‘Cala a boca’ não morreu, Dra. Cármem. Está no poder

Tempos atrás a ministra Cármen Lúcia, numa frase de efeito, no julgamento de uma ação sobre liberdade de expressão, disse que o “cala a boca já morreu”.

Pois não morreu, Dra. Cármen, está vivíssimo e habita o Palácio da Alvorada.

O espetáculo de grosseria protagonizado por Jair Bolsonaro junto aos bretes onde ficam seus adoradores e os repórteres, mandando os jornalistas calarem a boca, chamando-os de mentirosos e patifes não é desprezível em si, apenas.

Funciona, é evidente, como um açulamento a seus simpatizantes para repetirem e ampliarem as agressões que têm sido comuns nos últimos dias, como a agressão de um funcionário de Damares Silva a enfermeiras e de brutamontes aos jornalistas Dida Sampaio e Orlando Brito.

Tudo para esconder outro “cala boca”, o da “queda para cima” do superintendente da Polícia Federal do Rio, velho desafeto da família presidência, “castigado” com a nomeação para ser o “número três” da PF, já que esta é dirigida pelo “02” Rolando Alexandre e capitaneada pelo ex-impedido Alexandre Ramagem.

 
 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

15 respostas

  1. Enquanto não vem a propriamente dita, que a empastele, bem que a Folha podia, agora sim, fazer uns editoriaizinhos vagabundos sobre a ditabranda, que a manda calar a boca. A Folha – uma das tantas mães midiáticas que lhe deram leitinho – e sua cria genocida se merecem.

    E, se vier a dita cuja, não se tenha dúvida: dona Folha, como já fez antes, vai apoiar – com manchetes e caminhonetes – a matança dessa maldita esquerda que lhe atrapalha os negócios.

  2. Vamos aos fatos: Bozo-miliciano-pai, seu clã familiar e entorno da família são criminosos vis, vulgares, cruéis, covardes, “bundas-sujas” (como são conhecidos no meio militar aqueles de baixa qualificação, que não conseguem ascensão na carreira, galgando médias e altas patentes – Bozo-miliciano-pai, que na ativa não passou de reles tenente, é exemplo acabado de “bunda-suja”). Bozo foi colocado na presidência da república por meio de golpe de Estado midiático-judicial-parlamentar-militar, com todas as ORCRIMs estatais que hoje lhe dão sustentação, mas o alto comando internacional do golpe é compost pelas oligarquias, finança transnacional e Deep State estadunidense. Os operadores locais do golpe (nos três poderes do Estado, na burguesia, no latifúndio, na plutocracia) são meros capatazes do ACI. Essa energúmena, desqualificada, grosseira, covarde e oportunista que é Sra, Cármen Lúcia cedeu fàcilmente a chantagens que fizeram com elam, explorando a homossexualidade da dita cuja. O STF é covarde golpista até a medula e participou de toda essa nefasta trama, de desmonte do Brasile, criminalização da política e da esquerda. Não se enganem os editor do Tijolaço acerca desses togados do STF, pois todos coonestaram a atuação da ORCRIM Fraude a Jato – chefiada pelo desqualificado agente da CIA em Pindorama, o marreco de Maringá – lavando as mãos em relação ao golpeachment de 2016, criminalização de líderes petistas, prisão do Presidente Lula, perseguição à família dele (que teve um primo, a esposa e um neto, Arthur, de apenas 7 anos, assassinados pelos golpistas). A atribuição de nomear e demitir ministros, assim como o diretor da PF é de quem está presidência da república, segundo a CF; não é atribuição de ministro do STF suspender nomeação de ministro (como fez Gilmar Mendes em 2016, impedindo Lula de assumir a Casa Civil) ou de diretor da PF, como fez há poucos dias o Kojack (que foi colocado no STF pelo corruptíssimo Michel Temer, após chantagem contra este, já que tinha em poder dele fotos indiscretas da esposa do poetastro, que tem idade para ser neta do “vampirão”) depois de ter advogado para cooperativa de “perueiros” sabidamente controlada pelo PCC. A Sra. Cármen Lúcia foi “valentona” contra os fracos e contra aqueles que a empoderaram, mas é uma cordeirinha com mídia golpista que a chantageou e com a milicalha que desde 2019 controla e tutela o STF. Ou a Srta. Cármen Lúcia não sabe que Dias Toffoli é tutelado por um general?

  3. Sempre que assisto,qualquer que sejam,as INTERVENÇÕES DO S.T.F,nos temas que lhes dizem respeito,pois fazem parte dos TRÊS PODERES,DA REPÚBLICA DE BANANAS,que é o BRASIL,ME LEMBRO DE UM PEIXE,chamado “BAGRE”!

  4. O Minto tremendo hipócrita, velha politica, manda remunerar pessoas atraves da ministra DAMARES (aquela que viu JESUS na goiabeira) PASTORA Evangélica, para participar de manifestação, intimidar as enfermeiras, fazer protesto no STF, com recursos públicos. Beleza, e o GADO o chama de MITO por que não chamá-lo de MINTO. Mesmo com todas essas corrupções ele manda os jornalistas calarem as bocas. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  5. Longe de querer defender o Bozo, mas esse é o mesmo jornal que publicou a ficha falsa da Dilma no Domingo, na primeira página na dobra de cima, e publicou a correção na Terça-feira, na seção “Erramos” que fica na terceira página. Bozo é um bandido, mas a Folha não fica atrás.

  6. É algo sinistro o que vivemos, mas não podemos esquecer do apoio que essa imprensa hoje sendo ofendida foi a mesma que gerou esse ódio (personificado por esse Ser). Gostaria muito de ver uma autocrítica da imprensa, principalmente da Globo.

  7. Viram ai Carmem e Fachin os monstros que vocês criaram ? Não se pode esquecer que Fachin e Carmem Lucia realizaram uma clara armação no caso Lula. Fachin colocou o HC do Lula no plenário e não na Turma, pois sabia que na Turma Lula venceria. Mas justifica na decisão para o Plenário na necessidade da análise das ADCs. Por sua vez, Carmem Lucia passa na frente da ação das ADCs (que atendiam a todos) e pauta o H.C do Lula por ser um caso específico e assim fazer pressão enorme na combalida Rosa Weber. Numa decisão monstruosa, a ministra Rosa adotou o voto da maioria apesar de ter posição contrária, mas a maioria só foi formada com seu voto. Escolheu um critério que usava na Turma, enquanto estava no Plenário. Isso somado ao impeachment implodiram as nossas instituições.

  8. o “cala boca” está bem vivo. veja a ilustríssima excelentíssima…tão falante em outros tempos agora está bem quietinha. vai lá Carmen Lúcia, que este filho também é teu.

  9. A imprensa da casa grande merece tudo que Bolsonaro faz com ela. Estão saboreando o veneno amargo que disseminaram. Se o evangelho diz que não devemos retribuir o mal com o mal, também afirma que não devemos atirar pérolas aos porcos pois eles se voltarão contra nós. Não foi uma jornalista do Estadão quem disse, quando as caravanas de Lula era recebidas a tiros e pedradas que era somente uma demonstração de que ele não era amado? Esses patifes e mentirosos estão recebendo da própria direita o tratamento que não tiveram da esquerda. Que como o filho pródigo reconheçam o abismo que cavaram a seus pés.

  10. Toda a movimentação do Bolsonaro para interferir na PF do Rio de Janeiro tem nome e sobrenome: FEDERELIZAÇÃO DO CASO MARIELE FRANCO.
    O STJ pautou para o dia 27 o julgamento da federelização.
    E a perícia do caso fala, mesmo com poucas palavras. Querem calar essas poucas palavras.

  11. A maioria dos bozomilicianos são funcionários terceirizados dos ministérios como se comprovou no caso da agressão às enfermeiras!

  12. Os jornalistas ñ deviam ir ao chiqueiro onde o porco mor ñ tem nada de importante a dizer. Só faz palhaçada para os.porcominions e ofende os jornalistas

  13. Por falar em carmen lucia lembrei de : 28 de jan. de 2015 – Via Brasil 247 em 27/1/2015
    A compra de um imóvel em Brasília pela ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, se tornou alvo de … Cármen Lúcia, ministra do STF, comprou mansão de doleiro …limpinhoecheiroso.com › 2015/01/28 › carmen-lucia-ministra-do-stf-…

  14. Bolsonaro continua a dolorosa fritação da Regina Duarte. O problema parece ser que Regina não é suficientemente ruim para o cargo. Um bom(?) nome para substituí-la seria o do Paulo Cintura, que deu grandes demonstrações de profundo sentimento bolsonariano no último mafuá da manada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.