Doria: uma mentira repetida mil vezes, ainda é uma mentira

pinodoria

A Folha publica um apanhado das juras de João Doria Jr de que permaneceria à frente da cidade de São Paulo os quatro anos de seu mandato de prefeito .

E  a palavra não pode ser menos dura: é um mentiroso.

Só mesmo o elitismo tacanho de uma parte da elite, depois da evidenciação completa de que se está na frente de alguém que é falso e dissimulado, e pensa na política como uma máquina de ganhar prestígio que, para quem vive do show-business, é o mesmo que dinheiro.

Leiam a coletânea reunida pela Folha e vejam se esta cidadão merece crédito sobre qualquer coisa.

Talvez mereça apenas no  “slogan” que, maliciosamente, sugerem à sua candidatura: “Mente e não faz”

COM ASSINATURA (16. set. 2016)
“Eu, João Doria, comprometo-me a cumprir integralmente meu mandato nos anos de 2017, 2018, 2019 e 2020 caso seja eleito prefeito da cidade de São Paulo em 2016″.  Em carta assinada ao Catraca Livre

QUATRO ANOS (21.set. 2016)
“Serei prefeito por quatro anos e sem reeleição. Não há necessidade. Deixar oportunidade para outras pessoas, oxigenar o partido.” Afirmação à TV Globo.

‘VOU CUMPRIR’ (3. out. 2016)
“Não quero reeleição. Vou cumprir meu mandato de quatro anos sem reeleição, eu acho muito ruim ser eleito pensando em se reeleger.” Ao jornal “O Estado de S. Paulo”

PREFEITAR‘ (4. out2016)
“Fico [quatro anos]. Vou prefeitarE não vou disputar reeleição. Espero que na próxima reforma política, talvez, ela acabe. A reeleição se mostrou nociva à política brasileira. Declaração à Folha.

ELEITO PARA ISSO (7. out. 2016)
“Eu fui eleito para ser prefeito da cidade de São Paulo e vou ser prefeito quatro anos e sem reeleição, porque eu sou contra a reeleição”. Afirmação à Rede TV

UM DESAFIO (16. dez. 2016)
“Não estou preocupado com a próxima eleição, estou preocupado com a administração, com a gestão da Prefeitura de São Paulo. São quatro anos de desafio e eu não sou candidato a reeleição”. Fala à IstoÉ

RESPONSABILIDADE (6.mar. 2017)
“Sou prefeito, fui eleito para ser prefeito e vou prefeitar. Tenho ouvido muito essas perguntas, mas fui eleito para ser prefeito de São Paulo e tenho que ser aquilo pelo qual fui designado. Essa é minha responsabilidade”. “Meu candidato à presidência da república é Geraldo Alckmin [governador de São Paulo pelo PSDB]”, acrescentou à rádio Jovem Pan

8 ANOS EM 4 (10.mar. 2017)
“Fui eleito para ser prefeito e vou prefeitar pelos quatro anos. Trabalhando em dobro como estamos fazendo, quatro anos vão significar oito, está muito bom”, em palestra para associações de bairros nobres da cidade, no auditório do Mube (Museu Brasileiro da Escultura), no Jardim Europa.

DEMOCRACIA (6.abr.2017)
“Fui eleito para cumprir quatro anos em São Paulo, esse é o meu desafio. A melhor contribuição que posso dar à democracia é ser um bom prefeito“. À Rádio Gaúcha

CUIDAR DE SP (9.set.2017)
“Não é hora disso ainda. É hora da gente cuidar da administração. Ele (Geraldo Alckmin) da gestão no governo do Estado de São Paulo e eu na gestão recém-iniciada na prefeitura de São Paulo.” Entrevista concedida no programa Raul Gil, do SBT

INCERTEZA (28.dez.2017)  
“Não há razão para incerteza. Eu fui eleito prefeito para cumprir o meu mandato por quatro anos. Até dezembro de 2020 serei o prefeito da cidade de São Paulo”. À Folha

FOCO EM SP (1º. jan.2018)
“Volto a dizer o que tinha afirmado, minha decisão é ser prefeito, cumprir meu mandato, agir com eficiência. Estamos focados, o time é bom, tenho orgulho, nosso vice-prefeito também cumprindo sua função. Esse é nosso foco. Não tenho nenhuma perspectiva de candidatura. O foco é a cidade de São Paulo.”  À rádio Jovem Pan

FICO NA PREFEITURA (23.jan.2018)
“Sou filho das prévias, mas fico na prefeitura”. Em Davos, na Suíça, durante Fórum Econômico Mundial. À Folha

Doria é, de fato, um fenômeno. Ninguém, na política brasileira, em tão pouco tempo, foi capaz de repetir uma mentira tantas vezes. É a única coisa notável que Geraldo Alckmin produziu.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

22 respostas

    1. safado….ladrão …alpinista social…. oportunista….com toda a vênia completei os adjetivos do prefake…

    2. Vagabundo é a melhor definiç?o para esse senhor. Tanto é que basta observar que tipos humanos s?o atraídos para ele, como um im?.

  1. Caro FB
    Acreditar no Dória, é o mesmo que acreditar que não houve golpe, que o moro combate a corrupção, que o aécio é honesto.Eles precisam da mentira.
    Só os paneleiros, lacaios acreditam.
    Saudações

  2. Sou de São Paulo e tenho certeza que um monte de lunáticos votará de novo nele. josé serra fez o mesmo e se elegeu governador. São Paulo sofre de uma espécie de síndrome de Estocolmo em relação aos tucanos, é a Síndrome do Tucanistão.

  3. Coxinha paulistano ja foi corno de Serra,não aprendeu.Agora é corno de Doria.Vai gostar de ser corno assim lá em sampa

  4. Eleitor de direita é sempre assim – defende ostensivamente seu voto, porém, no máximo dois anos depois, vc não encontra um que tenha votado no cara. Busque um eleitor do aecio, do doria, do cunha… Eles simplesmente desapareceram. Sempre que algum idiota vem me encher o saco falando mal do Lula, eu pergunto em quem ele votou pra presidente, e a conversa acaba…

  5. O cara é um bandido mentiroso, charlatão , estelionatário. como a amioria dos seus colegas de partido:
    .• COLETÂNEA DE TEXTOS SOBRE FHC, O VENDILHÃO DA PÁTRIA.
    https://limpinhoecheiroso.com/2014/04/15/coletanea-de-textos-fhc-o-vendilhao-da-patria/
    • INVENTÁRIO DAS DENÚNCIAS CONTRA AÉCIO NEVES
    https://limpinhoecheiroso.com/2014/10/20/o-balanco-das-denuncias-contra-aecio-que-a-midia-ignorou/

    APOIADORES DE AÉCIO (isso tem que viralizar para o que mundo conheça quem são os apoiadores
    do maior bandido da política nacional que está em plena ação e usando o cargo de senador e o pior
    ainda é que também tem o apoio de centenas de BANDIDOS DE TOGAS.
    https://www.youtube.com/watch?v=3De9kAFvNoA&feature=youtu.be

  6. Sou de sp, e não quero acreditar que a idiotisia esteja nesse nível tão elevado a ponto de repetir com esse pinóquio o que fizeram com o Serra. Masoquismo não tem limite?

  7. Como TODO tucano, uma mentira. Ambição, traição, ganância, esperteza, a famosa “Lei de Gerson”. Não há novidades no ninho tucano. São uma mistura de serpente, satanás e pássaro.

  8. O único prefeio paulistano do século XXI que cumpriu integralmente o mandato delegado pelos eleitores foi Haddad. Para ser expulso por esses mesmos eleitores. O que me leva a concluir que o eleitor paulistano é um côrno que AMA ser traído.

  9. Os mesmos paulistas que não aprenderam com Maluf não vão aprender com Doria, nem com outro futuro pinóquio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.