB pediu uma auditoria das eleições. A apuração do partido não encontrou nenhuma irregularidade nos sistemas de votação, apuração e totalização de votos nas eleições.

    Apesar de não ter encontrado nenhum problema, o partido apresentou uma série de sugestões para melhoria do processo eleitoral, entre elas o voto impresso. Com informações da Agência Senado.

    1. Sob seu ponto de vista, a investida golpista do ex-capitão pode ser atribuída a uma defesa preventiva contra radicais mais pesados que poderiam estar tentando se apoderar de sua liderança política. Mostrando-se mais radical que tais radicais, ele tentaria se por à testa de um possível futuro golpe militar para que o vencedor da eleição democrática não venha a assumir. Só que, ao que parece, depois do tal golpe ele seria com certeza descartado. Nem os golpistas mais radicais do mundo desejariam colocar no poder um tipo como Bolsonaro, cuja aceitação popular se deveu a um intenso movimento de propaganda vazia.

  14. ELEIÇÃO DEMOCRÁTICA DO TERROR
    Frei Betto

    Ele nada entendia da situação real do país. Nem demonstrava
    interesse por ela, embora atuasse ativamente na política. Por isso não
    gostava de ser questionado, irritava-se diante das perguntas como se
    fossem armas apontadas em sua direção. Não queria que a sua ignorância
    se tornasse explícita.

    Ser estranho, ele
    tinha olhos alucinados afundados nas órbitas, lábios espremidos, gestos
    cortantes. Todo o seu corpo era rígido, como se moldado em armadura. Ao
    ficar na defensiva, parecia uma fera acuada. Ao passar à ofensiva, a
    fera exibia garras afiadas e de suas mandíbulas pingava sangue.

    Sua fala exalava ódio, rancor, preconceito. Aliás, não falava,
    gritava. Não sabia sorrir, tratar alguém com delicadeza, ter um gesto de
    cortesia ou humildade. Evitava ao máximo os repórteres. Julgava suas
    perguntas invasivas. E temia que a sua verdadeira face antidemocrática
    transparecesse em suas respostas.

    Educado em
    fileiras militares, aprendera apenas a dar e cumprir ordens, enquadrar
    quem o cercava e ultrajar quem se opunha às suas opiniões. Jamais
    aceitava o contraditório ou praticava um mínimo de tolerância.
    Considerava-se o senhor da razão.

    A nação
    estava em frangalhos, mergulhada em crise ética, política e econômica, e
    o horizonte da esperança espelhado em trevas. Pelo país afora havia
    milhares de desempregados, criminalidade generalizada, corrupção em
    todas as instâncias de poder. O câmbio disparara, a moeda nacional
    perdia valor, o descontentamento era geral. O governo carecia de
    credibilidade e se via cada vez mais fragilizado. O povo clamava por um
    salvador da pátria.

    Jovens desesperançados
    viam nele um avatar capaz de inaugurar a idade de ouro. Era ele o cara,
    surfando na descrença generalizada na política e nos políticos. O
    Executivo se debilitara por corrupção e incompetência, o Legislativo
    mais parecia um ninho de ratos, o Judiciário se partidarizara submisso a
    interesses escusos.

    Ele se dizia cristão, e
    se considerava ungido por Deus para livrar o país de todos os males.
    Advogava soluções militares para problemas políticos. Movido pela
    ambição desmedida, se apresentou como candidato à eleição democrática
    para ocupar o mais alto posto da República, embora ostentasse a patente
    de simples oficial de baixo escalão do Exército.

    De sua oratória raivosa ressoava o discurso agressivo, bélico,
    insano. Haveria de modificar todas as leis para implantar uma ordem
    marcial que poria fim a todas as mazelas do país. Eleito, seria ele o
    comandante-em-chefe, e todos os cidadãos passariam a ser tratados como
    meros recrutas obrigados a cumprir estritamente as suas ordens.

    Prometia fortalecer o aparato policial e as Forças Armadas. Sua
    noção de justiça se resumia a uma bala de revólver ou a um tiro de
    fuzil. Eleito, excluiria da vida social um enorme contingente de pessoas
    consideradas por ele sub-humanos e indesejáveis, mulheres,
    homossexuais, trabalhadores em luta por seus direitos e comunistas.
    Todos que se opunham às suas opiniões eram por ele apontados como bodes
    expiatórios da desgraça nacional.

    Seu mandato
    presidencial haveria de trazer a era de fartura e prosperidade.
    Reergueria a economia e asseguraria oportunidades de trabalho a todos.
    Exaltaria os privilégios do capital sobre os direitos dos trabalhadores.
    Aqueles que o seguissem seriam felizes, e livres para sobrepor a lógica
    das armas ao espírito das leis. Os demais, excluídos sumariamente do
    convívio social.

    Enfim, após uma série de
    manobras políticas e forte repressão às forças adversárias, ele foi
    eleito chefe de Estado. A nação entrou um júbilo. O salvador havia
    descido dos céus! Ou melhor, brotado das urnas.

    Tudo isso aconteceu há 85 anos, em 1933. Na Alemanha alquebrada pela
    derrota na Primeira Grande Guerra. O nome dele era Adolfo Hitler.

    Frei Betto é escritor, autor de “Calendário do Poder” (Rocco), entre outros livros.
    #EuSouHaddad
    #Manu1ªViceMulher
    #LulaLivre
    #13dePontaAPonta
    #HaddadPresidente
    #HaddadÉLula
    #LulaÉHadadd

    1. Impressionante, o primeiro parágrafo me fez lembrar de um candidato a presidência do Brasil. HADDAD para presidente!!

  15. É, parece que o Bolsoignaro melhorou mesmo: já voltou a relinchar para animar a sua récua. Logo, logo, ele voltará ao normal, marchando sobre as quatro patas e pastando sua ração favorita…

  16. Perdeu, Bolsonaro. E agora só resta a seus apoiadores a inútil inconformação. Mesmo se a Globo quisesse, não poderia mais botar seus seis milhões de coxinhas, convertidos agora em fascistinhas, nas ruas a implorarem por um novo golpe de estado para alçar ao poder este estranho super-fascismo entreguista, anti-nacional e promotor do ódio e do preconceito de cor, de gênero e de classe. Não seria preciso fechar a Globo. Bastaria obrigá-la a fazer um grande programa de reeducação democrática em horário nobre, a cargo de um conjunto de universidades federais, para penitenciar-se da imbecialização sistemática e das mentiras golpistas que tem espalhado.

  17. Bolsonaro é um covardão fascista. Ele disse o que disse porque Generais canalhas e golpistas estão pregando o golpe novamente. Acontece isto porque o Presidente Michel Temer é ilegítimo e não pode punir nenhum militar porque ele é uma das partes do golpe que derrubou a Dilma.

  18. O Brasil do Fernando Haddad e Lula e povo precisam punir estes canalhas golpistas mesmo cagados pelo intestino e pelo cérebro. .Se o Haddad não for ligeiro ele será derrubado antes de tomar posse como presidente em 1º de janeiro de 2019.

  19. Parece que exageraram na transfusão do “material” perdido com a facada. Mas ele voltou ao normal com um plus a mais.

  20. “PEÇA PRÓ-BOLSONARO TEM MULHER ESTRANGEIRA

    … Uma mulher negra estrela uma das peças publicitárias da campanha do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Sob fundo escuro, ela é filmada em primeiro plano, enquanto locução ao fundo afirma: “Sou mulher, negra e vinda de família pobre. Mas não dei em procuração para que ninguém fale em meu nome.” Em 1min10s de vídeo, ela não abre a boca. A mulher que é apresentada como eleitora de Bolsonaro na verdade é uma modelo estrangeira caracterizada como enfermeira, que provavelmente não domina a língua portuguesa. Suas imagens foram retiradas do banco de dados Shutterstok, empresa americana que possui um acervo de 229 milhões de imagens, entre vídeos e fotos. O vídeo aparece logo nas primeiras páginas do acervo da Shutterstock para quem faz uma busca com as palavras-chave “black woman” (mulher negra em inglês). Para baixá-lo, é necessário pagar US$ 79, o equivalente a R$ 331. A peça publicitária foi postada em uma rede social do grupo de militantes “Ação Bolsonaro” e replicada pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável e candidato à reeleição. Foi assistida por cerca de 33 mil pessoas em um período de apenas cinco horas.”

    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/09/propaganda-de-doria-na-tv-mostra-cenas-de-escolas-e-clinicas-dos-eua-e-russia.shtml

  21. Esse CANALHA LOUCO deveria ter sido preso e encarcerado no dia em que fez a desavergonhada e despropositada homenagem ao pústula Brilhante Ustra.
    É um grandessíssimo FILHO DA PUTA , COVARDE E CHORÃO !

    #HADDADPRESIDENTE
    #LULAÉHADDAD
    #HADDADÉLULA
    #MANUELAÉLULA

  22. A presidente Dilma Rousseff promulgou a lei que determina impressão do voto na urna eletrônica. A decisão da presidente foi publicada na edição desta quinta-feira (26) do “Diário Oficial da União”.

    Aprovada pelo Congresso na minirreforma eleitoral, a impressão foi vetada pela presidente Dilma Rousseff em setembro. O veto, porém, foi derrubado na última quarta (18) e o novo sistema será usado nas eleições de 2018. http://g1.globo.com/politica/noticia/2015/11/dilma-promulga-lei-que-preve-impressao-do-voto-na-urna-eletronica.html

  23. Um detalhe me chama a atençao , até agora somente falaram generais do exército….E as outras forças, principalmente a Aeronáutica ?
    Nem uma voz dissonante, ninguém pela Democracia ?

  24. Vamos por parte:O Bolsomerda diz que o PT irá fraudar as eleições, eu pergunto : Como?: E o TSE que nos parece usa esta pratica pra eternizar os tucanos em Sampa faz anos não fará nada?Olha Bolsomerda: o uso do cachimbo entorta a boca. Esta ruma Bolsomerdista nós parece que viciaearm tanto em fraudar urnas que eles mesmos estão se entregando.
    Vejamos um exemplo gritante Çerra Senador 11 milhões de votos Aluizio 500 ,,,,,e Merdinha do Dória. Será que não chegou a hora de desmascarar esta turma. E o Bolsomerda quer culpar o PT enquanto eles são os autores e co-autores de grandes farsas eleitorais no Brasil. Cadê os integrantes do TSE???

  25. Mas, “perai!” A desculpa de uns generais de pijama não era implicância com o Lula, mas agora o Lula está fora do páreo , e ai????

  26. Estes generais de pijamas (dois ou três) ficam rosnando pra ver se os cagões ficam amedrontados mas, na hora de “secá” o bagaço , miam que nem gatinhos no sofá.. Vamos lá generais de pijamas, passem aqui por Minas que aqui tem Pão de queijo quente e “Café no Bule”.

  27. Realmente… tem coisas no ar…que andam preocupando o capitão neofacista, os golpistas e a turma bufunfa-mercado, que essas pesquisas não revelam, qual seja: a de que o 1º turno tá no papo pra ele, mas no 2º turno suas chances de levar são quase impossíveis, pelo que a análise estatística pode mostrar

  28. Não haverá golpe nenhum é tudo rastro de onça; Se estes “golpistas” tivessem moral não estariam apoiando este governo corrupto do Themmeroso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.