Editorial: a oito dias da eleição, voto útil é só Haddad

É hora de tomar posição.

Quando o relógio virar, à meia-noite, faltarão apenas oito dias para o primeiro turno das eleições.

A esta altura, só quem acreditar em manipulações da mídia ou em epifanias – concedo esta ao simpático Cabo Daciolo – pode achar que não vamos a um segundo turno entre Fernando Haddad e Jair Bolsonaro.

Seria bom se fossem outros os contendores, tanto pelo debate que o país poderia fazer quanto pelo fato de que nenhum resultado seria catastrófico como seria a eleição de um fascista para o comando do país.

Precisamos levar Bolsonaro a uma derrota no primeiro turmo, ainda que não definitiva.

Ele está deixando claro que pretende se declarar “vencedor moral” da eleição e recusar o resultado das urnas.

Esperar que uma demolição moral de Bolsonaro, pela mídia, vá retirá-lo do segundo turno não é apenas acreditar que o império de comunicação tenha um poder que já não mais tem, mas é também aceitá-lo, legitimá-lo e acumpliciar-se a ele.

Temos nós que retirá-lo, se não do turno decisivo, ao menos da liderança no primeiro turno.

O Brasil não merece que, nele, saia vencedor um fascista, um monstro, um neandertal da política.

Sim, não fomos nós que o criamos. Foram os Moro, os Dallagnoll, os amestrados da mídia.

Mas eles não podem, mesmo com suas caras de críticos cínicos, impor aos brasileiros a mácula de terem deixado um monstro chegar em primeiro lugar, mesmo que provisório, num processo eleitoral.

O voto útil, agora, é pela derrota do fascismo, já, ainda que não tenhamos forças para fazê-lo definitivo, do fascismo, da barbárie, da selvageria.

Ele não, definitivamente não, pode ter o laurel de uma pequena vitória temporária.

E, está claro, só há um voto que se pode dar para que isso aconteça.

O voto em Fernando Haddad é o gesto de civilização.

Qualquer outro, ainda que por ilusão, beneficia a barbárie.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

30 respostas

  1. Fernando Brito um Brizolista da velha e boa cepa original ao dizer isso está como fosse o grande Leonel dizendo não temos de derrotá-los, apenas, temos de esmagá-los física e moralmente nas urnas sem qualquer espaço para contestação! Haddad contra o fascismo e contra o neoliberalismo HADDAD presidente! Urgente!

    1. Mas, pra sepultar esta cambada de escroques temos que eleger Haddad logo no primeiro turno. Exatamente para não deixar uma nesga de esperança para estes cretinos.

  2. A ex-“grande Imprensa” tenta forçar Ciro no 2º Turno, já que picolé tucano derreteu.
    Nos 22% de Haddad faltam 7% dos 29% do eleitorado Petista e 19% pros 41% de Lula.
    Haddad tem que vencer o 1º e chegar no 2º com diferença bem acima da “margen de erro”; para superar a fraude nas apurações. Cadê o Vox Populi?

    1. O Capital financeiro nunca vai engolir Ciro, o único que se posiciona claramente contra seus interesses. Não seja inocente, o PIG não abandonou o Alckmin. Lembre-se de Aécio em 2014, lá embaixo. Os canhões começam a disparar agora.

  3. Assim como há duas semanas o Vox Populi já cravava 22% para o Haddad e hoje, finalmente, o mais manipulador instituto de pesquisa o Datafalha chega com tamanho atraso ao mesmo resultado. Agora teremos que esperar o próximo Vox Populi para saber o real patamar de Haddad, já que não é possível que de lá para cá o petista tenha estacionado nos 22%,

  4. O Ciro ainda pode se reabilitar de alguma bobagem que tenha dito. Pode ter a inteligência de reconhecer a derrota e pedir que seus eleitores votem em Haddad, para que o país não passe este vexame de ter Bolsonaro como vencedor no primeiro turno. Será um gesto correto e adequado.

    1. Problema é q quanto mais ele abaixa mais sua bunda suja aparece. Será difícil até ser respeitado ou inspirar confiança depois dessa lambança inútil e burra.

  5. Os moralistas sem moral que criaram o Bozo no fatídico dia que derrubaram uma presidente legítima, Dilma. Mas , com tudo que fizeram com Lula . A extrema direita vai perder para a democracia do PT.

    1. Bolsonaro foi o culpado pela identificação dos militares em geral como sendo fascistas. Haveria hoje um Partido Militar, que seria de orientação fascista. Depois dessa eleição, militar corre o risco de ser sinônimo de fascista. Isto é péssimo, porque a família que quiser colocar o filho na carreira militar, sentir-se-á como se o encaminhasse a uma espécie de seita de ocultismo à margem da urbanidade da vida social. Uma coisa meio escondida. Não queremos isso. Precisamos de um país onde os ingressos no serviço militar frequentem os ambientes sociais com tranquilidade e normalidade, e não para serem vistos como membros de grupos políticos radicais e antissociais.

  6. Outra reflexão que não quer calar!

    “Cês” notaram que as acusações contra o clã do ‘coronel’ Cirão ‘vazaram’ para debaixo dos tapetes persas do Projac do plim plim?
    Aí tem “conchavo premiado”! Ah se tem!
    Tentativa de encontrar a terceira via, o inimigo a ser destruído é o PT e o eterno presidente Lula!
    Cirão com a tese do controle remoto é muito melhor do que o sapo barbudo!

    1. … Eu estou (pre)ssentindo que seremos roubados “direitinho”!
      Estamos caindo na farsa da eleição “que nem patinhos amestrados”!…
      EM TEMPOS NAZIGOLPISTAS – nos quais “as instituições funcionam que é uma beleza”!
      Parece que a empresa de Informática do TSE tem ‘treta’ com o esposo da norte-americana e procuradora geral do golpe vagabundíssimo, a tal Dodge do escurinho do Jaburu do mafioso vampirão usurpador mimiSHELL!…

      $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

      Fraude eleitoral: partes da máfia, STF e PGR fazem confissão ao mentirem para negar impressão do voto

      7 de junho de 2018

      (…)

      FONTE: https://duploexpresso.com/?p=94600

      1. Tretas, fraudes, conspirações e retirada de tapete na marra fazem parte da rotina política de direita no Brasil de sempre. Esse papinho cansativo dos estressados e agora tbm do radical e extrema esquerda Rui Pimenta precisa ser estancado pq é feito de argumentos tacanhas, parciais e limitados. Nem falo das fofocas, cansativo. Lula e Haddad sabem q andam sob areia movediça e por isso mesmo continuam a empurrar os golpistas para a parede. O jogo é sujo e violento. Não é pq Lula e Haddad não gritam q suas armas sejam menos afiadas. Não, NÃO, a direita não é mais esperta, ela tem só muito mais dinheiro e está do lado dos donos do mundo (+facil e confortável). A esquerda dos ‘pts’ é fruto de vitórias e derrotas, de erros e acertos, mas acima de tudo de muita luta e resiliência do LULA e tbm do PT. Ainda bem, pois essa lamúria de 5a coluna de alguns já deu, azedou… O importante é não recuar e continuar, assim como Lula e Haddad fazem. Agora, esses q se promovem graças ao prestígio de Lula terão seus dias contados – passarão – enquanto a luta do PT e do Lula ficará.

  7. Vou de Ciro até o fim. Haddad só no segundo turno e engolindo o sapo enorme que representa o projeto de poder do partido. O PT não fez um governo de esquerda e não dá sinais de que fará, caso eleito.

    1. É seu direito. Mas pense de novo, por favor, se vale a pena dar espaço para o fascista sair vitorioso do primeiro turno. O sujeito e seus asseclas vão se achar donos do Brasil.

    2. claro.
      ciro, o comunista..

      saúde:
      prêmio em dinheiro pra ubs que cumprir metas..

      previdência:
      capitalização e acordo com os bancos..

      meritocracia e capitalização..
      esse é de esquerda!
      ah tá.

      1. Claro.
        Ciro sempre se colocou como centro-esquerda. Não estou falando que ele é o candidato que está mais a esquerda nessas eleições. Porém, Ciro continua sendo mais esquerda que os governos do PT. Passaram 14 anos passando a mão na cabeça dos banqueiros e dos rentistas, não fizeram uma reforma progressiva na tributação, pelo contrário, deram isenções fiscais para as multinacionais, e por ai vai…. Não tenho ilusões de nada diferente disso.

      1. Paulino, dá uma de bolsonaro aqui não. Respeito é bom para todos, por isso, essa atitude bolsonarista não caba aqui.

  8. Segundo o mais recente DataFRAUDE da GloboCIA, Ciro Gomes (PDT) oscilou de 13% para 11%!
    E neste mesmo “levantamento”, o Ciro com viés de baixa ganha do Haddad em ascensão!
    Ou seja, quem acredita no DataFRAUDE da GloboCIA acredita em qualquer coisa!

  9. Meu voto é no único candidato desenvolvimentista contra os neoliberais de direita e de esquerda. Esse papo de voto útil no primeiro turno é conversa pra boi dormir. Qualquer um vence o coiso no segundo turno. Abram o olho que a mídia sabe disso e está lançando todos os canhões contra o bozo. A transferência de votos dele é para o Alckmin. O PSDB não está morto.

  10. Quem vota em Haddad rejeita Bolsonaro; quem vota em Bolsonaro rejeita Haddad. Dito isto, pode-se afirmar que Haddad, tendo em conta o índice de rejeição, no limite, tem potencialmente mais 35 milhões de eleitores, que sufragarão seu nome, sendo que parte votará, branco, nulo, ou não votará como mostra a pesquisa. Já Bolsonaro tem a seu favor potencialmente cerca mais de 6 milhões de votos, menos quase 6 vezes do potencial de Haddad. A coisa para o coiso e seus apoiadores está muito feia. Lula livre, Haddad/Manuela, Ele, não!

  11. O dono do blog faz questão de explicitar seu voto em Haddad – não precisava, pois isto já está claro há tempos.
    Mas não só isso. Pede o Voto Útil em Haddad no primeiro turno, pra derrotar o fascista. Na prática, Brito pede que se forme uma frente democrática para eleger o candidato do PT. Mas o próprio PT BOICOTOU a formação de uma frente democrática.
    Temos que esquecer esse fato e admitir a derrota de todos os outros candidatos pelo fator “pesquisa” ?

    Mas o PT não é o maior e forte o suficiente pra derrotar o fascista ? Ou o apoio só é válido se for para o PT receber ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.