Datafolha mostra que “chama o Lula” é esperança contra a crise

dataeconomia

Sem sequer uma mísera chamada na primeira página, a Folha publica resultados ainda inéditos  da última pesquisa Datafolha sobre as eleições presidenciais, com números que atestam – se ainda fosse preciso mais – a deformação da vontade popular com a exclusão de Lula da disputa.

32% dos entrevistados (ou 40% dos que deram resposta à pergunta) acham que o ex-presidente é a pessoa mais capacitada a recurperar o crescimento econômico do país, mesmo com todas as distorções para menor que o bombardeio de notícias de que ele não poderá ser candidato.

Quem diz, portanto, que a credibilidade da liderança política é essencial para a mobilização dos agentes econômicos está na obrigação de reconhecer que existe ua disposição de grande parte da população em confiar nele e responder de forma positiva a medidas de saneamento da economia brasileira.

A menos, claro, que não se considere o povo como agente econômico, como faz o raciocínio tecnocrata dos “mercadistas” que, desde o golpe, tiveram faca, queijo e garfo nas mãos e só foram capazes de, na melhor das hipóteses, produzir uma estabilização na crise que, por todos os sinais, está se desfafendo para dar lugar a um novo mergulho.

A pesquisa diz mais: cresce a consciência de que a exclusão de Lula das urnas é uma violação das regras da disputa eleitoral, registra a Folha:

Segundo o Datafolha, a maioria da população acredita que o ex-presidente não será candidato, mas o número registrou queda na última pesquisa. Passou de 62% em abril para 55% no início de junho.  Já os que avaliam que ele participará da disputa passaram de 34% para 40%.
A percepção de que o ex-presidente não concorrerá às eleições, no entanto, não significa que os entrevistados acreditem que ele não deveria ser candidato. Nesse caso, constata-se um empate. Para 48%, Lula deveria ser impedido de concorrer, enquanto 49% são contra vetá-lo.

São números que, ao que tudo indica, devem crescer com a rápida deterioração do cenário econômico a que assistimos.

O “chama o Lula” é a memória do país que conseguiu, com ele, mostrar que o desastre não é o único rumo do Brasil.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

9 respostas

  1. Lula não só representa a esperança do povo, mas é o único que já demonstrou que tem capacidade para liderar o país. Quem sabe o STF não utilize a constituição como regra, e o povo como referência no próximo julgamento de Lula?

  2. A prisão do Lula é injusta. O povo quer votar no Lula. Quem deveria estar na cadeia é o juiz bandido Moro.
    Lamento por quem esteja iludido pela narrativa golpista dos fatos.

  3. O moro já conseguiu alguma prova de crime do Lula?
    Se o Brasil fosse um país democrático o Lula seria presidente e o moro presidiário.
    moro além de golpista é ladrão.

  4. Lembranças do governo Lula ainda são muito fortes. Prova que escuto no bairro onde moro em São Paulo – Penha, pessoas comentando sobre os bons tempos de Lula. Pessoas de diferentes classes sociais e profissões. Como ele próprio disse, não se mata uma idéia. Ou as lembranças de um bom governo.

  5. Tento compreender diariamente o que leva um ser humano a votar em partidos como o DEM, PSDB, MDB e seus penduricalhos.As pessoas do mesmo matiz no Brasil agem de maneira totalmente diferente de seus correlacionados nos EUA. Lá eles defendem seu patrimônio, enquanto que aqui se doam nossas estatais para os EUA. Outra coisa é essa ditadura do Judiciário. Por onde anda a OAB Golpista? A OAB só serve para punir advogados ou teria como obrigação também protestar quando o Judiciário se afastar dos trilhos da legalidade? Se todo poder emana do povo que o exerce através de representantes eleitos, por que seria Poder Judiciário se neste “Poder” o povo não elege ninguém? Já que os magistrados brasileiros estão fazendo politicagem, por que não se demitem todos e esses cargos passem a ser ocupados por juízes eleitos? Isso já é usado nos EUA, seus juízes são eleitos com raras exceções. Vocês não gostam de doar nossas riquezas para os americanos? Não gostam de imitar os americanos em tudo? Por que não?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.