FGV mostra pressão contínua sobre preços ao consumidor

O Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Getúlio Vargas, divulgado agora há pouco, segue mostrando – pela quarta semana consecutiva – uma tendência de alta nos preços e atingiu 0,82%, o que é uma indicação de que a inflação oficial, medida pelo IPCA deve passar de o,5% em setembro.

Aliás, já na semana passada, a Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – já havia elevado, na semana passada, a sua projeção sobre este índice do IBGE para 0,49%, ante 0,3% previstos no início do mês.

A pressão cambial, que responde por boa parte desta elevação de preços, que se reflete em elevações como a de 30% no óleo de soja, segue atuando e deixando altos os preços dos produtos exportáveis.

Só para – ou melhor, desacelera – quando entrar na conta o pior dos fatores antiinflacionários: a perda de renda da população.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.