Com general, Bolsonaro fecha outro espaço de negociação com o Congresso

A indicação do general Carlos Alberto dos Santos Cruz para o cargo de ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República é mais uma porta que se fecha no já complicado caminho para a articulação entre Jair Bolsonaro e o futuro Congresso.

Nos últimos governos, a pasta sempre foi um espaço de diálogo entre os parlamentares e o Planalto, basta ver seus ocupantes:Ricardo Berzoini (com Dilma), Geddel Vieira Lima, Antonio Imbassahy e Carlos Marum, os três com Temer.

Cada vez sobra menos espaço para se resolver no acordo a formação de uma maioria parlamentar para um presidente que dela precisará desesperadamente.

Claro que não deve haver grande dificuldade para a aprovação de medidas conservadoras e antitrabalhador – afinal, é essa a natureza do Congresso. Também as pautas da “bala (maioridade penal, armas ) e da motosserra (eliminação de  limitações ambientais) devem passar sem grandes contorcionismos para obter apoio.

Mas na “jóia da Coroa” do mercado – a reforma da Previdência – e nas medidas que mexam com corporações e empresas estatais, a coisa é bem diferente.

Bolsonaro vai se afigurando um misto de Jânio Quadros no isolamento político e de Fernando Collor, na pretensão de dar um choque econômico ao país. A terceira vertente do governo, a do punitivismo e da repressão não tem paralelos em governos eleitos, apenas no início do período militar.

Nenhuma das três comparações deixa de ser aterradora, embora as duas primeiras tenham, ao menos, a vantagem de serem curtas.

A propósito: a pasta ia ser incorporada no superministério de Ônyx Lorenzoni. Que vai murchar ainda mais.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

27 respostas

    1. E contando… cheio de corruptos e corruptelos … Moro, Onyx, Mandeta, TCristina & cia ilimitada no roubo e na corrupção…

  1. A tática (não estratégia) substituindo os partidos por militares será o recado de que não haverá “toma lá dá cá” do presidencialismo de coalizão. Será a eterna espada de Dámocles sobre a democracia. Um aviso que se parlamentar vier pedir cargo que gerencia uma boa verba pública o general estará lá a avisar das consequências.
    E a corda estica.

  2. Não se enganem o jornalista titular do blog Tijolaço nem os leitores; o que está sendo engendrado pelo impe´rio estadunidense e seus prepostos na banalândia é muito pior do que o fascismo. O Bozo, esse boneco de ventríloquo, é apenas o instrumento dos verdadeiros donos do poder. Leiam o ensaio de Mário Maestri, para terem noção do que vem por aí. https://duploexpresso.com/?p=101251

    1. Nunca tive grandes dúvidas a respeito, daí achar uma piada as tais rentes pela democracia – basicamente discursos e entrevistas – em ez de vir para as bases, organizar o povo e fazê-lo ponto central da luta

    2. Um acréscimo: mesmo toda a imprensa progressista – exceção ao PCO e ao DE – tem tratado a questão como se estivéssemos vivendo em mais um governo de direita sem mais aquela

  3. Já sabemos o desfecho. O governo desse energúmeno não tem como “dar certo”, para o país é claro. Para os golpistas dará. Ele jogará a culpa no congresso e daí para o golpe definitivo será um passo.

  4. Por que os cães adestrados tem sempre essa cara de “não aguento a dor de barriga”??? pensam que botam medo em quem?
    Em relação a sua pasta,não existe chance deste pit-bull adestrado por tio sam negociar nem vaga de garagem no prédio.
    A sua função será outra ,o tempo dirá.

    1. Tô pedindo pro Trump colocar o Brasil numa guerra com a Venezuela para ver a cara desse pessoal sabendo que o aço vem de volta

  5. ele vai colocando seus soldadinhos em pontos estratégicos, como no jogo do WAR – em movimento de “pinça” – depois de tudo cercado virá o golpe fatal – o plano é esse, resta saber se vão conseguir

    1. Não é o Bozo que coloca ou apita nada, mas a junta de generais que governa o bananistão desde 2016. Esse ex-militar bunda-suja são ó não foi escanteado porque o generalato não controla o “baixo clero”, “a tigrada”, “os gorilas” do baixo escalão das FFAA, inclusive das PMs corruptas, assassinas, milicianas e envoltas nas ORCRIMs. Assim que forem domados esses pitbulls, os generais tirarão o Bozo de circulação.

      1. tbm vejo dessa forma
        o gol´pe final é tirar o traste e implantar um novo “movimento democrático republicano militar” rsrs

          1. viu só?
            é ditadura democrática cristão do brasil varonil

    2. Em resumo: nas ruas que fake morto…e apartidário, e plenamente focado em coerência, as crises sistêmicas , então ouviu a chapa de ar dessa boçal piada pronta da democracia.

  6. E como ficará o famoso “vai morar na ditadura da Venezuela ou de Cuba”? Ditadura aqui ou em qualquer lugar do mundo não é ditadura? Ou de direita pode e é salutar?

  7. Um general do nosso exército vai ajudar os corretores gananciosos na venda do patrimônio público e na entrega a estrangeiros das empresas estratégicas do país, além de co-articular o fim das aposentadorias dos brasileiros? Conta outra, porque nessa não dá para acreditar.

  8. pera lá é brasil ou um milicusil?! a comparação com collor e jânio é apropriada, ambos venderam o que não podiam entregar. Mas jânio era um conservador (todo mundo daquele tempo me parece conservador) que condecorou o Guevara… Lá no Rio Grande do Sul tem uma cidade que até a imprensa chama de Pantano Grande (e não pântano). ‘Onyx’ vai na mesma linha, diferente do quartzo ônix. Os belorizontinos tb cometem semelhante atrocidade com a Rua do ‘Tamôios’ que se transforma em Rua dos Tamóios, índios imaginários claro… E vendo o copo meio cheio talvez até seja mesmo bom q encham de milicos o ministério pq eles não vão dar certo e a população em pouco tempo estará saturada de fardados e a sua tara por uniformes como solução definitamente resolvida. É única maneira dos civis finalmente conseguirem enquadrar essa gente dentro da democracia já q eles nunca o fizeram ou farão por si mesmos

  9. Acho que Bostonaro não está nem aí para o Congresso pois o governo militar pretende fechá-lo, com certeza, na ditadura que se avizinha.

    #LulaLivre

  10. O amadorismo desse governicho futuro me assusta. A História já não nos nos ensinou que militar no poder nunca deu certo?!

  11. Se engana que acha que o Bozonazi vai governar. Ele está sendo tutelado pelo exército. Generais estão indo para a reserva para assumir cargos no primeiro escalão. Se iludiu quem acreditou que general ia bater continência para capitão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.