Debate: como resistir à escala autoritária?

O movimento SOS Brasil Soberano, com o apoio do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro, promove hoje, de forma virtual, um debate sobre algo que tem estado praticamente ausente destes tempos agudos de pandemia: como os partidos de esquerda e os movimentos sociais estão se articulando diante da evidente escalada autoritária no Brasil.

Participam dele o deputado Paulo Pimenta, do PT gaúcho, e o sindicalista José Maria Rangel, da Federação Única dos Petroleiros, de quem já ouvi, no campo do petróleo, muitos pensamentos lúcidos e coerentes com a soberania nacional.

A mediação é do advogado e cientista político Jorge Folena.

Ao vivo, a partir das 17, você pode assistir abaixo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Uma resposta

  1. Bolsonaro não esconde e diz com todas as letras que prenuncia um futuro de revolta popular generalizada, com quebra-quebra de lojas e bancos e com saques de supermercados. Ele acena com este futuro porque este é o cenário perfeito para seus sonhos de repressão brutal com muitas e muitas mortes por fuzis e não por coronavirus. Mas nada disso vai acontecer. O povo está cansado disso, e vai encontrar meios de resistir enquanto a causa de seus males é removida. O que vai acontecer é que Bolsonaro vai ser tirado tranquilamente do lugar que nunca deveria ter assumido, e depois dele o país irá lamber suas feridas em paz e se preparar para uma completa recuperação;

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.