Epidemia de coronavírus se espalha e vai impactar a economia

Hoje à noite, quando abrirem os mercados asiáticos, veremos o início da repercussão econômica da epidemia de coronavírus na China, que está passando sem a devida importância na mídia brasileira.

O total de casos confirmados passou de 2 mil (2.082) – quase o dobro de ontem de manhã, quando eram 1.280) e o de mortes para 56, 15 a mais que no sábado.

A China Global Television Network, rede de emissoras para estatal, publicou agora há pouco o mapa de incidência da doença, que sugere que ela atinge – embora com intensidades diferentes – toda a China, à exceção do Tibete.

Até sexta-feira, muitos acreditavam que podia ficar restrito a uma ou duas províncias, mas os limites são impossíveis e prever. O South China Morning Post reproduz declarações do prefeito de Wuhan, o centro da epidemia – declarando que cinco milhões de pessoas saíram da cidade, antes (por conta das festas do ano novo lunar) ou assim que foi anunciado o bloqueio das estradas, ferrovias e voos, na noite de quarta-feira.

É natural que, além das escolas, também as fábricas tenham o seu funcionamento suspenso. E a demanda por insumos vai levar um tombo.

O quadro é preocupante para o Brasil nas exportações de carnes, minério de ferro e grãos, sobretudo a soja, cujo período de embarques começa agora.

Não será um “choque” de três, quatro dias ou uma semana. Vai durar, ao menos, alguns meses.

Nossas exportações não vão bem, a saída de capitais estrangeiros na bolsa (R$ 10 bilhões, até o dia 22) está em níveis inimagináveis e, com o estabelecimento de cotas fixas de importação no acordo China-EUA, somos a primeira vítima de uma previsível queda nas importações do nosso parceiro asiático.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

19 respostas

    1. Até agora tá mais pra paranoia do que realidade. A letalidade desse vírus é menor que pandemias anteriores. Apenas 4% de letalidade. O SARS tinha 10% de letalidade, o MERS tinha 34%. É um vírus tratável em ambiente próprio, já foi identificado os vetores, o genoma sequenciado. É um susto, mas não vai ser a nova peste bulbonica.

      1. Chego a lamentar que seja assim. Talvez algo como a peste negra fosse necessário para mostrar ao mundo que essa idolatria ao deus dinheiro, ao mercado, ao poder, ao ter em lugar do ser, à ostentação, não tem valor nenhum diante da vida. Cedo ou tarde essa sociedade narcisista, que acha que solidariedade e direitos humanos é coisa para fracos, vai acabar em guerra. Tragédia por tragédia, ao menos uma peste mata indiscriminadamente ricos e pobres, ao contrário da guerra, onde a maioria dos pobres é quem morre, enquanto os ricos são poupados e muitos enriquecem ainda mais.

      2. Peste Bubônica…
        Bulbonica é a peste que nasce dentro de um bulbo.
        Um bulbo do tamanho de uma azeitona….Seu cérebro.

    1. Temos que acreditar, seu Xiquinho, no conhecimento científico dos outros, e comprá-lo a peso de ouro, pois a nossa ciência foi jogada no lixo por um presidente bozo, analfabeto, ignorante, tonto, boca aberta , abostado e sem vergonha, e também corrupto, medieval, fascista, miliciano, apátrida e boçal.
      Viu Xiquinho, fofinho !

      1. E tudo isso com o apoio entusiasmado do seu Xiquinho, um dos trombeteiros de tudo o que o agronegócio brasileiro tem de pior: reacionário, defensor de desmatamento, amigo dos fabricantes de agrotóxicos, defensor dos transgênicos e inimigo ferrenho do meio ambiente e das reservas indígenas. Um canalha dos mais insistentes em sua cruzada, finalmente recompensada com a eleição do imbecil que a bancada do boi ajudou a botar no poder.

        1. Na verdade um imbecil, porque a ciência tem afirmado consistentemente que a floresta Amazônica é a única garantia de que o sudeste não se tornará um deserto.

    1. Aí que você se engana.
      O plano dessa turma é levar o país de volta à tutela do FMI.
      Para isso é preciso esgotar as reservas internacionais.

  1. O crescimento de 0,01% do governo Bozo/Tchutchuca, vai despencar para abaixo da pereba na bunda do Nazimorto.

  2. Os mercados asiáticos abriram e a coisa está feia. Como a China esticou o feriado do Ano Novo Lunar, até para amenizar os efeitos da epidemia e deixar o pessoal em casa, não há negociação no mercado à vista na China, Hong Kong, Austrália e Coréia do Sul, mas os contratos futuros de índices de ações estão despencando. No Japão o movimento também é de queda. Preços do petróleo também despencam. O mundo financeiro apavorado com o efeito do coronavirus sobre a economia chinesa. Mas na mídia do Guedes, aqui em bruzundanga, parece que tá tudo tranquilo…

  3. A minha primeira preocupação é mesmo com as pessoas. Estão apreensivas, sofrendo e morrendo por lá. Se não conseguirem controlá-la e chegar ao país, com a incompetência generalizadas desse governo e o desmantelamento da nossa saúde pública e universidades, seremos devorados por essa epidemia.

  4. A minha primeira preocupação é mesmo com as pessoas. Estão apreensivas, sofrendo e morrendo por lá. Se não conseguirem controlá-la e chegar ao país, com a incompetência generalizadas desse governo e o desmantelamento da nossa saúde pública e universidades, seremos devorados por essa epidemia.

  5. para imprensa golpista e fascista esta uma maravilha o brasil : cada dia agente conhece esta imprensa corrupta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *