A juventude sem bússola

pesquJB

Embora qualquer leitura dos resultados da pesquisa do Jornal do Brasil  sobre as intenções de voto presidencial no Rio de Janeiro sofra da mesma indefinição que as eleições padecem, depois do atropelamento do processo político pelos bulldozers do Judiciário – até mais forte aqui pela demolição ter atingido o PMDB de Sérgio Cabral com muito mais força que em outros estados – há algumas coisas, nela, que devem ser destacadas.

A primeira delas é que as intenções de voto de Jair Bolsonaro e de Lula, embora situadas em polos opostos, pertencem, em boa parte, ao campo do inconformismo.

O grave é que o inconformismo, infelizmente, ganhou ares de estupidez.

No detalhamento da pesquisa, encontra-se algo que deveria assustar os que acham que a pauta “identitária” traria a juventude para “a esquerda”.

Bolsonaro só consegue este resultado porque lidera com folgada margem entre os jovens: 34,3% contra 18,8% de Lula entre os de 16 a 24 anos e 29,9% a 19,9% nos de 25 a 34 anos.

Por mais que possa haver distorção nos dados, o que explica que, ainda que seja uma adesão superficial e volátil, tantos jovens manifestem simpatia pelo discurso dos saudosos da ditadura, da brutalidade e da solução a bala dos problemas sociais?

Fica a reflexão para os que transformam as questões políticas em arena do passionalismo individual. Defender os direitos dos negros, dos homo ou polissexuais, das mulheres e de qualquer “segmento” da sociedade, quando feito de per si apenas, é sempre perder um pouco da ideia de coletividade, de povo, de destino comum.

Dividir-nos, dividir-nos, dividir-nos, criar separações que sejam vistas como maiores que nossa identidade humana é estratégia da direita, tanto que a mídia, sua principal ferramenta ideológica se apossou disso e não cessa de ofuscar nossas mentes.

A sociedade contemporânea nem é tribal nem megacosmopolita, exceto em guetos sociais, e reage negativamente a isso.

O “purismo”, a intolerância, a incapacidade de aceitar-nos como essencialmente iguais levam a um paradoxo: o de pretender  ou desejar a destruição do diferente.

A direita, desde Hitler, sempre foi capaz de instrumentalizar isso.

E a esquerda não atenta que ainda não se criou nenhuma idéia coletiva mais generosa e democrática que a de povo, que reúne, necessariamente, todas as diferenças em uma igualdade política.

Nos fechamos em nossos umbigos, em nossas “tretas” e o fascismo avança.

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

79 respostas

  1. Essa tendência de jovens declararem que pretendem votar nessa nulidade apenas demonstra o desmanche geral da EDUCAÇÃO e da baixíssima qualidade da programação das tvs abertas, com seus programas vomitando sangue nas tardes desse país. Como entender que jovens defendam o ataque a minorias e aos “diferentes”. Quando eu era jovem, na faculdade em MG, eu queria era mudar o mundo, torna-lo melhor, mais fraterno, eu lutava e apanhava da polícia por que defendia mais verbas para educação para que mais jovens pudessem ter o que eu tinha: acesso a uma universidade. E agora ver essa tendência faz a gente ter vontade de chorar de desgosto.

    1. Concordo mas preferia falar em ausência entre nós de uma verdadeira cultura cidadã e democrática do que em educação de um modo mais geral. Mesmo porque é possível constatar a preferência do voto em Bolsonaro não só em pessoas com pouca ou nenhuma educação formal, mas também para espanto geral em muitas outras com sólida formação educacional. É triste e bastante preocupante tudo isso, mas são águas passadas de um rio que vai se precipitar logo ali na frente.

      1. A classe MERDIA pensa que é muito RICA e os pobres tambem pensam isto a respeito dela. Aí surge uma luta de classes abobada, de dois grupos pensando o mesmo, e combatendo o grupo oposto. Mas, esta classe media cava seu próprio tumulo, pois quanto maior o numero de pobres, mais assaltos e a esta classe MERDIA, pois os ricos andam de helicóptero e não de carro. Vamos chegar ligeirinho na PROFECIA do Stephan (60% de miseráveis) e o assalto será a única saida. E, logicamente será nos carros e residências da CLASSE MERDIA. Ela cava seu próprio túmulo. E, ao invés de educação, os pobres tem de investir em técnicas de assalto e roubos. E assaltar casas de armas. Nada de livros.

      2. Policarpo, vou falar por mim, os eleitores de Bolsonaro que eu vejo, são tudo classe média alta, raríssimas exceções.

  2. O desmonte da Educação Pública no Brasil e principalmente no Rio de Janeiro, já começa a produzir os efeitos esperados pelas elites: uma parte considerável de nossa juventude carente de conhecimento histórico ensaia “ficar”! com o fascismo de Bolsonaro.

    Juventude sem Futuro lança-se ao abismo no Presente.

  3. O desmonte da Educação Pública no Brasil e principalmente no Rio de Janeiro, já começa a produzir os efeitos esperados pelas elites: uma parte considerável de nossa juventude carente de conhecimento histórico ensaia “ficar”! com o fascismo de Bolsonaro.

    Parabéns Globo, Aécio Neves e Sérgio Moro, na tentativa frustada de desconstruir o Lula, vocês pariram o fascismo de Bolsonaro

    Juventude sem Futuro lança-se ao abismo no Presente.

  4. Vejo com preocupação igual a formação de grupos homogêneos, que se opõem em bloco aos diferentes. Vejo neojudeus brasileiros (que nada têm a ver com o judaísmo) mas que se identificam com as ideias de “povo escolhido”, “fé escolhida”, e que coexistem em comunidades exclusivas de fé, trabalho, educação, lazer (tvs, rádios, música próprios), casamento, e todos os outros campos. Vejo uma (há mais certamente) república judiciária formada há 2 ou 3 gerações em estados dos sul, todos enredados nos mesmos princípios, objetivos, escolas, funções públicas e privadas, métodos de ação, casamentos e sociedades privadas. O antídoto é a praça pública; a escola pública; a saúde pública; o lazer público: a coexistência na polis.

  5. Os eleitores do Rio de Janeiro não diferem em nada dos eleitores de São Paulo.
    Ninguém sabe qual o eleitor mais TAPADO.
    PQP !

  6. Fernando, não é culpa dos militantes dos movimentos sociais, que agem conforme a consciência que formaram das inúmeras formas das injustiças brasileiras, a falta de consciência, cultura e solidariedade de tantos jovens que não leem, não conhecem a História do Brasil, não saem de suas bolhas e de seus espaços de privilégios. São eles os que mais precisam se educar para a democracia. Não mande sentar quem levou 500 anos tentando se levantar.

    1. Nossa, sim.
      E mais, a esquerda simplesmente não existe sem as minorias – mulheres, negras e negros, gays e lésbicas.
      Mulheres negras são a maioria da população nacional, e também a parte mais explorada dessa população. Como a pessoa pode se dizer de esquerda e não perceber que é um problema que uma grande maioria de homens brancos comandem o campo político da esquerda?
      O problema não são as mulheres e homens negros, lésbicas e gays tendo voz – talvez o problema seja a parte da esquerda que os tenta calar a todo custo.

      1. Rosilda, desde quando eu deixei de apoiar os movimentos de “minorias” ( porque mulheres sequer são minoria, mas até maioria)? Opririmidas cultural e o politicamente, sim, mas não minoroa, né? Muito menos que tivessem e tenham voz, como voz deve ter qualquer pessoa. Os movimentos de libertação jamais podem excluí-los, do contrário estaria reproduzindo mecanismos de opressão. Agora, dizer que “parte da esquerda que os tenta calar a todo custo” é de uma miopia (a propósito, sou míope) imensa. Se eu aceitasse este raciocínio, estaria louvando a Rede Globo porque protege – da boca para fora – minorias. Mas sempre, como disse no post, no sentido de segmentar as nossas lutas de libertação. Dividir para reinar é regra muito antiga, mas ainda eficiente.

        1. O termo minoria não tem somente essa conotação, literal, numérica (até estranhei essa afirmação rasa vinda de vc). Estou falando obviamente de minoria no sentido político. No mais, não disse que vc deixa de apoiar minorias. Só que várias vezes já vi essa menção negativa a movimentos “identitários”, o que quer que isso signifique para vc (eu realmente não sei, esse termo não me parece ser unívoco também, portanto não há ironia nessa afirmação). Mas o vejo associando esse termo ao movimento negro ou ao feminismo. Quem está estabelecendo essa divisão? Como eu disse no primeiro comentário, que mulheres negras não sejam a maioria das líderes da esquerda deveria causar incômodo.

  7. JUÍZES E PROCURADORES NÃO SÃO SANTOS (Eu já sabia)

    Um grupo formado por 800 agentes públicos do Legislativo, Executivo e Judiciário começou a ser investigado pela Receita Federal. Os auditores fiscais suspeitam do aumento patrimonial deles e pretendem fazer um grande pente-fino. A ideia é descobrir e evitar crimes como ocultação de bens, corrupção e lavagem de dinheiro. A lista tem pelo menos 50 parlamentares, chefes de governo, juízes, procuradores e os próprios auditores fiscais. As informações são do jornal O Estado de São Paulo

    O órgão vai iniciar suas apurações e, caso encontre indícios de crime fora do campo tributário, a orientação será encaminhar o caso para o Ministério Público e a Polícia Federal. Somente na Lava Jato, Ararath e Zelotes, a Receita instaurou 3.416 procedimentos fiscais que geraram R$ 14,7 bilhões em autuações em impostos, multas e juros não pagos.

    MAIS SOBRE O ASSUNTO
    MPF investiga fraude em empresas de limpeza e vigilância do DF
    Documentos sobre investigações são encontrados em caçamba de lixo
    A análise de investigações anteriores por parte da Receita mostrou que, normalmente, as fraudes tributárias estão associadas a esquemas com a utilização de laranjas com a finalidade de ocultar o patrimônio e lavar dinheiro público desviado.

    Ao alcance da Receita estão informações sobre movimentações bancárias, vendas de imóveis, contratações de autônomos, movimentação com cartão de crédito, contratos de câmbios e todo tipo de dado sobre pessoas físicas e jurídicas.

    https://www.metropoles.com/brasil/pente-fino-receita-cria-grupo-para-investigar-800-agentes-publicos

  8. Essa pequisas são engraçadas não vejo ninguém falar do Bozomico, nas ruas ou nos Botecos, é salões de madames.

  9. Fui um dos que saudou a volta do JB, mas essa pesquisa não me parece confiável. Outras virão nas próximas semanas e duvido que os resultados sejam aderente ao dessa que foi divulgada.

    1. Basta um retrospecto do instituto responsável:
      “A Paraná Pesquisas se notabilizou durante a campanha presidencial de 2014, ao dar resultados favoráveis ao candidato derrotado Aécio Neves. O instituto chegou a cravar, em outubro de 2014, em levantamento feito para a Revista Época, que Aécio estava 8% à frente de Dilma Roussef.
      https://www.revistaforum.com.br/instituto-parana-pesquisas-e-envolvido-em-esquema-de-delacao-da-hypermarcas-e-senador-de-sc/

  10. Tenho certeza que a divulgação do documento que criminaliza Geisel e Figueiredo ontem tem a ver com Bolsonaro. Lula foi destruido, agora tem que matar o louco. Deve ser para emplacar Datena…

  11. Vendo aqui meus alfarrábios lembrei quantas vezes o eleitor brasileiro ( nós ) anulou seu voto , votando no rinoceronte cacareco , no mosquito aedes , e muito fresco na memória o macaco tião , fruto do bom humor carioca . Macaco tião segundo informações obteve em torno de 400 mil votos , bons tempos aqueles , quando se votava em um animal o voto era nulo .

  12. Deixa o CARA ser candidato, livremente e depois a gente ve o segundo turno se houver e depois a gente vai pra rua gritar como fizemos em 2002 e 2006. Lula o melhor presidente ate hoje.Sem milicos, sem golpe e sem ditadura.Fora golpistas.

  13. Alô, alô Lula, pt e a destrambelhada da Gleise. Planeta terra chamando! A culpa destes resultados recai prioritariamente sobre seus ombros.

    1. Porque, cidadão? Por recusar Ciro, o oportunista? Ou porque, no final das contas, o PT é culpado inclusive do colapso da economia argentina?

  14. É a neofacismo tropical, o centro sem ter um candidato de peso, aposta na segmentação e indiferença pra ver se nutre algum sucesso..

  15. E.. como se vê, são os jovens, sem noção alguma dos governos de direita que passamos, terão seus direitos reprimidos e sofrerão novamente aquilo que seus pais e avós sofreram um dia..

    1. Documentário – Soldados do Araguaia:

      “Assistir ao documentário Soldados do Araguaia, do diretor carioca Belisario Franca, pode ser uma experiência marcante.
      …fala sobre o dia em que ajudou a transportar uma guerrilheira presa para um helicóptero. Ela foi jogada para fora do veículo em pleno voo. O ex-militar vê os olhos da vítima em pesadelos quase diariamente. Outro perdeu os testículos. Todos os depoimentos narram desumanidades das mais diversas. As humilhações foram apenas a ponta do iceberg. Superiores obrigavam os recrutar até a beber sangue.
      “Não era instrução. Era tortura”, define um dos entrevistados no filme. Segundo da ‘trilogia do silenciamento’.

      ‘o terror do estado’, segundo o diretor, também atuou dentro do próprio estado.”

      https://www.metropoles.com/entretenimento/cinema/o-brasil-prima-pela-negacao-diz-diretor-de-soldados-do-araguaia

  16. De novo: concordo totalmente com Fernando Brito! Análise lúcida, sensível do que vivemos neste momento histórico de nosso país.

  17. Eu ia ficar quieto, mas vou falar. Geralmente sou censurado em alguns blogues ‘progressistas’ (sic). Mas espero que meu comentário não seja excluído aqui.

    Essa pesquisa quer empurrar o eleitorado do Lula e o próprio Lula e o PT pra apoiarem Ciro Gomes. Não sei qual foi a metodologia usada. Quem fez.

    Pesquisas eleitorais tem aos montes. Inclusive estilo Proconsult 1982. Eleição do Rio. Era Brizola. Eles diziam q era o ‘Gatinho Angorá’.

    A Bússola q deve guiar o posicionamento do PT é o presidente Lula. E nada mais. É ele que tem voto.

    Quem votar em Ciro Gomes pensando q está elegendo alguém melhor do q o Bolsonaro está se enganando. O Macron na França se elegeu contra a radical Marine Le Pen. E tem feito um governo q além de ser neoliberal tem atacado duramente as liberdades individuais e coletivas da população francesa em geral.

    Eu acho q quem se identifica com a esquerda precisa entender q nós passamos por um golpe de estado. Não foi dado um golpe pra q qualquer candidato de esquerda vença. Foi dado um golpe pra q o país adote o modelo neoliberal, estrangule os trabalhadores, e venda tudo o q tem valor.

    Se Ciro Gomes for eleito e se mantiver no poder, eu saberei q ele é o candidato do golpe. O judiciário já fez de tudo pra limpar o único candidato q poderia reverter a situação. Pq ele tem apoio popular genuíno.

    E outra coisa. Ciro Gomes vem prometendo mundos e fundos. Diz q não governará com o PMDB. E eu digo de antemão q isso é impossível.

    De 1985 até o momento atual, dois presidentes governaram sem o PMDB. Collor e Dilma Rousseff. O resultado a gente já sabe.

    Quando o Ciro Gomes diz q pode governar sem o PMDB, restam duas opções. Ou ele está mentindo, querendo enganar aqueles q não conhecem como são estabelecidas as relações de poder no Brasil. Ou ele quer ser golpeado.

    Das duas opções, só sobra uma coisa. A candidatura dele e a dos outros é engodo. É falsidade. Eleição sem Lula, é sim fraude. É preciso derrotar o golpe de estado q vcs dos blogues ficam dizendo q aconteceu. Mas q fingem q não.

    Ciro Gomes não terá meu voto nessa eleição. Não voto no representante do Steinbruch.

    Meu voto em 2018, se tiver eleição, será daquele q eu confio, daquele q me representa. E é Lula e ponto final.

    É Lula ou Nada. Ou esqueça o Brasil. Esqueça liberdade. Esqueça dinheiro no bolso.

    #LulaLivre #Lula2018 #LulaPresidente

    1. “Pesquisas eleitorais tem aos montes. Inclusive estilo Proconsult 1982. Eleição do Rio. Era Brizola. Eles diziam q era o ‘Gatinho Angorá’.
      A Bússola q deve guiar o posicionamento do PT é o presidente Lula. E nada mais. É ele que tem voto.”

      ASSINO EMBAIXO.

    2. Quando a MASSA do Rio teve posições de enfrentamento com o sistema estabelecido pelas elites cariocas (a não ser a época do Brizola ) ???????????????????????????????????
      Lula é um “comunisshhta”.

    3. Concordo em parte, mas convivi os últimos 5 anos em ambiente universitário de classe média. É chocante mas a pesquisa não está longe da realidade. A imbeciização da juventude é um fato. E o que mais me impressiona nela, é a falta de vontade de compreender a realidade, de se informar, o DESINTERESSE completo. Tudo que o jovem “sabe” é que o Brasil é uma m, e ninguém presta. Se ninguém presta, aí a opção se torna a aberração Bolsonaro.

    4. Ops, Apenas um latino-americano, só pelo título da matéria, pensei a mesma coisa que vc, no entanto ao ler o texto, pensei também, o eleitorado do Bolsonaro, infelizmente é no Estado, o qual sua capital era a mais antiga capital cultural do país, digo era, porque a Globo e a alienação da maioria do povo fluminense, me assusta, que o mesmo ganha há vários anos para deputado federal, sem ter contribuído em nada de positivo para o seu Estado e consegue o eleger sempre e mais os seus descendentes também. Mas a questão maior é, o Brasil é só o RJ? Já apareceu em minha TL uma pessoa do RJ, q faz parte do grupo de 2013, que lutou para o não vai ter copa e vem com o velho papo de muito mais de centro direita, do que de progressista, mais ou menos assim, um textão, que chama o PT de egoísta e o risco que é o mesmo de entregar o Brasil ao Bolsonaro. Então o que eu sugiro é muito cuidado com tudo neste momento, até com determinados blogues progressistas, que vêm com este mesmo discurso. Muitas máscaras ainda irão cair.

      Na última pesquisa aqui no RN (Nordeste) encomendada pela própria Federação das Indústrias (FIERN), o Lula tem é a preferência de 40,07% dos eleitores de todos os segmentos da população potiguar. E sabe qual é a do Bolsonaro? 7,73%, seguido de Ciro Gomes (2,98%).
      E isto com o Lula preso, esta é a verdade, Lula é um preso político, porque ele ganha as eleições em todos os Estados brasileiros, pois a maioria do povo brasileiro, principalmente os mais vulneráveis, já está tomando consciência, que qualquer outro candidato que ganhar as mesmas ou se elas não acontecerem, ele serão extinto, este é o plano do Imperialismo do norte provocar um genocídio dos pobres, pois gente demais desestabiliza a ordem mundial proposta por eles, não esqueçamos também de Israel.

      Então sugiro, observemos mais e falemos em conta gotas, igual está fazendo o grande estrategista Luis Inácio Lula da Silva, que mesmo preso comanda o jogo de dentro de uma solitária, porque a maioria do povo está lhe dando forças para reagir, lutemos, com o nosso trabalho de formiguinha nas bases, com protestos solitários, pois a guerra é com quem sempre comandou o mundo e que agora, terá que dar espaço para outras Nações. #LulaValeALuta #LulaLivre #LulaPresidente2018

    5. “A Bússola q deve guiar o posicionamento do PT é o presidente Lula. E nada mais”
      O foco é a luta contra o golpe e a luta contra o golpe é Lula.

    6. concordo com você..e e tb fui mais que censurado num blogue dito progressista…muitos blogueiros estão embarcando nesse plano b….se o Lula não for candidato tem que boicotar essa eleição votando em branco..ou fincando a urna na parede..pq no ciro e no haddad não voto de jeito nenhum..votar em outro candidato até mesmo escolhido pelo Lula pode até ir para o segundo turno, mas vai perder..essa eleição sem Lula é só para legitimar a ditadura…e legitimar ditadura não to a fim!!!

      1. Devemos fazer o que fazemos desde 1988, votar no PT de cabo a rabo. Essa é a maior vitória que podemos oferecer a Lula, a Dilma, a Genoino, a Dirceu, a Vacari e a todos outros que pagaram pessoalmente o preço de uma vida toda de luta. Além disso é preciso reafirmar que nunca maldissemos uma eleição, mesmo as que fomos derrotados. Sabemos o quanto eleições e democracia nos têm faltado ao longo de toda nossa história.

        Precisamos vencer sim as eleições e ela vai ser a única maneira de reverter o Golpe e de arregimentar o apoio da maioria do nosso povo que até agora emprestou sua confiança em forma de voto mas, é preciso admitir esse fato, nos faltaram até agora para evitar o Golpe de Estado, e barrar esses processos espúrios que levaram ao impeachment de Dilma e a prisão de Lula.

        A legalidade é nossa revolução, sim, é ela que desconcerta nossos adversários, foi ela que levou nossos adversários ao Golpe do Estado, contra a legalidade e a democracia eles só podem utilizar o arbítrio e a violência. A esquerda no Brasil desde 35 sofre mas não dá Golpe de Estado, sim essa é a verdade factual, uma verdade que não deveria nos fazer sentir vergonha, ao contrário, deveria ser motivo de orgulho, orgulho democrático. Esse negócio de valentão de lingua nós sabemos como acaba. Os verdadeiros valentes são torturados, trucidados, mortos! Parar com essa palhaçada de pseudos militantes de internet!

        Não, não sou “militante”, nem “assessor de imprensa”, não sou do “pt legislativo” nem das “laranjas podres do pt”, nem de outra “célula” qualquer. Também não dependo de dinheiro público para viver, nem trabalho para nenhum “candidato”. Não sou mais “Lulista” ou mais “petista” do que ninguém, nem menos. Não sou a favor de um “plano B” ou contra o “plano B”, nem acredito e nem desacredito em “conspiradores” ou “traidores” do PT. Tampouco sou um neostalinista que tem o partido acima de tudo. Não, não sou nada disso, sou só mais um e apenas um simpatizante e eleitor do PT. Além de tudo que tento com meus garranchos e mal português expressar neste e em outros chats que discutem e se preocupam com o rumos de nosso país essas são minhas únicas “credenciais” . Me parece ridículo que depois de anos de pregação neo udenista de buteco e do revival anticomunista na grande imprensa tenhamos agora que na esquerda escutar essas conversas moles, essas disputas de diretório acadêmico entre blogs de esquerda (é verdade que Fernando Brito, esse verdadeiro exército de um homem só, tem ficado fora e tem sido a uma exceção nessa luta de vaidades mesquinhas e de motivos não declarados).

    7. Concordo com voce. O Mercado Financeiro (Nacional e Internacional) que deu o golpe deseja a recolonização da América Latina. O Brasil corre um sério risco de ver seu território retalhado segundo os interesses das grandes potencias ou vendido à preço de banana a quem der mais. Basta ver o que está acontecendo com a Argentina para prever o que nos aguarda…..Como o presidente Trump já deixou bem claro que não tem NENHUM interesse em nós, e tendo em vista que segundo articulistas internacionais estamos no tal “Plano China 2025” do presidente Xi Jinping (que já comprou o Irã), acho melhor a turma jovem que vai votar no Bolsonaro começar a aprender mandarim ( provavelmente nossos futuros patrões….). Na primeira oferta, o país vai ser vendido de porteira fechada (como se diz aqui no interior). Sem Lula, esquece.

    8. O próprio Lula governou sem o PMDB no seu primeiro mandato. Inclusive o Ciro saiu do governo quando ele resolveu se aliar com essa corja.

      É perfeitamente praticável, pare de espalhar mentiras.

  18. Foi a própria esquerda quem, ao poucos, abriu brechas para chegarmos a esse pesadelo. Quando não souberam colocar na cabeça dos jovens para estudarem e lerem ou verem pela Internet o que foram aqueles anos de chumbo. Por nunca terem feito movimentos no sentido de explicarem, de forma didática, as diferenças entre democracia e ditadura. E o mais importante foi a ausência de argumentos para nunca terem deixado esses milicos bandidos no banco dos réus, até que a história fosse contada direito, e eles, terem recebido o mesmo tratamento que tiveram os seus iguais na Argentina. Anistiaram todos, ao ponto de Bolsonaro gritar o nome do maior torturador numa sessão história na Câmara, como sendo seu herói.
    Mas, o que me dá esperança, e muita, quanto à derrota desse infeliz, é saber que ele não tem nada na cabeça pra adotar uma postura civilizada quando estiver frente a frente com os demais debatedores durante a campanha. Desconhece tudo de mais importante sobre qualquer assunto, como História, Geografia, Geopolítica, Filosofia, Sociologia, Economia nem falar, e, assim sucessivamente. Talvez possa ter sorte se outro tiver que falar por ele, porque ele por ele mesmo vai ser o maior fiasco.

  19. Não é por estes dados, é pensamento antigo ,OS CARIOCAS MERECEM A VIDA DE BOSTA QUE LEVAM ,SEM DÚVIDA.
    LAMENTO PELOS 20% PENSANTES QUE EXISTEM ,NÃO SÓ NO RIO,NA HUMANIDADE.
    O RESTO PODE BOTAR NO LIXO ,QUE ELES SÓ SÃO O ESTÁGIO IMEDIATAMENTE POSTERIOR AOS DOS PRIMATAS.
    ELES ASSIM COMO OS COXAS ,MERECEM,NÃO TENHO PENA,NUNCA FIZ DOS POBRES ,OS COITADINHOS(esse é um dos erros dos teóricos da esquerda)

  20. DESCULPE-ME OS CARIOCAS, MAS NADA DE BOM VEM DO RIO DE JANEIRO. PARECE QUE ELES CONSEGUEM SER PIORES QUE OS PAULISTAS!

    FICO IMAGINANDO O QUE PASSA NA CABEÇA DE UM JOVEM NEGRO MORADOR DE COMUNIDADE NO RIO VOTANDO NO PM OU NO MILITAR QUE O OPRIME.

    SERÁ QUE ESSE POVO GOSTA MESMO DE VER SUAS CRIANÇAS REVISTADAS PELOS MILITARES?

  21. Por isso que por mais que exija-se calma e parcimônia até as eleições, o PT vai ter que definir sua situação antes do que quer. Olhe só, o Lula saindo, a ordem dos que ganham mais: Marina (3,3%), Ciro (2,9%), Bolsonaro (!) (2,3%), Haddad (1,6% – não tava na outra). Lula deve indicar e mostrar logo quem é o candidato dele, para jogá-lo para o segundo turno. Se mandar 90% pro Ciro, ele já até passa o Bolsonaro no RJ.

  22. É uma geração de “escolarizados” pelas redes sociais. São formados em youtube e seus gurus, como Nando Moura (e até pouco tempo eu nem sabia quem era) e outros, todos discípulos de Olavo de Carvalho (outro que só descobri há uns dois anos). Gostam da linguajem “jackass” tão bem traduzida por programas televisivos como o Pânico e seus genéricos. Nesse panorama surge o candidato “zoeiro” , “mito”, sem nada na cabeça!

  23. Fruto da esquerda pós-moderna, que tem afastado o povão da esquerda. Para esse tipo de esquerda, o debate principal é sobre quem a pessoa transa ou deixa de transar do que questões de classe.

  24. Sr.Fernando.Quanto aos jovens.Sabe o senhor de que era composto,o movimento FASCISTA NA ITÁLIA.E o NAZISMO NA ALEMANHA,E O REACIONARISMO DOS PAÍSES CAPITALISTAS LIDERES ?A grande maioria dos MÚMIAS DA DIREITA,são JOVENS.Ser jovem e ser reacionário,com raríssimas exceções Eu não fico surpreso.Afinal,os mais velhos,não são tão burros,como o que se tem por JOVENS.Exemplo ? Quantos velhos,viciados em COCAÍNA,conhecemos ? Quanto aos jovens,grande parte é..

    1. Bem, Aécio Neves tem 58 anos, não?

      Brincadeiras a parte, faz sentido seu comentário. Não acredito que os jovens sejam burros, mas certamente são influenciáveis. Contando com isso, a direita usa sofisticadas estratégias de propaganda para cooptá-los.

  25. Esses cariocas, assim como os gaúchos, tem m* na cabeça….e depois me vem com esse papo infame de que nordestino não sabe votar.

  26. É aquela máxima a juventude é de extremos ou as pesquisas estão sendo “feitas” para assustar o eleitorado e aí aparece aquele que acaba sendo um “consenso sem ser muito.

  27. Com o romário e esse fascista na liderança para governador e presidente respectivamente, se chega a conclusão que os eleitores do RJ estão optando pela sua extinção, levando o Brasil junto com eles.
    Ambos golpistas, ambos alinhados com o vampirão, ambos entreguistas, ambos imorais e ambos uns inúteis no congresso.
    A esquerda tem muito a se redimir nesse Estado, onde a ignorância política é mais perigosa que a criminalidade.
    #LulaLivre

  28. Brito, Bolsonaro não dispara coisa nenhuma!
    Lula tem, na pesquisa, 21,5% das intenções de voto e nesse cenário Bolsonaro tem 25,1%. Quando retiram Lula, o Bolsonaro cresce 2,3%, mais ou menos 11% dos eleitores do Lula.
    O crescimento mais expressivo é o da Marina, que aumenta em mais de um terço o que tinha, com a herança de 15,3% dos eleitores do Lula.
    O que parece é que, neste momento, Bolsonaro tem um teto no Rio. Em dois quadros bastante diferenciados, a preferência por ele varia dentro da margem de erro. Não sou estatístico, mas intuitivamente concluo que, ao menos agora, esse é o teto dele.
    Fora essa discordância de interpretação das estatísticas, acho que em parte você tem razão: focar nas peculiaridades é focar nas individualidades, e quem tem foco no indivíduo é a direita, não a esquerda. As questões parciais são importantes, fundamentais, mas deveriam ser apresentadas e conduzidas dentro da luta mais geral. A exclusão é inerente ao capitalismo. Ela começa pela econômica, avança pela política e se estende infinitamente pelas inúmeras diferenças individuais. Durante algum tempo a burguesia mascarou isto, especialmente quando foi obrigada, por razões econômico-políticas, a combater o nazi-fascismo. Vencidos esses, a eles foram atribuídas todas as exclusões – porque neles elas vinham sem disfarces e com brutalidade física – para que as massas populares jamais pensassem que eram intrinsecamente excluídas pelo sistema capitalista e não se aventurassem nos caminhos da esquerda. Com a derrota do stalinismo e a esperança de que a China estava a caminho de retornar ao controle do capitalismo, não eram mais necessárias máscaras, e o Capital expôs sua verdadeira face, seu “(neo)liberalismo” que não é mais do que o mesmo e monstruoso sistema excludente do nazi-fascismo.
    A profecia marxista, tantas e tantas vezes debochada e “desmentida”, de que o Capital ao tomar o controle do mundo tornaria a humanidade mais e mais miserável, em matéria e em espírito, parece a cada dia mais veraz. As escolhas e preferências dos jovens, preferindo os Bolsonaros e Marinas e Barbosas só provam o quão profundamente a alienação e o embrutecimento intelectual do capitalismo operam sobre os que não viram outros tempos e só estiveram, toda a vida, expostos à sua propaganda.

  29. Três situações :

    A esquerda cega com sua pauta identitária ( embora importante ) perdendo votos por diálogos que não se sobrepõem neste momento a falta de segurança, emprego e comida;

    Os asnos pensando ser fácil resolver com simplicidades a complexa situação de abismo social deste país, pendendo para um impensável nazismo moreno;

    O PT insistindo na revolução que seria necessária de modo a tomar ruas, praças, fábricas e campos para garantir uma inflexão capaz de garantir a LULA o direito de disputar a eleição, não se sabe se esta revolução eclode ou não, mas os números da pesquisa , pelo menos no RJ, indicam que não e palavras de ordem pouco poder possuem para dobrar o GOLPISMO SUPREMO.

    A classe política , que de boba nada tem, já se movimenta no entorno de CIRO, para o bem e para o mal……que neste momento é menos pior algumas casas decimais que BolsoASNO e sua Juventude Bolsonarista, em breve vestidinhos com farda e tudo.

    Gilmar hoje deixou claro, LULA está inelegível e a PRISÃO em segunda instância não deve voltar a pauta antes do fim do mandato de Carmen Lúcia…..leia-se, antes das eleições.

    Todo o resto é fumaça. Infelizmente, inclusive para mim mesmo.

  30. Convém assistir a uma gravação do ex-presidente João Figueiredo que está no DCM hoje, deixa bem claro o poder do Roberto Marinho e das organizações gRoubo no Brasil e como ele reconheceu este poder, desprezado pela adm petistas.

    Quanto aos docs da CIA divulgados hoje, servem bem mais para tumultuar o processo eleitoral e fraturar ainda mais a sociedade que para outra coisa qualquer. A canalhice dos americanos é como poço sem fim.

  31. A cabeça do povo tem quer ser disputada diariamente,sem arrego. Baixou a guarda dá nisso!…

  32. Dizer o que mais? “A sociedade contemporânea nem é tribal nem megacosmopolita, exceto em guetos sociais, e reage negativamente a isso.

    O “purismo”, a intolerância, a incapacidade de aceitar-nos como essencialmente iguais levam a um paradoxo: o de pretender ou desejar a destruição do diferente.

    A direita, desde Hitler, sempre foi capaz de instrumentalizar isso.

    E a esquerda não atenta que ainda não se criou nenhuma idéia coletiva mais generosa e democrática que a de povo, que reúne, necessariamente, todas as diferenças em uma igualdade política.”

  33. É assustador ver jovens optando por Bolsonaro. Não dá pra acreditar. Tomara que os representantes estudantis (geralmente de esquerda) tenham capacidade de politizar a meninada.

  34. Pesquisa totalmente furada, deveria até ser deletada, primeiro, Joaquim Barbosa não é mais candidato, Michael Temer também não, sendo assim, tudo furado, podem refazer outra pesquisa, essa é serve só para confundir a opinião pública nada mais, nada menos.

  35. O Rio já foi um lugar progressista, de “segurança nacional” com governador não eleito, indicado pelos ditadores. Lugar do maior comício da história do Brasil, o das Diretas Já.
    Vejam só.

  36. Caso fiquem comprovados esses índices do ex-capitão Bolsonaro, corremos o risco de instalar um regime de exceção através da via institucional, que são as eleições de 2018. É o retorno da ditadura militar de 1964. O Brasil, novamente, à beira de um precipício. A propósito, no constitucionalismo brasileiro há um consenso de que a Carta Magna de 1988 representou a ruptura com o regime anterior. Porém, os fatos da atualidade não demonstram isso. O golpe de 2016 nos conduz para uma nova ditadura, se não houver uma reviravolta no processo eleitoral que se avizinha. Essa tenebrosa agenda, integrada pelo judiciário, passa pela prisão do ex-presidente Lula e pela caçada ao Partido dos Trabalhadores, com a pretensão de alijá-los da Eleição de 2018. Confirma-se, portanto, a fraude que pretendem oficializar.

  37. “Fica a reflexão para os que transformam as questões políticas em arena do passionalismo individual. Defender os direitos dos negros, dos homo ou polissexuais, das mulheres e de qualquer “segmento” da sociedade, quando feito de per si apenas, é sempre perder um pouco da ideia de coletividade, de povo, de destino comum.(…) E a esquerda não atenta que ainda não se criou nenhuma ideia coletiva mais generosa e democrática que a de povo, que reúne, necessariamente, todas as diferenças em uma igualdade política.”
    Perfeita análise. Se não entendi errado, um certo vanguardismo (de dentro e de fora do governo Dilma) é em parte responsável por abrir novos flancos para além de capacidade concreta de embate social do governo e da própria esquerda. Hoje, fora de governos, presa, estigmatizada e marginalizada, não apenas perdeu a (sempre escassa) capacidade de colocar o estado na direção do social, mas pode ser alvo de um tranquilo processo de erradicação e extermínio.

  38. A propósito de Bolsonaro, no livro de Maria Celina D’Araujo e Celso Castro intitulado Ernesto Geisel, na folha 113 Geisel falando sobre a participação de militares na política, assim se refere a Bolsonaro “Não contemos o Bolsonaro, porque o Bolsonaro é um caso completamente fora do normal,inclusive um mau militar”

  39. Caro Fernando Brito, parabéns mais uma vez, por sua capacidade de nos informar e instruir com clareza, sobre temas fundamentais para a sobrevivência da nação brasileira e do Brasil.
    Como a origem de tudo de ruim que nosso povo e nosso país experimentam na atualidade, tem como cerne a corrupção, aliada o desrespeito das instituições à CF; a injustiça que grassa forte de todos os lados; a infidelidade parlamentar da maioria do CN, ao povo que os elegeu; a destruição intencional de um Projeto de Nação Forte e de bem-estar,referendado legalmente pelo povo, Soberana e Não Alinhada; etc,
    Tudo isso, nos obriga como cidadão e contribuinte, colaborar com prazer, com sua excelente apresentação da aura e carma de nosso país, o Brasil, ao que, pedimos desculpas pela extensão do texto de nosso comentário que segue abaixo e, que tanto necessita de sua ajuda e de todos que se proponham a para aperfeiçoá-lo e, nesse particular, acho que chegou a vez dos jóvens e estudantes assumirem o protagonismo na defesa do Brasil e de seu povo, antes que seja tarde.
    “Para todas as organizações de defesa da cidadania do Brasil, nossa contribuição, quem sabe, da iniciativa de juntas pelo Brasil, lancem a nível nacional, uma Campanha de instrução e Conscientização Popular dos Cidadãos Brasileiros, com petição ao Congresso Nacional para que, esta Casa de Leis, aprove Emenda Constitucional, Disciplinando e detalhando em caráter obrigatório que, todos os parlamentares das áreas Federal/Distrito Federal, Estaduais e Municipais, através de suas Comissões de Fiscalização e Controle-CFCs ou Similares, dos Poderes Legislativos competentes e, no que couber, os TCs afins, monitorem, acompanhem e fiscalizem em tempo real a execução pelos Poderes Executivos competentes, desde o início, até a conclusão final da contratação de obras, aquisições ou prestação de serviços públicos, afins às Políticas Públicas de interesse do povo.
    Em função desse novo comportamento prático dos parlamentares, que suas instituições legislativas/Fiscalizatórias/Controladoras, apresentem publicamente à população, Relatórios Bimestrais de Acompanhamento e Avaliação da Execução, detalhando cada Objeto das Políticas Públicas em andamento, para conhecimento e acompanhamento dos cidadãos e contribuintes, do status de cada obra em execução ou executada e/ou status de cada tipo de serviço público prestado pelo Poder Executivo competente, no âmbito dessas Políticas Públicas .
    Essa prática cidadã, deve se dar com foco: i) na conformidade da boa e correta aplicação dos recursos públicos: ii) na agilidade dos cronogramas estabelecidos; iii) na qualidade técnica e padrão dos materiais utilizados; iv) na segurança e adequação das obras públicas contratadas; v) na boa funcionalidade das instalações públicas existentes e; vi) na boa e buscando-se, a excelência dos serviços públicos prestados à população; etc,.
    Obrigação de todos os Poderes Legislativos, Federal/Distrito Federal, Estaduais e Municipais, de divulgarem em todos os meios de comunicação existentes e que atinjam todos os municípios brasileiros e, que apregoarem em locais públicos de considerada frequência e trânsito de pessoas, Relações nominal dos Parlamentares: Presidente, Secretário e Membros das Comissões de Fiscalização e Controle-CFCs ou Similares, existentes na Câmara Federal, no Senado Federal, nas Assembleias Legislativas Estaduais de cada Estado e nas Câmaras Municipais de Vereadores de cada Município. Da mesma forma, Relação Nominal dos representantes fiscais de acompanhamento de cada Política Pública ou temática existente, dos Tribunais de Contas competentes.
    Assim, no âmbito dos serviços públicos, dentre outras, são essas as competências e/ou atribuições fiscalizatórias dos parlamentares e das CPs e/ou CFCs: federal ( Artigos. 44 a 46, associados aos Artigos 49 e seus Incisos IX a XI; 50 e 51 da CF); estaduais ( Artigos 8º; 9º; 29 e seus Incisos XXXVI e XXXVIII; 36; 46 a 49 e 135. exemplo da CE/RO) e municipais (Artigos 47; 48 e seus incisos VII, XVI e XVIII; 49; 50; 73 e 74. Exemplo da Lei Orgânica do Município de P. Velho/RO), por serem elas, auxiliadas pelos TCs, as primeiras instâncias da cadeia pública de Fiscalização e Controle Cidadã.
    Para que se tenha noção clara, o que se passa com a gestão pública, a fiscalização e controle proativo no Brasil, hoje, pode ser comparado com uma família, cujo patriarca, ao necessitar realizar uma obra em sua residência, contrata a empresa prestadora dos serviços que, conhecido o projeto, inicia os trabalhos de qualquer jeito, constrói, termina os acabamentos, cobre, pinta, termina o piso, por fim, conclui e entrega a obra.
    Agora, duas realidades fictícias para sua avaliação e comparação com o setor público:
    i) A empresa, durante o seu trabalho, não foi uma única vez, incomodada pela fiscalização do contratante;
    ii) A empresa, durante o seu trabalho, esteve sobre permanente fiscalização do contratante;
    Pergunta-se: desses cenários, qual o que não é desejável e, que tem mais chance de resultar em problemas para o contratante? Não há dúvidas de que, é o primeiro ítem, certo?
    Pois bem, a gestão de um País, de um Estado ou de um Município, segue o mesmo princípio de uma família. Se a família que tem o Patriarca como gestor e fiscal, as unidades federadas possuem os Poderes Constitucionais e todos os meios legais e físicos, para gerar, planejar, executar, fiscalizar, controlar e produzir boas obras públicas, bons produtos públicos e bons serviços públicos para seus beneficiários, os cidadãos e contribuintes.
    Tudo isso, se faz necessário, para que, a população, ou seja, o povo, que é o Patrão de todos, tenha conhecimento de quem é quem e responsável de que, na cadeia pública de fiscalização e controle, interno e externo, do que lhe interessa e, para que saiba a quem se reportar para exigir protagonismo e reclamar.
    O povo deve tomar consciência de que, nas reclamações de seu interesse no âmbito do serviço público, em vez de se dirigir ao executor da obra ou prestação de serviço público ( Poder Executivo), deve dirigir-se ao seu Representante e Fiscal Constitucional, para reclamar e se informar até onde, essa autoridade está harmonizada com a situação do objeto, causa da reclamação do cidadão ou omisso em sua função de fiscalização proativa e corretiva.
    A justificativa para tudo isso, será: o combate aos corruptores e à corrupção na sua origem; a minimização de desvios de conduta e comportamentos aéticos no serviço público, dos homens e agentes públicos, no exercício da função; concorrerá para a minimização do desperdícios de recursos do tesouro público, daí decorrentes; concorrerá, também, para a eliminação de contratos superfaturados, de da mal versação de recursos públicos, de obras/serviços atrasados e/ou inacabados, de objetos sem sem qualidade; concorrerá ainda, para o aumento da boa e correta funcionalidade e da qualidade das obras e da prestação de serviços públicos à população; etc.
    Acho que vocês, cidadãos brasileiros e formadores de opinião, podem muito, melhorarem essas ideias e multiplicá-las, para que todos os cidadãos de nosso país, conheçam e tomem consciência de seus direitos, responsabilidades e de seu Poder Constitucional e, complementado sua iniciativa sobre esses assuntos, se interessando em lê e consultar com maior frequência, as Constituições Federal e a de seu Estado, assim como a Lei Orgânica de seu Município e, para se instruírem e se prepararem para melhor defenderem seus interesse e da Comunidade, bem como reclamarem e cobrarem com maior constância e amparo legal, os Presidentes e Membros das CFCs ou Similares de sua Assembleia Legislativa e/ou Câmara Municipal de Vereadores de seu município
    São essas, nossas singelas contribuições e sugestões para a melhoria de nosso ambiente comunitário e, um país que acreditamos e amamos, que é o nosso BRASIL, Terra da Santa Cruz e Coração do mundo e Pátria do Evangelho de Cristo. Façam sua parte amando ao seu próximo e, confiantes na liberdade, na fraternidade, na igualdade e na justiça imparcial, dons de Deus, que não tardarão a se manifestar na defesa de nossa pátria. Que Deus salve o Brasil.
    https://www.brasil247.com/pt/colunistas/carlosdincao/337148/Sobre-a-ignorância.htm

    Sebastião Farias
    Um cidadão brasileiro”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.