Bolsonaro vira o vilão do mundo

Jair Bolsonaro consegue se superar todos os dias.

Obteve um laurel que poucos homens conseguiram na face da Terra: o de tornar-se um vilão mundial.

A esta altura, jornais e sites de todos os continentes estão publicando que o chefe de Pesquisas Espaciais do Brasil está sendo demitido pelo presidente por denunciar o rápido desmatamento da Amazônia.

Tal como na estúpida discussão que ele próprio provocou, alegando inexatidão dos dados, agora pouco importa que sejam mil, dez mil ou 100 mil os hectares de mata derrubada.

Na questão da Amazônia o simbólico é sempre muito mais forte que o material, até porque são áreas que nossas correspondências práticas já nem conseguem dimensionar. Mil campos de futebol, ou dois mil, ou três mil, para usar a analogia mais frequente para estas áreas são quantidades que vão além do campo da visão e do da imaginação.

São símbolos e não há símbolo mais infamante que o do destruidor da floresta que o presidente brasileiro alcançou, grudando em si o estigma de ser o comandante do avanço de esquadrões de motosserras e tratores sobre a floresta.

Bolsonaro não conseguiu reprimir o mau selvagem – o bom selvagem, mito europeu sobre os trópicos, era puro e bom – que há nele, com a mesma irresponsabilidade com que, aos 28 anos, tirava a farda do Exército para ir garimpar outro.

A notícia da demissão do diretor do Instituto de Pesquisas Espaciais, o Inpe, corre o mundo, publicada em todos os principais sites de notícias.

A derrubada da floresta amazônica, que acontece há décadas e tem centenas de causas, agora tem um nome: Jair Bolsonaro.

Desde anátema, não importa o que faça, ele não mais se livra nem terá, para fugir dele, o apoio de sua matilha.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

38 respostas

  1. Espero que possamos contar com ajuda internacional porque se depender das nossas instituições, a Amazônia já era.

    1. Espero que não. Roupa suja se lava em casa. Se for pra passar por cima das instituições, que seja o povo a fazê-lo. Aí sim, podemos aceitar ajuda internacional, mas a iniciativa tem que ser popular. Do contrário seria intervenção, o que dificilmente termina em coisa boa.

  2. Ele está fazendo exatamente o que os EUA querem para justificar a invasão e o apoderamento da Amazônia. Só não percebe quem não quer.

  3. Então, se o Haddad tivesse ganhado, o Exército daria um golpe de estado? Para garantir que o nosso Pré-sal fosse para o Big Oil, que a nossa Amazônia passasse a ser dos americanos, que nossa indústria aeronáutica fosse engolida por uma empresa dos Estados Unidos, que nossa base de lançamento de foguetes fosse ocupada por estadunidenses e que voltássemos rapidamente ao mapa da fome? Isto é uma piada?

    1. Sim, Haddad vinha naquela linha “não ganha, se ganhar não assume, se assumir não governa, se governar cai”.

    2. Vou mandar fazer uma camisa pro Bolsonaro em inglês… Vai ser parecida com da seleçao. So que tera uma inscriçao
      G reen
      A nd
      Y ellow

    3. Caro Alecs, nunca tive a menor dúvida disso. O presidente do CTF( Cupremo Tribunal Federal, com C) não tem um general como assessor por acaso. O Judiciário fez e faz parte do golpe. Se o STF não fizesse parte, teria deixado os tanques irem para a rua. Infelizmente, aquilo que chamávamos de país é isto.

    4. não dá pra comparar os dois, porém Bolsonaro tem o espírito do (mau) tempo a seu favor

      Haddad poderia tentar barrar algumas dessas coisas, mas o antipetismo desenfreado seria um problema

      o brasileiro só se politiza na oposição

  4. Bolsonaro precisa ser contido de qualquer maneira. Quem o apóia da mesma forma precisa ser contido. Em breve não haverá mais um país chamado Brasil e sim uma colônia destruída pela predação de seu patrimônio e pela utilização de seu povo como escravos modernos, sem direitos e com baixíssima remuneração sendo paga.

  5. somente represálias, sanções, punições etc vindas de fora conterão o 1° tenente recruta zero. Por causa dos alimentos contaminados q eles correm o risco de comer, por causa da destruição da amazônia e por causa da escalada óbvia do autoritarismo. Nossas esperanças, infelizmente, ao q parece quase q exclusivamente apontam para fora do país. Haddad se tivesse ganhado não governaria e talvez nem Ciro. Do jeito q era o clima na época, os raivosos não deixariam e só Deus e o bom Capeta é q sabem o q teria resultado

  6. Pelo que vejo nas TVs do mundo e manchetes de jornais, o Brontossauro está lado a lado atualmente com figuras que se tornaram execráveis no mundo inteiro como Aiatolá Khomeini, Idi Amin Dada, Saddam Houssein, Osama Bin Laden e Kim Jong-un.
    Ele e o mega idiota Trump são a bola da vez, pois além de monstros, um é submisso e lambedor de botas do outro.

  7. Amigo Fernando Brito, a jogada do Bozo é vandalizar o Amazonas, a grande mídia pró EUA divulga no mundo, tal como vc mostrou para formar opinião internacional no sentido de INTERNACIONALIZAR o Amazonas! O Brasil caminha para perdê-la!

  8. A reforma da previdência não vai surtir os efeitos esperados com o capitão Bolsonaro ocupando o cargo de presidente da república. O governo dele gera tensão, instabilidade e conflitos diários. Trata-se de um homem cuja ignorância, megalomania e soberba alimenta a intolerância e ódio na sociedade e que é cada vez mais malvisto na comunidade internacional. Neste sentido, a lógica diz que os famigerados investidores não se sentirão seguros para investir no país devido ao alto risco político. Daí, o Congresso está fazendo uma reforma da previdência que, por melhor que seja, prejudica o trabalhador para não dar em nada. Em mais de uma oportunidade eu afirmei aqui: o capitão vai melar a reforma da previdência. Agora está claro para mim que, na prática, os interessados e também o povo – já que a desculpa é que o país só vai prá frente com reforma – vão ficar agonizando na praia até o capitão sair do cargo. Sendo assim, era melhor a reforma nem sair antes de resolver o problema do dito cujo.

    1. Quando todas reformas forem aprovadas e as estatais vendidas o bozo perde a utilidade e o tse descobre que a candidatura dele era fajuta e ele cai fora na velocidade do lugo do paraguai

  9. breve vai ser emulado pelo cinema (americano) em novo filme de super heróis X super vilão, com direito a oscar etc.

    1. E você sabe qual a intenção disso, né? Dizer ao mundo que “brasileiros não sabem cuidar da Amazônia e, portanto, os americanos precisam tomá-la”. ????

    2. E você sabe qual a intenção disso, né? Dizer ao mundo que “brasileiros não sabem cuidar da Amazônia e, portanto, os americanos precisam tomá-la”. ????

  10. O capitão tapado fala que a ANCINE patrocina filmes como Bruna Surfistinha, mas ele de própria boca é quem afirma que usa o dinheiro público do auxílio moradia para “comer gente”.

  11. senhores e senhoras tenho um plano para soltar o nosso guia … temos que conseguir provar que não foi ele que nomeou o zé dirceu para a casa civil e que não foi o zé que nomeou o duque que país é esse, o cerveró da passadena, sérgio machado e o nosso amigo pailinho … é fácil como parece, pois se não foi ele que nomeou, não tem nada a ver com isso.

  12. Fernando, morro de pena de não poder compartilhar em todas as minhas redes os teus textos, VK e Linkedin não aceitam o link. Algumas vezes copio os textos e jogo lá, muitas vezes incompletos. Uma pena!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *