Excelentíssimo ridículo: juízes marcam greve para o dia 15

grevjud

O ridículo agora é oficial.

Por 81% dos “votos” eletrônicos no site da Associação de Juízes Federais, os magistrados resolveram marcar greve, no dia 15 de março, em defesa do “auxílio-moradia”.

Patético: argumentam que estão sendo vítimas de perseguição por causa da Lava Jato.

“(…) a forma encontrada para punir a Justiça Federal foi atacar a remuneração dos seus juízes. Primeiro e de forma deliberada, quando não se aprovou a recomposição do subsídio, direito previsto na Constituição Federal, cuja perda já atinge 40% do seu valor real; segundo, quando foi acelerada a tramitação do projeto de alteração da lei de abuso de autoridade, em total desvirtuamento das 10 medidas contra a corrupção, projeto esse de iniciativa popular.”

Nota-se que suas excelências querem todo o poder de legislar, desde sobre seus próprios subsídios até sobre o ordenamento legal do país.

Em resumo: a lei é boa e deve ser respeitada quando é boa para os juízes, segundo sua ótica corporativa: o resto é perseguição.

Mas não param por aí: alegam que o auxílio moradia é pago a “agentes políticos, oficiais das Forças Armadas, oficiais das Polícias Militares, servidores públicos, dentre tantas outras carreiras da União, dos Estados e dos Municípios, tudo dentro da mais estrita normalidade e sem nenhuma reclamação”.

Como se fosse uma prática estendida a todos os servidores civis e militares e não àqueles que vão prestar temporariamente serviços em outras cidades e estados, temporariamente e não, como aos juízes, apenas e automaticamente terem passado em um concurso.

Será que professores e médicos têm este direito, excelências?

Pararão dia 15, mas será que lhes farão o que eles, diante de greves de outros servidores públicos, por motivos muito mais modestos, fazem: cortar-lhes o ponto?

Neste caso, com o que ganham, seria uma “pena” de cerca de R$ 1 mil por um único dia, o mesmo que um trabalhador leva um mês, trabalhando de sol a sol, durante um mês inteiro.

Agora, oficialmente, vão expor-se ao ridículo.

Conseguiram, por seus próprios vícios mentais de poder, colocar-se no saco de desprezo onde  o povo brasileiro está colocando as instituições públicas.

 

contrib1

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

18 respostas

  1. KKKKK, já haviam perdido o senso de decência, agora perderam o senso do ridículo! Seus salários irão cair muuuuuito ainda, é o carma chegando, pela injustiça que cometem coletivamente ao perseguir o PT e o nosso Estadista Lula (ao tempo em que protegem os bandidos entreguistas do PSDB).

  2. Greve no dia 15?
    Porque não uma greve “ad eternum”?
    Boa parte dos problemas do país estariam resolvidos.
    Vamos voltar ao bom olho por olho, dente por dente. Era mais civilizado.

  3. [… Falando nos pseudojuízes ridículos, “rebanho” de arrivistas inescrupulosos!…]

    … E se temos o vampirão da campeã Paraíso do Tuiuti, temos também a bruxa do STFede!
    A mesma “suprema tibieza e suprema falsidade”!
    E autointitulada “amante da língua”!
    Dileto(a) leitor(a), se isto é uma “corte suprema”, imagine o que significa a comarca de piso do rábula ‘psicoPATO’ ‘mor(T)o’!

    ***

    SOMBRA DE OLGA BENÁRIO SOBRE STF DE CÁRMEN LÚCIA

    Por egrégio e jornalista e escritor Paulo Moreira Leite

    “Três anos depois de ter assegurado manchetes na Globo ao citar o verso ‘cala a boca já morreu’, a presidente do STF Cármen Lúcia submete os demais ministros a um silêncio forçado, impedindo que o debate sobre um habeas corpus a favor de Lula seja feito em plenário, como vários integrantes da instituição gostariam de fazer”, escreve Paulo Moreira Leite, articulista do 247. “Mesmo em 1936, quando cedeu às pressões do governo Vargas para expulsar a militante comunista Olga Benário para Alemanha, onde morreu numa câmara de gás, o Supremo não se omitiu e fez uma reunião às claras, assumindo as consequências de uma decisão errada e indefensável”, escreve o articulista. Para PML, ao se recusar a colocar o assunto em pauta, o que poderia fazer a qualquer momento, “Cármen Lúcia deixa no ar uma suspeita lamentável para uma juíza em sua função tão importante, de que teme um resultado final com o qual não estaria de acordo”

    01/03/2018

    (…)

    FONTE [LÍMPIDA!]: https://www.brasil247.com/pt/blog/paulomoreiraleite/344443/Sombra-de-Olga-Ben%C3%A1rio-sobre-STF-de-C%C3%A1rmen-L%C3%BAcia.htm

  4. Qualquer coisa que anda para trás, qualquer parada é bom negócio. Greve eterne e sumam de uma vez. Canalhas.

  5. Esses juízes, advogados públicos federais, que recebem esse auxílio, distorcido, sem a movimentação em razão de serviço, podem ter se esquecido, mas são SERVIDORES PÚBLICOS !!!

    Estão tão mal acostumados em serem chamados de Vossa Excelência, que se iludem ao ponto de acreditar que são realmente excelentes. Neste caso, contudo, não o são.

    Do Aurélio.
    Excelente.
    Muitíssimo bom.
    Perfeito.
    Distinto.

    Data vênia, ex excelentíssimos, vocês SERVIDORES PÚBLICOS, nessas condições, não são mais excelentes. Talvez sejam distintos, no sentido de distinguirem-se de tantos outros ilibados servidores públicos que fazem jus ao Princípio da Moralidade.

  6. Em vez de fazer greve, por que não pedem para sair e vão advogar? Livrem-se desse sub-emprego que lhes exploram, pagando a insignificância de 33.000 reais por mes, mais essa mixaria de penduricalhos.

  7. Todos fazem jus à famosa “Lei de Gerson”: JUIZ BRASILEIRO GOSTA DE LEVAR VANTAGEM EM TUDO , ….CERRRRTO?

  8. Qual a diferença entre a paralização de Juízes e as denúncias contra o PSDB paralisadas nas gavetas?

  9. Uma justiça composta de pessoal dessa qualidade não traz progresso a nenhum país que a tenha. Essa gente não tem dignidade para julgar ninguém, pois se comporta de forma idêntica, ou até pior, aos mais vis canalhas que habitam a face da terra. É preciso que, com a devida rapidez, demos um jeito nessa deformidade deste pobre país, para que seu povo não continue sendo explorado por esse bando de chupins maus caráter e maus brasileiros, que se aproveitam dos cargos para cometer atrocidades jurídicas inimagináveis.

  10. Resta saber se a polícia vai descer a borracha como fazem com os trabalhadores……..

  11. Aqui no meu estado os professores estão lutando por um aumento salarial de 6,31% o governador disse que não pode dá por conta do teto da responsabilidade fiscal e q pode dá esse valor em vale alimentação apenas pra ativa sem aposentados e disse q isso é muito bom. É um já disse que a greve é ilegal e vai.mandar cortar o pontos dos grevistas q com o aumento passariam a ganhar 2.600 reais. Muita injustiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.