Enxurrada de dólares, enfim. Mas para fora do Brasil

Saíram as contas do fluxo cambial brasileiro: o balanço dos dólares que saíram e entraram no país.

E, como aqui vem se alertando desde setembro, o resultado é desastroso.

Aconteceu a “enxurrada de dólares”, só que porta afora.

Faltando apenas os dias 30 e 31 de dezembro a contabilizar, saíram, líquidos, do Brasil, US$ 43,253 bilhões, resultado de perdas financeiras de US$ 61,154 bilhões e ganhos comerciais de US$ 17,901 bilhões. E isso porque “apareceram” US$ 10 bilhões de saldo comercial que o Ministério da Economia diz ter esquecido de contabilizar na data certa.

Para você ter uma ideia, o pior resultado anterior era o de 1998 – o ano que desabou definitivamente a tal paridade de “um dólar = 1 real”, que registrou saída de US$ 16,2 bilhões. Como é dólar, nem é preciso correção, dá para comparar perfeitamente os valores numéricos.

A coisa desandou a partir de agosto, quando os resultados cambiais passara a ser negativos e crescentes. Até então, em sete meses, o déficit era de US$ 2,2 bilhões, ou menos de 5% do valor com que o ano se encerraria.

A entrada de capital estrangeiro no Brasil está parecendo com a “explosão” de turistas que dizem estar acontecendo aqui no Rio: a gente não vê por aí.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

7 respostas

  1. Impressionante como essa informação é solenemente sonegada pela mídia a serviço do deus-mercado.
    Ou derrubamos este governo ilegítimo ou teremos um desastre social e econômico.

    1. Faz tempo que não existe Imprensa e, sim, Mídia.
      E com a Mídia é só no “jabaculê”.

  2. A manchete do dia na imprensa tradicional deveria ter sido sobre o tema. Parabéns, Fernando!!

  3. Esta é outra grande meta a ser perseguida pelo governo de Olavo-Bolsonaro-Guedes: Acabar com as reservas de centenas de bilhões de dólares deixada pelo PT. Estas reservas têm atrapalhado a que alcancem o nível ideal de miséria que favorece a implantação perfeita do neoliberalismo apocalíptico. O ideal será atingido quando o país tiver de bater arquejante novamente às portas do FMI, a implorar por um empréstimo.

  4. O motivo dessa saída de dólares é que os estrangeiros estão saindo de aplicações de renda fixa (e também variável) no Brasil, por conta da queda da taxa de juros. Esse dinheiro entrou quando foram lançados títulos públicos entre 2014 e 2016, que pagavam de 15% a 17% a.a. Agora esses títulos estão sendo quitados, no vencimento, e o investidor estrangeiro não quer renovar por um que paga entre 4.5% a 5% a.a., que com a inflação fica em 1% a.a… Aí o cara resgata a grana e manda o dinheiro pra fora. Na bolsa, o cara comprou Vale ou Petrobras a 3 anos atrás e agora tá realizando o lucro e pedindo o resgate da grana. Isso é normal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.