Cunha, o herói do impeachment, arma a filha contra Malafaia

Reportagem de O Globo, hoje, sobre as transferências de recursos dentro do (P)MDB para os “herdeiros políticos” de Sérgio Cabral, Jorge Picciani e Eduardo Cunha traz a preciosidade que reproduzo acima.

Eduardo Cunha, o herói do impeachment de Dilma Rousseff atribui a isso o que é, segundo ele, “um calvário” ao pedir votos para a filha, Danielle.

E tem a ousadia de citar, para si, a invocação feita por Jesus!

Na reportagem, descobre-se que o que está fazendo é mais do mesmo. Dirige-se aos  eleitores dizendo que eles devem estar “recebendo carta” de Fábio Silva (DEM), filho de Francisco Silva, dono da rádio Melodia, evangélica,ex-parceiro de Cunha fazia dobradinha.

“A ira de Cunha é porque, em vez de Danielle, Fábio tem pedido votos para a reeleição do deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM), ligado ao pastor Silas Malafaia.”

É um caso interessante de disputa eleitoral entre o Diabo e o Coisa Ruim.

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

  1. Manda este Malafaia fundar a Assembleia de Deus na Arábia Saudita. Se o Deus dele é tão poderoso !!

  2. Aqui no Nordeste, diabo e coisa ruim é o mesmo quje jararaca e cavalo do cão quando do encontro de duas pessoas desclassificadas e tenebrosas.
    Cavalo do cão é um inseto preto, que dá võos altos à velocidade da luz, e se passa rente com a nossa cabeça, deixa um rastro de medo muito grande.

  3. Vamos esquecer os GÂNGTERES eduardo CU(nha) &$ o congênere troglodita ‘já-ia’ BOSTAnaro!

      1. Se depender de Lula, ele une todos os povos.

        Lembro que Lula e Amorim fizeram o acordo com o Irã e causaram a inveja estadunidense por perder terreno mundial, levando Obama a agir para melar o acordo. Enquanto a nossa mídia vira-lata dizia que não tínhamos que ter protagonismo nenhum.

  4. Como um canalhada como o Malafaia apoiar golpe de estado contra uma presidente eleita pelo voto popular e dizer que é cristão. Cristãos sou éu e muito outros que defende a democracia. Pastor puto!

  5. Esses citados na reportagem, nem o capeta os receberá no inferno, pois conseguem ser piores que o próprio.

  6. A mesada da rádio satânica deve ter sido cortada, então o Coisa ruim passou a apoiar o vendedor de bíblia plagiada.

  7. Vamos entrar por um minuto no campo espiritual.
    Cunha nem acredita que esse Jesus existe.
    Bandidos como ele e até o falso profeta malafaia, invadiram o mundo evangélico para tirarem proveito da inocência e ignorância dos fiéis.
    Proveito próprio, é claro.
    Como o canalha gosta de citar a bíblia e mostra que dela nada entende, vou lembrar que nesse mesmo livro há uma passagem em Apocalipse que fala sobre os últimos tempos, e diz que nesse período apareceriam inúmeros falsos profetas.
    Parece que essa profecia está se concretizando de forma rápida, pois vemos as igrejas terem seus altares transformados em palanque político, indicando ao seu gado em quem devem votar.
    Só esse ato ilícito que contraria totalmente a Bíblia já mostra que os próprios “líderes” não acreditam em Deus.
    O maior exemplo, e que aparece sempre em época de eleições, é esse malafaia.
    Mas existem muitos outros, e por isso, o mundo cristão perdeu credibilidade.
    Aí estão os falsos profetas, verdadeiros demônios travestidos de pastores, padres, etc…apoiando outro demônio chamado Bolsonaro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.