Jogo de chantagens entre Moro e Bolsonaro foi longe demais

Não adiantam mais declarações formais.

A disputa entre Sérgio Moro – e seu projeto político – e os planos de reeleição de Jair Bolsonaro chegou de vez à “Vila da Direita”, e as coisas já não estão mais como cochichos.

Todos estão acompanhando o que, agora, é claramente um jogo de chantagens.

Bolsonaro preocupa-se com que Moro possa roubar-lhe a condição de “Mito”: alguém que, como foi na Lava Jato, não pode ser criticado, detido ou simplesmente contrariado.

Moro preocupa-se com o “sereno” e com que o deserto para o qual iria possa tirar dele os holofotes que tem há seis anos.

Para usar metáfora do gênero do qual Bolsonaro abusa, a natureza de casamento de conveniência entre ambos passou do nível de suspeita geral para o dos “barracos” nos quais a vizinhança toma partido.

E o partido de Moro, que segue desfilando sua ambição presidencial em saias cada vez mais curtas.

Bolsonaro tem uma imagem pela qual precisa zelar, a do “macho destemido”, e é ela que está sendo atingida pela evidente insubordinação de Moro ao seu comando.

Pior, deixando sugestões de que a sua máquina policial produziu informações sobre os “podres familiares” do presidente, que não faltam e fedem mesmo sob as camadas de cumplicidade em que os buscam enterrar.

A discussão sobre quem frita quem nesta história é irrelevante.

Moro ganha no curto prazo. Mas a casa é de Jair.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

21 respostas

  1. O Brasil só voltará a ser um país de verdade, quando os dois estiverem presos. Não se trata de exagero, é fato. Ambos são criminosos, que já provocaram prejuízos gigantescos ao Brasil. Praticaram crimes de vários tipos, comprovados, alguns com consequências nefastas que poderão levar décadas para serem superadas.

    1. Não basta serem presos. O Gado vai continuar aclamando eles como mártires e votando em pessoas como eles. Eles primeiro precisam ser completamente desmascarados. E também o povo precisa sentir na pele o resultado do projeto entreguista que ele mesmo escolheu e entender que ele tem outros representantes, como o Amoedo e o Serra, senão nada muda. Infelizmente, para isso acontecer, ainda leva tempo e muito choro e ranger de dentes. E até lá muitos inocentes vão morrer de fome, de sede, de violência evitável e pela volta de doenças trazidas de volta das profundezas pelo obscurantismo.

    2. Não só eles, mas todos, e não são poucos, os responsáveis diretos pelo que estamos assistindo neste país desgraçado. Mas, infelizmente, mesmo que por um milagre os dois meliantes vierem a ser trancafiados, os grandes responsáveis continuarão ilesos, a maquinar a destruição do país. Aff!

    3. O que sempre disse nos meus livros se confirma todos os dias: o Brasil é uma colônia negreira, onde os Moros e Bolsonaros foram trazidos para cá para roubar para os patrões estrangeiros e criminalizar os pobres e negros pela hipocrisia do combate a corrupção! Alguma dúvida?

  2. Eu quero MESMO que os dois se FODAM !
    Quero que o DIABO os levem pras profundezas do INFERNO , eles e TODO o DESGOVERNO.

    1. As gravações provam sem sombra de dúvida que não existiu “Petrolão”, e que Moro inventou uma fábula a mando da CIA para condenar o maior líder da História da Humanidade só por ter recebido um apartamentinho de presente!! Glann tinha mais que o direito, a OBRIGAÇÃO de orientar os “hackers” (leia-se heróis) sobre como escapar dessa justiça nazista escravocrata neoliberal!!!

    2. Não esqueça de reservar uma vaguinha para o embaixador americano, o maestro de toda essa ópera bufa desde que substituiu sua antecessora Liliana Ayalde, a especialista em golpes parlamentares.

  3. E os generais do golpe dizendo que “time que tá vencendo…”. Idiotia.
    Atingimos o nível mais baixo da nossa história.
    Senhores golpistas, globo, generais do golpe, parte podre do judiciário, enorme,como fizeram isto ao país?
    Que desgraça!

  4. Que um vá comendo o outro e rápido até só sobrar o rabo sujo deles e dos que os idolatra de forma abjeta

  5. Bozo fez um movimento teatral que obrigou Moro a mostrar as cartas. Isso já lhe dá uma vantagem

  6. Podiam resolver isso num octógono, numa luta até restar um de pé…..esse teria o direito de enfrentar Lula nas urnas depois de três debates sem intermediação…..

  7. Vamos ajudar a resolver essa guerra de cuspe e de puxar cabelos.
    Pois essas moças não são de família e não tem qualquer compostura.
    Vamos provocar os minions-tanto os do bozo quanto do moroso-, para praticarem haraquiri baiano sem usar luvas.

  8. O Moro é um concurseiro comum, um moleque com privilégios tão pornográficos que beiram o crime, o Moro queria era derrubar o Bolsonaro.
    O Marreco quer ser candidato a presidência, é claro, mas ele quer ser o único candidato, e isso depois de ter prendido todos os outros concorrentes, é a tal da Meritocracia que tanto falam.
    Eu não sei se o Bolsonaro convidou o Moro para o Ministério da Justiça, já com vistas a desidrata-lo e tirá-lo da magistratura, ou se ele se percebeu que o Marreco queria derrubá-lo quando apareceu a grana na conta da Micheque, o Queiroz e as rachadinhas.
    De qualquer forma, já era para o Moro, ele já viu que não vai dar para prender outro presidente.

  9. Não há fagocitose no processo cancerígeno. Quando ocorre metástase a morte é iminente e inevitável.

  10. O ex-juizeco deveria soltar os podres da “famiglia Bolsonaro” aos poucos. Poderia começar com o Queiróz. Ou o filho 01.

  11. Desde 2018 que os competidores pela presidência não se dirigem ao povo brasileiro. Eles só se dirigem ao “mercado”, um ser internacional que para eles é quem vai decidir sobre quem vai ser escolhido para ganhar, em outro jogo de cartas abertamente marcadas. O Alckmin, por exemplo, que em suas contendas sempre se dirigiu humildemente pedindo votos ao grosso da população, em 2018 só falava em privatizar tudo para agradar ao eleitor máximo e único, o tal imperador “mercado” que todos eles da direita já sabiam que seria o grande definidor de quem venceria o pleito, de qualquer maneira. Agora, eles também agem como se só existissem contendores de direita para o pleito de 2022. E de extrema direita, que são os favoritos. Temos que fazer o mundo inteiro ver que a esquerda é que vai ganhar de qualquer maneira, desta vez.

    1. Apesar da CIA, do Departemet of State e do “corpo diplomático” ianque composto de terroristas e/ou golpistas. Em entrevista a Assange, quando exilado na embaixada do Equador em Londres, Rafael Correia disse: “o único país do mundo que não corre o risco de sofrer golpe de estado é os EUA, porque lá, não tem embaixada dos EUA”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *