Brasil, a republiqueta. Bolsonaro quer indicar filho embaixador nos EUA

Dia após dia, Jair Bolsonaro se supera na sua ação para reduzir o Brasil a uma republiqueta desprezível.

Agora, diz que está considerando indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro como embaixador do país nos Estados Unidos.

O argumento é o de que “Eduardo fala bem inglês” e que ” amigo dos filhos do [Donald] Trump”.

No antigo regime haitiano, tínhamos o “Papa Doc” e o “Baby Doc”.

Teremos o Papai Bozo e o Bozo Júnior?

Nem dá para fazer comentários mais sérios sobre o que é uma piada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. No mais descarado nepotismo. O Brasil vai virar uma Republiqueta familiar com a complacência da midia golpista e da justiça partidária.

  2. Será que alguém ainda tem dúvidas se estamos ou não sob uma ditadura midiático-judicial que acata qualquer sandice que venha do miliciano-chefe?

  3. Não vejo problemas que este governo de DELINQUENTES,indique um deles, da QUADRILHA para ser embaixador .
    Estará sendo coerente com seu comportamento .
    A presença do sujeito num alto cargo como esse, sendo como é ,uma ABERRAÇÃO , irá expôr para o mundo lá fora de uma forma escancarada em que estágio de DEGRADAÇÃO o nosso país se encontra.
    Não adianta tentarmos esconder a sujeira ,melhor ,vamos mostrar o quanto podres estamos.
    Tal vez seja dessa consciência da realidade que começaremos a muda-la (é mais um desejo que uma possibilidade concreta)

  4. Nepotismo é o uso de um cargo público para favorecer parentes. Dentre os crimes de responsabilidade do presidente da república, está o previsto no artigo 9, inciso 7: “proceder de modo incompatível com a dignidade , a honra, e o decoro do cargo”. Agora vem cá. É digno e honrado um presidente que nomeia o próprio filho para um cargo como o de embaixador num acintoso de caso de nepotismo?

  5. Segundo a assessoria do suposto presidente não se trata de nepotismo. Então tá. Dentre os crimes de responsabilidade do presidente da república está a conduta desonrada e indigna no uso do cargo. Lotear o estado em prol de filhos é compativel com a dignidade e honradez necessária para ser presidente da república? É claro que não.

  6. O cargo de embaixador é o cargo mais alto da carreira diplomática no país. O título se confunde com a posição de Ministro de Primeira Classe. Então, esse movimento é para preparar o terreno e os ânimos para mais a frente colocar o Carluxo no lugar do General Heleno. Se colar colou e ele emplaca os dois. Né mesmo, capitão?

    1. E Washington é parte do chamado circuito Elisabeth Arden, que inclui, salvo erro meu, Paris, Londres e Roma.

  7. É uma piada pronta, mas não dá para resistir: O Eduardinho vai ser embaixador do Brasil nos Estados Unidos ou embaixador dos Estados Unidos no Brasil?

  8. Avacalhação total. Já somos a maior Republiqueta de Bananas desde aquele filme de Woody Allen. Vamos virar uma total “plantation” sem indústrias, sem escolas, sem universidades. Agora a pouco ouvi que “policiais e bombeiros vão dar aulas” … Já estou desistindo dos comentários “sérios”. Só desço até o fim da página mesmo pra ler os comentários do Policarpo e outros que considero muito bons. Agora estou tentando levar as coisas com ironia, pois não aguento mais tanta tristeza e desolação. Ontem caminhei pelo centro de SP e nunca vi tanta gente jogada pelas ruas. Que tipo de país estamos deixando para os nossos filhos?

  9. Noves fora o nepotismo deslavado e imoral, fico pensando se o bozojunior seria menos nocivo como embaixador, do que como deputado…

  10. Diante disso o Trump informou que não irá mais depilar os testículos, pois lá os pelos também são alaranjados e ele sabe que o rapazola gosta muito dessa cor…

  11. Nossa republiqueta de banana está parecendo o Haiti dos tempos dos Baby Doc e Papa Doc…

  12. Alcolumbre disse que o Senado nao vai barrar a indicação de Eduardo Bolsonaro porque a assessoria do presidente já verificou que não se trata de nepotismo. Eu pergunto a ele se a casa que ele preside tem assessoria jurídica e se a mesma aceita pratos feitos? Depois eu pergunto se é a ele – presidente do Senado – a quem cabe essa decisão? Por fim eu pergunto: como é que fica a dignidade, a honra e o decoro do cargo presidencial Alcolumbre?

  13. Uma coisa é certa: Eduardo Bolsonaro embaixador é o primeiro passo para o Brasil se envolver em conflitos com outras nações, especialmente com a Venezuela. O sonho de consumo dele é fazer uma guerra com a Venezuela. Esse rapazote vai endossar as tiranias dos EUA e Israel para com o resto do mundo. E o Brasil está correndo risco de vir a se tornar um pária dos párias. Nosso país definitivamente não merece o que estamos vivendo e os tempos estão muito estranhos, como diria o Ministro Marco Aurélio.

  14. Na mente doentia do capitão passa a ideia de que sendo ele o presidente da república pode primeiro fazer do filho Eduardo embaixador, depois do filho Carluxo ministro da GSI e, por fim, do filho Flávio ministro da justiça no lugar de Moro se ele vier a sair do governo, e isso, canalhas como são, eles podem dar um jeitinho mais tarde. São as mesmas práticas que eles usam nos respectivos gabinetes, ou seja , empregam a parentada toda e ainda têm a cara de pau de falar em nova política. Hipócritas. Se alguém achar que estou exagerando é só observar as medalhas que o suposto presidente tem dado aos filhos.

  15. É só mais um crime, mas com tamanho descaramento que não pode ser ignorado pelo STF, porque existe súmula do próprio STF a respeito disso. Se passar, caso algum partido acione o STF e ficar por isso mesmo, pode fechar a tampa do caixão. Só com guerra e revolução. Esqueçam métodos pacíficos ou manifestação sem violência.

  16. Segundo a assessoria do suposto presidente não se trata de nepotismo. Então tá. Dentre os crimes de responsabilidade do presidente da república está a conduta desonrada e indigna no uso do cargo. Lotear o estado em prol de filhos é compativel com a dignidade e honradez necessária para ser presidente da república? É claro que não. Portanto, diga aos caras da assessoria do presidente que isso é muito mais que nepotismo. É crime de responsabilidade. Imaginem a Dilma nomeando a filha dela ou o Lula nomeando o Lulinha para embaixador ou ministro!

  17. Agora que eu já falei até babar, eu mudo o rumo da prosa para dizer que o tiro vai sair pela culatra e o rapazote vai ficar sem o cargo de embaixador e o de deputado simplesmente porque o pai dele vai cair do galho. É o mesmo caso do ex-juizeco. Então vá com Deus Eduardo. Aproveite para dar uns tiros e fazer churrasco com seu guru enquanto puder. Tal Quei?

  18. Pois é, Brito, muito triste a partida de PHA, farão muita falta a sua coragem e a sua inteligência para nós… Mas, como sempre diz Kotscho: vida que segue. Então, quanto a familícia, não basta esta ser uma oligarquia, agora quer transformar o nosso país numa monarquia??? Ô gentinha ridícula, credo!!!!

  19. A propósito, soube que o argumento da assessoria imoral do presidente implica em que, em outras palavras, a vedação de nepotismo presidencial só estaria associada aos cargos administrativos, e, portanto, pela letra fria da lei, o presidente incorreria em crime de responsabilidade por falta de honradez e dignidade para o exercício do cargo se nomeasse seu filho para auxiliar de gabinete, ganhando , por exemplo , três mil reais, mas não incorreria se o nomeasse para um cargo político de embaixador, dez vezes mais importante que um cargo de auxiliar de gabinete e ganhando trinta mil reais. Se assim for, o capitão está se aproveitando de uma brecha na lei para agir ‘legalmente’ com nepotismo e o Senado tem obrigação de barrar a indicação do filho dele para embaixador sob pena da casa se mostrar tão desonrada e indigna quanto ele . E em vez de aceitarem a propositura de uma PEC indecente para permitir que o apadrinhado ainda por cima assuma o cargo de embaixador sem perder o cargo de deputado federal eles deviam, além de barrar a indicação, é votar urgentemente uma lei para corrigir esta brecha. Isso seria uma providência típica de uma casa honrada e não tem nada a ver com essa baixaria em que transformaram o Brasil. Pensem nisso caros senadores. Curiosamente, é essa gente que se elegeu acusando Lula e Dilma de terem aparelharado e loteado o estado . Faça o que eu digo mas não faça o que eu faço. É a máxima da Hipocrisia.. Diante disso, considerando que eu particularmente não tenho sangue de barata,, peço a você Brito, desculpas por usar seu blog para tomar como minha uma recente frase de Fábio Panuzzo.Vida que segue, maldita, mas que segue. A prevalecer essa imoralidade, não vai demorar para termos que engolir Carluxo ministro do GSI e o Flávio como ministro da justiça como se fosse uma coisa ‘terrivelmente’ normal. E será muita sorte se o capitão não arranjar uma boquinha para o filho mais novo dele também num momento oportuno quando todos estiverem ainda mais anestesiados do que estão.

  20. Deixa Brito, é uma bosta de deputado a menos na Câmara. É depois ele como embaixador vai ser um escândalo mundial e não vai durar muito no cargo. Dai ele vai ter que arrumar um cargo de assessor no gabinete do Carlixo!

  21. Nas republiquetas das bananas, no século passado, também acontecia isso, mas elas tomaram vergonha e mudaram. E nós?

  22. Requisitos atuais para comandar a Embaixaria Brasileira nos EUA: 1 – Ser filho do capitão; 2 – Falar inglês mal e porcamente tal como fala o espanhol; 3 – Ter 35 anos e receber do pai o cargo de presente de aniversário; 4 – Ter fritado hamburger e ter sentido frio nos EUA; 5 – Já ter usado boné homenageando o Trump; e, 6 – Ser tão hipócrita e canalha quanto o pai. Em tempo: o termo ‘Embaixaria’ eu plagiei da turma da internet. Adorei.

  23. Escândalo em cima de escândalo!!! Estupidez em cima de estupidez!!! Piada em cima de piada!!! Vexame em cima de vexame!!!! Senhores e senhoras, o Brasil não merece passar por isso!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.