Bolsonaro vai se fazer de vítima por juiz mandá-lo usar máscara

Agora “acabou, porra!”.

O juiz Renato Borelli, da 9a. Vara Federal de Brasília mandou divulgar sua decisão, tomada esta manhã, de mandar o presidente Jair Bolsonaro usar máscara de proteção ao ir a espaços públicos, sob pena de multa de R$ 2 mil.

É claro que é uma coisa ridícula e como ridículo correrá mundo, como o caso do presidente que vai ser multado em 350 dólares por não usar máscara no país onde a pandemia mais rápida e fortemente avança.

Claro que Bolsonaro vai se fazer de vítima e dizer que qualquer juiz de primeira instância pode “ameaçar” o Presidente da República.

O governo brasileiro está reduzido a uma palhaçada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

8 respostas

  1. Daqui a pouco o advogado da justiça, ops, o ministro da justiça irá entrar com pedido de liminar.

  2. Ser obrigado a usar máscara pela justiça, para quem queria ser ditador absolutista, é tortura igual às do carrasco Ustra. E atenção, porque vem por aí a segunda onda da pandemia, quando ainda nem sofremos todo o impacto da primeira. A Alemanha decretou isolamento absoluto em uma cidade de mais de cem mil habitantes. A China já detetou em Pequim 70 pessoas com o novo coronavirus, e seus cientistas descobriram que ele veio da Europa, possivelmente junto com peixes frescos do norte europeu. A Coreia também já está a sentir o ressurgimento da epidemia. Dizem que este vírus é mais contagioso que o outro.

  3. O cheiro de fim de festa assola Brasília. E a sanha privatista que explodiu de repente parece uma última tentativa de raspa antes de escaparem pela janela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *