Chamem Oswaldo Cruz para conter o General Mourão

De relho na mão, o General Hamilton Mourão soltou ontem outra declaração que faz lembrar a frase do ator francês Claude Chabrol: “a estupidez é infinitamente mais fascinante que a inteligência: a inteligência tem seus limites, a estupidez, não”.

— Por que preciso gastar dinheiro com uma campanha de vacinação? Todo mundo tem celular, basta mandar uma mensagem: “vacine seu filho hoje”.

No momento em que o país sofre a ameaça de retorno de doenças que já se encontravam erradicadas e em que os especialistas de saúde pública se preocupam com a queda dos índices de cobertura vacinal, não é só uma estupidez, é uma estupidez que leva à morte  milhares de seres humanos.

O general certamente acha que se pode dirigir uma sociedade como quem dirige um quartel, na base do “ordem dada, executada”. Não é preciso convencer, educar, persuadir, basta mandar.

Acha, embora saiba- ou devesse saber –  o quanto nos custou erradicar moléstias que agora voltam, como a febre amarela.

Devo, talvez, perdoar a ignorância do general por desconhecer história, já que reclama de seu neto ser apresentado na escola a noções de filosofia. Mas é imperdoável que desconheça, como oficial-general, a história militar.

Quando Oswaldo Cruz, o maior dos sanitaristas, há mais de 100 anos, mesmo contando com militares e até prisioneiros em seu exército de mata-mosquitos, teve de enfrentar até uma revolta, com barricadas e confrontos, para atacar os criadouros de Aedes Aegypti.

Mas a revolta não foi só civil, foi também militar, na Escola Militar da Praia Vermelha, sufocada a bala pelo coronel Caetano de Farias, num combate na Rua da Passagem, em Botafogo, onde caiu morto o general Silvestre Travassos e gravemente ferido o coronel Lauro Sodré.

Será que tudo isso poderia ter sido evitado se Rodrigues Alves tivesse mandado pregoeiros – os celulares de então – percorrendo as ruas a dizer “vacine seu filho!” e pronto?

Não foi a única pérola de Morão na reunião com ruralistas gaúchos: sugeriu também o fim da estabilidade dos servidores públicos. Mas, quanto a isso, basta uma pergunta: os militares  também entrariam nesta regra, general?

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

43 respostas

  1. Como se diz na roça: um enxadada dez minhocas. Cada vez que o vice candidato expõe suas ideias saem dezenas de pérolas do atraso, do obscurantismo, da miopia política, social e humana. O Brasil não merece ter um presidente e um vice que pensem tão toscamente. A reflexão que se deve fazer é que o ensino nas academias militares necessita urgente de uma reciclagem e modernização. Pelos exemplos recentes a tão decantada profissionalização das FA ainda não aconteceu e continua falando a linguagem da guerra fria e sob a batuta do do Tio Sam. Mesmo os militares de 1964 pensavam, à sua maneira, nos interesses nacionais; hoje o ex capitão, pelo que se lê, até bateu continência para a bandeira norte americana. Esquisito.

  2. Brito, por favor, enumere todos os privilégios que esses militares (exército, marinha e aeronáutica) tem hoje em dia. Mas todos mesmo, não esqueça de nenhum. Assim, nós poderemos divulgar pela internet e acabar com esse papo furado desses milico.

  3. Alguém sabe o número da conta desse Generaleko?
    Tenho que mandar um pagamento a ele por ser o melhor Cabo, e não General, eleitoral do Haddad. Cada vez que esse animal dá uma relinchada, o Haddad ganha 1% de intenções de votos.

    1. É que o soldadinho,que gosta de chaveiros pendurados na túnica, passou no quarto do Brontossauro, pegou uma bolsinha que estava na mesa de cabeceira, colocou um canudinho e chupou tudo até o fim, pensando que era pudim de chocolate.
      Daí o aroma que sai da sua boca desde então.

  4. Não foi esse general quem chamou os africanos de “mulambada” e os índios de preguiçosos? Até parece que ele é Apolo nórdico, mas observando seus traços percebe-se claramente sua ascendência negra e índia. Mais um bobão no cenário bolsonariano…

  5. Regredimos ao ponto de fazer o Figueiredo parecer um intelectual. Esse General deve ter QI inferior ao dos cavalos de sua tropa.

    1. “Alivia. Ele é apenas vítima da lavagem cerebral que sofreu logo que se encantou pelo verde azeitona.”

    2. Do jeito que vai a coisa , o cabo Daciolo vai ser empossado “por aclamação” ,como o novo Comandante do Terceiro Exército.

  6. “…Não foi a única pérola de Morão na reunião com ruralistas gaúchos: sugeriu também o fim da estabilidade dos servidores públicos…”

    Os coxinhas concurseiros tem algo a dizer?

  7. Deve ser f.o da ser general ou médico ou qualquer outro graduado da sociedade civil e ser menos inteligente que o Lula, um peão. Por isso que detestam o Lula.

  8. FASCISTA E ENTREGUISTA GOLPISTA…
    UM HOMEM QUE ESTEVE EM COMANDO, QUE NÃO SABE QUE FILOSOFIA ENSINA A PENSAR ADEQUADAMENTE, É UM ASSOMBRO PARA A HUMANIDADE… OU SEJA: UM TROGLODITA NO COMANDO!
    DEVERIA TIRAR AS FERRADURAS!
    PERGUNTA QUE NÃO CALA: AFINAL, NA CASERNA SE ESTUDA O QUÊ MESMO?
    QUANDO A DEMOCRACIA VOLTAR…

  9. Pelo que vemos na História, nossos militares são fator de desequilíbrio, tendo começado isso com o golpe militar de 1889, instituindo uma República desordenada e não democrática pois não foi um movimento civil.
    São vários motins após isso, como mostra até o texto.

  10. “Mas, quanto a isso, basta uma pergunta: os militares também entrariam nesta regra, general?”
    Duvido que ele responda essa pergunta. Afinal, militares deixam sua pensão para filhas solteiras (todas casadas), ad eternum! O trabalhador nunca terá esse direito. Filosofia é coisa de marxista, segundo nossos militares. Depois dizem que militares são estudiosos. Estudam o que?

  11. Ó primata soltando suas boçalidades.Estão em luta com o bolsoasno para ver quem é mais IMBECIL.
    O pior de tudo é que a culpa da existência destes primatas, é da massa de simios que vê neles a figura de heróis.
    Inveja dos argentinos e do Nestor Kichner que os colocou no seu lugar.

  12. Ouvir quem quer que seja das FFAA e o que quer que digam significa tornar urgente e óbvio uma mudança radical na doutrina das Forças. Uma mudança radical, um giro de 180°. As FFAA deveriam voltar-se para o sul e deixar de ser tutelada pelos EEUU, deveria inegrar-se ao povo brasileiro e não descarta-lo, como sempre fez, prendendo, torturando e matando.

  13. Tudo é macabro com essa gente nazista ! Nossa que coisa ! O satanás estou solto no corpo desse estupido general !

  14. o imbecil sabe que estabilidade só chega pós 3 três anos de trabalho e com avaliação positiva. esta, a avaliação, é feita durante todo o tempo e são várias as possibilidades de exoneração mesmo com estabilidade. mas, não tem como conversar com imbecis. pergunte ao usuário de um posto de saúde sobre sua satisfação e veremos o quanto são desonestos os que querem acabar com serviço público.

  15. Pobre país este nosso, que tem em postos chaves de nossas Forças Armadas cavalgaduras que nada sabem sobre este pobre país e sobre seu pobre povo!

  16. É urgente administrar filosofia nos colégios militares. A coisa (coiso?), tá brava.

    PS. O senado aprovou licença paternidade de 20 dias para os militares, nós que vivemos no tal estado mínimo, continuamos com 5 dias.

  17. Então, todo mundo agora teria a obrigação de consultar a toda hora no celular as mensagens do Mourão. Todo dia pela manhã você iria acordar com o toque da alvorada do comandante Mourão. E no dia em que o celular estivesse desligado, você estaria frito. Não admira que este grupo da Linha-Dura ao qual Mourão pertence considerasse o próprio general Ernesto Geisel como um perigoso comunista, agente do “Movimento Comunista Internacional”, o parente global da Ursal do Daciolo.

  18. E existem os que afirmam que os colégios militares são colégios de excelência ? Que porcaria de colégio de excelência pariu Bolso e Mourão ?

  19. Os dois generais fascistas que não fecham a boca, mostram bem o nível intelectual do exército.
    Q.I médio : 28 pontos
    Mourão e Poltrão: “Dois Idiotas em Apuros 2”

  20. Só uma retificação Brito: embora Chabrol também tenha atuado, ele ficou famoso como diretor de cinema. Saudações.

  21. Basta ver o público de imbecis a quem se dirigia para entender o porquê de caprichar no discurso. Um imbecil, a despeito de ser mais culto que seu chefe (efeito Hitler, que era mencionado como “cabo”, entre os oficiais do Reich, que lhe davam vassalagem), em meio a granjeiros e bois-de-botas, escravocratas e fascistas fanáticos. Gostaríamos agora de ver os alegres sionistas da Hebraica a lhe darem boas vindas, ele com o relho que poderá descer em seus lombos, conforme os humores do sociopata que se finge de morto, caso o elejam. O pior dessa situação é que não se trata de pantomima eleitoral, mas, de convicção.

  22. esse vice-traste é uma metralhadora de falar merda
    que coisa impressionante isso

  23. Somente Ciro Gomes teve coragem de qualificar esse general adequadamente: jumento de carga.
    Os demais candidatos estão caladinhos, com medo do militares entreguistas e fascistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.