Ciro ou “não-Ciro” não é a questão, agora

cirosua

Há uma intensa e – a meu ver, tola – discussão sobre se os petistas devem ou não apoiar Ciro Gomes e alguns “argumentos” que são absolutamente irrelevantes, tanto dos que são “contra” quanto dos que são a favor de uma adesão ao candidato, formalmente, do PDT.

Espanta-me ver gente presa a esta controvérsia de forma passional e, até, pueril, diante dos desafios que estão diante dos que têm compromissos profundos com o povo brasileiro.

Candidaturas não são “times” de futebol, embora todas tenham torcidas, mais ou menos organizadas, daquelas que se justificam pela paixão em si. São projetos de curto e médio prazo, algumas delas – as melhores – calcadas em visões estratégicas de país.

Do contrário, são apenas expedientes para evitar que o país passe a ser dirigido por alguém que seja capaz de ser viável como garantia de que não se tocará nas questões essenciais e o Brasil continue a ser apenas a “mamadeira” dos endinheirados, nutrida com as nossas riquezas e com os frutos do trabalho do povo brasileiro.

Discutir candidaturas alternativas, ao menos de forma excludente e definitiva, é apenas fazer barulho e, quem sabe, criar antipatias que, amanhã, serão destrutivas.

Creio que o primeiro passo é termos a convicção (palavrinha tão injustiçada pelos integrantes da República de Curitiba, que a rebaixaram ao nível do ódio político) do que deveria ser o processo eleitoral se não estivesse ocorrendo a intervenção, externa à política partidária e plena de autoritarismo, do poder Judiciário. E pouca dúvida pode haver de que, neste caso, as eleições de 2018 terminariam com a vitória de Lula. Ou de que, no mínimo, ele seria o favorito.

Reconhecer que o processo eleitoral está, portanto, submetido a este artificialismo é o mínimo de honestidade que uma candidatura democrática deve ter para postular-se como pretendente a ser o estuário das forças de esquerda e de centro-esquerda em outubro. Até porque, passado o primeiro turno, precisará sê-lo para ter chances no segundo turno.

Se Ciro tem esta pretensão, precisará ter também esta honestidade. Que não humilha nem apequena, pois a verdade intelectual e política não é vergonha, é dever  de quem se apresente como candidato ao povo brasileiro.

Ao mesmo tempo, não se pode exigir que aceite, inerme, coices e patadas. Aliás, isso seria demonstrar que não se trata de alguém dotado de dignidade pessoal e, com isso, inabilitar-se a receber a confiança do eleitor e, ao contrário, antecipar que tem uma espinha dorsal incapaz de manter ereto um projeto político.

Desta premissa inicial, retira-se a conclusão de que um candidato que quiser representar o campo progressista deve ter como compromisso a “redemocratização” das práticas políticas neste país e isso inclui o enfrentamento, mesmo que com ressalvas e precauções, das três hipertrofias que nos levaram a este estado de coisas: o dinheiro, o Judiciário e a mídia.

Não é pouca coisa, convenhamos.

Há, neste campo, uma questão de método que precisa ser enfrentada, questão sobre a qual já vivi a experiência de um erro praticado pelo próprio Lula, que Ciro parece estar repetindo.

Depois da vitória em 2002, Lula quis ter o PDT a seu lado, no Governo. Mas foi, ele próprio e por suas conveniências ( na época, uma ilusão de que poderia ter um “modus vivendi” com a Globo) escolheu Miro Teixeira, então filiado ao PDT, para ocupar o Ministério das Comunicações, pelo seu diálogo pessoal com o “Jardim Botânico”.

Deixou de fazer, assim, o rito de procurar e dialogar com o líder em ocaso e, pior, ainda tirou-lhe a espada, diante de seu exércitos.

Lula não pode, por todas as razões, permitir isso e Ciro deve deixar bem claro – o que não deixou, até agora – que está disposto a respeitar não apenas o tempo, mas também a liderança de Lula.

Do ponto de vista do programa econômico, vejo poucos problemas de que Ciro seja “uma fraude”, como se alega. Já ouvi e li compromissos bastante razoáveis de ação: retomada dos campos de petróleo alienados, revogação da reforma trabalhista, combate ao rentismo, defesa do mercado interno e do poder de compra do trabalhador. Verdadeiras ou não, não parecem posições de quem pretenda ser o “queridinho” do establishment, o que não é.

Não ligo muito para as convenções de “ser de esquerda” ou “não ser de esquerda”, por crer que o processo político é quem o determina, ou não teríamos tido um bacharel e estancieiro como a figura mais marcante de um projeto nacional para o Brasil no século 20, como foi Vargas. Para citar, já que as patrulhas andam à toda, uma frase cujo autor, Lênin, não pode ser tachado de “direitista”: a prática é o critério da verdade.

Vejo problemas maiores na maturidade e na inteligência política de Ciro Gomes.

Não vencerá sem Lula e não governará sem o lulismo, seja o do afeto popular, seja aquele expresso no político-partidário. Espera-se de Ciro a sinalização de que é não o seu pretenciosos sucessor ou, ao contrário, um mero fantoche, mas o intérprete, com sua própria voz, da vontade popular que Lula expressa, mesmo injustiçado, encarcerado e impedido de disputar as eleições.

Ter medo de “perder apoio” por assumir isso, para quem a toda hora vai chutar os “santos do mercado” como tem ele feito em suas entrevistas, é um contrassenso.

Outra vez, importo-me pouco com a  “vontade pessoal” de cada ator deste processo. Nem a de Ciro, nem a da Lula (como ele próprio disse, Lula é uma ideia, mais que um indivíduo), nem a minha (que não morro de amores por Ciro Gomes) , nem – com todo o respeito – a sua, pessoal, leitor ou leitora, como militante político.

Há um processo social maior do que todos nós, embora cada um de nós seja responsável – mais que nunca – por ter a capacidade e a humildade de sermos alavancas desta força imensa, a única capaz de nos salvar do plano de aniquilação nacional que está em curso.

Alavancas que multipliquem sua potência e que se chamam política popular: a que soma o que é possível e que vence o impossível.

Cabem a Ciro, não a Lula – por razões óbvias, diante de sua relativa incomunicabilidade e as restrições monstruosas a que está submetido – física e juridicamente – os movimentos.

E não é preciso apressar nada, ainda mais em tempos de tanta velocidade nas comunicações.

Lula é candidato e assim deve permanecer. É a referência da população, precisa seguir sendo e quem não o compreender pode perder o rumo.

É óbvio que Lula tem resistências a Ciro é a Ciro que cabe ter a inteligência e a grandeza de dissolvê-las.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

117 respostas

    1. Claro. Mas aí é 2º turno. Não é o tudo ou nada pra ontem como querem fazer pensar alguns apressados fãs do Ciro. Como diz o texto do Brito, o Lula tá sereno, no tempo dele, é líder e representante da maioria da população e levará as eleições ao 2º turno (não necessariamente com ele próprio ou seu candidato). Também não é o PT que tem que fazer movimento nesse xadrez. Só está crescendo nesse cenário absurdo do GOLPE.

      1. extamente

        acho que tem muito bate boca por nada

        PTista atacando Ciro
        e Ciristas tentando detonar com Lula

        1. Não sou cirista, mas votarei nele. Considero Lula o melhor presidente que tivemos, porém não assisto aos ataques de petistas contra o Ciro quieto. Tento mostrar as incongruências dos discursos, pois mto do q a Dilma ou do q o próprio Lula fez e eles se calam, tentam imputar sob Ciro, como se fosse um motivo para não votar nele. O problema do petista eh que ele acredita que representa toda a esquerda

          1. Ciro tem um passado muito ligado à direita, além de seus arroubos de arrogância em relação ao PT e a Lula. Não sou filiada ao PT mas também não acho que o partido devesse aceitar calado os insultos de Ciro. Ele não tem moral para isso, depois de ter pertencido a tantas siglas altamente reacionárias. E se vale de um discurso extremamente volátil no caso de Lula, uma ambivalência alarmante em momentos crítico do golpe. Não, não consigo confiar no Ciro.

  1. Brito passou a bola redonda para o Ciro. Resta saber se ele saberá marcar o gol ou se a chutará para fora do campo. Tenho ressalvas a prática política de Ciro, mas Brito deu a receita. Caberá a Ciro entender que o que importa é compor a chapa com Lula, se será cabeça nesta eleição por impedimento do Lula ou na próxima como sucessor os acontecimentos dirão. Não é hora para mágoas e rancores, mas de pragmatismo pelo bem do país.

    1. O problema, Eudes, é o entendimento do “pragmatismo”. Para Ciro, esse pragmatismo é dar como certo que Lula não será candidato. Ciro não vai aceitar essa bola do Brito. A solução, pro bem ou pro mal, somente será resolvida qd Ciro se encontrar com Lula. Ali veremos qual será a decisão política tomada pelos dois.

    2. Eudes Silva, você foi perfeito. Se Fernando Brito passou a bola para Ciro, e que maciez de passe, a la Messi, Ciro só precisa interpretar corretamente o que tem pela frente, qual seja a de esfriar esse embate esquizofrênico se ele, Ciro, é ou não é confiável, é ou não é a solução para o Brasil, é ou não é o futuro candidato de Lula. As contingências desse processo golpista poderá colocar na mão de Ciro a única alternativa do campo do Centro até a Extrema-Esquerda, naturalmente, cabendo a Ciro aguardar o jogo ser jogado e permanecer na campanha apresentando suas propostas coladas ao campo popular e democrático que deseja banir do país os golpistas e essa desestruturação da vida nacional, social, econômica, política. Mãos à obra, Ciro. Leia e se apronte para o bom combate.

    3. Verdade…..se deixar a vaidade e o desejo de poder predominarem vai morrer na praia, e o país vai ser dilapidado pelos neoliberais mercadistas.

  2. Não creio ser irrelevante ou passional a captura das esquerdas pelo “problema Lula” que as imobiliza. Qual é o problema? A certeza de um número muito grande de pessoas de que o nome Lula não constará da urna eletrônica, se é que vai haver eleições (eu acredito que não haverá). Simples assim. E aí fica como (quem se diverte com esta possibilidade é a direita, os golpistas, fazendo chacota com as convulsões da esquerda que apostam em Lula)? A esquerda fica sendo cooptada pelas lideranças petistas que não conseguem esconder o próprio oportunismo marqueteiro com as suas candidaturas. Que Lula não tenha outra possibilidade senão manter sua candidatura e que seja muito conveniente para o pt mantê-la assim, no limbo das impossibilidades, tudo bem. É compreensível. Mas tentar exigir dos outros, das outras candidaturas, que se faça coro monocórdico com o nome do Lula é profundamente burro, para dizer o mínimo.

    1. O que está acontecendo é justamente o inverso, são os outros que estão exigindo do pt que abandone o nome de lula em prol de outras candidaturas.
      E lula já disse que não.

  3. Ciro é o mais preparado entre os candidatos que se apresentaram até agora, minha opinião. E ele precisa, Sim, marcar posição em relação aos princípios e valores que nortearão sua gestão. Aos saudosistas, sinto informar que Brizola morreu e Lula 2003-2010 é passado. Lula vai continuar ativo no cenário, mas tem, neste momento, dificuldades intransponíveis, sejamos sensatos, para manter sua candidatura e seu projeto politico-pessoal, em função das decisões judiciais passadas, presentes e futuras. Todos os candidatos têm suas visões e propostas para o Brasil. Se assim não fosse, estariam militando em campanha de outrem. Há diferenças entre as propostas e é saudável que assim seja. O debate de ideias e propostas levará à decisão do cidadão. Deslegitimar essa decisão foi o que fizeram os golpistas. Interditar o debate ou a presença de uma candidatura por preconceito ou afinidade com outra, é agir como agiram os golpistas, que eliminaram o debate e impuseram seu grupo aos demais, trazendo o desequilíbrio institucional que assistimos, permitindo que um judiciário hipertrofia do em suas obrigações constitucionais prevaleça. Portanto, devemos estimular todas as candidaturas para que a que for escolhida pelo conjunto da sociedade tenha legitimidade para restabelecer a responsabilidade e a respeitabilidade do Executivo. Esse combate típico de torcedores leva à desagregação, que é por onde penetram os interesses estrangeiros e/ou nacionais escusos. Nossa autoestima em baixa leva a adesões instantâneas em busca de salvadores da pátria, o que distorce e compromete o resultado desse grande debate. E, sinto muito para quem tem os olhos no passado, o novo e o futuro sempre virão. E devemos agir construindo esse futuro.

      1. Permita-me, Felipe. Ciro, professor de direito, foi deputado, prefeito de capital, governador, ministro de Itamar e Lula, além de atuar na iniciativa privada. Portanto, foi testado e aprovado como gestor. Em nenhuma dessas atividades teve contestados seus métodos ou suas qualidades. Lula, por exemplo, disse em diversas ocasiões que a obra do São Francisco foi possível graças ao trabalho de Ciro no então ministério da integração nacional. Por fim, Ciro não tem qualquer mácula em seu currículo de mais de 30 anos de vida pública. Proponho que ouçamos as propostas de Ciro para o Brasil e os brasileiros, sem preconceito, e também sem demérito para qualquer outra candidatura, com o objetivo de ampliar e enriquecer o debate.

        1. Fernando Henrique Cardoso tem curriculum maior e mais invejável do que esse citado por você do Ciro, o RESULTADO, nem precisa dizer né?!
          Ou precisa?!

          1. Permita-me, Mauri. O currículo de FHC está aquém, muito aquém, do de Ciro, em todos os aspectos.

          2. Presidente que quer governar para o povo não precisa de currículo, precisa de BIOGRAFIA. Biografia ninguém “herda” e nem “adquire” no mercado das almas. O que essa gente toda não entendeu ainda é que não se trata de ganhar votos que são do Lula. O Problema é que nenhum deles tem a biografia que Lula tem, e que construiu ao longo de uma vida dedicada ao povo e lutando pelo povo e com o povo. Isso nem que os deuses queiram se transfere. E o povo, sábio em sua simplicidade, sabe muito bem disso e está com Lula, porque confia nele, confia na sua biografia, confia em quem sempre esteve ao seu lado. LIBERDADE PARA LULA! LULA PRESIDENTE ATÉ AS ÚLTIMAS CONSEQUÊNCIAS! TODO APOIO À PRESIDENTA GLEISI HOFFMANN!

          3. Presidente que quer governar para o povo não precisa de currículo, precisa de BIOGRAFIA. Biografia ninguém “herda” e nem “adquire” no mercado das almas. O que essa gente toda não entendeu ainda é que não se trata de ganhar votos que são do Lula. O Problema é que nenhum deles tem a biografia que Lula tem, e que construiu ao longo de uma vida dedicada ao povo e lutando pelo povo e com o povo. Isso nem que os deuses queiram se transfere. E o povo, sábio em sua simplicidade, sabe muito bem disso e está com Lula, porque confia nele, confia na sua biografia, confia em quem sempre esteve ao seu lado. LIBERDADE PARA LULA! LULA PRESIDENTE ATÉ AS ÚLTIMAS CONSEQUÊNCIAS! TODO APOIO À PRESIDENTA GLEISI HOFFMANN!

  4. Partido não pode continuar sendo como time de futebol que, cegamente, muitos, com paixão, comemoram até gol de mão.
    Em todo mundo, não só no Brasil, os partidos apresentam estruturas centralizadoras, superadas para os dias atuais.
    Tenho lido programas de vários partidos.
    Em nenhum deles encontro clareza, definições de programas.

    Trecho de meu tópico, inicialmente, publicado em 2012!
    Infelizmente, não chegaremos a um bom destino se continuarmos praticando irracionalidades!
    O Tio Sam agradece!
    https://www.facebook.com/LafaieteDeSouzaSpinola/posts/376383689185712

  5. Concordo plenamente com o digníssimo FB, porém Ciro é daquelas pessoas que quanto mais corda dão mais se enforcam.
    Sua ambição e descolamento das alianças da esquerda logo revelarão o verdadeiro sentido de sua candidatura.
    Até agora, a hipótese dele ser o plano B da Casa Grande, não está descartada e até faz muito sentido no quadro atual.
    Não atacou a globo, não atacou o judiciário, porém vive atacando o PT. Isso faz com que sua confiabilidade seja muito duvidosa, para dizer o mínimo.

    1. Disse tudo, Luiz Batista!
      Ciro está muito mais para ser um plano B da direita do que da esquerda.
      “Não atacou a globo, não atacou o judiciário, porém vive atacando o PT. Isso faz com que sua confiabilidade seja muito duvidosa, para dizer o mínimo.”
      Não visitou Lula no sindicato, não o considerou preso politico, não criticou a vasa-a-jato, muito pelo contrário… E por aí vai!

      1. amigo, quanta ignorância. Ele estava nos EUA junto com o vice presidente do PT ( o padilha tb é de direita?), O próprio Lula não se considera preso politico ( por isso, se entregou e não pediu asilo em alguma embaixada, COMO O CIRGO GOMES PROPOS). Ele critica os excessos da lava jato, sim! Agora, não se pode ignorar os 51 milhoes do Gedel ( quem nomeou o Gedel Vice-Presidente da Caixa?), bem como, os milhoes que o Eduardo Cunha desviou ( quem deu furnas ao Cunha?) não se pode ignorar a confissão e os milhoes na conta do palocci e os milhoes na conta do José Dirceu ( ou alguem nega que eles roubaram com força?). A lava jata tem excessos e o Ciro Gomes os combate ( quando disse que receberia a turma do Moro a bala foi esculachado pela imprensa), mas o PT tem que se enxergar e fazer um mea culpa. Forte abraço.

    2. Sejamos realistas: o PT distribuiu a verba publicitária do governo federal de acordo com o critério de audiência do IBOPE ( globo navegou em aguas mansas no governo do PT), ou seja, conciliou com o monopólio midiático, assim como, conciliou com os rentistas ( quem esquece que o PT elevou a SELIC ára 14% para gozo dos banqueiro?). As criticas que o Ciro Gpmes faz ao PT são justas e o próprio PT deveria fazê-las, ou seja, falta se enxergar, falta o mea culpa….. O Ciro Gomes esta há 20 anos propondo um projeto nacional de desenvolvimento que estimula a reindustrialização e fecha a torneira dos rentistas, então, tenha certeza: ele nao é o candidato da elite financeira do Pais ( que voce chamou de casa grande). O projeto de governo do PDT e mil vezes mais à esquerda que o do PT.

      1. O projeto do PT para 2018-2022 ainda não foi divulgado, mas com certeza levará em conta regulação da mídia. Só isso já diferencia os dois projetos.
        Críticas e bravatas ao PT, num quadro de tentativa de união das esquerdas e de resistência ao golpe, são inoportunas, mesmo que corretas tecnicamente.
        Lula é um preso político e o PT é o partido mais combatido pelas conquistas sociais, por isso deveria ser tratado com muito mais consideração por qualquer político progressista.

  6. Não vejo é a inteligência política de Ciro para reconhecer os artificialismos do processo eleitoral e para valorizar a liderança de Lula e a importância do PT. Se ele tiver como demonstrar essa inteligência e capacidade de enxergar além de seu umbigo, uma aliança seria sim possível. Mas em termos muito diferentes do que sugeriu até agora. Com as limitações demonstradas até o momento, inclusive a arrogância de ignorar a candidatura Lula, ele não merece confiança.

  7. Tudo no momento certo e adequado , vê se o que está acontecendo com Haddad , dito plano B do PT , Vamos fazer um exercício mental . Indicado por Lula na primeira semana de prisão . O nosso Judiciário já o teria condenado em 1ª Instância e até a data do registro da candidatura condenado em 2ª Instância . Sem contar o que faria a mídia golpista parceira do judiciário . ELEIÇÃO SEM LULA É GOLPE , LULA LIVRE E JÁ .

    1. Fizeram isso, efetivamente, com Jacques Wagner, tão logo se falou que ele seria o plano B do PT. Antes disso, mais lá atrás, quando se disse que esse plano B seria Haddad, ele foi denunciado pelo MPSP. Agora, de novo, Haddad é levado às manchetes por suposto crime eleitoral, com a parceria da Folha que, em manchete, divulgou que a denúncia seria de 2,6 Bi, quando é de 2,6 mi. A direita deita e rola sobre os petistas, enquanto estes combatem e desqualificam Ciro, que é mais próximo e não tem denúncias contra si.

      1. Porque, estrategicamente, não é interessante combater quem tem potencial, mas está muito aquém nas pesquisas. Segundo Lula, quanto mais batem nele, mais ele cresce. Por que a globo bateria em Ciro, se ele não representa risco, neste momento?

          1. Eu diria porque o próprio Ciro dá tiros no pé sem parar.

          2. Eu diria porque o próprio Ciro dá tiros no pé sem parar.

      2. Pelo mesmo motivo que levou jornalistas experientes em economia e política (nem vou citar os dois nomes) a embarcarem na campanha de Ciro assim com tamanha cobiça. Grana forte do sistema financeiro, eles não resistem.

  8. Tem muito comentário mas o fato é que Lula está sereno e de dentro do pouco espaço de liberdade que tem nesse momento ele tomará a melhor decisão para o seu partido e para o Brasil. Eleição sem Lula é fraude sim e ele sabe muito bem disso. Rememorem o seu discurso antes da prisão arbitrária. Quem tem espalhado notícias e ” pesquisas” sem Lula o faz na expectativa de que ele jogue a toalha o que não ocorrerá. A sabedoria indica que quem menos se estressar com os concorrentes é que vai ficar forte para as eleições. Ciro Gomes deveria meditar sobre isso e construir caminhos sem arestas. O Brasil pode precisar dele que é preparado mas que precisa conter seus ímpetos. #Lula Livre.

    1. O POVO NÃO VAI PERDOAR AQUELES QUE LANÇAREM A CARNE DE LULA ÀS FERAS.
      TEM MUITOS QUE JÁ O ABANDONARAM. SEM LUTA. COM RUAS DESERTAS.

  9. O apoio a candidatura de Ciro Gomes manifestado pela pré candidata do PC do B Mauela D’Avila e pelo governador do Maranhão Flavio Dino em nada contribuem na resistência contra o golpe de estado. É impressionante perceber a ingenuidade de setores da esquerda em acreditar no enfrentamento puramente eleitoral. O que está posto agora é uma luta contra o avanço imperialista sobre nosso país, que dia a dia é recolonizado. Se torna fundamental o movimento inverso a este, de centralizar o apoio a candidatura do Lula, e quem deveria embarcar nesta chapa seria o Ciro, não o PT. Quem deveria se manifestar para ingressar a chapa era o candidato do PDT, se colocando como vice natural e auxiliando na composição de um plano de governo comum para que, em caso de inabilitação do registro de Lula, ele assumisse naturalmente o posto com legitimidade para tal.

    É inadmissível tal posicionamento. Não podemos nos curvar perante as arbitrariedades jurídicas impostas por interesses de abutres estrangeiros, que visam e sempre visaram o que temos de melhor: nossas riquezas naturais e a força de nosso povo. Mentes subalternas e mendicantes jogaram nas costas da população um fardo que não é nosso por puro egoísmo e, se não por isso, por uma burrice ideológica que tenta sustentar de forma vacilante teorias já putrefadas e moribundas. O liberalismo como foi proposto em países retardatários como o nosso não obteve êxito, e se analisarmos o processo desde o final da década de 70 até o século XXI, veremos que o momento com maior desenvolvimento econômico e humano na América Latina foi justamente quando um grande número de países teve em seus governos lideranças progressistas.

    Caminhar contra este fato é caminhar no sentido contrário da evolução. Países como os EUA pregam o livre mercado mas durante quase um século eram o país mais protecionista, somente assim conseguiram chegar a ser a potência imperialista que hoje são. Vale ressaltar que os anos de ouro do capitalismo foram banhados pelas demandas motivadoras dos estados de bem estar social, cujas medidas eram claramente impulsionadas pelas exigências dos setores operários organizados ao redor do mundo, sobretudo nos países comunistas, que representavam um contraponto ao imperialismo capitalista vigente até então. É contra este “novo velho” avanço que nos levantamos, e não aceitamos qualquer outra medida de resistência política porque se o fizermos cairemos em um erro irreparável.

    Mangabeira Unger fala que o Partido dos Trabalhadores se acostumou com uma posição hegemônica e trata as outras legendas da esquerda como satélites. Minha visão é antípoda a do eminente intelectual e ex ministro. Creio que todas as forças é que deveriam se unir ao PT por ser esta a maior experiência popular da história não do Brasil, mas do mundo. Não houve paralelo no processo civilizatório moderno similar ao ocorrido no Brasil, que teve a fundação de um partido de massas criado no crepúsculo de um regime autoritário. Este partido emerge com uma liderança singular, que após quatro tentativas ingressa no Planalto e promove uma verdadeira revolução, tanto interna quanto externamente. Após estes acontecimentos, vejo que toda a pessoa que se diz progressista e de esquerda deveria, obrigatoriamente, apoiar e lutar intensamente pela liberdade e, posteriormente, pela eleição de Lula.

    Não se trata de nenhum segredo velado, nem de teoria da conspiração o fato de que o Brasil sofre um golpe de estado e uma guerra não convencional. Este ovo vinha sendo chocado desde a AP 470, quando tentaram, sem sucesso, tirar as forças populares do poder. Conseguiram isolar lideranças fundamentais como José Dirceu e José Genoíno. Após a descoberta do pré sal, houve o roubo dos computadores da Petrobrás com informações sigilosas sobre a grande reserva petrolífera, o grampo do telefone da Presidenta legítima até 31 de dezembro de 2018 Dilma Rousseff, os protestos de 2013 com o plantio de uma palavra de ordem não se sabe de quem, que pedia o fim da PEC 37 para empoderar o Ministério Público, veio a denúncia contra a Presidenta e o golpe se efetiva, com amplo e fundamental apoio midiático durante todo este período.

    E agora setores da esquerda se jogam em uma aventura para apoiar um candidato desmascarado pelas próprias palavras. Um homem que mostrou ter um discurso descolado das atitudes, que nem por um momento condenou de forma efetiva a prisão mais escandalosa da história política desse país. O momento é de resistência ante esta ofensiva do capital internacional e não diz respeito a interesses eleitorais, mas diz respeito a soberania de um projeto nacional e liberdade popular. O registro da candidatura de Lula e sua eleição podem promover um acontecimento geopolítico de proporções grandiosas, impondo ao império hegemônico mantenedor das mazelas mais sofríveis uma acachapante derrota. Dia 01 de janeiro de 2019 deve ser nossa apoteose, por isso não há espaço para diálogo com quem rejeita a defesa de Lula.

    Com todo respeito ao PC do B, mas o que vejo no momento atual é um tremendo oportunismo, onde eles enxergam um enfraquecimento da candidatura de Lula e tentam esvaziar o apoio porque perceberam que existe uma real possibilidade do partido se aproximar do poder como nunca antes, mesmo tendo sido base do PT durante todos esses anos. Ao não se colocar como alternativa a composição de uma chapa com o PT, pleiteiam um significativo espaço com um cidadão que pretende colocar o futuro presidente da FIESP como vice, mas talvez eles achem que o Ciro cogite sair na foto com a doce face da Manuela na composição da chapa. O PC do B que tome juízo, e não seja como o porco que depois que come, vira o cocho.

    1. Respeito sua dor de cotovelo, mas Ciro nada tem a ver com as dificuldades petistas. Ao contrário, Ciro foi fundamental e solidário, politicamente, na tentativa de golpe de 2005, quando do famigerado mensalão. Lula já disse em várias oportunidades que a obra do São Francisco só saiu graças à competência e à habilidade de Ciro, enquanto ministro de Lula. Ciro tem currículo formal, pessoal e político, público e privado, que permitem a ele apresentar-se ao povo como candidato a presidente da república. O conjunto da população é que sabe e dirá nas urnas o que é melhor para ela.

    2. Discordo quanto ao apoio sistemático do PDT à Lula, Ciro desenharia um alvo no seu peito e esta não é a estratégia mais certa nestes tempos sombrios.

    3. Excelente análise! Concordo que Ciro é uma ilusão, uma medida paliativa que em breve colocaria o Brasil sob risco de golpe novamente. É preciso enfrentar o vira latismo judicial perante a entrega de nossa soberania ao mercado internacional. É preciso enfrentar o discurso midiático que convence todo dia que o PT destruiu o Brasil, enquanto esta mesma mídia e esses mesmos juízes protegem o PSDB, partido mais entreguista do país. E para isso, é preciso legitimar a candidatura daquele que foi usado como bode expiatório, alvo de todo tipo de ilegalidade, inconstitucionalidade e “inovações de interpretação” da Carta Magna e do Código de Processo Penal. É preciso deixar os golpistas irem até o fim, tirarem totalmente a máscara para o mundo todo. Golpes não se resolvem com eleições, cujo processo já se inicia fraudado. Enquanto isso não for feito não haverá segurança jurídica e politica para ninguém governar.

  10. Olha Brito, eu confesso que não entendi o texto. Ao meu ver o Ciro respeita a liderança do Lula e sabe que precisa dela, no entanto, já por experiências anteriores, sabe qual a natureza do PT, natureza essa que nesse processo eleitoral ficou evidente. O que a militância petista não se dá conta é que o PT é e sempre será protagonista, quer apoie ou não o Ciro. Seria mais fácil a todos uma costura PT/ PDT. Minha aflição não é pelo Ciro, pelo Lula ou por qualquer outro que não eu mesmo, receoso de perder emprego, renda e pelo futuro de meus filhos.

  11. Também não morro de amores por Ciro, mas diante da atual situação politica ele é que mais chance de vitória possui no quadro progressista.

  12. Ciro tem sim expressado ser em parte o “sucessor” do Lula/PT e o projeto de Desenvolvimento no que diz respeito aos acertos e por isso deixa muito claro os erros, o que os petistas entendem como ataques ou falta de solidariedade com o drama atual de Lula/PT.
    De todas as propostas aniquilar o PMDB democraticamente parece ser a que mais beneficiará o Brasil ! … ; )

    #Ciro2018 !!!

    1. Não adianta ciro ser sucessor de Lula só em parte.
      Ele tem que ser o portador da ideia Lula.
      Isso vai gerar antipaia? Lógico. Principalmente dos antipetistas que compõem o eleitorado de ciro, _muitos podem até a voltar a votar nos tucanos, ou só anulem mesmo.
      Os ciristas têm que cobrar atitude de ciro, não tentar vendê-lo aos lulistas como algo que ele ainda nao demostrou ser.
      Mas como diz fb, ainda há tempo.
      Então é bom todo mundo acalmar os ânimos e esperar o que ciro vai fazer.

    2. Aniquilar o PMDB e se aliar ao DEM, PP, e PR como está sendo costurado nos bastidores é o mesmo que trocar seis por meia-dúzia.E esse movimento é uma das maiores demonstrações de que o correto seria a esquerda entrar com múltiplas candidaturas que é mais fácil ir dois nomes da esquerda para o segundo turno do que dois nomes da direita.

  13. Desculpa, Brito, mas é uma ilusão acreditar que qualquer candidato progressista em uma eleição artificial e fraudada sem o Lula, que por milagre conseguisse sair vitorioso, ele(a) jamais teria força para combater o golpe que já está lá, instalado. Sempre esteve muito claro que os golpistas não tirariam a Dilma para Lula vencer dois anos depois. A única forma de vencermos o golpe é escancararmos até as últimas consequências a existência dele. Não adianta aceitar uma eleição fraudada e, portanto, ilegítima. Para quê? Pra direita golpista recuperar o discurso de legitimidade através das urnas? Não há saída sem o Lula. o PT está correto em não arredar o pé até as últimas consequências. Deixarão Lula, o favorito, de fora? Que legitimidade terão as urnas?? O Brasil irá sangrar, mas a sangria é necessária. Não adianta usar Cirozinhos como remediozinho pra aliviar os possíveis sintomas.

    1. Perfeito! É exatamente assim que eu vejo o contexto político atual. É um equívoco fingi normalidade com um judiciário contaminado por ratos que todos os dias desrespeitam as leis para interferir no jogo político. É preciso frear esta interferência. Como vc disse, Lilian, é preciso escancarar, deixar os golpistas irem até o fim. Até eles não terem mais como usarem de firulas jurídicas e midiáticas para passarem a ideia de que as instituições estão funcionando normalmente. Sem isso, o próprio Ciro, ou outro candidato não alinhado à agenda econômica em curso, com a destruição da nossa soberania e com sequestro de nossos direitos, será vítima de outro golpe “com Supremo, com tudo”.

    2. Concordo plenamente com voce. Infelizmente acho que o Mercado Financeiro (e seus empregados) não vão deixar Lula concorrer. Nesse caso ( e apenas no caso de Lula ficar de fora), a gente tem que votar em quem consiga arregimentar mais votos da esquerda…. ou entregar o país de mão beijada para o candidato da turma da bufunfa.

  14. Depois de tentar enfiar o Ciro goela abaixo do povo da esquerda e tomarem uma sova da militância não adianta muito tentar remediar o caldo. Nassif, Fernando Brito, Miguel do Rosário, PHA, Aldo, Wanderley e alguns outros se meteram numa enrascada em tentar forçar a situação depois da estratégia idiota do Ciro de bater no PT e não vai mudar o ar de desconfiança que ficou tão cedo.

    1. Eu acho que você anda lendo outro blog. Eu não tento “enfiar goela abaixo” coisa alguma a ninguém, muito menos o Ciro. Primeiro, porque tenho idade política para saber que, mesmo se quisesse, não poderia fazer isso. Segundo, porque não procuro “fazer média”. Terceiro, porque não acho que política seja um cortejo de ovelhas, todas bem branquinhas, do contrário seria uma procissão. A propósito, concordo com você que Ciro errou na mão na forma de expor as suas diferenças com o PT, que são legítimas, sim. Mas lembre-se que, na política, os atritos, muitas vezes, aparam as arestas que impedem a união de forças distintas.Repare o que está escrito lá em cima, no cabeçalho do blog: a política sem polêmica é a arma das elites .

      1. Não amigo, leio o Tijolaço a anos porque foi um dos poucos que restou com alguma seriedade e qualidade e espero que não se perca no meio do caminho com agendas ocultas como que alguns chegaram a virar mídia oficial de deputado . Fazendo um autocritica para o meu próprio comentário, o “enfiar goela abaixo” foi num geral para o nomes citados, dos quais talvez você tenha sido o mais ponderado, último a embarcar e o primeiro a sair, o que mostra que pelo menos conseguiu entender que confiança de militância e eleitor é uma coisa muito difícil de conseguir e muito fácil de perder e o nome que querem impor está fazendo de tudo para perder o pouco de confiança que tinha.

    2. Olha, Juliano, com todo o respeito, eu não vejo o Brito no mesmo balaio dos citados por você. Se eu o visse, teria feito o mesmo que fiz com os outros – deixar de ler.
      Embora eu ache que Brito ainda se prende, de alguma forma, à rixa PT X PDT (da qual Brizola parece ter se desprendido ainda em vida), concordo com a maior parte da análise. O jornalista, como pessoa de boa-fé, com muita elegância dá uma chance de Ciro corrigir seu rumo.
      Só acho que o político não saberá aproveitar a deixa. Mas é só a minha opinião…

      1. Estou em situação semelhante. Parei de ler os blogs que decidiram embarcar abertamente na campanha de Ciro (muito suspeita essa avidez eleitoral de alguns jornalistas). No caso do Tijolaço, apesar de uns artigos esquisitos do Brito, senti una análise mais ponderada. Não concordo com a aceitação cega de Ciro pelo PT e por outras forças progressistas porque não aceito a absurda idéia de excluir antecipadamente Lula desse jogo, promover o harakiri desnecessário do PT, ignorar o caráter excepcional de eleições realizadas em pleno golpe e, como se nada fosse, destruir o principal cacife eleitoral da esquerda brasileira. Não votaria em Ciro em hipótese alguma, mas essa é uma posição pessoal minha e concordo com a necessidade de evitar uma divisão mais profunda neste momento. Nós, que temos essa visão em prol da candidatura Lula como um ato de resistência ao golpe e que temos as nossas desconfianças em relação ao Ciro, estamos sendo execrados em certos outros blogs, como se fossemos sectários de uma militância radical. Sinceramente, é triste.

    3. Juliano, entendo seu ponto de vista e concordo com algumas posiçoes suas mas não acho que que FB deva fazer parte desta lista por tudo que tenho acompanhado. E concordo com FB sobre nos dividirmos demasiado e perdermos a oportunidade de nos unirmos contra esse jogo pesado que estamos vivendo.

      1. Voto útil nunca mais. Principalmente se for pra legitimar um golpe e eleições fraudulentas.

    1. Meia boca tipo o Lula, que cedeu a pressão do PMDB, deixou o rentismo lucrar com os juros mais altos do mundo, induziu o povo ao erro quando deixou o real se super valorizar em relação ao dólar enquanto o Brasil não tinha projeto de industrialização…?

      Ou aquele Lula que foi contra o plano real, que elegeu uma pessoa inexperiente, que foi contra o Bolsa Familia do FHC…?

      Lembrando que todas as desgraças que estamos passando hoje tem nome: Luis Inácio Lula da Silva. Se não fosse por ele Cunha não existiria, Temer não seria presidente e a economia não teria afundado em 2014.

  15. Se o Brasil estivesse navegando em céu de Brigadeiro, os brasileiros nem davam muita boa, mas, pelo que sê tá vindo ai uma borrasca daquelas.

  16. Aí, petistas e demais é que estão errados. Mas quem aceita ficar apanhando sem se defender?
    Ao ler essas matérias, que tem toda uma lógica, sem dúvida, penso que não é porque Ciro está em boa posição nos palcos que deve ser colocado como um parceiro. Pelo contrário: é a posição dele nos palcos que vem afastando os demais de seus discursos.
    O ideal seria a união de todos com Ciro, mas isso depende muito mais dele.

  17. Na minha opinião acho já deveríamos estar pensando em um plano B sim, e Ciro me parece o mais preparado e com ótimas chande de vencer, caso Lula continue impedido… Mas acho que a esquerda como um todo, inclusive Ciro, tem que descer do salto e entender que neste momento o que importa mesmo é o país.

  18. Por que meus comentários são excluídos??????????????? precisa ter alguma carterinha pra comentar aqui ?????

  19. ACHO UMA COVARDIA INDECENTE, MUITOS QUE SE DIZEM PROGRESSISTAS, DE UMA HORA PARA OUTRA JOGAREM NA IMPRENSA E NOS BLOGS UMA SEQUÊNCIA DE ERROS DE LULA . PIOR DEIXARAM DE DISCUTIR AS ALTERNATIVAS PARA ARRANCAR LULA DO CÁRCERE POLÍTICO. COM ISSO, ESTÃO FIRMANDO A CRENÇA DE QUE NÃO HÁ MAIS NADA A FAZER E É PRECISO LANÇAR LOGO UM SUBSTITUTO. O POVO NÃO VAI ACEITAR FANTOCHES E FRAUDES. SE TIVERMOS QUE ACEITAR UM SUBSTITUTO , DEPOIS DE TODOS OS RECURSOS , INCLUSIVE DAS RUAS, QUE ATÉ AGORA NÃO HOUVE, ESTE HOMEM DEVE TER PRINCÍPIOS E IDÉIAS COERENTES COM O QUE ACREDITAMOS PARA RECUPERAR NOSSO PAÍS DA DECOMPOSIÇÃO EM QUE SE ENCONTRA.

  20. Brito me responda:
    1. Onde estava o Ciro quando Lula foi levado do sindicato do SBC?
    2. O que Ciro respondeu quando todos pregavam a prisão política de Lula?
    3. A Globo até agora tá quietinha com o Ciro. Nada de reportagem bombástica. O que vc acha disso?
    SENDO assim é Lula ou Lula.
    É como disse alguém lá em cima do texto: não tiraram a Dilma a toda e nem tiraram Lula da corrida pra dar a presidência pra outro que não seja os seus.

    1. 1. Muito antes, Ciro sugeriu que Lula se abrigasse numa embaixada. O futuro dirá que ele tinha razão.
      2. Que a lei exige provas concretas e no processo elas não existem, por isso a prisão é injusta.
      3. A globo está aguardando os petistas concluírem seu trabalho sujo de tentar queimar Ciro.

  21. Se ao meu ver o Lula cometeu o terrível erro de se entregar mansamente a um sistema fascista e criminoso, não deverá errar de novo abrindo mão(hoje) da sua candidatura.
    A persistência dela, e os sucessivos atos ilegais que os criminosos deverão lançar mão par manter ele preso ,farão da sua figura o ÚNICO fator definitório das próximas eleições (se houver).
    O candidato que ele apoiar estará garantido no 2° turno,o resto dependerá da qualidade do escolhido e DA GRANDEZA DAS LIDERANÇAS DO CAMPO POPULAR.

  22. ia responder no nassif num artigo que apareceu lá. vale para aqui.

    “acho impressionante que agora descobriram o passado partidário do ciro. garanto que não foi por isso que perdeu meu voto*. as instituições no brasil são uma piada (acho que agora ninguém mais duvida disso), e os partidos são instituições. tendo alguns princípios, e nem precisam ser muitos, é realmente injustificável ficar em um partido.

    o problema do ciro é que no momento que deveria ter sido firme, sua ambição o comeu. o que é firmeza? ver boulos ou requião, irretocáveis. defender lula é defender o estado de direito. e isso devia ser feito por todos, de esquerda e de direita, mas principalmente pelos do direito. o ciro não enchia o peito para falar que foi professor de direito constitucional?! então é mais grave ainda… se frente ao fascismo a omissão é cumplicidade, imagina o que é a omissão do direito. politicamente o ciro pós-golpe é um misto do discurso do “mais preparado” do serra com a vontade de ir a eleição sem concorrentes da marina. não sei quem o aconselha, mas é ruim. se ciro fosse um requião hoje não haveria nada, absolutamente nada desta confusão.”

    espero que seu texto chegue no ciro, fernando.

    as placas movem-se. vi olhos de adolescentes brilhando em direção ao masp, depois do ato na república com lula, e não lembro quando foi que um roda viva fez 380mil visualizações em dois dias – curioso que você não comentou nada.

    *meu candidato de 2010 a 2016.. e foi precisamente a posição partidária que me conquistou, quando acatou a decisão do psb de abrir mão de prévias para apoiar dilma… aquilo foi coisa de gente madura..

  23. Ciro não representa meus anseios FB, já perdeu meu voto alternativo à Lula. Se o PT não tiver candidato proprio, vou de Boulos. Ciro é arrogante, orgulhoso, fala mais do que faz. Não tem a história de Boulos. Estou torcendo pela candidatura do PT, meu voto será na legenda, de cima a baixo. Se não tiver PT, voto em Boulos.

  24. É isso. O presidente Lula deve continuar como candidato. Abrir mão da candidatura dele é traição à pessoa que mais produziu coisas boas para o Brasil e para o povo brasileiro. Do ponto de vista político, é melhor perder a eleição do que abandonar o verdadeiro representante do povo. Lula é o povo e o povo é o Lula.

  25. Sua reflexão, caro Fernando, destoa completamente do que Ciro vem mostrando a cada entrevista ou evento que participa. Cada vez mais Ciro vem soltando coices quando perguntam de Lula e sorrisos quando questionam a Globo, direita…etc. Acho que Ciro não tem essa grandeza toda de poder pensar no país porque humildade é uma coisa que ele desconhece e o seu plano maior é se tornar presidente do Brasil. Quanto mais próximo ele acha que está desse sonho mais ele atropela o tempo e as pessoas. Uma delas é Lula.

    1. Ciro jamais posará ao lado de Renan Calheiros em busca de votos. Ao contrário, prega abertamente o expurgo político do pmdb.

    2. Também desconfio muito das intenções de Ciro. Às vezes ele me passa a impressão de alguém que está muito empenhado para se tornar presidente mais por uma vaidade pessoal. E eleger alguém assim pode ser perigoso. Como se ele fosse um “predestinado” desesperado para ser eleito.

  26. Não vai rolar: Ciro é oportunista que fala besteira toda hora. Não é tosco como o capitão, mas merda por merda, pior a perfumada.

  27. Ora, ora, se algum candidato de esquerda crescer a CIA, através de seus teleguiados, a Dodge de Harvard, e outros traidores como o Segio Moro, tambem de Harvard, vão criar aguma convicção contra ele. Acham que a CIA brinca? Vejam como manipulavam o Geisel, o Figueredo e outros traidores agora nús diante da história. . Quem está sendo manipulado hoje? Oh! Nosso Duque de Caxias está se remoendo em seu túmulo heróico, não confundam nosso exército com generais covardes, devemos puni-los e tirar suas patentes.

  28. Estamos vivendo tempos obscuros e qualquer campanha política nestes tempos tem que estar pisando em ovos, senão queima a largada. Ciro percebeu isso e que posições radicais poderiam torna-lo alvo da mídia muito tempo antes das eleições.

  29. Não confio em Ciro, politicamente errático, indefinível, com tendencias coronelistas, não confio, se pressionar, duvido q ele fique do lado da esquerda,,,,,vai compor é com a direita….ele é mei em cima do muro….
    ….ser articulado não quer dizer nada, Aécio e muitos outros são cheios de lábia e são o q são…..Pra mim um Boulos seria o candidato, mas não decola, decola? se Lula pedir? duvidoso…..

  30. Depois de Barbosa, Fachin “do MST”, Fux “mato no peito”, Meirelles, Temer “agora é Dilma13”, Barroso “progressista” e tantos outros traidores é grande a probabilidade que Ciro Gomes seja o “Lenín Moreno” brasileiro e caia no colo na direita tão logo assuma o Alvorada.

    1. Moreno foi apoiado pelo presidente Corrêa. Ciro não é apoiado por Lula. Portanto, nada há de semelhança. E Ciro tem história e currículo para apresentar suas propostas à apreciação da população, assim como o PT.

  31. A revoada dos abutres é tão palpável q sómente o Rui Costa Pimenta mesmo para analisar o momento político. CIRO é um imenso falastrão, um abutre assumido e descarado num país tomado pela demência. Ainda bem q Lula continua “pianinho” dando as cartas e mostrando q sua LIBERDADE é a única saída para enfrentar o GOLPE. Não há alternativa fora desse contexto. CIRO é a continuação do GOLPE com a bênção da Cia, globosta, casa grande, enfim, os donos do poder.

    1. Ciro tem direito de apresentar suas propostas à avaliação da população como você tem de escrever o que está acima. É simples assim.

      1. Não creio ter sido esse meu argumento ?? CIRO ABUTRE e seus defensores podem fazer o q bem quiserem e podem apresentar as propostas q quiserem. É SIMPLES ASSIM, isso tudo ñ impede q ele continue sendo um ABUTRE. ASSIM SIMPLES como a luz do sol.

        1. Respeito seu desequilíbrio. Defendo o direito de Ciro e dos demais serem candidatos porque a pluralidade de propostas e o debate, serão benéficos para a sociedade e, principalmente, para o processo democrático. A população, de forma soberana, decidirá o que deseja para si.

          1. Rapaz, você parece ser a única pessoa aqui muito “desequilibrada”, doente mesmo ! Eu estou me lixando para o que você deseja e só estou te reenviando os teus insultos dignos de uma pessoa sem capacidade para o contraditório. Sera q você tem dignidade e ética para deixar os outros terem posições diferentes das tuas ? Passe bem e seja feliz com teu Ciro Abutre.

          2. Aqui vemos que a militancia do Lula tem tantos cães raivosos quanto a militancia do Bolsonaro.

      2. Ñ creio q essa seja a questão do meu argumento. Tb não creio precisar de sua opinião sobre se eu posso ou não dizer q o Ciro é um falastrão e abutre. Aonde vc viu eu dizer q ele ñ podia apresentar suas propostas? Que ele apresente o q quiser pois só continuará a mostrar exatamente de onde veio e para onde vai. Ciro ABUTRE já é sua marca registrada. SIMPLES ASSIM!!!

  32. De fato, Ciro tem muita experiência em política ou melhor, em partidos políticos. Sua história de troca troca de partidos merece uma reflexão quando à sua trajetória de “conversão” à esquerda que muito insistem em posicioná-lo. Cada um que tire suas próprias conclusões.

    Ciro Gomes iniciou a carreira política no PDS (Partido Democrático Social), legenda sucessora da Aliança Renovadora Nacional (Arena), partido que dava sustentação à Ditadura Militar Brasileira. Em 1982, foi eleito deputado estadual. Um ano depois, trocou de legenda, passando para o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), sendo reeleito em 1986.
    Em 1988 migrou para o PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), onde foi eleito prefeito de Fortaleza e governador do Ceará. Opondo-se à aproximação da legenda ao Partido da Frente Liberal (PFL), Ciro Gomes rompeu com o PSDB e se filiou ao recém-criado PPS (Partido Popular Socialista), em 1996.
    Após sete anos, por discordar da oposição da legenda ao governo federal, passou para o PSB (Partido Socialista Brasileiro). Em 2013, saiu do partido em razão da candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República em 2014. Ajudou, então, na fundação do Pros (Partido Republicano da Ordem Social). Em setembro de 2015, o ex-ministro decide deixar o Pros e se filiar ao PDT (Partido Democrático Trabalhista), numa clara manifestação de que a mudança se deu, entre outras razões, para concorrer à presidência em 2018.

    1. Ciro é um experiente e bem formado brasileiro, com direito de apresentar suas ideias e propostas ao julgamento da população. Importante acrescentar ao seu histórico que Ciro foi ministro de Itamar e ministro de Lula, a ausência de processos ou denúncias de malversação de recursos públicos, assim como jamais teve parcerias com os traidores do PT no golpe de 2016, como Renan Calheiros. Por fim, falta a exitosa passagem como gestor pela iniciativa privada. Pelo conjunto de sua obra, Ciro se destaca entre todos os pré-candidatos à presidência.

  33. Acho que as forças progressistas devem se unir contra um inimigo comum. Creio que nennhum candidato da esquerda, isoladamente, tem condições de ganhar; a não ser Lula. Mas, se ele não for candidato, vamos entregar a rapadura de bandeja aos entreguistas? Um bom exemplo vem da 2a guerra mundial, quando a União Soviética se uniu aos países capitalistas contra um inimigo comum. É bom pensar.

  34. Ciro desrespeitou Lula, quer atropelar o PT e todos nós. Mais um soberbo aluno de Harvard…
    Como lambem os estados unidos, hein?
    Ele me parece infectado como esses PORCuradores e Juízes e toda essa elite traidora.
    Sou de origem Brizolista desde o Morro Santo Antônio em Porto Alegre, portanto: “Viemos de longe…”
    E não serão blogs bandeados, meia dúzia de textos e seus eleitores que nos farão sair de casa por Ciro.
    E agora, nem que Lula o indique!

  35. É hora dos Trabalhistas, Socialistas e Comunistas se unir e esquecer o PT e suas politicagens. Tem que dar um basta, já fazem meses e o PT não tem uma única proposta pra tirar o país da merda que eles mesmos colocaram, e não se prestam nem pra apoiar quem está tentando.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.