Estoque voltam aos níveis dos piores momentos da recessão

O gerente industrial da Duratex, que fechou a fábrica de louças da marca Deca, em São Leopoldo (RS), desempregando, de uma tacada só, 500 pessoas, definiu numa frase o que está acontecendo: “nos preparamos para um Brasil que não veio”, disse ao Jornal do Comércio de Porto Alegre.

Não veio e não virá, mas isso ajuda a descrever, sem economês, o quadro que tinha sido descrito aqui, esta semana, e é muito bem resumido na reportagem de Luiz Guilherme Gerbelli e Luísa Melo, no G1.

O jornalismo de economia “chapa branca” e o “mercado” (leia aí o povo da acumulação financeira de capital, não da produção) entrou, com a eleição de Jair Bolsonaro no modo “agora a coisa vai”.

Na economia real, o efeito foi que o comércio, acreditando que a coisa ia mesmo, aumentou as encomendas à indústria, que aliviou seus estoques e preparou-se para produzir mais.

Como “a coisa não foi”. o comércio não vendeu – e ficou estocado – e a industria não vendeu – e ficou estocada.

De modo que, no curto prazo, nem comércio nem indústria têm nenhuma perspectiva que não seja a de baixarem o seu nível de atividade na esperança de reduzirem estoques.

É por isso que se pode ter tanta certeza de que não há esperanças de “retomada” por conta da aprovação da reforma previdenciária. Ela não apenas não injeta dinheiro na economia como, progressivamente, o retira.

O “Brasil que não veio”, como no caso da fábrica gaúcha, vai arruinar ainda muita gente.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

32 respostas

  1. Os meninos e meninas da Faria Lima são tão escravos das mentiras e fantasias contadas nos últimos 6 anos quanto os meninos e meninas de Curitiba. Envileceram e envelheceram tanto quanto os velhacos de sempre.Estão mais presos e mais condenados do que o condenado que eles caprichosa e irresponsavelmente forjaram.

    1. E o mais dramático é que, como essa turma tem a tal “cabeça de planilha financeira”, só enxerga curvas de juros e outros que tais, mas não lembra que existe uma coisa chamada economia real. Gente desempregada, lojas vazias, imóveis desocupados, indústria sucateada, pesquisas interrompidas, escolas fechadas, venda de patrimônio nacional a torto e a direito, entreguismo ao capital predatório, povo sem esperanças e a miséria aumentando. Tudo isso é apenas miragem, “delírio marxista” dos seus críticos. Não fazem a mínima autocrítica sequer do seu otimismo indevido com o governo Bozo, o que nos deixa sem perspectiva de correção de rumos.

      1. Considerando ainda que as nossas maiores empresas, exatamente as de construção civil, que são de base e geram grande parte dos empregos pra classe C e D, foram destruídas. O comércio só gera emprego se houver consumo. A indústria depende do consumo também. Portanto…

      2. Enxergar mesmo “eles” só enxergam o bônus do final do ano. Como diria o profeta carioca: “São todos arrivistas e viveram a melhor parte da vida tiranizados pela paixão de ganhar dinheiro, seja como for. Os melhores e os mais respeitáveis são aqueles que enriqueceram pelo comércio ou pela indústria, honestamente, se é possível admitir que se enriqueça honestamente.” (…)
        “Por mais que se esforcem, por mais que queiram, semelhantes homens, atarefados dia e noite, nos escritórios, nas repartições, nos tribunais, nos cartórios, na indústria política, não podem ter o repouso de espírito, o ócio mental necessário à contemplação desinteressada e à meditação carinhosa das altas cousas. Limitam?se a pousar sobre elas um olhar ligeiro e apressado; e a preocupação de manter os empregos e fazer render os cartórios, tirar?lhes?á o sossego de espírito para apreciar as grandes manifestações da inteligência humana e da natureza.
        Pode ser definida a feição geral da sociedade da Bruzundanga com a palavra — medíocre.
        Vem?lhe isto não de uma incapacidade nativa, mas do contínuo tormento de cavar dinheiro, por meio de empregos e favores governamentais, do sentimento de insegurança de sua própria situação.”

    2. É possível que essa cachorrada aponte as orelhas quando as quinquilharias chinesas do ´”veio” da havan começarem a encalhar e o pilantra, esmagado pelo que ajudou a criar, desfrute do famoso AVC ou do infarto, que não poupam nem esse tipo de estrume. Até lá, teremos aqueles velhos nazistas centenários, de mão trêmula, estendida e baba correndo no canto da boca. O tempo não para.

  2. O golpe desarticulou tudo. Não consigo entender porque os empresários que produzem caíram nessa arapuca! Infelizmente pagam, eles e seus funcionários, um preço muito alto

    1. Provavelmente caíram pela GANÂNCIA,INDIVIDUALISMO e falta de HUMANISMO, quiseram TUDO e estão levando NADA a nãos ser falência.

    2. Na verdade só pagam os funcionários, os empresários se dão bem passando a viver do sistema financeiro. Agora como pode alguém acreditar que um imbecil presidente auxiliado por um meliante do sistema financeiro iriam fazer esse país crescer?

    3. Não caíram em arapuca alguma, o setor produtivo brasileiro vem sendo progressivamente limitado a empresas de porte menor, que são implacavelmente alvejadas pelo mecanismo fiscal espúrio, para levá-las a serem deglutidas em fusões ou perecerem, enquanto permite os mecanismos de elisão fiscal que todos os poderosos usam para não pagarem o que deveriam e remeterem lucros exorbitantes às matrizes. Já os que sempre foram ricos ou tornaram-se, vivem há muito da rentabilidade da ciranda financeira, não reinvestem seus ganhos no parque produtivo e, quando perdem competitividade ou tornam-se irrelevantes, não hesitam em deslocar suas linhas de produção para países menos “exigentes” em termos de direitos trabalhistas e jogam no desemprego quem os serviu por anos, isto quando não mudam simplesmente de atividade. O capitalismo tornou-se financeiro, produção nacional deixou de interessar aos grandes há muito tempo. E viva a B3!

  3. Gauchada votou em peso no Bozzo e comemorou o fechamento de estaleiros na cidade do Rio Grande que empregavam 24.000 pessoas (empregos criados por “petistas vagabundos”). Agora a conta chegou para outras cidades. Muitos dos desempregados em São Leopoldo ainda tem o adesivo 17 colados em seus automóveis.

  4. E lá no blog do Vicente do Correio Braziliense foi publicado um post todo otimista com o seguinte título: “Bolsa quebra novo recorde, sobe 3% na semana, e Planalto bate bumbo”. Só vou citar os 2 primeiros parágrafos: “O entorno do presidente Jair Bolsonaro está em festa. A despeito de o chefe do Executivo não ter feito nada para a aprovação da reforma da Previdência — na verdade, atrapalhou bastante o andamento do projeto —, o Palácio do Planalto está comemorando os consecutivos recordes quebrados pela Bolsa de Valores de São Paulo (B3).
    O Ibovespa, principal índice de lucratividade do pregão paulista, encerrou a sexta-feira (5/7) nos 104.089 pontos, com valorização de 0,44%. Foi o terceiro recorde seguido. Na semana, a Bolsa teve alta de 3%, refletindo a euforia dos investidores com a aprovação da reforma da Previdência na Comissão Especial”. http://blogs.correiobraziliense.com.br/vicente/bolsa-quebra-novo-recorde-sobe-3-na-semana-e-planalto-bate-bumbo/ Parece que o governo Bozzo não está dando a mínima bola para a fase pouco otimista que está acontecendo nas nossas indústrias.

  5. O desemprego elevado é uma desgraça social e fator de insegurança.
    Porém, verdade seja dita: alguém em sã consciência não sabia que isso iria acontecer?
    Votaram no Bozó e num monte de racistas, que odeiam o pobre, são hipócritas e rasos de ideias.
    Agora é só fazer arminha e dizer que a culpa é do Lula (os outros cornos que fizeram o mesmo vão concordar para não confessar que tb fizeram essa cagada).

  6. Veio sim, o Brasil grande despontou mas foi expulso pela classe média mais imbecil, canalha e ignorante do planeta. E a tragédia foi assistida passivamente pelo povo mais inerte do mundo.

    1. Inerte? A midia hoje mostrou: Brasil campeão mundial em homicidios, povo mais assassino da face da terra. De cada 100 assassinatos somente 5 são elucidados.

  7. EMPRESÁRIOS CRETINOS FASCISTAS NEOLIBELISTAS GOLPEARAM O BRASIL DE TODOS NÓS E ASSASSINARAM O FUTURO DELES MESMOS!
    SE ISSO NÃO MOSTRA O ÓDIO FASCISTA ENRUSTIDO NESSA NAÇÃO, ENTÃO O QUE MOSTRARÁ A VERDADE?

  8. Um exercício de paciência… Até acabar todo e qualquer resquício de entusiasmo infantiloide deste que será sem dúvida o mais fracassado governo de todos os tempos.

  9. Se a desculpa esfarrapada pra fazer a reforma é o rombo na previdência, então de onde virá a economia anual de 100 bilhões de reais? Ora, a reforma não é pra cobrir o suposto “rombo”? Pela lógica matemática, ou não vai sobrar dinheiro nenhum porque é preciso cobrir o rombo, ou não tem rombo nenhum!

  10. A globo é a grande responsável pela desgraça que nos atingiu.
    Plantou ódio com eficiência e colheu desgraça.
    Globo, depois o judiciário do moro e os generais do cabide de emprego são os responsáveis pela desgraça.

  11. Pois é….a turma que acreditou no “Brasil que não veio”, se esqueceu que não existe capitalismo sem mercado consumidor….E que mercado consumidor é igual “pessoas com poder de compra”. Hoje fui numa dessas feiras de carros usados aqui na minha cidade…Muita gente querendo vender seus carros (abaixo da tabela), uma boa parte precisando descolar uma grana para pagar dívidas e muita gente reclamando que o “mercado está ruim” (as pessoas não tem dinheiro…). Gente desempregada, com medo de ficar desempregada, trabalhando em serviços precários, com salários apertados etc..etc.. não saem por aí fazendo compras, não é???A recessão economica começa a atingir em cheio a classe média.

    1. Vc disse tudo, estou separado a 6 meses, desempregado, morando de favor na casa da minha mãe, meu carro 2010 esta acabando parado, não consigo vender, no governo do PT eu era micro empresario tinha 3 funcionarios.
      Destruiram o Brasil, Aecio, Cunha, Moro e tv globo todos malditos sejam para sempre.

  12. A Nação respira por aparelhos e não tem como pagar a conta de luz para mantê-los funcionando.
    Temos recessão, inflação, desemprego massivo, quebra das empresas e fechamento do comércio e serviços por falta de dinheiro no bolso do povo que votou mal e se ferrou completamente. Temos ainda um governo de trogloditas analfabetos, ideologizados pela mais estúpida ultra direita do planeta, uma justiça mega corrupta e uma imprensa dos maiores meios de comunicação totalmente apátrida e idiotizada.
    Isso é o curto ciclo vicioso que precede a morte rápida de uma nação.
    Bye Bye Brasil.

  13. pois ñ era só tirar a Presidenta Dilma que tudo entraria “nos trilhos” ? ñ satisfeitos fizeram campanha para o bozo e agora deu nisso tudo: miséria espalhada alcançando tudo e todos…a isso chama-se canalhice, ganancia e muita mas muita falta entendimento e muito preconceito com os governos progressistas!

  14. Com o Bozo só fazendo merda e sem investir para melhorar os níveis econômicos voceis acham que as coisas iam dar certo. Alias só quem esta se dando bem nesse governo são aqueles que estão ganhando salários milionários da estrutura pública, Judiciário, Forças Armadas e a classe politica que esta fazendo o que quer do nosso querido Brasil. Se preciso eles vendem o Brasil todo para manter seus privilégios e o resto que se dane.

  15. O “BRAZIL” dos empresários Golpista esta aí, empresas Nacionais agonizando, junto com o patrimônio e o futuro do povo Brasileiro.
    Os recursos naturais estão sendo entregues nas mãos sujas de corruptos, traidores sem vinculo algum com o povo.
    O desgoverno do vampiro e o atual bozo, foram e são absurdamente desqualificado: moralmente, eticamente, intelectualmente, socialmente, onde a corrupção tem se tornado uma constante.
    O desastre provocado por estes empresários GOLPISTA, repercutem diretamente no povão, desemprego e o subemprego aumentando, cadê o PATO?
    LULA LIVRE!

  16. Sim.Foi profetisado, era só a gordura que o PT deixou acabar a coisa iria ficar preta, muito empresario ainda vai quebrar, por isso a grande midia fez vista grossa ao suicidio do empresario na frente do ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *